Fachada da Vila das Artes
A Escola Pública de Circo da Vila das Artes realiza, nesta semana, o primeiro Seminário de Imersão Colaborativa Circense – Picadeiro da Vila

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), realiza uma variada programação, nesta semana, com destaques para as atividades que acontecem na Vila das Artes.

Na segunda-feira (10/12), ocorre mais uma edição do programa Conversa de Academia na Vila das Artes. O convidado deste mês é o artista, professor e pesquisador Rubéns Lopes, que abordará o ensino/aprendizagem em dança negra contemporânea. O evento é aberto ao público e gratuito.

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes realiza, de segunda a quinta-feira (10 a 13/12), o cineclube Telas Abertas de dezembro. A mostra “Serei Porque Fomos”, com curadoria de Bruno Galindo, ocorrerá às 18h30, dividida em quatro eixos temáticos, onde serão exibidos curtas que dialogam com cada tema. São eles: “Heranças do Corpo”, “Heranças da Memória”, “Heranças da Formação” e “Heranças da Reexistência”.

A Escola Pública de Circo da Vila das Artes realiza, nesta semana, o primeiro Seminário de Imersão Colaborativa Circense – Picadeiro da Vila. A ação faz alusão ao Dia do Palhaço, comemorado na segunda-feira (10/12). Interessados em participar da palestra de abertura, das rodas de conversa e da reunião ampliada para discussão do Seminário Imersão Colaborativa Circense 2019 não precisam fazer inscrição prévia. As atividades têm acesso livre e gratuito, mediante lotação do espaço. Já as oficinas de “Palhaçaria”, “Acrobacia de Solo” e “Malabares” estiveram com inscrições abertas, até a última quinta-feira (06/12).

A programação cultural da Prefeitura de Fortaleza ainda conta, nesta semana, com o projeto Quadrinhos em Debate, na Biblioteca Municipal Dolor Barreira, sobre a trajetória de vida e artística do roteirista de quadrinhos, Stan Lee. Apresentação do espetáculo “A Máquina de Pororó”, na Biblioteca Herbênia Gurgel. Música instrumental no Passeio Público de Fortaleza.

Confira aqui a programação completa!

Publicado em Cultura
Do lado direito da imagem um mulher negra com flores na cabeça segura uma fotografia  enquanto uma grande borboleta de asas vermelhas está a frente em primeiro plano e as informações do evento estão à esquerda

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes divulga programação do cineclube Telas Abertas de dezembro. A mostra “Serei Porque Fomos”, com curadoria de Bruno Galindo, ocorrerá entre os dias 10 e 13 de dezembro, às 18h30, na Vila das Artes.

Esta é a sexta e última mostra do cineclube Telas Abertas de 2018. A convocatória selecionou seis propostas de curadoria para exibição, na Vila das Artes, que ocorreram ao longo deste ano, finalizando o projeto neste mês. Confira as mostras selecionadas no link.

“Serei Porque Fomos” fala do cinema negro como meio de relação com o mundo em diferentes gerações. A mostra propõe construir um recorte do cinema negro brasileiro, não somente enquanto cinema produzido e mobilizado por pessoas negras, mas também, na análise sobre como cada cineasta, dentro de sua própria geração, absorve e reorganiza estéticas e códigos na representação cronológica das vivências negras.

A mostra é dividida em quatro eixos temáticos, onde serão exibidos curtas que dialogam com cada tema. No dia 10/12, a sessão “Heranças do Corpo” apresentará os filmes “Rapsodia para o Homem Negro”, “Pele Suja Minha Carne”, “Assim” e “Alma no Olho”. Na segunda sessão, intitulada “Heranças da Memória”, realizada no dia 11/12, serão exibidos os curtas “O Dia do Silêncio”, “O Mundo de Dentro”, “Travessia” e “Sample”. A sessão “Heranças da Formação”, no dia 12/12, contará com os filmes “O Moleque”, “O Som do Silêncio”, “Impermeável Pavio Curto” e “Ana”. E na última sessão, chamada “Heranças da Reexistência”, no dia 13/12, as exibições serão de “Aniceto do Império em Dia de Alforria”, “Afronte”, “Nascida para Matar” e “Motriz”.

