A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes promove, neste mês de dezembro, mais duas ações referentes à programação do Cineclube Vila das Artes. As mostras "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria" apresentarão, ao todo, oito sessões, com exibições semanais de filmes e debates ao vivo transmitidos por meio do canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos Youtube.

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no YouTube

Os debates transmitidos ao vivo terão mediação dos curadores das mostras e contarão com a participação dos realizadores dos filmes de cada sessão e convidados. Confira mais abaixo o detalhamento da programação.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Periferias do Futuro
A mostra Periferias do Futuro tem curadoria de Erick Sousa e Armando Barbosa, produtores do coletivo cineclubista Entre Olhos. A mostra busca apresentar um recorte do panorama de documentários com periferias e populações étnicas, medindo reflexões sobre a representação das imagens étnicas, dos circuitos da cidade e do campo.

Segundo a curadoria, o objetivo é apresentar as implicações estéticas ocorridas com as "vetorizações da criação” dos processos produtivos dos filmes, indicando mudanças que se compõem com o passo da história cinematográfica para o futuro, apresentando novos autores, conjuntos e contextos de imagens que se enquadram a partir da relação familiar, comunitária e de vizinhança.

"A mostra intui um cinema do futuro como o cinema familiar, que estabelece relações comunitárias, antes de produzir filmes", explica Erick Sousa, um dos curadores. "Essas induções são vistas nas narrativas que decantam-se com os filmes apresentados que percorrem regiões do Brasil por um vetor estético de cinema que se constrói com os sujeitos afetivamente envolvidos no processo produtivo", complementa o curador Armando Barbosa

Fantasmagoria
A Mostra Fantasmagoria tem curadoria da produtora Emilly Guilherme, integrante do cineclube Comeram Minha Pipoca e do coletivo Cinemul. "A mostra procura projetar a linha invisível que liga o audiovisual e o imaginável", comenta a curadora.

Segundo Emilly, os filmes escolhidos investigam os cantos da mente e como ela exerce em rede a ligação entre imagens e significados. "É como em uma tiragem de Tarot, em que, com o passar do tempo, as ligações entre as cartas tiradas e os acontecimentos na vida de alguém são percebidas. Essa ligação invisível entre esses veículos imagéticos é a pura magia, notada seja por quem assiste filmes, seja por quem os monta, seja por quem se consulta pelo Tarot", complementa.

A mostra é composta por três sessões individuais, com a exibição de curtas-metragens seguidos de debates com realizadoras e convidadas, e uma sessão intitulada "Fantasmagoria", onde há liberdade curativa e criativa de montagem experimental entre os filmes.

Programação
Todos os filmes e debates são exibidos no canal da Vila da Artes no Youtube a partir das 17h do dia da sessão. Confira as datas e os filmes das duas mostras abaixo.

Mostra "Periferias do Futuro"

• Sessão 1 - Periferia do Futuro
- "Meninos Rimam", de Lucas Nunes (SP / Ficção / 2019 / 20min / 12 anos)
- "A Beira do Planeta Mainha Soprou a Gente", de Bruna Barros e Bruna Castro (MA / Documentário / 2020 / 14min / Livre)
- Debate com a produtora Karoline Nunes e a realizadora Bárbara Moura; mediação dos curadores
Data: Segunda-feira (29/11)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 2 - Ecologias Urbanas
- "Quintal Verde", de Felipe dos Santos (PE / Documentário / 2021 / 9min / Livre)
- "Pedras Não Flutuam", de Lara Ovídio (RN / 2019 / 8min / Livre)
- Debate com o realizador Felipe dos Santos e mediação dos curadores
Data: Terça-feira (30/11)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 3 - O Céu Está Caindo
- "Fôlego Vivo", de Juma Jandaíra e Associação dos Índios Cariris do Poço Dantas-Umari (CE / Documentário / 2021 / 25min / Livre)
- Debate com representantes da Associação dos Índios Cariris do Poço Dantas-Umari e mediação dos curadores
Data: Quarta-feira (01/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 4 - Periferia e Tradição
- "Princesa do Meu Lugar", de Pablo Monteiro (MA / Documentário / 16min / Livre)
- Debate com o realizador Alê Silva e mediação dos curadores
Data: Quinta-feira (02/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

Mostra "Fantasmagoria"

• Sessão 1
- "Nebulosa", de Noá Bonoba e Barbará Cabeça (CE / 2020 / P&B / 14min40)
- Debate ao vivo com Noá Bonoba
Data: Terça-feira (07/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 2
- "Ação Fantasmagórica à Distância", de Gabi Trindade (CE / 2021/ Colorido / 10min10)
- Debate ao vivo com Gabi Trindade
Data: Quarta-feira (08/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 3
- "Serpent Rain", de Denise Ferreira da Silva e Arjuna Neuman (Vancover, Noruega / 2016 / Colorido / 30min)
- Debate ao vivo com Kênia Freitas
Data: Quinta-feira (09/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 4
- "Sessão Fantasmagoria", de Emilly Guilherme (CE / 2021 / Colorido / 54min50)
- Debate ao vivo com Gabi Trindade, Noá Bonoba e Iago Barreto Soares
Data: Quinta-feira (10/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

Sobre os curadores
Erick Sousa e Armando Barbosa são realizadores audiovisuais, fotógrafos-documentarista e produtores da Entre Olhos, produtora coletiva que atua com comunicação popular, cinema, educação e produção cultural voltada para espaços das periferias desde 2014. O grupo se originou no Planalto Pici, em Fortaleza, e atualmente está presente também em diferentes periferias de Recife (PE), além de atuar em cidades interioranas do Ceará.

