21 de dezembro de 2020 em Fortaleza

Prefeitura de Fortaleza realiza mais de 67 mil atendimentos do VetMóvel em todas as Regionais

Mais de 4 mil atendimentos já foram realizados a partir da retomada de suas atividades, em outubro deste ano, quando o VetMóvel foi reinaugurado com uma nova estrutura de contêiner


Animal atendido pelo VetMóvel
O equipamento oferece gratuitamente castração, consultas clínicas, vacinação antirrábica, exames de triagem para calazar, exames de hemograma e implantes de microchips, dentre outros serviços

A Prefeitura de Fortaleza realizou, até agora, mais de 67 mil atendimentos veterinários gratuitos com o VetMóvel em todas as Regionais ao longo de dois anos de atividades. O equipamento itinerante, que iniciou estes serviços em junho de 2018, possibilitou recentemente, na nova estrutura de contêiner, mais de 4 mil atendimentos em dois meses após a retomada dos trabalhos, que estavam pausados desde março como forma de prevenção à disseminação da Covid-19.

Gerido pela Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), que é vinculada à Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o VetMóvel faz parte do plano de ações programadas com o objetivo de conscientizar a população de Fortaleza contra os maus tratos e abandono de animais. O equipamento oferece os serviços de castração, consultas clínicas, vacinação antirrábica, exames de triagem para calazar, exames de hemograma, implantes de microchips, palestas, rodas de conversa e distribuição de material educativo. Atuam no VetMóvel médicos veterinários, clínicos gerais, anestesista e cirurgiões.

Em todo o período de atividades, de junho de 2018 até agora, o VetMóvel realizou mais de 67 mil atendimentos, dentre eles mais de 22 mil consultas clínicas, mais de 17 mil vacinações antirrábicas, mais de 10 mil exames de triagem de calazar, mais de 7 mil castrações, mais de 2 mil hemogramas, mais de 2 mil implantes de microchips, além das palestras, rodas de conversa e participações em eventos de adoção.

Desse total de serviços, mais de 4 mil atendimentos foram realizados a partir da retomada de suas atividades, em 21 de outubro deste ano, quando o VetMóvel foi reinaugurado com uma nova estrutura de contêiner. Já tendo passado pelo bairro Pirambu (Regional I), o novo equipamento itinerante está agora realizando atendimentos no Cuca Jangurussu (Regional VI). Nesses dois meses de atividades, o VetMóvel já possibilitou a realização de mais de mais de 1.550 consultas, mais de 880 exames de triagem de Calazar, mais de 550 castrações, mais de 470 implantes de microchips, mais de 220 vacinas, além de 510 rodas de conversa com a comunidade com informações sobre proteção animal.

A assessora técnica da Coepa, Rosânia Ramalho, explica que, mesmo o VetMóvel já tendo se estabelecido como referência de serviços clínico-veterinários e castração de animais de tutores de Fortaleza, os atendimentos estão seguindo as normas de saúde para evitar a disseminação da Covid-19. "Para evitar a aglomeração de pessoas, nossa equipe faz o agendamento para a castração dos animais e aqueles que buscam os demais serviços para seus animais são organizados onde o equipamento está realizando os atendimentos, sempre preservando o máximo de distanciamento social possível", afirma Rosânia.

Em dois anos de atividades, o VetMóvel já proporcionou atendimentos a cães e gatos em diversos bairros, como Centro (Paço Municipal, Urbfor e Praça do Ferreira), Pirambu, Barra do Ceará, Cristo Redentor, Jacarecanga, Jardim Iracema, Moura Brasil, São Gerardo, Vila Velha, Aldeota, Cidade 2000, Cocó, Dionísio Torres, Joaquim Távora, Papicu, Praia de Iracema, São João do Tauape, Varjota, Antônio Bezerra, Jóquei Clube, Pici, Benfica, Bom Futuro, Damas, Jardim América, Montese, Parangaba, Parreão, Vila Peri, Aracapé, Bom Jardim, Granja Lisboa, Granja Portugal, José Walter, Mondubim, Siqueira, Aerolândia, Cajazeiras, Cambeba, Cidade dos Funcionários, Edson Queiroz, Barroso, Jangurussu, Jardim das Oliveiras, Messejana, Parque Dois Irmãos, Parque Iracema e Parque Manibura, dentre outros.

Projeto Veterinário Solidário
Enquanto o VetMóvel permaneceu com as atividades pausadas, como forma de prevenção à disseminação da Covid-19, a equipe da Coepa criou, em junho de 2020, o Projeto Veterinário Solidário, dando suporte sanitário e de prevenção de zoonoses em abrigos e pontos de abandono na cidade, como apoio emergencial aos animais durante a pandemia.

Até o mês de novembro, os técnicos realizaram mais de 16.000 atendimentos a cães e gatos neste projeto, sendo mais de 6.000 vacinas antirrábicas, mais de 4.800 consultas, mais de 4.600 aplicações de antiparasitários e mais de 1.000 aplicações de medicamentos e exames de triagem para Calazar. Ao todo, foram atendidos por este projeto durante este período animais em 46 lares temporários, 29 pontos de abandono, 19 comunidades e 17 abrigos, como por exemplo o “Abrigo da Estela”, “Abrigo São Francisco” e “Abrigo Menino Vaqueiro”, dentre outros.

