A Vila das Artes promove, entre os dias 23 e 26 de setembro, programação especial do projeto Aulas Abertas. Serão oferecidas as oficinas "Voz em Movimento" (23 e 24/09), com Conrado Falbo, e "O viver em dança – caminhos cotidianos de sobrevivência" (25 e 26/09), com Drica Ayub, ambas em parceria com o VIII Temporal – Encontros de Dança Contemporânea e Composição em Tempo Real. As duas atividades ocorrem no horário de 19h às 21h, na Vila das Artes, com inscrições por ordem de chegada.

A partir de uma visão transdisciplinar que sintetiza elementos da técnica vocal para o canto, jogos teatrais e experimentações com diferentes qualidades de movimento, a oficina "Voz em Movimento" busca oferecer caminhos práticos, graduais e criativos para alcançar potencialidades vocais com autonomia e segurança. A abordagem, desenvolvida ao longo de 10 anos pelo artista Conrado Falbo, é resultado de pesquisa prática a partir de trabalhos de preparação vocal dirigidos a profissionais das artes cênicas. Não é necessário qualquer tipo de experiência prévia na área para participar.

Já a oficina "O viver em dança", com Drica Ayub, busca experimentar a improvisação enquanto lugar de autonomia de si, presença e conexão com o saber do corpo. Trabalham-se respiração, toque e movimento como um caminho de olhar para si em estado de dança. Com base no tantra e no xamanismo tolteca, é exercitada a presença em estado expandido de consciência como caminho de autoconhecimento e de cuidado de si e do mundo.

O programa Aulas Abertas é um projeto destinado a proporcionar aos artistas da dança local oportunidades regulares e adequadas de trabalho e aperfeiçoamento técnico-corporal. Constituído por módulos independentes entre si, em geral com duração de uma semana, o programa visa ainda possibilitar o contato de profissionais e estudantes com distintas propostas de trabalho corporal e artístico desenvolvidas em diferentes contextos de pesquisa e criação em dança.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre os ministrantes

Conrado Falbo é um artista interdisciplinar que trabalha com movimento, som e desenho sob a perspectiva da improvisação como abordagem integrativa e curativa dos processos de criação, interação com o público, preparação corporal, ensino e pesquisa. Desde 2007, investiga as possibilidades da voz em performance para além da fala e do canto. Aprofundou seus estudos no mestrado e no doutorado em Teoria da Literatura que realizou na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde foi professor substituto nos cursos de Teatro e Dança. Desde 2011, com o Coletivo Lugar Comum, experimenta criação colaborativa e performance em espaços públicos. Ao longo dos últimos sete anos, dedica-se à disciplina do Movimento Autêntico (sob orientação de Soraya Jorge, introdutora da prática no Brasil), e ao Contato Improvisação.

Drica Ayub é bióloga, com pós-graduação em Dança pela Faculdade Angel Vianna, além de terapeuta corporal, bailarina, pesquisadora do corpo, palhaça, terapeuta renascedora e arteterapeuta. Está em formação no Movimento Autêntico e como Educadora Somática pelo Body-Mind Movement. Há 10 anos, dedica sua pesquisa em experimentações corporais de ampliação de consciência, dando ênfase à respiração, toque e movimento. Desenvolve seu trabalho em atendimentos individuais e facilita grupos terapêuticos, utilizando a dança como base para o desenvolvimento das potências corporais energéticas e de criação.

Serviço:

Programa Aulas Abertas – Oficina “Voz em Movimento”, com Conrado Falbo
Data: segunda e terça-feira (23 e 24/09)
Hora: das 19h às 21h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Mais informações: (85) 3105-1402
Gratuito

Programa Aulas Abertas – Oficina “O viver em dança: caminhos cotidianos de sobrevivência” com Drica Ayub
Data: quarta e quinta-feira (25 e 26/09)
Hora: das 19h às 21h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Mais informações: (85) 3105-1402
Gratuito

Publicado em Cultura
Na foto ao fundo, uma jovem de cabelos loiros abraça duas câmeras filmadoras de grande porte. Em primeiro plano, o texto diz

A Vila das Artes abre vagas, por meio da Escola Pública de Audiovisual, para o curso gratuito “Assistente de Câmera”, com Wanessa Malta. As aulas ocorrem de 7 a 11 de outubro, das 9h às 13h. São, ao todo, 25 vagas com inscrições online até 02/10.

