prefeito roberto cláudio brinca com uma criança que está no colo da mãe
Durante visita ao posto de saúde Matos Dourado, o Prefeito reforçou a importância da imunização contra pólio e sarampo

A campanha de vacinação contra poliomelite e sarampo prossegue em todos os postos de saúde de Fortaleza até 14 de setembro. Além disso, no próximo sábado (08/09), haverá uma grande mobilização quando as doses serão ofertadas nas sete Centrais de Medicamento da Cidade, localizadas nos terminais de ônibus, e em praças centrais de todas as Regionais. O anúncio dessas medidas foi feito pelo prefeito Roberto Cláudio, na manhã desta terça-feira (04/09), durante visita ao posto de saúde Matos Dourado, no Edson Queiroz (Regional VI).

Segundo Roberto Cláudio, as ações têm por objetivo conscientizar os pais e responsáveis que ainda não levaram seus filhos. A necessidade se dá pelo surgimento de casos do vírus da poliomielite, que pode causar paralisia infantil e do sarampo, em alguns estados do Brasil. “Se você tiver conhecimento de alguma criança entre 1 e 5 anos de vida que ainda não foi vacinada, por favor, converse com o pai, com a mãe ou com o responsável para levá-la a um dos nossos postos de saúde. O nosso maior desafio é alcançar esse universo de 27 mil crianças que ainda faltam ser vacinada”, afirmou o Prefeito.

Fortaleza já conta com mais de 77% da população alvo vacinada, no entanto a meta é alcançar 95% das crianças com a faixa etária de vacinação. Joana Maciel, secretária da Saúde, afirmou que a Gestão vem fazendo o papel de casa para a prevenção dessas duas doenças, mas que o engajamento de todos é necessário. “Estamos colocando nossos equipamentos à disposição com vacinas, salas, estrutura e pessoal. Mas nós precisamos que os pais, as mães, os avós e os tios nos ajudem. Levem as crianças para vacinar nas nossas unidades e nas Centrais de Medicamento para que possamos evitar que essas doenças tão graves cheguem até nós”, declarou.

Para Aderjon Saraiva, pai de uma das crianças vacinadas no posto Matos Dourado, a Prefeitura vem fazendo o trabalho dela. Agora, os responsáveis têm que fazer os deles. “Temos que vacinar. É algo simples, rápido. É só cumprir o calendário. Os postos de saúde têm todas as vacinas. É só ir lá e vacinar. Temos que ter cuidado com nossos filhos e ainda ajudar na prevenção das doenças em outras crianças também. Temos que pôr a saúde deles sempre em primeiro lugar”, disse.

Como forma de incentivo e estímulo do engajamento das equipes de saúde da família, a Prefeitura de Fortaleza irá ainda premiar os agentes de saúde que baterem as metas de vacinação com tablets, possibilitando a qualificação do seu trabalho.

Fim de semana prolongado
A campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite prossegue durante todo este fim de semana prolongado. Na sexta-feira (07/09), os postos de saúde Paulo Marcelo e Messejana estarão vacinando das 8h às 16h30. Além disso, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) vai estar com equipes de imunização nos seguintes locais: desfile de 7 de setembro, das 8h às 12h, ao lado do container do Bike Vida; Praça do Lago Jacarey, das 17h às 20h; Praça Argentina Castelo Branco, das 17h às 20h; e no Circo Marcos Frota, das 16h às 19h.

No sábado (08/09), as ações estratégicas de vacinação da SMS continuam.

No domingo (09/10), a campanha segue com a abertura da sala de vacinação dos postos de saúde Paulo Marcelo e Messejana, das 8h às 16h30. Além disso, uma equipe de vacinação estará no Circo Marcos Frota, das 16h às 19h.

