16 de outubro de 2017 em Social

Prefeitura inicia 4º ciclo do Programa Famílias Fortes

A programação é dividida em sete encontros semanais de duas horas de duração


programafamiliasfortes
Os encontros ocorrem semanalmente nos CRAS municipais

As atividades do Programa Famílias Fortes (PFF), aplicadas pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogras) e da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), começam nesta terça-feira (17/10), nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). A iniciativa chega ao seu quarto ciclo e atenderá adolescentes e respectivas famílias em situação de vulnerabilidade social. Tem como objetivo fortalecer vínculos familiares para reduzir conflitos e prevenir o uso de drogas.

“O núcleo familiar é um espaço fundamental para realizar a prevenção ao uso de drogas. Os diálogos abertos e construtivos entre pais e filhos são essenciais para a boa convivência em casa”, explica Patricia Studart, coordenadora adjunta da CPDrogas. Ela ainda ressalta a importância do convívio familiar e do desenvolvimento das relações de afetividade. “A partir desses fatores, é possível reduzir a agressividade e comportamentos de isolamento social”, ressalta.

Neste ciclo os encontros ocorrem nos CRAS do Bom Jardim, Quintinho Cunha, Antônio Bezerra e Messejana e contemplarão 45 pais/responsáveis e 75 crianças/adolescentes.

Encontros

Com uma programação dividida em sete encontros semanais de duas horas de duração, o PFF funciona na primeira hora com dois grupos, um com os adolescentes de 10 a 14 anos e outro com os familiares desses jovens. Em um segundo momento, os dois grupos são reunidos e debatem juntos os temas discutidos na atividade anterior.

A metodologia é baseada na premissa de que as crianças se saem melhor em seu desenvolvimento social quando as famílias são capazes de estabelecer limites e regras de convivência, além de expressar afeto e dar apoio adequado ao longo do desenvolvimento das crianças e adolescentes.

De acordo com a profissional de refrência da SDHDS, Vanusa Alves, o programa possui uma série de ações preventivas voltadas para o fortalecimento das famílias, de forma que essas famílias possam lidar melhor com os conflitos, dando suporte mútuo de afeto, mas sem abrir mão dos limites necessários. “Os efeitos positivos do projeto são percebidos a médio/longo prazo do desenvolvimento desses jovens. Compreender como o projeto colabora para o dizer “não” às drogas está implícito quando esses pais e filhos passam a dialogar e ter um relacionamento de respeito, amor e limites”, explica.

Capacitação

Os profissionais que aplicam este programa passaram por uma reciclagem, por meio das formadoras federais em setembro/2017.

O que é o Programa Famílias Fortes (PFF)?

Famílias Fortes é um dos programas selecionados pelo Governo Federal, que, na literatura científica internacional, mostraram resultados positivos associados a adiar e evitar o primeiro uso de substâncias psicoativas, além de reduzir o grau de abuso de álcool, tabaco e outras drogas entre o público a que se dirige.

Criado por pesquisadores da Universidade de Utah, EUA, na década de 80, o Programa Famílias Fortes foi adaptado pela Oxford Brookes University, do Reino Unido, e chegou ao Brasil adaptado para nossa realidade em 2013. Fortaleza foi a primeira capital do Nordeste a aderir ao programa, em 2014.

Retrospectiva

De 2014 a 2016 o programa atingiu cerca de 153 famílias e 191 crianças/adolescentes.

Calendário 

17 a 20/10 1º encontro
23 a 27/10 2º encontro
30/10 a 03/11 3º encontro
30/10 a 03/11 Encontro de monitoramento com as formadoras Fiocruz
06 a 10/11 4º encontro
13 a 17/11 5º encontro
20 a 24/11 6º encontro
27/11 a 01/12 7º encontro
04 a 08/12 Encontro de finalização com as formadoras Fiocruz

Atividades
CRAS Quintinho Cunha, terças-feiras, às 9h
CRAS Antônio Bezerra, quintas-feiras, às 9h
CRAS Bom Jardim, sextas-feiras, às 8h
CRAS Messejana, sextas-feiras, a definir

