26 de setembro de 2017 em Saúde

Prefeitura reforça ações de combate ao Aedes com gestores de postos de saúde e escolas

A ação faz parte do “Plano de Sustentabilidade para o controle do Aedes”, que define ações estratégicas e preventivas que serão implementadas em 30 bairros da capital


Agente de endemias vistoriando imóvel
As atividades de vigilância envolvem o controle do vetor, por meio de visitas domiciliares, bloqueio de novos casos, monitoramento de imóveis, entre outras
A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realiza nesta quarta-feira (27/09), no Auditório da Regional III, às 14h, um momento de atualização para coordenadores dos postos de saúde e diretores das escolas municipais sobre o combate ao Aedes aegypti. A ação faz parte do “Plano de Sustentabilidade para o controle do Aedes”, que define uma série de ações estratégicas e preventivas que serão implementadas em 30 bairros da capital entre os meses de setembro e dezembro. Participam, neste primeiro momento, 120 pessoas.
 
A seleção dos bairros que receberão o foco das ações do Plano deu-se a partir da concentração populacional e o quantitativo de notificações das doenças. As ações estratégicas estão previstas para acontecer no Álvaro Weyne, Cristo Redentor, Pirambu, Joaquim Távora, São João do Tauape, Vicente Pinzón, Bom Sucesso, João XXIII, Joquei Clube, Quintino Cunha, Couto Fernandes, Demócrito Rocha, Montese, Pan Americano, Bom Jardim, Canidezinho, Conjunto Ceará I e II além de Granja Lisboa, Granja Portugal Mondubim, Parque Genibaú, Parque Santa Rosa Planalto Airton Sena, Prefeito José Walter, Barroso, Conjunto Palmeiras, Jangurussu, Messejana e Centro. 
 
O plano desenvolvido pela SMS conta com a parceria de diversas áreas intersetoriais em especial a Secretaria de Educação, que desenvolve um trabalho com foco no envolvimento dos alunos das escolas da rede municipal no combate ao vetor das arboviroses, por meio dos projetos “Escola Amiga da Saúde” e o “Detetive contra o Aedes”.
 
Para o coordenador de Vigilância em Saúde de Fortaleza, Nélio Morais, o momento torna-se importante devido à adoção de medidas preventivas contra o vetor. “A atuação preventiva nesses bairros, reduzindo os focos do mosquito, nos permite antecipar as ações ao período chuvoso do próximo ano. Dessa forma, reduzimos a chance das pessoas de serem acometidas por alguma arbovirose. Para isso, precisamos do apoio da população, que também precisa realizar a vistoria semanal na residência. A vigilância deve acontecer diariamente. Os ovos do mosquito podem permanecer meses até eclodirem nos primeiros contatos com a água acumulada”, reforçou Nélio Morais.
 
As atividades de vigilância envolvem o controle do vetor, através de visitas domiciliares, bloqueio de novos casos, monitoramento de imóveis de grande fluxo de pessoas, inspeção de pontos estratégicos e a realização de mutirões com a população. Serão realizadas ainda ações educativas com a realização de dias “D”, palestras, exposições do ciclo evolutivo do mosquito, além da formação de brigadas em parceria com diversos setores da sociedade.
 
Serviço:
Atualização para coordenadores dos postos de saúde e diretores das escolas municipais sobre o combate ao Aedes
Data: quarta-feira (26/09)
Hora: 14h
Local: Auditório da Secretaria Regional III (Avenida Jovita Feitosa, 1264 – Parquelândia)
 

Prefeitura reforça ações de combate ao Aedes com gestores de postos de saúde e escolas

A ação faz parte do “Plano de Sustentabilidade para o controle do Aedes”, que define ações estratégicas e preventivas que serão implementadas em 30 bairros da capital

Agente de endemias vistoriando imóvel
As atividades de vigilância envolvem o controle do vetor, por meio de visitas domiciliares, bloqueio de novos casos, monitoramento de imóveis, entre outras
A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realiza nesta quarta-feira (27/09), no Auditório da Regional III, às 14h, um momento de atualização para coordenadores dos postos de saúde e diretores das escolas municipais sobre o combate ao Aedes aegypti. A ação faz parte do “Plano de Sustentabilidade para o controle do Aedes”, que define uma série de ações estratégicas e preventivas que serão implementadas em 30 bairros da capital entre os meses de setembro e dezembro. Participam, neste primeiro momento, 120 pessoas.
 
A seleção dos bairros que receberão o foco das ações do Plano deu-se a partir da concentração populacional e o quantitativo de notificações das doenças. As ações estratégicas estão previstas para acontecer no Álvaro Weyne, Cristo Redentor, Pirambu, Joaquim Távora, São João do Tauape, Vicente Pinzón, Bom Sucesso, João XXIII, Joquei Clube, Quintino Cunha, Couto Fernandes, Demócrito Rocha, Montese, Pan Americano, Bom Jardim, Canidezinho, Conjunto Ceará I e II além de Granja Lisboa, Granja Portugal Mondubim, Parque Genibaú, Parque Santa Rosa Planalto Airton Sena, Prefeito José Walter, Barroso, Conjunto Palmeiras, Jangurussu, Messejana e Centro. 
 
O plano desenvolvido pela SMS conta com a parceria de diversas áreas intersetoriais em especial a Secretaria de Educação, que desenvolve um trabalho com foco no envolvimento dos alunos das escolas da rede municipal no combate ao vetor das arboviroses, por meio dos projetos “Escola Amiga da Saúde” e o “Detetive contra o Aedes”.
 
Para o coordenador de Vigilância em Saúde de Fortaleza, Nélio Morais, o momento torna-se importante devido à adoção de medidas preventivas contra o vetor. “A atuação preventiva nesses bairros, reduzindo os focos do mosquito, nos permite antecipar as ações ao período chuvoso do próximo ano. Dessa forma, reduzimos a chance das pessoas de serem acometidas por alguma arbovirose. Para isso, precisamos do apoio da população, que também precisa realizar a vistoria semanal na residência. A vigilância deve acontecer diariamente. Os ovos do mosquito podem permanecer meses até eclodirem nos primeiros contatos com a água acumulada”, reforçou Nélio Morais.
 
As atividades de vigilância envolvem o controle do vetor, através de visitas domiciliares, bloqueio de novos casos, monitoramento de imóveis de grande fluxo de pessoas, inspeção de pontos estratégicos e a realização de mutirões com a população. Serão realizadas ainda ações educativas com a realização de dias “D”, palestras, exposições do ciclo evolutivo do mosquito, além da formação de brigadas em parceria com diversos setores da sociedade.
 
Serviço:
Atualização para coordenadores dos postos de saúde e diretores das escolas municipais sobre o combate ao Aedes
Data: quarta-feira (26/09)
Hora: 14h
Local: Auditório da Secretaria Regional III (Avenida Jovita Feitosa, 1264 – Parquelândia)