.

A Vila das Artes apresenta, por meio da Escola Pública de Audiovisual, mostra especial com o tema "Mulheres de Escrita e Subversão". Ao longo do mês de março, filmes que dialogam sobre o papel da escrita literária feita por mulheres compoẽm a programação do Cineclube Vila das Artes. As exibições são todas gratuitas, abertas ao público e ocorrem sempre às segundas-feiras, às 18h, no próprio equipamento cultural.

A mostra, com curadoria de Lílian Martins e Anderson de Sousa Silva, exibirá quatro cinebiografias, os filmes "George e Frederic", "Julia", "Um Anjo em Minha Mesa" e "Os Amantes do Café Flore", que contemplam, respectivamente, as autoras Amandine Dupin, Lillian Hellman, Janet Frame e Simone de Beauvoir. Ao fim de cada sessão, convidados especiais conduzem debate sobre a autora retratada, com indicações sobre bibliografia básica da artista e sua produção literária.

"O público expectador não será apenas conduzido à leitura audiovisual da vida destas artistas, mas também terá a oportunidade de saber mais da investigação de cada cineasta, dentro de sua própria geração", explica a curadora Lílian Martins. "É possível, assim, perceber como foram interpretados e reorganizados estéticas e códigos na representação cronológica das vivências femininas na arte literária, marcada pelo machismo e os preconceitos que sublevaram cada uma das escritoras selecionadas", complementa o curador Anderson de Sousa.

Nos mesmos dias de sessão da mostra haverá feira de livros da editora independente Aliás, especializada na publicação de mulheres cis ou trans.

A mostra "Mulheres de Escrita e Subversão" é uma das propostas vitoriosas na convocatória Telas Abertas, projeto que seleciona propostas de curadoria para compor mês a mês a programação do Cineclube Vila das Artes.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
09/03: George e Frederic (Direção: James Lapine / 1991 / França / Drama / 107min / 16 anos), debate com o professor e pesquisador e Ricelly Jáder Bezerra

16/03: Julia (Direção: Fred Zinnemann / 1977 / Inglaterra / Drama / 118min / 16 anos), debate com a escritora Vanessa Passos

23/03: Um Anjo em Minha Mesa (Direção: Jane Campion / 1990 / Nova Zelândia / Drama / 158min / 16 anos), debate com a psicóloga e escritora Lisiane Forte

30/03: Os Amantes do Café Flore (Direção: Ilan Duran Cohen / França / Drama / 104min / 16 anos)

Serviço
Cineclube Vila das Artes – Mostra "Mulheres de Escrita e Subversão"
Data: Segundas-feiras (09, 16 e 23 e 30/02)
Hora: 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes recebe, até segunda-feira (17/02), inscrições para as vagas remanescentes do curso gratuito de iniciação teatral “Percursos Livres de Teatro”. Promovido pela Escola Pública de Teatro da Vila das Artes, o processo formativo é destinado a crianças e adolescentes com idades entre 8 e 14 anos. As inscrições devem ser realizadas online.

Clique para acessar o Chamamento Público
Clique para acessar a Ficha de Inscrição

Das 15 vagas ofertadas, 10 destinam-se a crianças com idade entre 8 e 10 anos. As outras 5, serão preenchidas por jovens com idade entre 11 e 14 anos. Todas as vagas são referentes ao período da tarde do curso iniciado em 2019. Os candidatos selecionados terão, assim, um ano de atividades.

O curso tem por objetivo permitir acesso ao âmbito técnico do teatro e aos elementos da composição cênica (cenografia, iluminação, sonoplastia, figurinos e dramaturgia) a partir de jogos e exercícios com sons, luzes, tintas, materiais recicláveis, tecidos, palavras e diversos outros elementos.

Para a turma de 8 a 10 anos, as aulas ocorrem às terças e quintas-feiras, das 14h às 16h30. Para a outra turma, para adolescentes de 11 a 14 anos, as aulas são às segundas e quartas-feiras, no mesmo horário.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Serviço:
Curso “Percursos Livres de Teatro” - Inscrições para Vagas Remanescentes
Inscrições: Até 27/02, em cultura.fortaleza.ce.gov.br
Seleção: 28/02
Resultado Preliminar: 29/02
Recurso: 02 a 05/03
Resultado Final: 06/03
Início das aulas: 09/03
Mais informações: 3252-1444

Publicado em Cultura

A Vila das Artes divulga o resultado preliminar da seleção de alunos e alunas para o Curso de Formação Básica em Dança referente ao período 2020-2026. Destinado a crianças e pré-adolescentes com idades entre 8 e 13 anos, o curso é uma realização da Escola Pública de Dança. O resultado final será divulgado no dia 21 de fevereiro.