Prefeitura de Fortaleza realiza mais de 67 mil atendimentos do VetMóvel em todas as Regionais

Mais de 4 mil atendimentos já foram realizados a partir da retomada de suas atividades, em outubro deste ano, quando o VetMóvel foi reinaugurado com uma nova estrutura de contêiner

Animal atendido pelo VetMóvel
O equipamento oferece gratuitamente castração, consultas clínicas, vacinação antirrábica, exames de triagem para calazar, exames de hemograma e implantes de microchips, dentre outros serviços

A Prefeitura de Fortaleza realizou, até agora, mais de 67 mil atendimentos veterinários gratuitos com o VetMóvel em todas as Regionais ao longo de dois anos de atividades. O equipamento itinerante, que iniciou estes serviços em junho de 2018, possibilitou recentemente, na nova estrutura de contêiner, mais de 4 mil atendimentos em dois meses após a retomada dos trabalhos, que estavam pausados desde março como forma de prevenção à disseminação da Covid-19.

Gerido pela Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), que é vinculada à Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o VetMóvel faz parte do plano de ações programadas com o objetivo de conscientizar a população de Fortaleza contra os maus tratos e abandono de animais. O equipamento oferece os serviços de castração, consultas clínicas, vacinação antirrábica, exames de triagem para calazar, exames de hemograma, implantes de microchips, palestas, rodas de conversa e distribuição de material educativo. Atuam no VetMóvel médicos veterinários, clínicos gerais, anestesista e cirurgiões.

Em todo o período de atividades, de junho de 2018 até agora, o VetMóvel realizou mais de 67 mil atendimentos, dentre eles mais de 22 mil consultas clínicas, mais de 17 mil vacinações antirrábicas, mais de 10 mil exames de triagem de calazar, mais de 7 mil castrações, mais de 2 mil hemogramas, mais de 2 mil implantes de microchips, além das palestras, rodas de conversa e participações em eventos de adoção.

Desse total de serviços, mais de 4 mil atendimentos foram realizados a partir da retomada de suas atividades, em 21 de outubro deste ano, quando o VetMóvel foi reinaugurado com uma nova estrutura de contêiner. Já tendo passado pelo bairro Pirambu (Regional I), o novo equipamento itinerante está agora realizando atendimentos no Cuca Jangurussu (Regional VI). Nesses dois meses de atividades, o VetMóvel já possibilitou a realização de mais de mais de 1.550 consultas, mais de 880 exames de triagem de Calazar, mais de 550 castrações, mais de 470 implantes de microchips, mais de 220 vacinas, além de 510 rodas de conversa com a comunidade com informações sobre proteção animal.

A assessora técnica da Coepa, Rosânia Ramalho, explica que, mesmo o VetMóvel já tendo se estabelecido como referência de serviços clínico-veterinários e castração de animais de tutores de Fortaleza, os atendimentos estão seguindo as normas de saúde para evitar a disseminação da Covid-19. "Para evitar a aglomeração de pessoas, nossa equipe faz o agendamento para a castração dos animais e aqueles que buscam os demais serviços para seus animais são organizados onde o equipamento está realizando os atendimentos, sempre preservando o máximo de distanciamento social possível", afirma Rosânia.

Em dois anos de atividades, o VetMóvel já proporcionou atendimentos a cães e gatos em diversos bairros, como Centro (Paço Municipal, Urbfor e Praça do Ferreira), Pirambu, Barra do Ceará, Cristo Redentor, Jacarecanga, Jardim Iracema, Moura Brasil, São Gerardo, Vila Velha, Aldeota, Cidade 2000, Cocó, Dionísio Torres, Joaquim Távora, Papicu, Praia de Iracema, São João do Tauape, Varjota, Antônio Bezerra, Jóquei Clube, Pici, Benfica, Bom Futuro, Damas, Jardim América, Montese, Parangaba, Parreão, Vila Peri, Aracapé, Bom Jardim, Granja Lisboa, Granja Portugal, José Walter, Mondubim, Siqueira, Aerolândia, Cajazeiras, Cambeba, Cidade dos Funcionários, Edson Queiroz, Barroso, Jangurussu, Jardim das Oliveiras, Messejana, Parque Dois Irmãos, Parque Iracema e Parque Manibura, dentre outros.

Projeto Veterinário Solidário
Enquanto o VetMóvel permaneceu com as atividades pausadas, como forma de prevenção à disseminação da Covid-19, a equipe da Coepa criou, em junho de 2020, o Projeto Veterinário Solidário, dando suporte sanitário e de prevenção de zoonoses em abrigos e pontos de abandono na cidade, como apoio emergencial aos animais durante a pandemia.

Até o mês de novembro, os técnicos realizaram mais de 16.000 atendimentos a cães e gatos neste projeto, sendo mais de 6.000 vacinas antirrábicas, mais de 4.800 consultas, mais de 4.600 aplicações de antiparasitários e mais de 1.000 aplicações de medicamentos e exames de triagem para Calazar. Ao todo, foram atendidos por este projeto durante este período animais em 46 lares temporários, 29 pontos de abandono, 19 comunidades e 17 abrigos, como por exemplo o “Abrigo da Estela”, “Abrigo São Francisco” e “Abrigo Menino Vaqueiro”, dentre outros.