Bruno Galindo é crítico de cinema, curador e roteirista em formação, escreve para blogs e revistas virtuais sobre cinema e audiovisual, além de ser um dos desenvolvedores do projeto Cine Viela.

Confira a programação:

Sessão “Heranças do Corpo”
Filmes: Rapsodia para o Homem Negro (Dir: Gabriel Martins); Pele Suja Minha Carne (Dir: Bruno Ribeiro); Assim (Dir: Keila Serruya) e Alma no Olho (Dir: Zozimo Bulbul)
Quando: 10/12, às 18h30

Sessão “Heranças da Memória”
Filmes: O Dia do Silêncio (Dir: Clebson Oscar); O Mundo de Dentro (Dir: Adélia Sampaio); Travessia (Dir: Safira Moreira) e Sample (Dir: Ana Julia Travia)
Quando: 11/12, às 18h30

Sessão “Heranças da Formação”
Filmes: O Moleque (Dir: Ary Candido); O Som do Silêncio (Dir: David Aynan); Impermeável Pavio Curto (Dir: Higor Homes) e Ana (Dir: Vitória Felipe)
Quando: 12/12, às 18h30

Sessão “Heranças da Reexistência”
Filmes: Aniceto do Império em Dia de Alforria (Dir: Zozimo Bulbul); Afronte (Dir: Bruno Victor e Marcus Azevedo); Nascida para Matar (Dir: Rogério Henrique Gonçalves) e Motriz (Dir: Tais Amordivino)
Quando: 13/12, às 18h30

Serviço
Cineclube Telas Abertas – Mostra “Serei Porque Somos”
Quando: 10 a 13 de dezembro, às 18h30
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro
Mais informações: (85) 3105.1404

Publicado em Cultura
O rosto do bailarino ministrante da palestra dentro de um quadrado circundado de informações sobre o evento. O nome

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes realiza mais uma edição do programa Conversa de Academia. O convidado deste mês é o artista, professor e pesquisador Rubéns Lopes, que abordará o ensino/aprendizagem em dança negra contemporânea, no dia 10 de dezembro. O evento é aberto ao público e gratuito.

A atividade consiste em um momento dedicado ao diálogo e debate sobre a pesquisa de Rubéns, que fala sobre o ensino/aprendizagem em dança negra contemporânea, apostando na movimentação do torso e ativando memórias corporais das ancestralidades africanas e afrodiaspóricas.

O programa Conversa de Academia tem como objetivo compartilhar o resultado de trabalhos acadêmicos desenvolvidos sobre dança e estimular a visibilidade desses estudos criando um ciclo contínuo de diálogos.

Rubéns Lopes é artista, professor e pesquisador em dança, formado pelo Curso Técnico em Dança do Ceará. Foi bailarino de escolas e companhias de dança em Fortaleza e da Decidedly Jazz Danceworks (Calgary/Canadá). Atualmente é professor de Dança Moderna/Contemporânea na EDISCA, diretor da Cia Anagrama, Graduando de Licenciatura em Dança na Universidade Federal do Ceará, além de coordenar o programa de extensão em Danças Africanas Ancestrais no Instituto Federal do Ceará – IFCE.

Conversa de Academia com Rubéns Lopes
Data: Segunda-feira (10/12)
Horário: 14h
Local: Vila das Artes, Rua 24 de Maio, 1221 – Centro
Mais informações: 3105.1402

Publicado em Cultura
Rosto de um palhaço feito com figuras geométricas coloridas com o título Picadeiro da Vila em destaque e os dados do evento em evento em menor tamanho

A Escola Pública de Circo da Vila das Artes realiza, em dezembro, o primeiro Seminário de Imersão Colaborativa Circense – Picadeiro da Vila. A ação faz alusão ao Dia do Palhaço, comemorado na segunda-feira (10/12). A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, administrado pelo Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

O seminário, que fará uma homenagem ao Mestre Palhaço Pimenta, acontece entre os dias 10 e 14 de dezembro, com atividades diversas como palestras, rodas da conversa e oficinas. A iniciativa é aberta ao público, com foco na comunidade circense e artistas em geral, e possui o intuito de fortalecer e fomentar a cultura do circo em Fortaleza.