Clique para acessar o resultado preliminar

Interessados em contestar o resultado, terão de segunda a sexta-feira (10 a 14/02) para realizar a solicitação na Vila das Artes.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Curso de Formação Básica em Dança

Fundado no ano de 2011, o Curso de Formação Básica em Dança da Escola Pública de Dança da Vila das Artes tem por objetivo fornecer subsídios práticos e teóricos para o desenvolvimento criativo de obras coreográficas. Destinado a crianças e pré-adolescentes com idades entre 8 e 13 anos, o curso tem duração de seis anos e prevê em seu currículo as seguintes disciplinas: Abordagens técnicas contemporâneas, Dança Clássica, Danças Tradicionais e Populares, Ateliê de Repertórios, Elementos da Música, Ateliê de Experimentação e Composição, Elementos da cena, Ateliê de Análise e Estudo de Obras Coreográficas, Introdução à História da Dança, Danças Urbanas e Introdução à Análise do Movimento.

Serviço:
Curso de Formação Básica em Dança 2020 - Resultado Preliminar
Acesse o Edital
Recurso: 10 a 14 de fevereiro de 2020
Horário: das 8h às 20h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de maio, 1221 - Centro)

Publicado em Cultura
.

A Prefeitura de Fortaleza divulga as atividades da Escola Pública de Circo da Vila das Artes do mês de fevereiro. Seguem com inscrições abertas as oficinas "Introdução à Palhaçaria" e "Introdução à Lira e Tecido Acrobático". Gratuitas, as duas atividades ofertam vagas para candidatos com idade maior ou igual a 16 anos.

Com a condução de Ricardo Bruno, "Introdução à Palhaçaria" trabalha a composição teatral do palhaço tradicional a partir de exercícios de teatro, gags, paródias, pantomimas e comédias tradicionais. A oficina ocorre de 17 a 21 de fevereiro, das 10h às 12h, na Vila das Artes. As innscrições devem ser realizadas online até a próxima terça-feira (11/02).

Clique para se inscrever na oficina "Introdução à Palhaçaria"

Parte do projeto da Vila das Artes "Hoje Tem Espetáculo", iniciativa de fomento da cultura circense em espaços descentralizados da capital cearense, a oficina “Introdução à Lira e Tecido Acrobático”, com Glauber Silva, tem como objetivo proporcionar, por meio do trapézio, tecido e da lira, entretenimento e iniciação ao circo. A atividade ocorre de 10 a 14 de fevereiro, das 10h às 12h, no Eco-Circo do Instituto Intervalo. As inscrições devem ser realizadas presencialmente no local do curso até sexta-feira (07/02).

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Serviço:
Oficina “Introdução à Palhaçaria”, com Ricardo Bruno
Inscrições: de 03/02 a 10/02 no Canal da Cultura
Resultado: 11/02
Data de realização: de 17/02 a 21/02
Hora: das 10h às 12h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Idade mínima: 16 anos
Gratuito

Oficina “Introdução à Lira e Tecido Acrobático”, com Glauber Silva
Inscrições: até 07/02, presencialmente no local do curso (segunda a sexta-feira, em horário comercial)
Data de realização: de 10/02 a 14/02
Horário: das 10h às 12h
Local: Eco-Circo / Instituto Intervalo (Condomínio Espiritual Uirapuru: Av. Alberto Craveiro, nº 2222 – Castelão)
Idade mínima: 16 anos
Gratuito

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes apresenta, por meio da Escola Pública de Audiovisual, mostra especial com o tema "Artemosfera". Ao longo do mês de fevereiro, filmes com marcante direção de arte, que influenciaram a produção audiovisual contemporânea, irão compor a programação do Cineclube Vila das Artes. As exibições são todas gratuitas e abertas ao público, sempre às segundas-feiras, às 18h, no próprio equipamento cultural.