Fortaleza já aplicou mais de 116 mil doses das vacinas, imunizando cerca de 84% da população alvo. No entanto, a meta é alcançar 95% das crianças com a faixa etária de 1 a menores de 5 anos. Joana Maciel, secretária da Saúde, afirmou que a Gestão vem fazendo a terefa de casa para a prevenção dessas duas doenças, mas que o engajamento de todos é necessário. “Estamos colocando nossos equipamentos à disposição com vacinas, salas, estrutura e pessoal. Mas nós precisamos que os pais, as mães, os avós e os tios nos ajudem. Levem as crianças para vacinar e, com isso, possamos evitar que essas doenças tão graves cheguem até nós”, declarou.

Confira aqui os postos de saúde da Capital

Publicado em Saúde

prefeito roberto cláudio conversa com duas operárias da obra do IJF
Atualmente, cerca de 45% da obra está pronta e a entrega total está prevista para o final de 2019
O prefeito Roberto Cláudio, acompanhado das secretárias da Saúde, Joana Maciel, e da Infraestrutura, Manoela Nogueira, visitou nesta segunda-feira (03/09), as obras do Instituto Doutor José Frota 2.

O térreo da unidade que contém 59 leitos está em fase final de acabamento para, ainda em setembro, iniciar o atendimento aos pacientes e, assim, zerar os leitos de corredor do Hospital.

“Essa é uma obra de grande valor humano em virtude da importância regional do IJF, já que ele recebe pacientes de todo o Ceará. A entrega colocará fim a angústia e a desumanidade das pessoas que passam dias a espera de uma cirurgia ou internamento em condições ideais”, pontuou Roberto Cláudio.

Do total de pacientes atendidos na unidade, cerca de 51% são da Região Metropolitana e interior do Estado e 49% são de Fortaleza. A previsão é de que até o final do ano, o primeiro andar do IJF2 também seja entregue totalizando assim, cerca de 130 leitos que contribuirão para aumentar a capacidade clínica e cirúrgica do hospital, especialmente na urgência e emergência.

Atualmente, cerca de 45% da obra está pronta e a entrega total está prevista para o final de 2019. Os próximos serviços incluem a finalização das instalações, do elevador e da passarela que interliga as duas unidades. Quando concluída a intervenção, serão ao todo 664 leitos, além de novas salas cirúrgicas e central de exames especializados.

Só em leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva), o acréscimo será de 91%. Em leitos de pós-operatório, o aumento será de 82%. As enfermarias também serão reforçadas com uma ampliação de 41% no número de leitos.

O IJF2 é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado. A unidade amplia em 13.237m² o complexo hospitalar. Dotado de cinco pavimentos, o novo prédio terá duas guaritas, estacionamentos em subsolo, área de convivência, enfermarias, UTIs, Centros Cirúrgicos e salas de recuperação pós-anestésica. A estrutura também permitirá a instalação dos novos serviços de Ressonância Magnética e Hemodinâmica, hoje inexistentes no IJF e de grande importância para o tratamento de vítimas de traumas graves.

Em paralelo a obra, 591 novos profissionais de saúde irão compor o quadro do IJF2. As equipes multiprofissionais serão reforçadas com cargos de nível superior e técnico.

várias pessoas andando no meio de um canteiro de obras
As 240 unidades da primeira etapa do Vila do Mar serão entregues em outubro

Vila do Mar

Em seguida, o prefeito Roberto Cláudio visitou as obras habitacionais do Vila do Mar III, projeto do antigo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). As 240 unidades da primeira etapa do empreendimento serão entregues em outubro. No fim do ano, os outros 260 apartamentos também ficarão prontos. O conjunto habitacional reassentará famílias da área de risco do litoral Oeste da Cidade.

Publicado em Infraestrutura
atendimento
Ações estratégicas foram adotadas pela Prefeitura de Fortaleza para a reestruturação da Rede de Atenção Primária da Capital

A política de saúde de Fortaleza é destaque no ranking da organização não governamental Instituto Desafios da Gestão Ambiental (IDGM). O ranking é construído a partir de um índice sintético, mensurado entre 100 municípios brasileiros, que reúne 15 indicadores em quatro áreas: Educação, Saúde, Segurança e Saneamento/Sustentabilidade. As áreas foram avaliadas entre o período de 2006 a 2016, e a saúde de Fortaleza subiu 46 posições no ranking, passando da 80ª para a 34ª colocação.

