02 de agosto de 2019 em Cultura

Vila das Artes promove 30ª edição do programa Cinema em Trânsito

Evento contará com exibição do filme "Amores de Chumbo" e debate com a diretora pernambucana Tuca Siqueira


.

A Vila das Artes realiza, por meio da Escola Pública de Audiovisual, nesta quarta-feira (07/08), a 30ª edição do programa Cinema em Trânsito, com a exibição do filme "Amores de Chumbo". Após a sessão, que tem inicio às 18h30, haverá debate com a diretora e roteirista Tuca Siqueira.

O Cinema em Trânsito convida realizadores e pesquisadores de passagem por Fortaleza para exibir seus trabalhos e participar de debates mediados pelos alunos da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes com o público em geral.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre o filme
"Amores de Chumbo" trata de um triângulo amoroso, questionando o limite de cada um diante de segredos e paixões interrompidas. Quarenta anos separam Maria Eugênia, escritora pernambucana radicada na França, do casal Miguel e Lúcia, que acaba de comemorar união de quatro décadas. O retorno de Maria Eugênia suscita dúvidas e desconfianças há muito tempo guardadas. Miguel, professor de Sociologia e ex-preso político, deseja encarar a verdade e Lúcia, parceira de vida que se dedicou a tirá-lo da prisão, quer fugir dela. É pelo ponto de vista desses três personagens centrais que revivemos a história política e social da época do chumbo, uma história que mudou o rumo de muitas vidas.

"Como seguir adiante com nossos desejos, nossas bandeiras, nossas fragilidades e perdas que transitam na memória? Não há tempo que acomode o peso de cair em si. Os personagens do filme trazem fragmentos da história do Brasil em suas vidas. Personagens que habitam um lugar onde amar é um verbo político", comenta a diretora Tuca Siqueira.

Sobre a diretora
Tuca Siqueira é roteirista e diretora, vive e trabalha no Recife. Formou-se em Comunicação (UFPE) e tem especialização em Estudos Cinematográficos (UNICAP). Publicou dois livros e participou de exposições fotográficas individuais e coletivas. Começou sua carreira em 2003, dirigiu séries documentais e acumulou prêmios na realização de oito curtas e um longa documentário. Com “Amores de Chumbo”, seu primeiro longa de ficção, participou do laboratório de projetos latinoamericanos BR-Lab (2014) e do Cinema en Developement – Cine Latino/ Toulouse- França (2015).

Serviço:
Cinema em Trânsito
Data: 07/08 (quarta-feira)
Hora: 18h30
Local: Vilas das Artes (Rua 24 de maio, 1221 – Centro)
Mais informações: (85) 3252-1404
Gratuito

Vila das Artes promove 30ª edição do programa Cinema em Trânsito

Evento contará com exibição do filme "Amores de Chumbo" e debate com a diretora pernambucana Tuca Siqueira

.

A Vila das Artes realiza, por meio da Escola Pública de Audiovisual, nesta quarta-feira (07/08), a 30ª edição do programa Cinema em Trânsito, com a exibição do filme "Amores de Chumbo". Após a sessão, que tem inicio às 18h30, haverá debate com a diretora e roteirista Tuca Siqueira.

O Cinema em Trânsito convida realizadores e pesquisadores de passagem por Fortaleza para exibir seus trabalhos e participar de debates mediados pelos alunos da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes com o público em geral.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre o filme
"Amores de Chumbo" trata de um triângulo amoroso, questionando o limite de cada um diante de segredos e paixões interrompidas. Quarenta anos separam Maria Eugênia, escritora pernambucana radicada na França, do casal Miguel e Lúcia, que acaba de comemorar união de quatro décadas. O retorno de Maria Eugênia suscita dúvidas e desconfianças há muito tempo guardadas. Miguel, professor de Sociologia e ex-preso político, deseja encarar a verdade e Lúcia, parceira de vida que se dedicou a tirá-lo da prisão, quer fugir dela. É pelo ponto de vista desses três personagens centrais que revivemos a história política e social da época do chumbo, uma história que mudou o rumo de muitas vidas.

"Como seguir adiante com nossos desejos, nossas bandeiras, nossas fragilidades e perdas que transitam na memória? Não há tempo que acomode o peso de cair em si. Os personagens do filme trazem fragmentos da história do Brasil em suas vidas. Personagens que habitam um lugar onde amar é um verbo político", comenta a diretora Tuca Siqueira.

Sobre a diretora
Tuca Siqueira é roteirista e diretora, vive e trabalha no Recife. Formou-se em Comunicação (UFPE) e tem especialização em Estudos Cinematográficos (UNICAP). Publicou dois livros e participou de exposições fotográficas individuais e coletivas. Começou sua carreira em 2003, dirigiu séries documentais e acumulou prêmios na realização de oito curtas e um longa documentário. Com “Amores de Chumbo”, seu primeiro longa de ficção, participou do laboratório de projetos latinoamericanos BR-Lab (2014) e do Cinema en Developement – Cine Latino/ Toulouse- França (2015).

Serviço:
Cinema em Trânsito
Data: 07/08 (quarta-feira)
Hora: 18h30
Local: Vilas das Artes (Rua 24 de maio, 1221 – Centro)
Mais informações: (85) 3252-1404
Gratuito