Segundo Lia Damasceno, curadora da mostra, foram escolhidos "filmes cujos aspectos na criação de um projeto de direção de arte para audiovisual desenham um rico e considerável apanhado estético". Por causa do Carnaval, a sessão do dia 24/02 será realizada em 03/03. Serão exibidas as produções: "Noites de lua cheia"(03/02), "Tokio-Ga" (10/02), "Querelle" (17/02) e "Satyricon" (03/03).

A mostra "Artemosfera" é uma das propostas vitoriosas na convocatória Telas Abertas, projeto que seleciona propostas de curadoria para compor mês a mês a programação do Cineclube Vila das Artes.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
03/02: Noites de lua cheia (Direção: Eric Rohmer / 1984 / 101 min / França / 12 anos)

10/02: Tokio-Ga (Direção: Win Wenders / 1985 / 92 min / EUA, Alemanha, Japão / Livre)

17/02: Querelle (Direção: Rainer Werner Fassbinder / 1982 / 108 min / Alemanha / 18 anos)

03/03: Satyricon (Direção: Federico Fellini / 1969 / 129 min / Itália / 14 anos)

Serviço
Cineclube Vila das Artes – Mostra "Artemosfera"
Data: Segundas-feiras (03, 10 e 17/02) e terça-feira (03/03)
Hora: 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes abre vagas para ouvintes no Curso de Realização da Escola Pública de Audiovisual. As 10 vagas disponibilizadas referem-se ao módulo “Perspectivas Contemporâneas da Arte”, que terá a condução de Castiel Vitorino. As aulas ocorrem de 03 a 07 de fevereiro, das 14h às 18h. As inscrições serão realizadas por ordem de chegada a partir de uma hora antes da primeira aula, nesta segunda-feira (03/02).

O módulo, que inaugura o 2º ciclo de atividades do curso, tem como proposta pensar a arte como uma experiência de tradução de processos de subjetivação, “abandonando a ideia de que tradução seja uma reprodução asséptica da sociedade na que se faz e daquela que se pretende fazer”, como explica Castiel. “Assumindo a tradução e a Arte como ferramenta cosmogônica capaz de acelerar ou impedir fins de mundo. Ou seja: como a arte se relaciona com o fascismo ou processos de liberdade e de fuga em seus conflitos geopolíticos, cognitivos, emocionais?”, questiona a professora.

A pesquisadora se propõe a revisitar a mitologia africana Bantu para investigar “como a arte organiza a vida e como artistas têm sido capazes de manipular vitalidades na contemporaneidade”, explica. Nas aulas, além de obras literárias, serão discutidos trabalhos audiovisuais, escultóricos, fotográficos, performáticos, cênicos e musicais de artistas contemporâneos.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Sobre a ministrante

Castiel Vitorino é artista visual, macumbeira e psicóloga mestranda no programa de Psicologia Clínica Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), sob orientação de Suely Rolnik. Pesquisa e inventa relações em que corpos não-humanos se desprendem das amarras da colonialidade. Compreende a macumbaria como um jeito de corpo necessário para que a fuga aconteça. Dribla, incorpora e mergulha na diáspora Bantu, e assume a vida como um lugar perecível de liberdade. Idealizadora do projeto de imersão em processos criativos decoloniais “Devorações”.

Curso de Realização em Audiovisual

Gratuito e com duração de dois anos, o Curso de Realização em Audiovisual é uma das principais formações da Vila das Artes. Por meio da Escola Pública de Audiovisual do equipamento, são ofertadas 1.700 h/a de carga horária, com a chancela de extensão certificada pelo curso de Cinema e Audiovisual do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (ICA/UFC).

Serviço:
Curso de Realização em Audiovisual – Módulo “Perspectivas Contemporâneas da Arte”, Castiel Vitorino, inscrições para ouvintes
Data: 03/02 a 07/02
Hora: das 14h às 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Inscrições: por ordem de chegada, a partir das 13h de 03/02 (1 hora antes do início da primeira aula)
Vagas: 10
Gratuito

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes abre inscrições, nesta quarta-feira (29/01), para a oficina “A Narratividade Sonora”. Parte do Programa de Férias da Escola Pública de Audiovisual, a atividade terá a condução de David Aynan e ocorrerá durante a semana de 10 a 14 de fevereiro, das 9h às 13h. As inscrições devem ser realizadas online até o dia 05/02 e os candidatos devem ter idade mínima de 18 anos.