Interessados em participar da palestra de abertura, das rodas de conversa e da reunião ampliada para discussão do Seminário Imersão Colaborativa Circense 2019 não precisam fazer inscrição prévia. As atividades têm acesso livre e gratuito, mediante lotação do espaço. Já as oficinas de “Palhaçaria”, “Acrobacia de Solo” e “Malabares” estão com inscrições abertas, até a próxima quinta-feira (06/12), neste formulário.

Confira a programação completa:

Seminário de Imersão Colaborativa Circense Picadeiro da Vila
Abertura com Palestra do Mestre Palhaço Pimenta em homenagem ao Dia do Palhaço
Quando: Segunda-feira (10/12), das 19h às 21h

Roda de conversa Circo Tradicional com o Palhaço Edson Brandão
Quando: Terça-feira (11/12), das 9h às 12h

Oficina de Palhaçaria com Palhaço Edson Brandão (link para inscrição)
Quando: Terça-feira (11/12), das 14h às 18h
Inscrição: Site da vila

Roda de conversa com Trupes e Grupos Circo Contemporâneo
Quando: Quarta-feira (12/12), das 9h às 12h

Oficina de Acrobacia de Solo
Quando: Quarta-feira (12/12), das 14h às 18h
Inscrição: Site da vila

Roda de conversa com Artistas de Rua
Quando: Quinta-feira (13/12), das 9h às 12h

Oficina de Malabares
Quando: Quinta-feira (13/12), das 14h às 18h
Inscrição: Site da vila

Reunião ampliada para discussão do Seminário Imersão Colaborativa Circense 2019
Quando: Sexta-feira (14/12), das 9h às 12h e das 14h às 18h

Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes realiza a oficina gratuita e aberta ao público “Contato Improvisação em Dança”, com a bailarina e acadêmica carioca Andrea Jabor. A oficina faz parte do programa Aulas Abertas, que tem o objetivo de promover aulas gratuitas com professores de dança renomados nacionalmente e internacionalmente. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

A atividade, que ocorrerá entre os dias 3 e 7 de dezembro, das 15h as 17h, é aberta ao público sem necessidade de inscrição prévia. Os interessados precisam ser maiores de 16 anos e terem experiência em dança ou práticas corporais.

Contato Improvisação em Dança
A atividade tem como objetivo principal apresentar os fundamentos da técnica de contato-improvisação, a partir de uma revisão histórica do contexto do seu desenvolvimento e atuais desdobramentos, além de apresentar a técnica como um treinamento físico excelente para a preparação corporal de atores e bailarinos.

Andrea Jabor é graduada em Dança e Coreografia pela Amsterdam University of the Arts e pós-graduada em Estudos Avançados em Dança Contemporânea e Pesquisa, pela Universidade da Cidade do Rio de Janeiro. Abdrea realiza um trabalho de mais de 25 anos em espaços de dança, universidades e cursos de extensão sobre contato improvisação.

Serviço
Oficina “Contato Improvisação em Dança”
Data: 03 a 7/12, das 15h às 17h
Inscrição: Gratuita, aberta ao público e sem necessidade de inscrição prévia.
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Circo da Vila das Artes promove as oficinas “Poéticas do Palhaço: A Investigação do Jogo, Cena e Indumentária Cômicas”, ministrada pelos artistas Neto Sier e Felício da Silva, e “Dança e Acrobacia”, com a Cia. Circo Lúdico Experimental. As inscrições são gratuitas e podem feitas no site da Vila das Artes até quinta-feira (29/11) e domingo (02/12), respectivamente.