Os indicadores que colocaram a saúde como a área mais bem avaliada da Capital foram: consultas de pré-natal; cobertura da Atenção Básica; taxa de mortalidade infantil e taxa de mortalidade por doenças crônicas não transmissíveis.

Ações estratégicas foram adotadas pela Prefeitura de Fortaleza para a reestruturação da Rede de Atenção Primária da Capital. O processo de implantação do novo modelo de gestão implantado pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) teve início com a reforma de 70 postos e a construção de 21 novas unidades. Integradas ao Programa Saúde da Família (PSF), foram criadas 26 equipes multidisciplinares do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF), composta por assistentes sociais, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, farmacêuticos, educadores físicos e nutricionistas.  Além disso, os postos de saúde receberam os Núcleos de Desenvolvimento Infantil (NDI) e as Salas de Apoio à Mulher que Amamenta e Postos de Coleta de Leite Humano. Essas ações qualificaram e ampliaram o acesso da população ao atendimento realizado pela Atenção Primária à Saúde.

Essas novas políticas da saúde também priorizaram a construção de diretrizes clínicas que padronizam o atendimento à criança, à gestante, ao hipertenso e ao diabético; a elaboração do Planejamento Estratégico da SMS associada a ações Fortaleza 2040; a reformulação da assistência farmacêutica através das Centrais de Distribuição de Medicamentos nos terminais de ônibus; o desenvolvimento do programa Educação em Saúde com parceria das Universidades; o lançamento do programa “Unidade Amiga da Primeira Infância”, consolidando as políticas para redução da mortalidade infantil; requalificação das salas de parto das maternidades, e melhoria da assistência pré-natal nos postos.

Publicado em Saúde

A Prefeitura de Fortaleza abrirá 20 postos neste sábado (1/9) para vacinação contra pólio e sarampo. Os postos ficarão abertos no horário de 8h às 16h30, para reforçar as doses da vacina, destinada para crianças na faixa etária de um ano até quatro anos 11 meses e 29 dias.

Cerca de 50 mil crianças não foram levadas pelos pais para tomar as doses de reforço da campanha. A coordenadora de imunizações da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Vanessa Soldatelli, ressalta a importância da vacinação: "Cada criança não vacinada coloca em risco a sua vida e, também, a de todas as crianças do seu convívio. Precisamos da participação ativa dos pais ou responsáveis nessa campanha, por isso ampliamos o número de unidades abertas neste sábado para dar continuidade a campanha. A criança que segue o esquema vacinal fica protegida contra muitas doenças graves que ainda circulam no país e no mundo”, explica.

Confira aqui os postos de saúde que estarão abertos no sábado.

Publicado em Saúde
várias pessoas numa mesa
O balanço das atividades do Comitê de Enfretamento às Arboviroses aconteceu no Paço Municipal nesta sexta-feira (24/08)

O prefeito Roberto Cláudio apresentou os principais resultados obtidos pelo Plano de Combate às Arboviroses no ano de 2018, na manhã desta sexta-feira (24/08), no auditório do Paço Municipal. Os trabalhos desenvolvidos pela gestão possibilitaram uma redução de 95% dos casos de dengue e chikungunya em Fortaleza neste período. O gestor aproveitou ainda para anunciar as atividades de enfrentamento a essas doenças em 2019. “Estamos aqui para celebrar uma conquista, mas também para dizer que tem muito a ser feito até 2019. Que se dermos uma cochilada a dengue e a chikungunya voltam. Conseguimos uma redução muito significativa, mas o que vai fazer com que a gente mantenha esse resultado é não abrimos a guarda, vamos continuar trabalhando com o mesmo engajamento”, afirmou o Gestor.

Roberto Cláudio lembrou também que a Prefeitura já inicia agora os trabalhos de prevenção das arboviroses para o próximo ano. “Hoje estamos lançando as ações para o ciclo de inverno de 2019. Vamos continuar com as atividades mensais do Comitê, a mobilização e ações de educação, o trabalho dos agentes de endemias e o acompanhamento dos números e indicadores epidemiológicos ao longo do segundo semestre de 2018. Começamos a trabalhar agora para não termos que correr atrás do prejuízo no começo do próximo ano”, declarou.

