07 de junho de 2018 em Saúde

Seminário debate HIV/Aids na população de adolescentes e jovens da capital

O encontro, com foco na discussão de políticas públicas para a área, acontece nesta sexta-feira (08/06), no auditório do IFCE, a partir das 13h


A Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta sexta-feira (08/06), o seminário “HIV/Aids na população de adolescentes e jovens: desafios e possibilidades”. O encontro, com foco na discussão de políticas públicas para a área, acontece no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), a partir das 13h.
 
A iniciativa, realizada pela Secretaria Municipal da Saúde e a Coordenadoria de Juventude, tem como foco as chamadas populações-chave, nas quais a epidemia do HIV/Aids está concentrada, em especial homens que fazem sexo com homens (HSH), gays e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, dos 15 aos 24 anos.
 
Na ocasião serão debatidos temas como: “Situação epidemiológica no Brasil, no Ceará e em Fortaleza: HIV/Aids na população de adolescentes e jovens”; “Adolescentes, Juventude e HIV/Aids. Questões a serem consideradas”; “Vivendo com HIV/Aids na adolescência”; e “Fique Sabendo Jovem: Estratégia para o enfrentamento do HIV/Aids entre adolescentes e Jovens”. Ao final do seminário, acontece ainda o lançamento do relatório: “Viva Melhor Sabendo Jovem: Estratégias para o enfrentamento da Epidemia de HIV/Aids entre Adolescentes e Jovens”.
 
Para o coordenador da Área Técnica de Infecções Sexualmente Transmissíveis IST/Aids, Marcos Paiva, o seminário vem debater e propor estratégias para conter a proliferação dessas infecções entre a juventude. “A nossa proposta tem por objetivo trabalhar ideias e estratégias para a população jovem. Segundo dados do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), no mundo inteiro, 30% de todas as pessoas que vivem com HIV/Aids está compreendido nesta faixa etária. Por isso a importância de trabalhar com os jovens essa questão”, destacou Marcos.
 
Saiba mais - A SMS desenvolve, durante o ano, diversas atividades educativas como forma de orientar a população para prática do sexo seguro e do diagnóstico oportuno do HIV, da Sífilis e das Hepatites B e C. Os casos diagnosticados positivos são referenciados ao tratamento, por meio do Serviço de Atenção Especializada (SAE). As ações envolvem também palestras, distribuição de material informativo e realização de testagem rápida, em eventos de grande concentração de pessoas, além da distribuição gratuita de preservativos masculino e feminino nos postos de saúde. Desde 2013, desenvolve ainda em parceria com o UNICEF, o programa “Fique Sabendo Jovem”, com o objetivo de aumentar a testagem da população geral de adolescentes e jovens.
 
Serviço
“Seminário HIV/Aids na população de adolescentes e jovens”
Data: sexta-feira (08/06)
Hora: 13h às 17h
Local: IFCE (Avenida 13 de maio, 2081 – bairro de Fátima).

Seminário debate HIV/Aids na população de adolescentes e jovens da capital

O encontro, com foco na discussão de políticas públicas para a área, acontece nesta sexta-feira (08/06), no auditório do IFCE, a partir das 13h

A Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta sexta-feira (08/06), o seminário “HIV/Aids na população de adolescentes e jovens: desafios e possibilidades”. O encontro, com foco na discussão de políticas públicas para a área, acontece no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), a partir das 13h.
 
A iniciativa, realizada pela Secretaria Municipal da Saúde e a Coordenadoria de Juventude, tem como foco as chamadas populações-chave, nas quais a epidemia do HIV/Aids está concentrada, em especial homens que fazem sexo com homens (HSH), gays e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, dos 15 aos 24 anos.
 
Na ocasião serão debatidos temas como: “Situação epidemiológica no Brasil, no Ceará e em Fortaleza: HIV/Aids na população de adolescentes e jovens”; “Adolescentes, Juventude e HIV/Aids. Questões a serem consideradas”; “Vivendo com HIV/Aids na adolescência”; e “Fique Sabendo Jovem: Estratégia para o enfrentamento do HIV/Aids entre adolescentes e Jovens”. Ao final do seminário, acontece ainda o lançamento do relatório: “Viva Melhor Sabendo Jovem: Estratégias para o enfrentamento da Epidemia de HIV/Aids entre Adolescentes e Jovens”.
 
Para o coordenador da Área Técnica de Infecções Sexualmente Transmissíveis IST/Aids, Marcos Paiva, o seminário vem debater e propor estratégias para conter a proliferação dessas infecções entre a juventude. “A nossa proposta tem por objetivo trabalhar ideias e estratégias para a população jovem. Segundo dados do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), no mundo inteiro, 30% de todas as pessoas que vivem com HIV/Aids está compreendido nesta faixa etária. Por isso a importância de trabalhar com os jovens essa questão”, destacou Marcos.
 
Saiba mais - A SMS desenvolve, durante o ano, diversas atividades educativas como forma de orientar a população para prática do sexo seguro e do diagnóstico oportuno do HIV, da Sífilis e das Hepatites B e C. Os casos diagnosticados positivos são referenciados ao tratamento, por meio do Serviço de Atenção Especializada (SAE). As ações envolvem também palestras, distribuição de material informativo e realização de testagem rápida, em eventos de grande concentração de pessoas, além da distribuição gratuita de preservativos masculino e feminino nos postos de saúde. Desde 2013, desenvolve ainda em parceria com o UNICEF, o programa “Fique Sabendo Jovem”, com o objetivo de aumentar a testagem da população geral de adolescentes e jovens.
 
Serviço
“Seminário HIV/Aids na população de adolescentes e jovens”
Data: sexta-feira (08/06)
Hora: 13h às 17h
Local: IFCE (Avenida 13 de maio, 2081 – bairro de Fátima).