A oficina “Poéticas do Palhaço”, que será ministrada pelos artistas Neto Sier e Felício da Silva, ocorrerá entre os dias 03 e 17 de dezembro, nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 às 17h. A ementa da atividade consiste em apresentar os fundamentos básicos que norteiam as práticas de palhaçaria com ênfase na linguagem do palhaço e a perspectiva da autodescoberta do “eu-palhaço". (Confira o link de inscrição)

Já a oficina “Dança e Acrobacia” será sob orientação de Daniele Freitas, Sâmia Bittencourt e Samara Garcia, integrantes da Cia. Circo Lúdico Experimental, com realização nos dias 4, 6 e 7 de dezembro, das 18h às 21h. O objetivo é desenvolver experiências circenses a partir da improvisação em dança e da metologia de aprendizagem acrobática. (Confira o link de inscrição)

Serviço
Oficina Poéticas do Palhaço: A Investigação do Jogo, Cena e Indumentária Cômicas
Período de inscrições: até 29/11 (quinta-feira)
Período das aulas: 03 a 17/12, segundas, quartas e sextas-feiras, da14 às 17h
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro

Oficina de Dança e Acrobacia com a Cia. Circo Lúdico Experimental
Período de inscrições: até 02/12 (domingo)
Período das aulas: 4, 6 e 7/12, das 18h às 21h
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Circo da Vila das Artes realiza o projeto “Hoje tem Espetáculo”, com quatro oficinas circenses gratuitas em diferentes lugares da cidade. Interessados podem participar do processo seletivo gratuito, a partir desta segunda-feira (26/11), no site da Vila das Artes. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

O projeto promove as oficinas “Introdução à Palhaçaria”, “Parada de Mão”, “Iniciação ao Tecido Acrobático e Trapézio” e “Lira e Tecido Acrobático pra Crianças”, na Biblioteca Cristina Poeta, no Cuca Jangurussu, na Vila das Artes e no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU), respectivamente. As inscrições ficam disponíveis nas fichas eletrônicas abaixo.

O projeto “Hoje tem Espetáculo” é uma iniciativa de fomento da cultura circense, em espaços descentralizados da Capital cearense, atingindo variados públicos.

Serviço
Oficina de Introdução à Palhaçaria (inscrição)
Período de inscrições: 26/11 a 05/12
Período das aulas: 07 a 21/12, quartas e sextas-feiras
Horário: das 14h às 17h
Local: Biblioteca Cristina Poeta – R. Raimundo Ribeiro, 572 – Autran Nunes

Oficina de Parada de Mão (inscrição)
Período de inscrições: 26 a 29/11
Período das aulas: 03 a 07/12, de segunda a sexta-feira
Horário:14h às 17h
Local: Cuca Jangurussu – Av. Gov. Leonel Brizola, s/n - Jangurussu

Oficina de Iniciação ao Tecido acrobático e trapézio (inscrição)
Período de inscrições: 26 a 29/11
Período: 03 a 22/12, segundas, quartas e sextas-feiras
Horário: 14h às 16h
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro

Lira e tecido acrobático (para crianças e adolescentes de 10 a 16 anos) (inscrição)
Período de inscrições: 26 a 29/11
Período: 03 a 22/12, quartas e sextas-feiras
Horário: 8h às 10 e 14h às 16h
Local: Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU) – Av. Alberto Craveiro 222, Castelão

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Teatro da Vila das Artes promove, nesta quinta-feira (29/11), a roda de conversa “O Teatro Negro no Ceará”, das 18h30 às 21h. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

A roda de conversa é aberta e contará com a participação dos grupos Negragem, Nois de Teatro e Centro Ubuntu de Arte Negra (CUAN). O público-alvo são atores, estudantes, ativistas, dramaturgos e interessados em geral.

A atividade faz parte do curso “Negros e Negras no Teatro brasileiro”, ministrado pelo arte-educador e professor de teatro, Fernando Antônio Fontenele Leão. A formação já está no segundo módulo em andamento na Vila das Artes.