Graças aos trabalhos realizados pela Gestão, Fortaleza conseguiu redução drástica no número de casos dessas enfermidades em 2018. Em 2017, foram registrados 13.549 casos de dengue e 61.708 de chikungunya. Já neste ano, foram 815 de dengue e 468 casos de Chikungunya, redução de 95% no mesmo período.

Joana Maciel, secretária da Saúde, lembrou que a redução demonstra os grandes esforços realizados, que devem ser mantidos para o próximo ano. “Mantivemos essas reuniões ao longo de todo o ano de 2017 e 2018 e estamos colhendo os frutos de um trabalho integrado, inclusive premiado no Congresso Brasileiro de Secretários Municipais de Saúde, que aconteceu em Belém. Hoje, celebramos os resultados positivos e planejamos as ações para o segundo semestre de 2018 e para o ano de 2019. Estamos com ações de diversas secretarias, pois entendemos que combater o mosquito é uma questão que vai além dos muros da saúde”, completou.

Por meio de diversas atividades intersetoriais da Prefeitura, foi possível realizar 1.245.334 visitas domiciliares de prevenção e combate, eliminar 35.485 focos de mosquitos, 16.174 Inspeções de imóveis, realizar 1.753 batidas de foco de demanda da população.

Foram 48 toneladas de lixo retiradas pela operação Quintal Limpo, 654 Toneladas de pneus recolhidos, 2.848 palestras e 22.804 ações educativas, entre outros. Foram desenvolvidas sensibilizações em 540 escolas, atingindo 13 mil professores e 212 mil alunos da rede municipal.

Lançamento do Livro Fim da Picada

várias pessoas posam para a foto
Alunos da Escola Municipal Jesus Cristo apresentaram o livro "O Fim da Picada"

Durante a reunião, foi lançado o livro "O Fim da Picada", fruto da ação conduzida pela Secretaria Municipal da Educação, resultado do trabalho realizado na Escola Municipal Jesus Cristo, no bairro Jardim Iracema, pela professora Maria Liduina Vasconcelos junto aos alunos do 5º ano da unidade escolar. A publicação tem como objetivos fortalecer a conscientização para o combate às arboviroses e promover o protagonismo e a cidadania junto aos estudantes.

Levi Sales (11), aluno do 5º ano que participou do projeto, contou que mudou a forma de agir para prevenção das arboviroses. “Essa experiência foi muito boa, pois aprendemos o que fazer para matar o mosquito, para que possamos proteger nossas famílias e ensinar nossos amigos. Agora, vamos continuar atentos combatendo o mosquito, não podemos deixar de ter cuidado, pois ele só espera uma oportunidade”, completou.

Publicado em Saúde
atendimento
Agentes do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (Nesms) realizarão exame DPP.

A Secretaria Municipal da Saúde realiza nesta quarta-feira (22/08), ação de enfrentamento da Leishmaniose. As ações acontecerão a partir das 8 horas da manhã, na Praça Santa Lígia, na Parangaba (Regional IV). Agentes do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (Nesms) realizarão exame DPP, que identifica a leishmaniose visceral canina, mais conhecida como calazar. Também serão realizadas ações como: vacinação antirrábica, visitas domiciliares, entrega de cartazes em pontos comerciais e exposição educativa.

A Leishmaniose é transmitida por picada de um flebótomo contaminado (conhecido como mosquito palha) e pode acometer cães e humanos. Alguns sintomas que podem levar o proprietário a desconfiar que o animal está doente são: descamação seca da pele, pelos quebradiços, nódulos na pele, úlceras, febre, atrofia muscular, fraqueza, anorexia, falta de apetite, vômito, diarreia, lesões oculares e sangramentos. Nas formas mais graves, a Leishmaniose pode acarretar anemia e outras doenças imunes.