Clique para se inscrever

A oficina “Narratividade Sonora” se propõe a trabalhar a construção do pensamento sonoro desde a pré-produção, levando em conta a importância do som como elemento narrativo que cria e altera características das cenas. Dividida em três partes, trabalha temas como proposta de direção de som, tratamento acústico do espaço, técnicas de uso de microfones, mixagem e diversas outras.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Sobre o ministrante

David Aynan é graduado em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Atua na área de direção, designer de som e montagem. É membro fundador do Movimento de Cinema Negro Tela Preta e conselheiro fiscal da APAN (Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro). Dirigiu o documentário de curta metragem “Canções de Liberdade” (2013), o filme “O Som do Silêncio” (2017), que recebeu o prêmio de melhor curta do Nordeste na mostra do Cinema Contemporâneo do Nordeste (2018) e menção honrosa no 10° Festival de Cinema de Triunfo (2017), e o curta “Um ensaio sobre a Ausência” (2018), selecionado para a competitiva de curtas da Mostra de cinema de Tiradentes 2019.

Atualmente, David está finalizando o longa “Okunrin”, documentário que investiga a masculinidade negra. Trabalhou como designer de som e captação de som direto no média metragem “Bikud@s” (2013), fez direção musical no curta “Lápis de Cor” (2014) e atuou como diretor de som em “Cinzas” (2015) e na série “Diz Aí”, veiculada no Canal Futura em 2017. Trabalhou ainda como assistente de som no longa “Um Dia com Jerusa” (2019) e como mixador no filme “Ilhas de Calor” (2019).

Serviço
Oficina “A Narratividade Sonora”, com David Aynan
Inscrições: até 05/02 no Canal da Cultura
Data de realização: de 10/02 a 14/02
Hora: das 9h às 13h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes promove, nesta sexta-feira (31/01), sessão especial com a exibição de filmes produzidos por estudantes da quinta turma do Curso de Realização da Escola Pública de Audiovisual. O evento ocorrerá às 20h, no Cinema do Dragão, com entrada gratuita.

Serão exibidas, no total, quatro produções: “Desterro”, “Minha Vozinha”, “Pátria” e “Preces precipitadas de um lugar sagrado que não existe mais”. O evento marca a finalização do primeiro dos ciclos que compõem a formação. “Cada ciclo é composto por atividades teóricas da linguagem audiovisual, seguidas por disciplinas técnicas, a que chamamos Ateliês. Os filmes a serem exibidos são os resultados do Ateliê 1. Neles, direção, fotografia, som, montagem e diversos outros aspectos do trabalho de realização de um filme recebem a assinatura dos estudantes do curso”, explica Kennya Mendes, coordenadora da Escola Pública de Audiovisual da Vila da Artes.

A quinta turma de Realização em Audiovisual da Vila das Artes iniciou em março de 2019, após seleção que contou com mais de 600 inscritos. Deste total, 35 foram chamados para participar do curso de dois anos de duração, que segue até o primeiro semestre de 2021.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sinopses

Desterro: Habitando a catástrofe, uma jovem feiticeira encontra na desesperança a força motora da mudança e elabora rotas de fuga.

Minha Vozinha: Esse documentarista é pura encrenca e vai transformar a vida de sua equipe, uma produtora e três diretores, numa grande confusão. Mas essa nova carreira não vai ser moleza, por que ele tem todo um talento e criatividade na busca de fazer um genuíno filme de avó, no interior de Brejo Santo, na fazenda do Seu Benedito.

Pátria: Em uma fita VHS são narrados pensamentos sobre Pátria, nacionalismo e poder.

Preces precipitadas de um lugar sagrado que não existe mais: Voltando para casa depois de uma festa de reggae, Breno vai parar numa zona de sacrifício entre o presente, o passado e o futuro.

Escola de Audiovisual

Fundada em 2006, a Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes oferece gratuitamente o Curso de Realização em Audiovisual. A formação de dois anos tem carga horária de 1.700h/a, com a chancela de extensão certificada pelo curso de Cinema e Audiovisual do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (ICA/UFC). A Escola ainda realiza cursos livres de curta duração durante todo o ano, inclusive nas férias. Outro serviço oferecido é o programa “Pontos de Corte”, com formação e apoio aos cineclubistas.