Clique aqui para se inscrever.

O curso tem por objetivo um melhor entendimento do processo de fotografia de um filme, a partir das funções e das responsabilidades do profissional assistente de câmera. Serão trabalhados temas como funções da equipe de câmera, checagem e montagem de câmera, teste de câmera, listagem de equipamentos, foco e manutenção de equipamento.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Sobre a ministrante
Wanessa Malta é realizadora, formada em audiovisual pela Vila das Artes e com especialização em direção de fotografia para cinema pela Escuela Septima Ars (Madrid). Trabalha como diretora de fotografia e assistente de câmera desde 2007. Soma hoje mais de 50 produções no currículo, entre curta e longas-metragens, séries, videoclipes, novelas, programas de TV e publicidade.

Serviço
Curso “Assistente de Câmera”, com Wanessa Malta
Inscrições: até 02/10, em www.viladasartesfortaleza.com.br
Vagas: 25
Resultado: 04/10
Realização: 07 a 11/10
Hora: das 9h às 13h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura

A Vila das Artes recebe, por meio da Escola Pública de Dança, nesta sexta-feira (13/09), a instalação performática “Multicorpos”, com Tatiana Valente. A atividade é fruto da pesquisa “Multilaços de corpos: sobre danças e bisturis”, projeto que contou com o apoio do VII Edital das Artes de Fortaleza. O evento tem início às 19h.

Recente trabalho da Companhia Ponto, formada em 2006 apenas por mulheres de Fortaleza, a pesquisa investiga a corporeidade e a desconstrução de padrões por distintas mutilações físicas que as mulheres são submetidas, decorrentes de cânceres de mama, ovário e útero. “O que parecia uma pesquisa objetiva sobre como se dão as novas possibilidades de existência após a extirpação de órgão afetado pelo câncer, acabou se encaminhando a metáfora da vida cotidiana e sua exacerbada produção de lixo em signos, malefícios que destroem o corpo”, explica Tatiana.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Edital das Artes de Fortaleza
A pesquisa “Multilaços de corpos: sobre danças e bisturis” é um dos projetos contemplados na sétima edição do Edital das Artes de Fortaleza, lançado em 2018, dispositivo que estimula a produção e a promoção das Artes no âmbito do Município, além de fomentar a programação artística em espaços públicos e privados nos diversos territórios da Capital cearense.

Atualmente, o VIII Edital das Artes, referente ao ano de 2019, se encontra com inscrições abertas até 16 de setembro. O projeto prevê, ao todo, um investimento de R$ 4,1 milhões em fomento às artes da capital cearense, a ser distribuído entre 13 linguagens: Artes Visuais, Moda, Fotografia, Audiovisual, Literatura, Música, Teatro, Dança, Circo, Cultura Tradicional Popular, Humor, Mídia Digital e Artesanato. Confira o edital em cultura.fortaleza.ce.gov.br.

Serviço
Instalação performática “Multicorpos”
Data: Sexta-feira (13/09)
Horário: 19h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)

Publicado em Cultura

A Vila das Artes realiza, por meio da Escola Pública de Dança, na quarta-feira (18/09), mais uma edição do programa Conversa de Academia. A convidada é a dançarina e pesquisadora Isabel Botelho, que compartilhará noções referentes à pesquisa “Dança de Situação – Movimentos entre fenomenologia existencial, corpo e arte”, sua dissertação de mestrado. O evento tem início às 16h30, na Vila das Artes.

A proposta consiste em uma oficina teórico-prática que levará aos participantes o estudo realizado pela pesquisadora sobre o diálogo entre a fenomenologia existencial pensada por Jean-Paul Sartre e Merleau Ponty com o movimento dançado e a composição artística em dança. É recomendado aos participantes utilizarem roupas propícias ao movimento e levarem bloco de notas.