Emilly Guilherme é bacharel em audiovisual, curadora, cineclubista e produtora cultural. Integra o cineclube Comeram Minha Pipoca e o coletivo Cinemul: Cinema feito por Mulheres do Ceará. Desde 2019, começou a caminhada com os povos indígenas do Ceará e se tornou apoiadora do povo Anacé da Japuara. No processo, descobriu-se formadora audiovisual. Atualmente, coordena, cura e produz o projeto Cine Japuara – Luta Pela Terra.

Telas Abertas
As mostras "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria" são, respectivamente, a sexta e a sétima oriundas da convocatória Telas Abertas 2021, que selecionou propostas de curadoria de mostra de filmes com temática livre para compor a programação do Cineclube da Vila das Artes durante o período de junho a dezembro de 2021. Das sete vagas preenchidas, quatro se destinaram a proponentes residentes em Fortaleza e três a residentes em outras localidades do País.

Serviço
Cineclube Vila das artes – Mostras "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria"
Data: de 29/11 a 02/12 e de 07 a 10/12
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Publicado em Cultura

Arte gráfica

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes lança, nesta segunda-feira (01/11), o edital de seleção de participantes da sexta turma do Curso de Realização em Audiovisual. Uma das principais e mais antigas formações da Vila das Artes, o curso tem duração de dois anos e é inteiramente gratuito. As aulas terão início no mês de janeiro de 2022. O horário previsto é de 14h a 18h, de segunda-feira a sexta-feira. São ofertadas 40 vagas e as inscrições seguem abertas até 19/11.

Clique aqui para acessar o edital completo 
Clique aqui para acessar a ficha de inscrição 

Candidatos deverão apresentar o ensino médio completo e a idade mínima de 18 anos. O processo seletivo será realizado inteiramente de forma não-presencial. Confira as etapas do processo seletivo e a documentação necessária no edital.

Do total das vagas, 60% serão reservadas para estudantes que tenham cursado o Ensino Médio completo em Escola da Rede Pública de Ensino, ou participado de formações na Rede Cuca, bem como para cotas de ações afirmativas, como pessoas negras (pretas e pardas), quilombolas, ciganas, indígenas, trans (transexuais, transgêneros e travestis). As demais serão preenchidas pelo
público geral.

Você pode também acessar o regulamento, a ficha de inscrição e acompanhar todas as demais informações referentes às etapas posteriores do processo seletivo no endereço eletrônico www.institutoiracema.com/editais.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido em parceria pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) e pelo Instituto Cultural Iracema (ICI).

O curso
O Curso de Realização em Audiovisual da Vila das Artes é constituído por ciclos e cada um deles é composto por módulos, divididos nos seguintes eixos: histórico, teórico, linguagem, técnico, aproximativo e ateliê. O curso tem por objetivo atuar na formação de pessoas, incentivando o desenvolvimento de parâmetros artísticos e organizacionais próprios, bem como estimulando prioritariamente os projetos autorais que tenham como suporte os meios audiovisuais. São ofertadas 1.700 horas-aula de carga horária, com a chancela de extensão certificada pelo curso de Cinema e Audiovisual do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (ICA/UFC).

Cronograma
Inscrições: até 19/11, em www,institutoiracema.com/editais
Divulgação das inscrições confirmadas: 22/11
Análise de portfólios e videoapresentações: 23 a 29/11
Resultado Primeira Fase: 30/11
Divulgação dos horários das entrevistas: 03/12
Período de entrevistas: 06 a 10/12
Resultado Segunda Fase: 13/12
Recurso: 13/12
Resultado Final: 20/12
Matrícula e início das aulas: Janeiro de 2022

Serviço
Curso de Realização em Audiovisual da Vila das Artes – Inscrições Abertas
Inscrições: até 19/11, em www,institutoiracema.com/editais
Matrícula e início das aulas: Janeiro de 2022
Dúvidas: (85) 3105.1404 / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Vagas: 40
Idade mínima: 18 anos

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes promove, neste mês de novembro, mais duas ações referentes à programação do Cineclube Vila das Artes. As mostras "Videodançares" e "Narrativas-Encruzilhadas no Tempo Espiralar" apresentarão, ao todo, oito sessões, com exibições semanais de filmes e debates ao vivo, transmitidos por meio do canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos YouTube.

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no YouTube

Os debates transmitidos ao vivo terão mediação dos curadores das mostras e contarão com a participação dos realizadores dos filmes de cada sessão e convidados. Confira mais abaixo o detalhamento da programação.

A mostra "Narrativas-Encruzilhadas no Tempo Espiralar" reúne obras dos Cinemas Negros do Brasil dotadas de perspectivas decoloniais. Conforme explica Luan Jave, integrante do Viu&Review, coletivo que assina a curadoria da mostra, os filmes incorporam em suas narrativas o "tempo espiralar" e as "encruzilhadas", segundo os conceitos cunhados pela pesquisadora Leda Maria Martins. "Abordamos experiências temporais espiralares, as fissuras, os fragmentos, as memórias, as viagens nos tempos e as descontinuidades que se articulam em encruzilhadas sígnicas de corpos negros que atravessam os tempos", comenta o curador.

