03 de maio de 2022 em Economia

Supermercados das Regionais 1, 3 e 4 possuem os menores preços, aponta pesquisa do Procon Fortaleza

Na Barra do Ceará e no Carlito Pamplona, foram encontrados os preços mais baratos, enquanto que na Cidade dos Funcionários e em Messejana estão os maiores preços


O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgou, nesta terça-feira (03/05), o levantamento de preços do mês de abril, nos supermercados da Capital. Regionais 1, 3 e 4 possuem os menores preços, de acordo com o levantamento realizado entre os dias 18 e 25 de abril. O Procon pesquisa, mensalmente, 70 produtos e alimentos considerados de primeira necessidade. A coleta de preços é feita presencialmente em todas as regionais de Fortaleza.

Na Barra do Ceará e no Carlito Pamplona, foram encontrados os preços mais baratos, somando os 70 itens consultados R$ 599,42, enquanto que na Cidade dos Funcionários e em Messejana, ambos na Regional 6, estão os maiores preços (R$ 784,75).

Preços por Regionais

Regional Preço médio total
Regional 6 R$ 784,75
Regional 9 R$ 780,83
Regional 5 R$ 762,39
Regional 8 R$ 745,13
Regional 11 R$ 739,97
Regional 12 R$ 722,82
Regional 7 R$ 712,86
Regional 10 R$ 710,12
Regional 2 R$ 638,19
Regional 3 R$ 629,00
Regional 4 R$ 627,66
Regional 1 R$ 599,42

Pesquisa completa

Todos os preços estão disponíveis no aplicativo "Proconomizar", nas plataformas android e iOS, bem como no portal da Prefeitura de Fortaleza, na aba de defesa do consumidor.

Maiores variações

Produto Menor preço Maior preço Variação
Alho (Kg) R$ 15,90 R$ 59,00 271,06%
Queijo mussarela (Kg) R$ 19,90 R$ 54,99 176,33%
Goiabada (300g) R$ 2,59 R$ 6,99 169,88%
Achocolatado em pó (200g) R$ 3,99 R$ 9,99 150,37%
Macarrão (500g) R$ 2,49 R$ 5,85 134,93%

A diretora do Procon Fortaleza, Eneylândia Rabelo, sugere que o consumidor realize compras em dias de ofertas e promoções e alerta para direitos nas compras em supermercados. "O consumidor possui o direito de pagar pelo valor anunciado e havendo divergência de preços deve sempre pagar o menor valor", explicou.

Eneylândia lembra que a compra por aplicativos e pela internet também pode representar uma economia. "Muitos supermercados disponibilizam cupons de descontos. O ideal é verificar se realmente foi aplicado alguma redução de preço ou trata-se de uma publicidade enganosa". Nestes casos, a Diretora pede que o consumidor denuncie ao Procon pelo telefone 151 ou no portal da Prefeitura de Fortaleza, no Catálogo de Serviços (aba Defesa do Consumidor).

Supermercados das Regionais 1, 3 e 4 possuem os menores preços, aponta pesquisa do Procon Fortaleza

Na Barra do Ceará e no Carlito Pamplona, foram encontrados os preços mais baratos, enquanto que na Cidade dos Funcionários e em Messejana estão os maiores preços

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgou, nesta terça-feira (03/05), o levantamento de preços do mês de abril, nos supermercados da Capital. Regionais 1, 3 e 4 possuem os menores preços, de acordo com o levantamento realizado entre os dias 18 e 25 de abril. O Procon pesquisa, mensalmente, 70 produtos e alimentos considerados de primeira necessidade. A coleta de preços é feita presencialmente em todas as regionais de Fortaleza.

Na Barra do Ceará e no Carlito Pamplona, foram encontrados os preços mais baratos, somando os 70 itens consultados R$ 599,42, enquanto que na Cidade dos Funcionários e em Messejana, ambos na Regional 6, estão os maiores preços (R$ 784,75).

Preços por Regionais

Regional Preço médio total
Regional 6 R$ 784,75
Regional 9 R$ 780,83
Regional 5 R$ 762,39
Regional 8 R$ 745,13
Regional 11 R$ 739,97
Regional 12 R$ 722,82
Regional 7 R$ 712,86
Regional 10 R$ 710,12
Regional 2 R$ 638,19
Regional 3 R$ 629,00
Regional 4 R$ 627,66
Regional 1 R$ 599,42

Pesquisa completa

Todos os preços estão disponíveis no aplicativo "Proconomizar", nas plataformas android e iOS, bem como no portal da Prefeitura de Fortaleza, na aba de defesa do consumidor.

Maiores variações

Produto Menor preço Maior preço Variação
Alho (Kg) R$ 15,90 R$ 59,00 271,06%
Queijo mussarela (Kg) R$ 19,90 R$ 54,99 176,33%
Goiabada (300g) R$ 2,59 R$ 6,99 169,88%
Achocolatado em pó (200g) R$ 3,99 R$ 9,99 150,37%
Macarrão (500g) R$ 2,49 R$ 5,85 134,93%

A diretora do Procon Fortaleza, Eneylândia Rabelo, sugere que o consumidor realize compras em dias de ofertas e promoções e alerta para direitos nas compras em supermercados. "O consumidor possui o direito de pagar pelo valor anunciado e havendo divergência de preços deve sempre pagar o menor valor", explicou.

Eneylândia lembra que a compra por aplicativos e pela internet também pode representar uma economia. "Muitos supermercados disponibilizam cupons de descontos. O ideal é verificar se realmente foi aplicado alguma redução de preço ou trata-se de uma publicidade enganosa". Nestes casos, a Diretora pede que o consumidor denuncie ao Procon pelo telefone 151 ou no portal da Prefeitura de Fortaleza, no Catálogo de Serviços (aba Defesa do Consumidor).