O programa Conversa de Academia tem como objetivo compartilhar o resultado de trabalhos acadêmicos com temas ligados à dança e estimular a visibilidade desses estudos criando um ciclo contínuo de diálogos.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Sobre a ministrante
Isabel Botelho é mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR), com graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e especialização em Arte e Educação pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). É formada pelo Curso de Capacitação de Bailarinos do Instituto Dragão do Mar de Arte e Cultura, e é também sócia-fundadora da Associação de Bailarinos, Coreógrafos e Professores de Dança do Ceará (Prodança) e do Fórum de Dança do Ceará. Coordenou as políticas públicas para a Dança na Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), entre 2008 e 2012, a Companhia de Dança da UNIFOR, entre 2010 e 2012, e coordena a Ação Cultural do IACD e da Vanguardeiro desde 2013. Foi professora substituta do curso de graduação em Dança da UFC em 2014 e em 2019.

Serviço
Conversa de Academia – “Dança de Situação – Movimentos entre fenomenologia existencial, corpo e arte”, com Isabel Botelho
Data: 18/09 (quarta-feira)
Horário: das 16h30 às 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)

Publicado em Cultura
O ministrante do curso, Ivo Lopes Araujo, de perfil com sua longa barba esbranquiçada; ao fundo, a imagem de uma lente de câmera fotográfica. Abaixo da lente, o texto diz

A Vila das Artes abre vagas, por meio da Escola Pública de Audiovisual, para o curso gratuito “Direção de Fotografia: do Roteiro à Primeira Exibição”, com Ivo Lopes Araujo. São, ao todo, 25 vagas. As aulas ocorrem de 23 a 27 de setembro, das 9h às 13h. Inscrições devem ser realizadas online até 18/09.

Clique aqui para se inscrever.

A atividade se propõe a mapear detalhadamente os procedimentos e as possibilidades técnicas que o diretor de fotografia dispõe para o desenvolvimento de seu trabalho na criação do universo imagético de um filme. “A ideia é pensar os filmes a partir de dois extremos; filmes menores com equipes reduzidíssimas e filmes de maior orçamento com equipes maiores e grande elenco, passando por filmes intermediários que misturam características dessas duas formas de produção”, explica Ivo.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Sobre o ministrante
Ivo Lopes Araujo nasceu em Fortaleza em 1977. Formou-se em cinema na Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, onde realizou seus primeiros trabalhos como Diretor e Diretor de Fotografia. É sócio-fundador do Alumbramento, produtora de destaque no cenário nacional com mais de 40 filmes produzidos entre curtas, longas e médias metragens. Assina a fotografia de mais de 30 filmes de destaque nacional e internacional, como “Tatuagem”, de Hilton Lacerda (19 prêmios em festivais brasileiros), "Av. Brasília Formosa", de Gabriel Mascaro (Rotterdam Film Festival 2010), e “A Falta Que Me Faz”, de Marília Rocha (Rotterdam Film Festival 2010).

Serviço
Curso “Direção de Fotografia: do Roteiro à primeira exibição”, com Ivo Lopes Araujo
Inscrições: até 18/09
Vagas: 25
Resultado: 20/09
Realização: Segunda a sexta-feira (23 a 27/09)
Hora: das 9h às 13h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
Finos traços compõem o desenho de um aparelho projetor de cinema, onde se ê

A Vila das Artes abre convocatória, por meio da Escola Pública de Audiovisual, para o projeto Telas Abertas 2019-2020. Serão selecionadas oito propostas de curadoria de mostra de filmes com temática livre para compor a programação do cineclube da Vila das Artes durante o período de novembro de 2019 a junho de 2020. As inscrições devem ser realizadas de forma online até 2 de outubro.

Clique aqui para acessar a ficha de inscrição.
Clique aqui para acessar regulamento.

Além do preenchimento da ficha de inscrição online, os proponentes devem enviar currículo e descrição da proposta de curadoria, conforme descrito no regulamento, para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Para cada proposta de curadoria selecionada, será disponibilizado um cachê de R$ 800,00. Os interessados devem ter idade maior que 16 anos e residir em Fortaleza.