Prefeitura inicia 4º ciclo do Programa Famílias Fortes

A programação é dividida em sete encontros semanais de duas horas de duração

programafamiliasfortes
Os encontros ocorrem semanalmente nos CRAS municipais

As atividades do Programa Famílias Fortes (PFF), aplicadas pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogras) e da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), começam nesta terça-feira (17/10), nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). A iniciativa chega ao seu quarto ciclo e atenderá adolescentes e respectivas famílias em situação de vulnerabilidade social. Tem como objetivo fortalecer vínculos familiares para reduzir conflitos e prevenir o uso de drogas.

“O núcleo familiar é um espaço fundamental para realizar a prevenção ao uso de drogas. Os diálogos abertos e construtivos entre pais e filhos são essenciais para a boa convivência em casa”, explica Patricia Studart, coordenadora adjunta da CPDrogas. Ela ainda ressalta a importância do convívio familiar e do desenvolvimento das relações de afetividade. “A partir desses fatores, é possível reduzir a agressividade e comportamentos de isolamento social”, ressalta.

Neste ciclo os encontros ocorrem nos CRAS do Bom Jardim, Quintinho Cunha, Antônio Bezerra e Messejana e contemplarão 45 pais/responsáveis e 75 crianças/adolescentes.

Encontros

Com uma programação dividida em sete encontros semanais de duas horas de duração, o PFF funciona na primeira hora com dois grupos, um com os adolescentes de 10 a 14 anos e outro com os familiares desses jovens. Em um segundo momento, os dois grupos são reunidos e debatem juntos os temas discutidos na atividade anterior.

A metodologia é baseada na premissa de que as crianças se saem melhor em seu desenvolvimento social quando as famílias são capazes de estabelecer limites e regras de convivência, além de expressar afeto e dar apoio adequado ao longo do desenvolvimento das crianças e adolescentes.

De acordo com a profissional de refrência da SDHDS, Vanusa Alves, o programa possui uma série de ações preventivas voltadas para o fortalecimento das famílias, de forma que essas famílias possam lidar melhor com os conflitos, dando suporte mútuo de afeto, mas sem abrir mão dos limites necessários. “Os efeitos positivos do projeto são percebidos a médio/longo prazo do desenvolvimento desses jovens. Compreender como o projeto colabora para o dizer “não” às drogas está implícito quando esses pais e filhos passam a dialogar e ter um relacionamento de respeito, amor e limites”, explica.

Capacitação

Os profissionais que aplicam este programa passaram por uma reciclagem, por meio das formadoras federais em setembro/2017.

O que é o Programa Famílias Fortes (PFF)?

Famílias Fortes é um dos programas selecionados pelo Governo Federal, que, na literatura científica internacional, mostraram resultados positivos associados a adiar e evitar o primeiro uso de substâncias psicoativas, além de reduzir o grau de abuso de álcool, tabaco e outras drogas entre o público a que se dirige.

Criado por pesquisadores da Universidade de Utah, EUA, na década de 80, o Programa Famílias Fortes foi adaptado pela Oxford Brookes University, do Reino Unido, e chegou ao Brasil adaptado para nossa realidade em 2013. Fortaleza foi a primeira capital do Nordeste a aderir ao programa, em 2014.

Retrospectiva

De 2014 a 2016 o programa atingiu cerca de 153 famílias e 191 crianças/adolescentes.

Calendário 

17 a 20/10 1º encontro
23 a 27/10 2º encontro
30/10 a 03/11 3º encontro
30/10 a 03/11 Encontro de monitoramento com as formadoras Fiocruz
06 a 10/11 4º encontro
13 a 17/11 5º encontro
20 a 24/11 6º encontro
27/11 a 01/12 7º encontro
04 a 08/12 Encontro de finalização com as formadoras Fiocruz

Atividades
CRAS Quintinho Cunha, terças-feiras, às 9h
CRAS Antônio Bezerra, quintas-feiras, às 9h
CRAS Bom Jardim, sextas-feiras, às 8h
CRAS Messejana, sextas-feiras, a definir