"As obras entrecruzadas elaboram distintos tipos de formas de contar: a performance, o experimental, o realismo fantástico, o afrofuturismo se constituem como cosmologias que recusam o ocidental", detalha Lina Cirino, também integrante do coletivo.

A mostra "Videodançares", por sua vez, busca um panorama artístico entre o vídeo e a dança, com trabalhos audiovisuais que dialogam com a produção artística e documental de videodança numa perspectiva de imagens expandidas do corpo para a câmera e para a tela. A curadoria dos filmes e a mediação dos debates é de Joubert Arrais, Liliane Luz e Sabina Colares.

"A palavra 'videodançares', que dá nome à mostra, é pensada como potência de tessituras, ambiências, pluralidades e hibridismos", explica Joubert Arrais, um dos curadores. "As sessões trazem subtítulos que cumprem o papel de provocação crítica para cada sessão temática e também se relacionam entre si, mobilizando observação, problematização e discussão com as questões da atualidade, sendo o corpo tratado como questão imagético-política", complementa Liliane Luz, também curadora.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
Todos os filmes e debates são exibidos no canal da Vila da Artes no YouTube a partir das 17h do dia da sessão. Confira as datas e os filmes das duas mostras abaixo.

Mostra "Narrativas-Encruzilhadas no Tempo Espiralar"

Sessão 1 - "Tempo Cura"
- Filmes: "Tempos Verbais" (2019 / 4min), de Ema Ribeiro; "Praia dos Tempos" (202 / 11min), de Luan Santos; e "Arco do tempo" (2019 / 17min), de Juan Rodrigues
- Exibições seguidas de debate com a curadoria e convidados
Data: Quarta-feira (03/11)

Sessão 2 - "Tempo Ruína"
- Filmes: "Ilha" (2018 / 96min / 16 anos), de Glenda Nicácio e Ary Rosa; e "A mulher no fim do mundo" (2019 / 20min), de Ana do Carmo
- Exibições seguidas de debate com a curadoria e convidados
Data: Quarta-feira (10/11)

Sessão 3 - Tempo Afro-Surreal
- Filmes: "Vida Nova Por Acaso" (1970 / 48min / 14 anos), de Odilon Lopez; e "Jorge" (2019 / 20min / 14 anos), de Jéferson
- Exibições seguidas de debate com a curadoria e convidados
Data: Quarta-feira (17/11)

Sessão 4 - Tempo Infinito
- "Preces precipitadas de um lugar sagrado que não existe mais" (2020 / 24min / 10 anos), de Rafael Luan e Mike Dutra; "Cartuchos de Super Nintendo em Anéis de Saturno" (2018 / 20min / 10 anos), de Leon Reis; e "Marvin.gif Parte II" (2020 / 4min), de Marvin Pereira
- Exibições seguidas de debate com a curadoria e convidados
Data: Quarta-feira (24/11)

Mostra "Videodançares"

Sessão 1 - "Corporresiliência"
- Filmes: "Sem ter o que dançar, foi se curar" (2021 / 23min), de Dudude e Thais Mol (MG); "Queda" (2020 / 6min), de Filipe Marsena e Marcelo Sena/Cia Etc (PE); "Erranças" (2015 / 20min), de Gabriela Santana e Tonlin Cheng (PE)
- Filmes seguidos por debate ao vivo com os realizadores dos filmes e mediação dos curadores Liliane Luz e Joubert Arrais
Data: Quinta-feira (11/11)

Sessão 2 - "Corpodistopia"
- Abertura da mostra, com os curadores Joubert Arrais, Liliane Luz e Sabina Colares
- Filmes: "Inferus" (2018 / 7min), de Débora Bittencourt (PE);
"Espiral – O futuro pode estar na sua frente ou às suas costas..." (2020 / 21min), de Rui Moreira (SP/MG/RS); "Orixá Cafuzo e outras divindades" (2019 / 22min), de Gerson Moreno e Cacheado Braga (CE)
- Filmes seguidos por debate ao vivo com os realizadores dos filmes e mediação de Joubert Arrais
Data: Sexta-feira (12/11)

Sessão 3 - "Corpopassagem"
- Filmes: "EntrePontosRiscados" (2020 / 6min), de Cacheado Braga, Gerson Moreno e Cia Balé Baião (CE); "Maxixe" (2010 / 10min), de Breno César e Cia Etc (PE); "O que tenho de você?" (2013 / 17min), de Sabina Colares (CE)
- Filmes seguidos por debate ao vivo com os realizadores dos filmes e convidados, mediação dos curadores Sabina Colares e Joubert Arrais
Data: Quinta-feira (18/11)

Sessão 4 - "Corpomovência"
- Filmes: "Exibição dos filmes Homem Torto" (2020 / 15min), de Eduardo Fukushima & Pedro Nishi (SP); "Engarrafada" (2019 / 47min), de Silvia Moura e Henrique Kardozo (CE)
- Filmes seguidos por debate ao vivo com os realizadores dos filmes e mediação dos curadores Joubert Arrais, Liliane Luz e Sabina Colares
Data: Quinta-feira (25/11)

Sobre os curadores
Viu&Review, coletivo responsável pela curadoria da mostra "Narrativas-Encruzilhadas no Tempo Espiralar", é um espaço virtual que produz críticas e reviews quinzenais de obras audiovisuais, disponibilizadas no endereço virtual https://medium.com/@viureview. O coletivo é composto por estudantes de cinema e audiovisual residentes do Recôncavo Baiano: Lina Cirino, Stephanie Sobral, Otávio Conceição, Hanna Lagoa, Ema Ribeiro, Marina Reis, André Malta, Luan Jave, Dante Gabriel, Luan Santos, João Guimarães, Anna Verena.