Além da exibição gratuita de filmes, o projeto prevê também a realização de debates e discussões sobre os filmes exibidos. A Vila das Artes fica responsável por ceder a sala de projeção com projetor, equipamento de som e aparelho reprodutor de vídeo, além do apoio à criação da programação visual, registro fotográfico e divulgação da mostra em suas redes sociais, endereços eletrônicos e mídia local.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Serviço
Convocatória Projeto Telas Abertas 2019
Inscrições: de 4 de setembro até 2 de outubro
Período de realização das mostras: novembro de 2019 a junho de 2020
Análise e seleção das propostas: 7 a 10 de outubro
Divulgação das propostas selecionadas: 11 de outubro
Reuniões com curadores das propostas selecionadas: 22 e 23 de outubro
Mais informações: (85) 3105-1404

Publicado em Cultura
Recortes verticais de imagens de cada um dos quatro filmes a serem exibidos no Cineclube juntas formando uma imagem só. Texto:

A Vila das Artes realiza realiza mostra especial com o tema “Histórias de Três Américas”. A iniciativa é uma parceria entre a Escola Pública de Audiovisual da Vila e o Serviço Social do Comércio (Sesc). Ao longo do mês de setembro, quatro filmes irão compor a programação do Cineclube Vila das Artes, em sessões gratuitas e abertas ao público.

Com o intuito de provocar uma discussão sobre o continente americano, a mostra revisita a história com a preocupação de delimitar outras visões acerca dos fatos tidos como inquestionáveis pelos historiadores mais tradicionais. Os filmes, indicados para professores, em especial os de história, apresentam classificação etária 16 anos, com exceção do filme a ser exibido no dia 23 de setembro, indicado para maiores 12 anos. Serão exibidos os filmes “Os Últimos Dias de Havana” (2016), “Guerra do Paraguay” (2015), “Eu não sou Negro” (2016) e “Joaquim” (2016).

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
09/09: Os Últimos Dias de Havana (Direção: Fernando Perez / Cuba / 2016 / 93 min / 16 anos)
16/09: Guerra do Paraguay (Direção: Luiz Rosemberg Filho / Brasil / 2015 / 80 min / 16 anos)
23/09: Eu não sou Negro (Direção: Raoul Peck / EUA / 2016 / 94 min / 12 anos)
30/09: Joaquim (Direção: Marcelo Gomes / Brasil, Portugal / 2016 / 97 min / 16 anos)

Serviço
Cineclube Vila das Artes – Mostra “Histórias de Três Américas”
Quando: Segundas-feiras (09, 16, 23 e 30/09), às 18h
Onde: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura

A Vila das Artes abre inscrições para ouvintes no curso gratuito “Formação Continuada em Teatro: Conexões Contemporâneas”. As seis vagas disponibilizadas referem-se ao 2º módulo da formação, que terá a condução de João Paulo Lima e o tema “Corpo, Teatro-Dança”. As aulas ocorrem de 23 a 27 de setembro, das 18h às 22h. Inscrições devem ser realizadas online até 17/09.

Clique aqui para se inscrever.

Podem participar do processo seletivo candidatos com idade maior que 18 anos e experiência comprovada em artes cênicas. Promovido pela Escola Pública de Teatro da Vila das Artes, a “Formação Continuada em Teatro: Conexões Contemporâneas” é um espaço de pesquisa, criação e experimentação, com o objetivo de fortalecer e consolidar as ações dos artistas e coletivos de teatro na Cidade. Para mais informações sobre o procedimento de seleção, confira a ficha de inscrição.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Serviço
Formação Continuada em Teatro: Conexões Contemporâneas – Módulo 2: “Corpo, Teatro-Dança”, inscrições para ouvintes
Ficha de Inscrição
Prazo para Inscrições: Até 17/09
Vagas: 6
Período de realização: 23 a 27/09
Hora: das 18h às 22h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Mais informações: 3252-1444

Publicado em Cultura
Os dizeres

A Vila das Artes divulga a programação de oficinas da Escola Pública de Circo referente ao mês de setembro. Ao todo, quatro atividades com realização na própria Vila das Artes seguem com inscrições abertas até o dia 18 de setembro. Candidatos deverão ter pelo menos 16 anos.

