08 de novembro de 2019 em Infraestrutura

Prefeitura implanta piso em concreto nas paradas de ônibus de cinco avenidas de Fortaleza

Estrutura minimiza impacto das áreas de frenagens e arrancadas dos transportes coletivos


parada de ônibus
Representação gráfica de como ficará a parada de ônibus com piso em concreto

O projeto-piloto de implantação de piso em concreto nas paradas de ônibus em Fortaleza será desenvolvido nas avenidas Fernandes Távora, José Bastos, Dom Luís, Desembargador Moreira e Abolição, que passam, atualmente, por processo de requalificação. “O concreto é um piso mais resistente para este tipo de modal, por causa da constante frenagem e aceleração na área, principalmente nos pontos de parada. A implantação do revestimento acontece onde o asfalto sofre deformação natural, configurando ponto de desgaste das avenidas”, explica Manuela Nogueira, secretária da Infraestrutura de Fortaleza (Seinf), responsável pelas obras.

A Seinf realiza o projeto de forma experimental, mas não descarta a utilização dele em outras vias da Capital. “A partir da implantação inicial, vamos avaliar a resistência desse novo pavimento, e, com o retorno positivo, replicar em outros lugares da Cidade”, antecipa Manuela.

Hoje, o concreto é utilizado em algumas vias e equipamentos da Prefeitura. A Avenida Aguanambi, por exemplo, recebeu o piso de concreto ao longo de toda a faixa exclusiva para ônibus. O interior dos túneis das avenidas Engenheiro Santana Júnior, Padre Antônio Tomás, Via Expressa (longitudinal) e Santos Dumont também conta com o reforço. Os terminais de ônibus do Antônio Bezerra e Messejana possuem piso em concreto em todas as plataformas e pista.

A previsão é que a requalificação das cinco avenidas seja entregue por etapas e finalizada em 2020. Além de receber o novo piso nas paradas, as vias receberão novo asfalto, rampas de acessibilidade nos cruzamentos,  sinalização, iluminação e paisagismo. Também serão reformados os canteiros centrais.

 

Prefeitura implanta piso em concreto nas paradas de ônibus de cinco avenidas de Fortaleza

Estrutura minimiza impacto das áreas de frenagens e arrancadas dos transportes coletivos

parada de ônibus
Representação gráfica de como ficará a parada de ônibus com piso em concreto

O projeto-piloto de implantação de piso em concreto nas paradas de ônibus em Fortaleza será desenvolvido nas avenidas Fernandes Távora, José Bastos, Dom Luís, Desembargador Moreira e Abolição, que passam, atualmente, por processo de requalificação. “O concreto é um piso mais resistente para este tipo de modal, por causa da constante frenagem e aceleração na área, principalmente nos pontos de parada. A implantação do revestimento acontece onde o asfalto sofre deformação natural, configurando ponto de desgaste das avenidas”, explica Manuela Nogueira, secretária da Infraestrutura de Fortaleza (Seinf), responsável pelas obras.

A Seinf realiza o projeto de forma experimental, mas não descarta a utilização dele em outras vias da Capital. “A partir da implantação inicial, vamos avaliar a resistência desse novo pavimento, e, com o retorno positivo, replicar em outros lugares da Cidade”, antecipa Manuela.

Hoje, o concreto é utilizado em algumas vias e equipamentos da Prefeitura. A Avenida Aguanambi, por exemplo, recebeu o piso de concreto ao longo de toda a faixa exclusiva para ônibus. O interior dos túneis das avenidas Engenheiro Santana Júnior, Padre Antônio Tomás, Via Expressa (longitudinal) e Santos Dumont também conta com o reforço. Os terminais de ônibus do Antônio Bezerra e Messejana possuem piso em concreto em todas as plataformas e pista.

A previsão é que a requalificação das cinco avenidas seja entregue por etapas e finalizada em 2020. Além de receber o novo piso nas paradas, as vias receberão novo asfalto, rampas de acessibilidade nos cruzamentos,  sinalização, iluminação e paisagismo. Também serão reformados os canteiros centrais.