Já a mostra "Videodançares" tem a curadoria do professor, pesquisador e artista da dança Joubert Arrais; da bailarina, professora e pesquisadora Liliane Luz; e da pesquisadora e produtora cinematográfica Sabina Colares.

Telas Abertas
As mostras "Narrativas-Encruzilhadas no Tempo Espiralar" e "Videodançares" são, respectivamente, a quarta e a quinta mostras oriundas da convocatória Telas Abertas 2021, que selecionou propostas de curadoria de mostra de filmes com temática livre para compor a programação do Cineclube da Vila das Artes durante o período de junho a dezembro de 2021. Das sete vagas preenchidas, quatro se destinaram a proponentes residentes em Fortaleza e três a residentes em outras localidades do País.

Serviço
Cineclube Vila das artes – Mostras "Videodançares" e "Narrativas-Encruzilhadas no Tempo Espiralar"
Data: 03, 10, 11,12, 17, 18, 24 e 25/11
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes promove, neste mês de outubro, a mostra "Eu digo ‘não’ ao não: Filmes brasileiros desobedientes". A programação é inteiramente on-line e consiste em quatro sessões cineclubistas com exibições de filmes seguidas por debates ao vivo, a partir das 17h dos dias 25, 26, 27 e 28 deste mês, por meio do canal da Vila das Artes no Youtube.

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no YouTube

A curadoria dos filmes e a mediação dos debates são de Adriano Garrett. Os debates transmitidos ao vivo contam com a participação de realizadores dos filmes de cada sessão e convidados. Confira mais abaixo o detalhamento da programação.

O curador Adriano Garrett explica a proposta da mostra: "Vivemos numa época em que a naturalização dos mais variados tipos de violência é parte de nosso cotidiano. Médias móveis de mortes na casa dos milhares geram, quando muito, uma indignação contida, incapaz de abalar as estruturas de poder político e econômico. Diante desse estado de coisas, como o cinema pode servir como agente de desobediência, a partir não só da abordagem temática, mas também de suas escolhas formais?", indaga o curador.

Entre os filmes da sessão de estreia, encontra-se “Meio-Dia”, curta-metragem de Helena Solberg, realizado em 1970. Sobre a mostra, Garrett acrescenta: "A programação busca estabelecer um elo com o passado mal resolvido da ditadura civil-militar brasileira para, a partir daí, adentrar nas proposições de filmes brasileiros contemporâneos de curta, média e longa-metragem", descreve.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
Sessão 1 - Bandeiras
- Filmes: "Meio-Dia" (1970 / 10min / 12 anos), de Helena Solberg; "Retrato n.1 Povo acordado e suas 1000 bandeiras" (2013 / 4min / Livre), de Edu Ioschpe; "Conte Isso Àqueles que Dizem que Fomos Derrotados" (2018 / 22min / 12 anos), de Camila Bastos, Pedro Maia de Brito, Aiano Bemfica, Cristiano Araújo; "Primeiro de Maio com Mia" (2016 / 8min / Livre), de Ernesto de Carvalho
- Após os filmes, debate com o diretor Edu Ioschpe, o realizador Cristiano Araújo e a personagem Mia Aragão. A mediação é do curador Adriano Garrett
Data: Segunda-feira (25/10)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Sessão 2 - Cadeiras Empilhadas
- Filmes: "Kyoto" (2014 / 8min / Livre), de Deborah Viegas; "Impermeável Pavio Curto" (2018 / 21min / 12 anos), de Higor Gomes; "Aulas que Matei" (2018 / 23min / 14 anos) de Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia; "Ilhas de Calor" (2019 / 19min / 12 anos), de Ulisses Arthur; "Nada" (2017 / 27min / 12 anos), de Gabriel Martins
- Após os filmes, debate com os diretores Higor Gomes e Pedro B. Garcia. A mediação é do curador Adriano Garrett
Data: Terça-feira (26/10)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Sessão 3 - Espigões
- Filmes: "Vista Mar" (2008 / 12min / Livre), de Pedro Diógenes, Rodrigo Capistrano, Claugeane Costa, Henrique Leão, Rúbia Mércia e Victor Furtado; "Nova Dubai" (2014 / 50min / 18 anos), de Gustavo Vinagre
- Após os filmes, debate com convidados e mediação de Adriano Garrett
Data: Quarta-feira (27/10)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Sessão 4 - (Re)produção de Imagens
- Filmes: "Videomemoria" (2020 / 24min / 12 anos), de Aiano Bemfica e Pedro Maia de Brito; "Cadê Edson?" (2019 / 73min / 12 anos), de Dácia Ibiapina
- Após os filmes, debate com a pesquisadora Patricia Machado e com os diretores Aiano Bemfica e Dácia Ibiapina. A mediação é do curador Adriano Garrett Data: Quinta-feira (28/10)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Sobre o curador
Adriano Garrett é jornalista, crítico e pesquisador de cinema. É mestre em Comunicação Audiovisual pela Universidade Anhembi Morumbi, com dissertação sobre curadoria em festivais de cinema brasileiros contemporâneos. É também idealizador e editor do site Cine Festivais, que oferece desde 2013 um olhar diferenciado sobre o cinema independente contemporâneo, com especial atenção para a produção brasileira de curtas, médias e longas-metragens. É membro da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e tem textos publicados nos livros "Curta Brasileiro – 100 Filmes Essenciais", "Documentário Brasileiro – 100 Filmes Essenciais" e "Animação Brasileira – 100 Filmes Essenciais", todos organizados pela entidade. Também é autor de um dos capítulos do livro “Desaguar em cinema: documentário, memória e ação com o CachoeiraDoc” (Edufba, 2020). Ministra cursos livres sobre a produção contemporânea de curtas-metragens brasileiros.