O processo seletivo abrange as residências artísticas "Palhaçaria e improvisação em dança", com Liana Gesteira, e "Palhaçaria, afetividade e presença", com Emilliano Freitas, realizadas em parceria com o VIII Temporal – Encontros de Dança Contemporânea e Composição em Tempo Real. Estão abertas também as inscrições para as oficinas "Acrobacia Cênica: da Técnica à Criação Poética", com Sâmia Bittencourt, e "O Palhaço Quântico", com Neto Holanda, realizadas em parceria com o Seminário Circo, Memória & Formação. As inscrições deverão ser realizadas online, mediante preenchimento de formulário disponível em www.viladasartesfortaleza.com.br ou nos links abaixo.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação

Residência Artística I - "Palhaçaria e improvisação em dança", com Liana Gesteira
Inscrições: até 18/09 (resultado 19/09)
Ficha de Inscrição
Período de realização: Segunda a sexta-feira (de 23 a 27/09)
Hora: das 8h às 12h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Idade mínima: 16 anos
Carga horária: 20h/aula
Gratuito

Residência Artística II - "Palhaçaria, afetividade e presença", com Emilliano Freitas
Inscrições: até 18/09 (resultado 19/09)
Ficha de Inscrição
Período de realização: Segunda a sexta-feira (de 23 a 27/09)
Hora: das 8h às 12h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Idade mínima: 16 anos
Carga horária: 20h/aula
Gratuito

Oficina "Acrobacia Cênica: da Técnica à Criação Poética", com Sâmia Bittencourt
Inscrições: até 18/09 (resultado 19/09)
Ficha de Inscrição
Período de realização: Segunda a sexta-feira (de 23 a 27/09)
Hora: das 18h às 22h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Idade mínima: 16 anos
Carga horária: 20h/aula
Gratuito

Oficina "O Palhaço Quântico", com Neto Holanda
Inscrições: até 18/09 (resultado 19/09)
Ficha de Inscrição
Período de realização: Segunda a sexta-feira (de 23 a 27/09)
Hora: das 18h às 22h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Idade mínima: 16 anos
Carga horária: 20h/aula
Gratuito

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes abre, por meio da Escola Pública de Circo, as inscrições para a oficina "Laboratório Voz e Poesia Falada", com Pedro Bomba. A atividade, integrante do 2º Festival Arruaça, ocorre de 26 a 30 de agosto, das 14h às 18h, na sede do Grupo Nois de Teatro. Os interessados devem se inscrever de forma online até o dia 22 de agosto.

Link para inscrição

"O Laboratório Voz e Poesia Falada surge como um espaço de estudo e experimentação da poesia realizada através da boca. Com leituras e escuta de poemas, exercícios de memorização e de voz, as pessoas participantes terão a possibilidade de mergulhar no universo da poesia falada, entrando em contato com obras de poetas e, também, realizando exercícios de criação e recitação de poemas", explica Pedro Bomba.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre o Ministrante
Pedro Bomba (1989) é poeta e artista, nasceu em Aracaju/SE e vive atualmente em Belo Horizonte/MG. Seus principais trabalhos são desenvolvidos a partir da palavra falada (spoken word) e da oralidade poética. Em 2015, iniciou uma pesquisa de experimentação em poesia sonora gravando o EP "Amor Coragem" e "A troco de nada e de ninguém" (2016). Em 2017, lançou seu primeiro livro de poemas intitulado "O chão dispõe a queda", pelo Laboratório Cucuruto da Cabeça. "Extremamente barulhentos certos assuntos, por exemplo" é o seu segundo livro.

Sobre o Festival Arruaça
A primeira edição do projeto foi realizada em julho de 2017 com o apoio da Prefeitura de Fortaleza, por meio do VI Edital Ação Jovem da Rede Cuca. Foram realizadas apresentações e oficinas em quatro praças do Grande Pirambu (Pracinha do Chafariz, Morro do Santiago, Parque Leblon e Vila do Mar). Idealizado pelo artista Mauricio Rodrigues, o II Festival Arruaça tem o apoio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), através VII Edital das Artes de Fortaleza e parceria do Grupo Imagens de Teatro.

Serviço:
Oficina "Laboratório Voz e Poesia Falada", com Pedro Bomba
Inscrições: até 22/08 (quinta-feira)
Número de vagas: 12
Realização do curso: de 26 a 30/08, das 14h às 18h
Local: Sede do Grupo Nois de Teatro (Av. José Torres, 1211, Granja Portugal)
Mais informações: (85) 3252-1444
Gratuito

Publicado em Cultura
Página 1 de 21