Serviço
Ateliê 1 – Exibição de filmes da 5ª turma do Curso de Realização em Audiovisual da Vila das Artes
Data: Sexta-feira (31/01)
Hora: 20h
Local: Dragão do Mar – Cinema do Dragão, Sala 2 (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema)
Gratuito

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes realiza, nesta quarta-feira (29/01), mais uma edição do programa Conversa de Academia. A atividade, promovida pela Escola Pública de Dança, será conduzida por Princesa Ricardo Marinelli e iniciará às 19h. O encontro será antecedido por intervenção artística realizada por participantes do laboratório criativo conduzido por Marinelli ao longo da última semana.

Com tema “Transperformance Coletiva”, o debate será pautado em noções e práticas conceituais e políticas do universo do transformismo e da performance queer. “Trata-se de uma oportunidade performática de olhar para si e encontrar coisas que sejam diferentes daquilo que se é todos os dias. Transperformar, nessa proposta, é investigar outros lados da moeda que somos, portamos ou desejamos”, explica Marinelli.

O programa Conversa de Academia tem como objetivo compartilhar o resultado de trabalhos acadêmicos com temas ligados à dança e estimular a visibilidade desses estudos criando um ciclo contínuo de diálogos.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Serviço
Conversa de Academia – “Transperformance Coletiva”, com Princesa Ricardo Marinelli
Data: Quarta-feira (29/01)
Hora: 19h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes abre inscrições, por meio da Escola Pública de Dança, para a residência artística “Movimento Autêntico”. Com a condução de Soraya Jorge, a atividade ocorrerá de 11 a 14 de fevereiro, das 9h às 12h e das 14h às 18h, na Vila das Artes. São ofertadas, ao todo, 25 vagas, destinadas a bailarinos, criadores de danças, performers e comunidade em geral interessada. Inscrições devem ser realizadas online até o dia 2 de fevereiro.

Clique aqui para se inscrever

A residência artística será antecedida, no dia 10 de fevereiro, pela palestra “Movimento Autêntico – Uma abordagem somática relacional”. Na ocasião, Soraya apresentará conceitos ligados à disciplina para o público interessado. Diferente da atividade que inicia no dia seguinte, a palestra é aberta ao público e não requer inscrições.

“Movimento Autêntico é uma abordagem somática relacional que tem como objetivo desenvolver a escuta apurada dos impulsos corporais, explorando uma interrogação: o que me leva a mover? Pode ser um pensamento, uma sensação, um desejo, um som, uma memória, uma voz interna ou externa. O objetivo é propiciar um contato com estes impulsos para, conscientemente, expressá-los ou contê-los”, explica Soraya Jorge, ministrante da palestra e da residência artística.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre a ministrante
Soraya Jorge é doutoranda em Dança pela Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa. Formou-se em Dança Contemporânea na Faculdade Angel Vianna, onde leciona há mais de 20 anos. Seu trabalho como pesquisadora já foi apresentado em congressos, palestras e workshops em diferentes partes do mundo. Seu primeiro contato com o Movimento Autêntico se deu em 1993, no Authentic Movement Institute. Estudou com Neala Haze, a quem assistiu por dois anos, Tina Stromsted, Joan Chodorow e Janet Adler. Entre 1994 e 2003, frequentou os retiros de pesquisa Mystical Practice, Mystical Dance, facilitados por Janet Adler. Em 1999, começou seu trabalho de forma sistemática com o Movimento Autêntico no Brasil, oferecendo sessões individuais e em grupo, supervisões e retiros em muitas cidades, incluindo também Lisboa (Portugal), Berlim (Alemanha) e Viena (Áustria). De 2015 a 2019, participou de retiros com Julia Gombos, com quem, desde agosto de 2017, ensina a Disciplina do Movimento Autêntico para indivíduos e grupos a antigos praticantes da disciplina.

Serviço
Palestra “Movimento Autêntico – Uma abordagem somática relacional”, com Soraya Jorge
Data: 10 de fevereiro
Hora: das 18h às 20h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Aberto ao Público

Oficina “Movimento Autêntico”, com Soraya Jorge
Inscrições: até 2 de fevereiro, em cultura.fortaleza.ce.gov.br
Data de realização: de 11 a 14 de fevereiro
Hora: das 9h às 12h e das 14h às 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
Página 1 de 26