Telas Abertas
A mostra "Eu digo ‘não’ ao não: Filmes brasileiros desobedientes" é a terceira oriunda da convocatória Telas Abertas 2021, que selecionou propostas de curadoria de mostra de filmes com temática livre para compor a programação do Cineclube da Vila das Artes durante o período de junho a dezembro de 2021. Das sete vagas preenchidas, quatro se destinaram a proponentes residentes em Fortaleza e três a residentes em outras localidades do País.

Serviço
Cineclube Vila das artes – Mostra "Eu digo ‘não’ ao não: Filmes brasileiros desobedientes"
Data: 25, 26, 27 e 28/10
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes recebe inscrições para interessados em participar do módulo "A Circulação de Filmes Independentes no Brasil", com Daniel Queiroz. A atividade é integrante do Curso de Realização em Audiovisual da escola.

Clique aqui para se inscrever

São ofertadas, ao todo, 10 vagas. Candidatos selecionados serão notificados por e-mail. As aulas ocorrerão de forma remota, por meio de videoconferências na plataforma Google Meet, nos dias 19 e 21 de outubro, das 16h às 18h. As inscrições devem ser realizadas até 14/10, por meio do preenchimento de ficha de inscrição on-line, disponível em www.linktr.ee/viladasartes.

O curso pretende discutir as diversas possibilidades de circulação da produção autoral e independente realizadas no Brasil em curta, média e longa metragem. "Além de apresentar e avaliar o desenvolvimento histórico e como o mercado de distribuição e exibição de filmes está estabelecido no país, a formação irá também propor a reflexão sobre novas possibilidades e caminhos, numa área que se encontra em grande transformação", explica Daniel Queiroz.

Sobre o público-alvo, Daniel explica: "O curso é especialmente útil para produtores e realizadores que planejam a carreira de suas obras, e para curadores e programadores interessados no desenvolvimento de projetos de difusão de filmes, abarcando tanto o circuito de mostras e festivais quanto as janelas tradicionais: cinema, tv e 'video on demand'".

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre o ministrante
Daniel Queiroz é diretor da distribuidora mineira Embaúba Filmes e da plataforma de streaming Embaúba Play. Iniciou sua trajetória no cinema atuando em um cineclube de Belo Horizonte (MG). Foi coordenador e programador de salas de cinema (Cine Humberto Mauro e Cine 104) e de mostras e festivais, como o Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte e a Semana de Cinema.

Curso de Realização em Audiovisual
Gratuito e com duração de dois anos, o Curso de Realização em Audiovisual é uma das principais formações da Vila das Artes. Por meio da Escola Pública de Audiovisual do equipamento, são ofertadas 1.700 h/a de carga horária, com a chancela de extensão certificada pelo curso de Cinema e Audiovisual do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (ICA/UFC). O curso é constituído por ciclos e cada um dele é composto por módulos, divididos nos seguintes eixos: histórico, teórico, linguagem, técnico, aproximativo e ateliê.

Serviço
Curso de Realização em Audiovisual: Módulo "A Circulação de Filmes Independentes no Brasil", com Daniel Queiroz – Inscrições para Ouvintes
Inscrições: até 14/10, em www.linktr.ee/viladasartes
Data de realização: 19 e 21 de outubro
Hora: das 16h às 18h
Local: Videoconferências por meio da plataforma Google Meet
Vagas: 10
Gratuito

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes abre inscrições para o curso on-line "Lab para vida: memórias dissidentes", com Naine Terena e Flávio Fêo. A atividade ocorrerá na semana de 18 a 22 de outubro, das 14h às 16h, por meio da plataforma de videoconferências Google Meet. Inscrições seguem até 14/10.

Clique aqui para se inscrever

O curso é um laboratório com carga horária de 20 horas-aula que oferecerá aos participantes a oportunidade de "se confrontarem com conceitos filosóficos e saberes originários, capazes de provocar em cada um, a reativação de suas memórias dissidentes, a fim de elaborar registros audiovisuais, para reconstituição e reelaboração dos próprios arquivos", explica Naine Terena, uma das ministrantes do curso.