O combate ao inseto vetor deve ser feito com aplicação de inseticida no ambiente e o uso de produtos repelentes no cão. Além disso, as pessoas devem evitar deixar os animais em ambientes úmidos e que acumulem material que possa facilitar a criação do mosquito.

Publicado em Saúde

interior de um consultório odontológico
Unidade possui dez consultórios, sala de odontologia com escovódromo, farmácia, sala de coleta para exames laboratoriais, sala de imunização, dentre outros
O prefeito Roberto Cláudio, ao lado da secretária municipal da Saúde, Joana Maciel, entregou, nesta segunda-feira (13/8), no bairro Mondubim, o Posto de Saúde Dr. Eduardo Régis Monte Jucá, que vai atender cerca de 22 mil moradores dos bairros Mondubim e Planalto Ayrton Senna (Regional V). Essa é a 21ª unidade construída durante a gestão do Prefeito e integra o pacote de ações de reestruturação da atenção primária na Capital.

"Temos grandes desafios na saúde do Brasil, mas em Fortaleza estamos na contramão, trazendo mais investimentos, contratando mais profissionais e ampliando o número de postos na Cidade. Reconhecemos que ainda há muito o que fazer, mas temos muitas inaugurações nos proximos dois anos", afirmou Roberto Cláudio.

Com 631,7 m², a unidade possui dez consultórios, sala de odontologia com escovódromo, farmácia, sala de coleta para exames laboratoriais, sala de imunização, dentre outros. O posto conta com três equipes do Programa de Saúde da Família compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentista, auxiliar de saúde bucal e agentes comunitários de saúde.

"Os postos têm o papel fundamental de promover a saúde entre a população. Aqui, os pacientes encontram informações sobre como prevenir doenças, se informam sobre as boas práticas da alimentação, se previnem com a imunização e recebem tratamento para controlar as doenças que por ventura já tenham. Por isso, priorizamos a atenção primária, porta de entrada do usuário ao sistema público de saúde ", destacou Joana Maciel.

A unidade vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, utilizando um sistema informatizado com prontuário eletrônico. Os usuários terão atendimento médico, odontológico e de enfermagem para as condições agudas e programadas. As gestantes, puérperas, hipertensos, diabéticos, pacientes com hanseníase e pacientes com tuberculose, também serão acompanhados pelos programas. A unidade vai disponibilizar a realização dos seguintes testes: pezinho, hepatites B e C, HIV, sífilis e gravidez.

"O Prefeito resolve os nossos problemas. Eu sabia que ele vinha entregar e agradeço porque eu tenho quase setenta anos e tinha que ir lá no Itaperi em busca de atendimento. O posto é uma benção pra todos nós daqui", disse a dona de casa, Geracina Ferreira.

Sobre o homenageado

O posto leva o nome do médico sanitarista e cardiologista, Eduardo Régis Jucá. Ele nasceu em Fortaleza e fez parte da equipe do Dr. Cooley, que realizou o primeiro transplante cardíaco nos Estados Unidos que sobreviveu à operação.

Em Fortaleza, assumiu as funções de professor assistente da Faculdade de Medicina da UFC e cirurgião da Casa de Saúde César Cals, onde compôs com outros médicos o primeiro serviço de cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea do Ceará.

Em 1972 Régis Jucá realizou no Hospital de Messejana, pela primeira vez no Norte e Nordeste do Brasil, a cirurgia de revascularização do miocárdio com ponte de safena. E seguiu ao longo dos anos no pioneirismo, que trazia vida mais longa aos pacientes.

Publicado em Saúde
Posto
O posto conta com três Equipes de Saúde da Família

A Prefeitura Municipal de Fortaleza entrega nesta segunda-feira (13/8), às 18h, o Posto de Saúde Dr. Eduardo Régis Monte Jucá. Esta é a 21ª unidade construída durante a gestão do prefeito Roberto Cláudio e integra o pacote de ações de reestruturação da atenção primária na Capital. Estarão presentes na solenidade o prefeito Roberto Cláudio; a secretária da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel; o secretário da Regional V, José Ronaldo Rocha Nogueira; e demais autoridades.

