oficinagestantes
A atividade realizada com a mães consistia em construir, individualmente, porta-retratos

A Prefeitura de Fortaleza promoveu ação de prevenção com grupo de gestantes atendidas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Municipal. O tema abordado foi a importância dos momentos em família para o desenvolvimento de uma criança, proporcionando a construção de um ambiente mais harmônico e saudável no convívio familiar. A ação ocorreu nesta sexta-feira (30/11), por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas, no Cras Praia do Futuro.

De acordo com a assistente social da CPDrogas, Patricia Silva, a oficina discutiu, diretamente, a importância da família, da convivência e dos momentos juntos, sabendo que, a família é a influência mais poderosa para o desenvolvimento da personalidade e do caráter do cidadão. “É por meio de oficinas lúdicas que buscamos trabalhar a prevenção ao uso de drogas. A ideia é que essas futuras mães compreendam o valor do diálogo, da escuta que elas deverão ter no desenvolvimento de seus filhos para que a longo prazo eles possam ter dentro de casa um ambiente fortalecido”, explica.

A atividade realizada com a mães consistia em construir, individualmente, porta-retratos. Na construção, a equipe de profissionais da CPDrogas debateu o tema central, estimulando os pais/responsáveis a pensar em algo que possam fazer junto com seus filhos. A gestante J.E.de Sousa, participante da oficina, afirma que nos dias de hoje, com tantos afazeres, ocasionalmente nos esquecemos de dar um abraço no filho ou termos momentos de afeto e atenção. “A construção desses simples porta-retratos nos faz refletir da importância do aconchego familiar”, disse e frisou “vou buscar após o nascimento do meu filho cultivar momentos como esse”. Após a finalização dos porta-retratos cada mãe teve a oportunidade de ter aquele momento registrado e receberam na hora sua foto.

A ação faz parte das ações de prevenção e conscientização ao uso de drogas com mulheres, realizadas por meio de atividade lúdicas e rodas de conversas sobre as habilidades sócias, nesta atividade foi trabalhada as relações interpessoais, pensamento crítico e a empatia. Está previsto para acontecer a mesma oficina no Cras Bom Jardim (07/12) e no Cras Messejana (18/12).

Publicado em Social
diadascriançasregional
Cerca de 100 crianças participaram da comemoração

Na tarde desta terça-feira (23/10), a Comissão do Comitê intersetorial da Rede de Cuidados da Regional II, constituído pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas), Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci - Programa Rede Aquarela) e da Organização Não-Governamental Instituto Terre des hommes Brasil (Tdh) promoveram uma programação especial alusiva ao Dia das Crianças para cerca de 100 alunos das escolas municipais Berlamina Campos e Aída Santos, além de crianças e adolescente atendidos pela Associação Amigos em Missão (AMI). A comemoração ocorreu no Centro de Inclusão Tecnológico e Social (CITS), localizado no bairro Vicente Pinzon.

A criançada pode participar de várias atividades, como pintura de rosto, contação de estórias, oficina de dobraduras, além de brincar com jogos interativos, comer pipoca e participar do sorteio de brindes. Houve ainda a reprodução do filme 'Divertidamente', que conta a historia de uma garota de 11 anos que passa por mudanças e precisa conviver com suas emoções.

De acordo com a orientadora educacional da escola Berlamina Campos, Ana Eline, é sensacional momentos como estes para as crianças, pois elas podem trabalhar a criatividade, a sociabilidade, a evasão de sentimentos, e o contato com a comunidade. "A busca intersetorial da Rede em proporcionar tais atividades reflete que não estamos trabalhando individualmente, afinal, temos objetivos em comum, e hoje percebemos o fortalecimento dessa relação, principalmente, do cuidado com nossas crianças", disse.

Para Josiberto Oliveira, do Programa Rede Aquarela da Funci, as articulações que vem sendo realizadas pelo Comitê, demonstra que a Rede trabalha para além do âmbito de suas políticas. "Como estamos no mês das crianças, pensamos em proporcionar atividades lúdicas, desenvolvendo o imaginário e explorando o mundo ao redor deles", pontuou.

Para Steffany, 11 anos, a tarde proporcionou muitos risos e novos amigos. Ela ainda revela que aprendeu a fazer flores com papel e irá presentear a mãe quando chegar em casa. Nesta quinta-feira (25/10), a partir das 14h, a escola estadual Matias Beck, receberá as escolas municipais Torres de Melo e Aída Santos com os alunos do Ensino Fundamental II, eles contarão com está programação especial do Dia das Crianças.

O Comitê da Regional II reúne-se mensalmente, integrando diversos atores do território para apresentar programas e/ou ações que estão sendo desenvolvidas no bairros pelas instituições com a finalidade dos profissionais e comunidade se apropriarem das potencialidades existentes na Rede de Cuidado do Município.