O trabalho se desenvolverá em duas dimensões. "Primeiro, tornamos a memória uma contra memória, isto é, buscamos despertar a multiplicidade dos acontecimentos de sua passividade e ordenação habituais, onde encerram-se em fatos controlados e apagados", explica Flávio Feô, que ministra o curso com Naine. "Segundo, por meio da reativação da contra memória, buscamos um espaço de produção estética de si mesmo como antídoto aos mecanismos de controle e colonização das nossas subjetividades", complementa Flávio.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre os ministrantes
FLÁVIO FÊO é graduado em Filosofia pela UNIFAI – Centro Universitário Assunção (1998), tem especialização em Filosofia e Psicanálise pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2002) e mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2006). É doutor em Filosofia (2018), também pela PUC-PR, e tem experiência com ênfase em Filosofia Contemporânea. Atualmente é professor na Rede Pública de Ensino do Mato Grosso e na Faculdade Católica de Mato Grosso. Com Naine Terena, criou o "Paraskeué – Podcast para a vida".

NAINE TERENA DE JESUS é mestre em artes, doutora em educação e graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). Mulher do povo Terena, é pesquisadora, professora universitária, curadora e artista educadora. É organizadora da coletânea de escritores indígenas "Tempos" (2021) e foi uma das cinco finalistas do Jane Lombard Prize for Art and Social Justice (2019), pela Vera List Center for Art and Politics, de Nova York (EUA). Foi agraciada como Mestre da Cultura de Mato Grosso (2020/2021) e foi curadora da exposição "Véxoa – Nós sabemos", da Pinacoteca de SP, da Exposição Virtual "Rec-Tyty", com Sandra Benitez, Airton Krenak, Carlos Papá e Cristine Takuá. É docente da "Especialização em Gestão Cultural: Ampliação de Repertórios", do Instituto Itaú Cultural. É pesquisadora colaboradora no projeto Cultures of Anti-Racism in Latin America (CARLA), da Universidade de Manchester e no Labtecc/UFMT.

Serviço
Curso "Lab para vida: memórias dissidentes", com Naine Terena e Flávio Fêo
Inscrições: de 01 a 14/10, em www.linktr.ee/viladasartes
Data de Realização: 18 a 22/10
Hora: das 14h às 16h
Local: Plataforma de videoconferências Google Meet
Idade mínima: 18 anos
Vagas: 30

Publicado em Cultura

A Vila das Artes mantém, ao longo de todo o mês de julho, cursos, oficinas, aulas abertas, debates, sessões cineclubistas, entre outras ações especiais. A programação, promovida pelas Escolas Públicas de Audiovisual, de Dança, de Teatro e de Circo do complexo cultural, é inteiramente on-line, por meio de videoconferências ou transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Clique aqui para ver a programação completa
Clique aqui para se inscrever
Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no Youtube

Mileide Flores, diretora do Complexo Cultural Vila das Artes, reforça o convite: "O período de férias é por tradição um tempo de intensa atividade na Vila. Com a impossibilidade de realizar atividades presenciais de forma plena, lives e videoconferências seguem bombando em nossas plataformas virtuais, levando variadíssima programação artística e formativa, em Audiovisual, Circo, Dança e Teatro", descreve a diretora.

Confira abaixo os destaques da programação de férias de cada uma das Escolas Públicas do Complexo Cultural Vila das Artes.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Audiovisual
Segue com inscrições abertas até quarta-feira (21/07) o curso "Produção de Videoclipe", com Camila de Almeida. As aulas ocorrerão por meio de videoconferências, entre os dias 26 e 30/07, das 14h às 16h. A atividade é a última de uma série de 6 minicursos promovidos pelo Núcleo de Produção Digital (NPD) da Escola Pública de Audiovisual. Estão sendo trabalhados temas variados, como correção de cor, finalização de som, direção, preservação audiovisual, entre outros.

Já o Cineclube Vila das Artes segue com a mostra cineclubista "Habitando Margens e Fronteiras". Todas as quintas-feiras, o canal da Vila no Youtube promove sessões com exibição on-line e gratuita de filmes, seguidos por debates ao vivo. A curadoria é da cineasta carioca Raquel Gandra.

Circo
A Escola Pública de Circo da Vila das Artes realiza, em julho, as oficinas da ação "Viva o Circo Hoje – Programa Especial de Fomento à Cadeia do Circo". Doze oficinas já se encontram em andamento e outras 11 seguem com inscrições abertas até esta sexta-feira (16/07). Ao todo, 43 minicursos, com cargas-horárias de 20h ou de 40h, serão ofertados pela escola.

São cursos sobre musicalidade, contorcionismo, produção cultural, direitos culturais, práticas de equilíbrio, criação cenográfica, bufonaria, figurino e diversos outros temas.

Dança
A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove, ao longo de todo o mês de julho, o Programa de Aulas Abertas "Edição Ceará". Especialmente desenvolvido para o período de férias, o programa conta com 16 cursos ministrados por importantes nomes da dança cênica do Estado.

Cada curso consiste em três encontros on-line. O primeiro é aberto ao público e ocorre por meio de uma live no canal da Vila das Artes no YouTube. As outras duas aulas ocorrem por meio de videoconferências na plataforma Google Meet. Para participar delas, é preciso estar inscrito no curso.

Teatro
Segue com inscrições abertas até esta sexta-feira (16/07), a atividade "Oficina de Sombra: Dispositivo para Carimbar Paisagens Efêmeras", com Tatiane Sousa. Aulas por videoconferência ocorrerão de 19 a 29/07, das 9h às 11h.