O posto de saúde vai atender uma população estimada em 22 mil pessoas que residem nos bairros Mondubim e Planalto Ayrton Senna. Com uma dimensão de 631,7 m², a unidade possui dez consultórios, sala de odontologia com escovódromo, farmácia, sala de coleta para exames laboratoriais, sala de imunização, dentre outros. O posto conta com três Equipes de Saúde da Família compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentista, auxiliar de saúde bucal e agentes comunitários de saúde.

A unidade vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, utilizando um sistema informatizado com prontuário eletrônico. Os usuários terão atendimento médico, odontológico e de enfermagem para as condições agudas e programadas. As gestantes, puérperas, hipertensos, diabéticos, pacientes com hanseníase e pacientes com tuberculose, também serão acompanhados pelos programas. A unidade vai disponibilizar a realização dos seguintes testes: pezinho, hepatites B e C, HIV, sífilis e gravidez.

Sobre o homenageado
Médico sanitarista e cardiologista, Eduardo Régis Jucá nasceu em Fortaleza em 1936. Em 1962, graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Em 1965, fez prova para revalidar o diploma de médico nos Estados Unidos. Aprovado, ficou na América e fez parte da equipe do Dr. Cooley, que realizou o primeiro transplante cardíaco nos Estados Unidos que sobreviveu à operação. De volta a Fortaleza, assumiu as funções de professor assistente da Faculdade de Medicina da UFC e cirurgião da Casa de Saúde César Cals, onde compôs com outros médicos o primeiro serviço de cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea do Ceará. Em 1972 Régis Jucá realizou no Hospital de Messejana, pela primeira vez no Norte e Nordeste do Brasil, a cirurgia de revascularização do miocárdio com ponte de safena. E seguiu ao longo dos anos no pioneirismo, que trazia vida mais longa aos pacientes.

Serviço
Inauguração do Posto de Saúde Dr. Eduardo Régis Monte Jucá
Data: 13/8/2018 (segunda-feira)
Hora: 18h
Local: Avenida 1, 618 - Mondubim

 

Publicado em Saúde

prefeito roberto cláudio conversa com mulher enquanto ela amamenta
Equipamento instalado no Hospital Distrital Nossa Senhora da Conceição também funciona como sala de apoio à amamentação
O prefeito Roberto Cláudio, ao lado da secretária municipal da saúde Joana Maciel, inaugurou, nesta terça-feira (07/08), no Hospital Distrital Nossa Senhora da Conceição, no Conjunto Ceará (Regional V), o sétimo posto de coleta de leite humano e sala de apoio à amamentação.

O posto é resultado de uma parceria entre a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e o Gabinete da Primeira-Dama. Unidade integra a rede de apoio à saúde da mulher e da criança em Fortaleza. O material coletado é encaminhado para o banco de leite da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC), responsável pela pasteurização e distribuição.

“A ideia é criar uma rede de doação e coleta integrada aos bancos de leite da Capital. Até o fim do ano, outros três equipamentos serão inaugurados para ampliar o acesso dos recém nascidos ao leite materno, comprovadamente o melhor alimento para o bebê. Esta é a melhor forma de prevenir doenças e reduzir a mortalidade infantil até o primeiro ano de vida da criança”, destacou o Prefeito.

O posto funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com um enfermeiro e um técnico de enfermagem, que auxiliam as mulheres quanto à amamentação e incentivam a doação de leite materno para aquelas mães que tem o alimento em excesso.

“O leite materno é coletado e, posteriormente, distribuído para beneficiar crianças com prematuridade extrema, ou na UTI por diversas complicações, e a mãe não consegue amamentar. É um benefício que pode salvar a vida dos bebês na Capital e no interior do Estado”, enfatizou a Joana Maciel.