 

Publicado em Gestão
encerramentofamiliascrasbomjardim
Os encontram ocorreram às sextas-feiras, na sede do equipamento

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) encerrou, nesta sexta-feira (19/10), as oficinas previstas do Projeto Prevenção em Família no Cras Bom Jardim. Ao todo, foram sete encontros semanais, com pais e/ou responsáveis com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses de idade como uma ferramenta de cuidado e prevenção às famílias. A iniciativa é do Governo do Estado, por intermédio da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD). No encontro, os participantes dialogaram sobre suas experiências e aprendizados, construíram o portfólio das oficinas, e por fim receberam o certificado do projeto.

Para Jane Silva, 31 anos, mãe de dois filhos, as oficinas a fizeram perceber o quanto o diálogo é uma ferramenta importante e como gera um resultado eficiente nos momentos de impor limites com os filhos. Ela revela que antes não sabia conversar e sua paciência era curta, já hoje consegue ter uma interação mais saudável com os filhos. “Sou muito grata pelo aprendizado, a cada semana fui para casa e colocava em prática os ensinamentos discutidos”, disse.

Para a aplicadora da CPDrogas, Viviany Belchior, foi muito gratificante participar do projeto e poder ver as famílias mudarem seus comportamentos na educação dos seus filhos de forma mais afetuosa, compreendendo que, para educar, é necessário amor e limites. “Ouvi todos os relatos dos participantes nesse último encontro e percebi que as famílias aprenderam que o diálogo gera um maior resultado na educação dos filhos, além da questão da autoestima de si próprios os fizeram melhorar como pais”, pontuou.

O encerramento contou com a presença da coordenadora do projeto Prevenção em Família, da SPD, Ercília Holanda. Os Cras da Praia do Futuro e do Serviluz iniciaram a programação de oficinas esta semana com muito entusiasmo. As sete oficinas serão aplicadas às quartas-feiras, das 9h às 10h, e as sextas-feiras, das 14h às 15h.

Publicado em Social

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas), apoiará o Ministério da Saúde e a Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) do Estado do Ceará na realização de pesquisa sobre os programas de prevenção ao uso de drogas #Tamojunto e Jogo Elos. Pesquisa ocorreá no decorrer de 2019, em Fortaleza. 

Os programas já foram aplicados nas escolas municipais entre os anos de 2013 a 2016 e contemplaram 5.649 alunos. Recentemente, eles passaram por adaptações. A nova versão do Jogo Elos será desenvolvida em sete escolas da rede pública municipal. Já a versão atualizada do #Tamojunto atingirá entre 10 e 14 escolas. Concluída essas fases, a pesquisa será implementada. O intuito é verificar a efetividade dos programas de prevenção junto ao público-alvo. O estudo também será realizado em São Paulo-SP e Brasília-DF. A partir do resultado da pesquisa, os programas poderão passar por novas adaptações e, posteriormente, serem expandidos.

O coordenador adjunto da CPDrogas, Erasmo Lenz, explica que o programa fortalece diversos fatores de proteção, como bem-estar psicológico e bom relacionamento com os pais, que tornam os alunos menos vulneráveis ao uso de drogas e a outros comportamentos negativos. “Ouvimos muitos relatos positivos dos profissionais que aplicaram os programas nas escolas e isso nos motiva a retomar esses programas no ambiente escolar”, pontuou.

Jogo Elos
É uma atividade lúdica realizada para crianças de 6 a 10 anos. Desenvolve noções de socialização e de respeito a si e aos outros. O programa contribui para a produção de um ambiente harmônico, que estimula a troca e a cooperação entre alunos de professores, favorecendo o aprendizado e o desenvolvimento das habilidades sociais.

#Tamojunto
Destinado para adolescentes de 13 e 14 anos, visa a despertar habilidades e recursos específicos para que os estudantes possam lidar com influências sociais, adquirindo conhecimentos sobre drogas e suas consequências para a saúde.

Publicado em Social
prevençaoemfamilianocras
Nesta quinta-feira (06/09), os encontros acontecem às 9h nos Cras Messejana, Bom Jardim e Canindezinho

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) e da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), está dando continuidade as oficinas do Projeto Prevenção em Família. A iniciativa é do Governo do Estado, por intermédio da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD). Nesta quinta-feira (06/09), a terceira oficina que envolve pais e/ou responsáveis com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses de idade vai abordar a importância dos momentos em família, incentivando-o a descobrir e proporcionar ocasiões de interação e afeto.