Outras oito atividades on-line já se encontram em andamentos: a ação "Férias na Vila – Teatro", com cinco oficinas ofertadas para crianças e adolescentes, com idade entre 8 e 14 anos; e a ação "Cursos Livres – Teatro", com três oficinas destinadas ao público estudante de dramaturgia, e profissionais e entusiastas da arte teatral.

Serviço
Programação de Férias da Vila das Artes
Veja a programação completa
Inscrições em www.linktr.ee/viladasartes
Gratuito

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes recebe inscrições para o curso "Produção de Videoclipe". As aulas terão a condução de Camila de Almeida e ocorrerão por meio de videoconferências na plataforma Google Meet, entre os dias 26 e 30 de julho, das 14h às 16h. As inscrições devem ser realizadas até o dia 21 de julho, por meio do preenchimento de ficha de inscrição on-line disponível em www.linktr.ee/viladasartes.

Clique aqui para se inscrever

O curso visa mostrar a produção audiovisual de videoclipes com seus formatos e linguagens, referências de produções e diretores, elaboração de roteiro, produção e gravação, montagem, finalização, e regulamentação pela Ancine. Também serão investigados os processos de reflexão e criação na forma teórica.

A atividade é a sexta e última a ser lançada da série de cursos livres previstos para o mês de julho, promovidos pelo Núcleo de Produção Digital da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes. A lista de participantes será divulgada no dia 23 de julho. Os selecionados serão notificados por e-mail.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre a ministrante
Camila de Almeida é publicitária, fotógrafa e diretora de fotografia há 9 anos. Atualmente, sócia da produtora audiovisual Estúdio Voa, segue fazendo trabalhos em videoclipes, documentários e institucionais, trabalhando com artistas como Anitta e Silva.

Sobre o NPD
Criado em novembro de 2006, o Núcleo de Produção Digital (NPD) é um programa de apoio à realização em audiovisual que visa a democratização da atividade por meio da realização de cursos livres, convocatórias, oficinas e palestras; e do empréstimo de equipamentos de câmera, som, iluminação e ilha de edição para a realização de produções autorais.

Serviço
Curso “Produção de Videoclipe", com Camila de Almeida – Inscrições Abertas
Inscrições: até 21/07, em www.linktr.ee/viladasartes
Data de realização: de 26 a 30/07
Hora: das 14h às 16h
Local: Videoconferências por meio da plataforma Google Meet
Gratuito

Publicado em Cultura

A Vila das Artes desenvolve, ao longo de todo o mês de julho, extensa programação especial de férias. São cursos, oficinas, aulas abertas, debates, sessões cineclubistas, entre outras ações especiais, promovidas pelas Escolas Públicas de Audiovisual, de Dança, de Teatro e de Circo do complexo cultural. As atividades são todas on-line, realizadas por meio de videoconferências ou transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Clique aqui para acessar a programação completa e detalhada
Clique aqui para se inscrever nas atividades com inscrições abertas

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no Youtube

Mileide Flores, diretora do Complexo Cultural Vila das Artes, ressalta que o mês de férias já é por tradição um período de intensa atividade. "É importante reservar um bom estoque de pipoca e água, separar caneta e caderno para anotações, pois a sala de casa vai se transformar em estúdio, sala de aula, picadeiros e palcos, conforme for a ação escolhida! Venha conferir o que as escolas públicas da Vila prepararam para você", convida Mileide.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Confira abaixo os destaque da programação de férias de cada uma das escolas públicas integrantes da Vila das Artes.

Circo
A Escola Pública de Circo da Vila das Artes realiza, em julho, as oficinas da ação "Viva o Circo Hoje – Programa Especial de Fomento à Cadeia do Circo". Doze oficinas já se encontram com inscrições abertas até este sábado (10/07) e novas atividades abrirão inscrições ao longo das próximas semanas, sempre às segundas-feiras. Ao todo 43 minicursos com carga-horária 20h ou 40h, serão ofertados pela escola.

São cursos sobre musicalidade, contorcionismo, produção cultural, direitos culturais, práticas de equilíbrio, criação cenográfica, bufonaria e diversos outros temas. As fichas de inscrições estão disponíveis em www.linktr.ee/viladasartes. Os participantes das oficinas serão notificados por e-mail quanto à participação nas aulas. Confira aqui a programação detalhada.

Dança
A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove, ao longo de todo o mês de julho, o Programa de Aulas Abertas "Edição Ceará". Especialmente desenvolvido para o período de férias, o programa conta com 16 cursos ministrados por importantes nomes da dança cênica do Estado.

Interessados poderão participar de cursos conduzidos por Alysson Amancio, Graça Martins, Tiago Monteiro, Gerson Moreno, Juliana Passos, Lourdes Macena, Katiana Pena e Wilemara Barros.

Cada curso consiste em três encontros on-line. O primeiro é aberto ao público e ocorre por meio de uma live no canal da Vila das Artes no YouTube. As outras duas aulas ocorrem por meio de videoconferências na plataforma Google Meet. Para participar delas, é preciso estar inscrito no curso.

As fichas de inscrições estão disponíveis em www.linktr.ee/viladasartes. Os participantes dos cursos serão notificados por e-mail quanto à participação nas aulas. Confira aqui a programação detalhada.