A rede municipal conta com salas para coleta de leite humano nos seguintes locais: Posto de Saúde Rigoberto Romero (Regional II), Posto de Saúde Roberto Bruno (Regional IV), Posto de Saúde Luis Franklin (Regional VI), Hospital e Maternidade Dra. Zilda Arns Neumann, Gonzaguinha de Messejana e Gonzaguinha da Barra do Ceará. As unidades são conveniadas aos bancos de leite do Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), Hospital Geral Dr. Cesar Cals e Hospital e Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC).

A linha do cuidado da criança de Fortaleza está passando por uma nova reestruturação através da requalificação das salas de parto das maternidades, melhoria da assistência pré-natal nos postos, lançamento do programa “Unidade Amiga da Primeira Infância” e implantação do núcleo de desenvolvimento infantil, estimulando crianças que estejam com atraso no desenvolvimento neuromotor cognitivo.

O leite materno é o alimento mais completo para o bebê. Nele estão contidas todas as proteínas, vitaminas, gorduras, água e os nutrientes necessários para completo e correto desenvolvimento da criança. Além disso, contém substâncias como anticorpos e glóbulos brancos, essenciais para proteger o bebê contra doenças. Para a mãe também traz benefícios como o menor risco de desenvolver o câncer de mama e de colo do útero, entre outros.

Publicado em Saúde

várias pessoas em um palco
Bate-papo entre gestores municipais, profissionais da área, pacientes e membros do Conselho Local de Saúde ocorreu no CAPS da Regional IV
A Prefeitura de Fortaleza apresentou, na noite desta segunda-feira (06/08), um conjunto de melhorias voltadas à Rede de Atenção Psicossocial da Capital. O anúncio ocorreu na sede do Centro de Assistência Psicossocial (CAPS Geral) da Regional IV, instalado na Avenida Borges de Melo, onde foi realizado bate-papo entre gestores municipais, profissionais da área, pacientes e membros do Conselho Local de Saúde.

Foram definidos encaminhamentos que visam à obediência das diretrizes propostas pela política pública. Dentre eles, destaca-se a reforma infraestrutural do CAPS Geral da Regional IV. A titular da Secretaria da Infraestrutura de Fortaleza (Seinf), Manuela Nogueira, adiantou o cronograma de execuções previsto para o equipamento. “As intervenções estão aprovadas e, tão longo sejam iniciadas, devem durar em torno de 60 dias. Até o final desta semana, a Secretaria Municipal da Saúde irá definir o escopo da reforma. A partir da semana que vem, será enviada uma equipe técnica, composta por arquitetos e engenheiros, para estudar soluções que envolvam, inclusive, iluminação e ventilação natural, contemplando a cultura da sustentabilidade e diminuindo custos. Vamos fazer o que for preciso para dar uma infraestrutura necessária à grande operação do CAPS”, garantiu.

De acordo com a secretária da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel, a iniciativa reforça os investimentos que vêm sendo desprendidos ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio, que envolvem, ainda, a contratação de novos profissionais. “A Prefeitura de Fortaleza lançou, recentemente, o edital do concurso público para a Rede de Atenção Psicossocial, que vai nos garantir mais de 100 profissionais concursados para toda a Rede. Paralelamente, inauguramos quatro equipamentos no último semestre de 2017; três unidades de acolhimento e um CAPS AD na Regional Centro. Avançamos muito, mas ainda existe muito por fazer. Por isso, iremos continuar ouvindo a população, aliando o conhecimento técnico às suas reais demandas e necessidades”, informou.

Outra melhoria direcionada à Saúde Mental apresentada foi a otimização da assistência farmacêutica da Capital. A exemplo da política de distribuição dos 84 medicamentos prioritários da atenção primária, estrategicamente disponíveis nas Centrais de Medicamentos de Fortaleza localizadas nos terminais de ônibus, a Rede de Atenção Psicossocial deverá ser contemplada com proposta similar. “Nossa equipe técnica elegeu 24 medicamentos prioritários, aqueles que tratam as principais doenças, como as esquizofrenias, e estamos contratando farmacêuticos para ficar nas Centrais de Medicamentos. A nossa expectativa é de que, em um prazo de 90 dias, esse programa esteja implantado”, finalizou Joana Maciel.

Publicado em Saúde
Página 1 de 10