Roda de Conversa “O Teatro Negro no Ceará”
Data: 29/11 (quinta-feira)
Horário: das 18h30 às 21h
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove o espetáculo “Travessia: do ancestral ao curumim”, do Curso de Formação Básica em Dança, no Theatro José de Alencar. A apresentação ocorrerá nos dias 27 e 28 de novembro (terça e quarta-feira), às 19h, com entrada gratuita e entrega opcional de um quilo de alimento. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, administrado pelo Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

Dirigido por Valéria Pinheiro, “Travessia” fala das brincadeiras e experiências estéticas nos ritmos, corpo e voz da cultura popular cearense, onde a ancestralidade conversa com o curumim. “Fazer com que os alunos e alunas tenham cada vez mais contato com a nossa cultura por meio desse espetáculo é um grande presente”, revela Valéria.

Neste ano, serão 120 alunos no palco, orientados por nove professores e acompanhados por um grupo musical que proporcionará ao público a experiência da música ao vivo no espetáculo. Segundo a coordenadora da Escola Pública de Dança da Vila das Artes, Marina Carleial, a obra é um momento de muita riqueza e aprendizado para os alunos. “Vemos os espetáculos na escola Pública de Dança como mais uma estratégia pedagógica que engrandece nossos alunos e suas famílias. O resultado é sempre uma obra que nos emociona”, comenta Marina.

O Curso de Formação Básica em Dança possui seis anos de duração para crianças e jovens e está com inscrições abertas para nova turma em 2019. Em 2017, o curso formou sua primeira turma, apresentando o espetáculo “Lança”.

Ficha Técnica do espetáculo “Travessia: do ancestral ao curumim”
Dramaturgia e concepção: Valéria Pinheiro
Coreografia: Valéria Pinheiro, Gizele Patrício, Dayana Ferreira e Éder Soares
Ensaiadoras: Amanda Teixeira, Dandara Matos, Dayana Ferreira e Gizele Patrício
Professores colaboradores: Alda Pessoa, Angela Souza, Jorge Luiz Alves, Lenice de Sousa
Direção musical: Rodrigo Claudino
Banda: Guilherme Cunha (Flauta, Pífanos, percussão e vocal), Samira Carvalho (Vocal e Percussão), Matheus Ribeiro (Sanfona e vocal), Rodrigo Claudino (Viola Caipira, percussão e vocal), Valéria Pinheiro (Percussão e Voz), Dayana Ferreira (Calimba) e Eder Soares (Berimbau e percussão).
Arranjo e preparação do coral: Lenice de Sousa
Figurino: Evania Luz e Marina Carleial
Luz: Walter Façanha
Intérpretes: Alunos do 2º, 3º, 4º e 5º anos da Formação Básica em Dança da Vila das Artes

Serviço
“Travessia: do ancestral ao curumim”
Onde: Theatro José de Alencar – Rua Liberato Barroso, 525 – Centro
Quando: Dias 27 e 28/11 (terça e quarta-feira)
Horário: 19h
Acesso gratuito, por ordem de chegada, mediante lotação.

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Teatro da Vila das Artes divulga inscrições, nesta sexta-feira (16/11), para a oficina sobre jogos teatrais “Pedagogia do Teatro”. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

Ficha de inscrição

A atividade, que será ministrada pela atriz e acadêmica Vanéssia Gomes, segue com inscrições abertas até o dia 26 de novembro e será dividida em dois módulos de realização. O primeiro módulo (jogos, estudos e experimentos) acontecerá de 28/11 a 01/12 e de 03 a 05/12. Já o segundo módulo (prática) será nos dias 17, 18 e 19/12. Ambos os módulos serão das 18h às 21h.

A oficina busca vivenciar os métodos teatrais do Teatro do Oprimido e de Viola Spolin para contribuir com o trabalho prático de educadores, professores e artistas em sala de aula, procurando fomentar atividades artísticas e educativas.

Vanéssia Gomes é mestranda em Artes pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e atriz e diretora do Grupo Teatro de Caretas. Entre 2013 e 2016, foi consultora Unesco na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab).

Serviço
Oficina “Pedagogia do Teatro”
Período de Inscrição: 16 a 26/11
Módulo I: 28/11 a 01/12 e 03 a 05/12, das 18h às 21h
Módulo II: 17, 18 e 19/12, das 18h às 21h
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro

Publicado em Cultura
Página 1 de 13