Audiovisual
A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes também mantém programação especial durante todo o mês de julho. Novos cursos on-line abrem inscrições a cada semana e todas as quintas-feiras ocorre mais um sessão do Cineclube Vila das Artes, com exibição de filmes on-line seguidos por debates ao vivo, com transmissão ao vivo por meio do canal da Vila das Artes no Youtube.

A mostra "Habitando Margens e Fronteiras" é a segunda oriunda da convocatória Telas Abertas 2021, chamada pública da Escola Pública de Audiovisual que selecionou propostas de curadoria de mostra de filmes com temática livre para compor a programação do Cineclube da Vila das Artes durante o período de junho a dezembro de 2021. A curadoria é da cineasta carioca Raquel Gandra.

A programação conta também com 6 minicursos promovidos pelo Núcleo de Produção Digital (NPD) da escola. São trabalhados temas variados, como correção de cor, finalização de som, direção e roteiro, produção de videoclipes, entre outros. A cada semana, uma nova atividade abre inscrições. As aulas ocorrerão de forma remota, por meio de videoconferências na plataforma Google Meet.

Por fim, há ainda a abertura de vagas para ouvintes nos módulos do Ciclo "Imagem e Narrativa", do Curso de Realização em Audiovisual da Escola Pública de Audiovisual, uma das principais formações da Vila das Artes.

As fichas de inscrições estão disponíveis em www.linktr.ee/viladasartes. Os participantes das ações serão notificados por e-mail quanto à participação nas aulas. Confira aqui a programação detalhada.

Teatro
A Escola Pública de Teatro da Vila das Artes promove oficinas on-line para diversas idades neste mês de julho. A ação "Férias na Vila – Teatro" realiza cinco oficinas ofertadas para crianças e adolescentes, com idade entre 8 e 14 anos. Na ação "Cursos Livres – Teatro", mais quatro oficinas são ofertadas, destinadas ao público estudante de dramaturgia, profissionais e entusiastas da arte teatral. As aulas serão realizadas por meio de videoconferências e as inscrições devem ser realizadas até sábado (10/07). Confira aqui a programação detalhada.

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes recebe inscrições para interessados em participar do módulo "Cinema e Educação", integrante do Curso de Realização em Audiovisual. Com mediação de Clarisse Alvarenga, as aulas ocorrerão de forma remota, por meio de videoconferências na plataforma Google Meet, entre os dias 12 e 16 de julho, das 16h às 18h. As inscrições devem ser realizadas até sexta-feira (09/07), por meio do preenchimento de ficha de inscrição on-line.

Clique aqui para se inscrever

O curso pretende discutir poéticas e pedagogias do cinema nas mediações audiovisuais. "Para isso, propõe a inserção efetiva do audiovisual no cotidiano das experiências estéticas, atividades profissionais e práticas culturais dos e das participantes. Serão oportunizadas situações para que possam elaborar seus próprios processos de criação e metodologias com o objetivo de subsidiar as suas práticas nos dias de hoje", explica a facilitadora do curso, Clarisse Alvarenga. "Ao final, pretende-se formular novas maneiras de se produzir conhecimento coletivamente por meio das imagens", complementa Clarisse.

O resultado será divulgado na manhã de segunda-feira (12/07). Candidatos selecionados serão notificados por e-mail.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre a ministrante
Clarisse Alvarenga é professora adjunta na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerai (UFMG), onde atua na interface entre as áreas da Comunicação Social e da Educação. Pesquisa os seguintes temas: cinema brasileiro, documentário, TVs comunitárias, vídeo popular, audiovisual comunitário, oficinas de vídeo, cinema e educação, formação audiovisual e pedagogias do cinema, tendo atenção especial ao cinema ameríndio brasileiro. Coordena o Laboratório de Práticas Audiovisuais (Lapa), projeto de pesquisa e extensão voltado para a formação audiovisual. Entre os filmes que dirigiu estão os longas-metragens "Ô, de casa!" (2007) e "Homem-peixe" (2017). É autora do livro "Da cena do contato ao inacabamento da história" (Edufba, 2017). Em 2016, sua tese de Doutorado foi agraciada com o prêmio Eduardo Peñuela Cañizal de Melhor Tese, concedido pela Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação Social (Compós).

Curso de Realização em Audiovisual
Gratuito e com duração de dois anos, o Curso de Realização em Audiovisual é uma das principais formações da Vila das Artes. Por meio da Escola Pública de Audiovisual do equipamento, são ofertadas 1.700 h/a de carga horária, com a chancela de extensão certificada pelo curso de Cinema e Audiovisual do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (ICA/UFC). O curso é constituído por ciclos e cada um dele é composto por módulos, divididos nos seguintes eixos: histórico, teórico, linguagem, técnico, aproximativo e ateliê.

Serviço
Curso de Realização em Audiovisual: Módulo "Cinema e Educação", com Clarisse Alvarenga – Inscrições para Ouvintes
Inscrições: até sexta-feira (09/07), em www.linktr.ee/viladasartes
Data de realização: 12 a 16/07
Hora: das 16h às 18h
Local: Videoconferências por meio da plataforma Google Meet
Vagas: 10
Gratuito

Publicado em Cultura
Página 1 de 9