No total, são sete oficinas com encontros semanais com duração de uma hora. Os encontros são conduzidos por facilitadoras da CPDrogas, recentemente capacitadas para atuar no projeto. Segundo Anayara Melo, profissional que facilita no CRAS da Messejana, esse é um momento primordial para os participantes, pois a família é a influência mais forte para o desenvolvimento da personalidade e do caráter do cidadão. “É nesse fase que a criança começa a construir sua personalidade, por isso os pais precisam observar, dar atenção, afeto e limites”, explica.

Uma das metodologias utilizadas nos encontros são dinâmicas lúdicas que promovem a reflexão dos ensinamentos da oficina. De acordo com a coordenadora do Cras Bom Jardim, Sabrina Gomes, a aplicação do projeto colabora para amenizar as vulnerabilidades sociais enfrentadas pelas famílias. “Espero que as famílias que foram selecionadas aproveitem ao máximo a oportunidade e possam absorver a metodologia e usufruir no cotidiano, assim conseguirão promover grandes transformações”, pontuou.

 

Publicado em Social
crasbomjardim
A segunda oficina teve como tema o estímulo e reconhecimento das atitudes positivas dos filhos

A segunda oficina do Projeto Prevenção em Família aconteceu quinta e sexta-feira (30 e 31/08), nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da Messejana, Canindezinho e Bom Jardim. As atividades do projeto são executadas pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) e da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS). O projeto envolve famílias com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses de idade.

A segunda oficina teve como tema o estímulo e reconhecimento das atitudes positivas dos filhos. No CRAS do Bom Jardim, o momento foi coordenado pela profissional Viviany Belchior da CPDrogas, tendo como objetivo auxiliar os pais e/ou responsáveis a compreender a importância do elogio e as modificações que tal comportamento promove.

Cada participante levou para casa uma tabela de pontos para ser trabalhada ao longo da semana com as crianças objetivando a mudança de comportamento. Em seu depoimento, Linaura Ribeiro, 47 anos, avô de duas crianças disse estar gostando das oficinas, pois vem aprendendo a dar direcionamentos a determinadas situações cotidianas. “É uma idade de descobertas, estou buscando aprender e repassar para eles”, disse.

Na próxima quinta-feira (06/09), acontece o terceiro encontro, tendo início 9h, nos Cras da Messejana, Bom Jardim e Canindezinho.

Publicado em Social
prevençãoemfamilia
Encontros do projeto ocorrem nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS)

Estimular e reconhecer, incentivar boas atitudes e elogiar. Essas são as três diretrizes da segunda oficina do Projeto Prevenção em Família, que ocorre nos dias 30 e 31/08 (quinta e sexta-feira), nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). A aplicação dos encontros é realizada pela Prefeitura de Fortaleza, por intermédio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) e da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social de Fortaleza (SDHDS). A iniciativa do projeto é da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) do Estado do Ceará.

Os objetivos da oficina é fazer com que os pais e/ou responsáveis saibam a importância de reconhecer bons comportamentos e fazer elogios aos filhos, construindo assim um relacionamento positivo e saudável. O Prevenção em Família é um projeto direcionado para os pais e/ou responsáveis de crianças de 0 a 5 anos e 11 meses de idades como uma ferramenta de cuidado e fortalecimento de vínculos, contribuindo assim, na prevenção ao uso problemático de álcool e outras drogas.

Para a profissional da CPDrogas Ana Patrícia, assistente social e facilitadora das oficinas no CRAS do Canindezinho, a metodologia do projeto facilita a participação das famílias ativamente nas atividades propostas. “Cada oficina apresenta várias dinâmicas, o que facilita a compressão dos participantes. Os temas estão presentes no cotidiano de cada um, contribuindo para o crescimento dos fatores de proteção familiar”, explica.

Cronograma de aplicação do projeto Prevenção em Família

Messejana - 30/08 (quinta-feira), 9h
Endereço: Rua José Bonfim Júnior, s/n

Canindezinho - 30;08 (quinta-feira), 9h
Endereço: Rua José Maurício, 405

Vila União - 30/08 (quinta-feira), 13h30
Endereço: Rua Do Avião, s/n 

Bom Jardim - 31/08 (sexta-feira), 9h
Endereço: Rua Coronel João Correia, 2023

 

 

 

 

 

Publicado em Social

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) e da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), dá início, nesta quinta e sexta-feira (23 e 24/08), à aplicação do Projeto Prevenção em Família nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do Município. O projeto foi desenvolvido pela Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) do Estado do Ceará, direcionado para os pais e/ou responsáveis de crianças de 0 a 5 anos de idades como uma ferramenta de cuidado e prevenção às famílias.

A cada semana, durante uma hora com base nas temáticas: políticas sobre drogas, mudanças de paradigmas, prevenção dos problemas relacionados ao uso de drogas, fatores de risco e de proteção, crenças normativas, habilidades de vida e sociais, serão desenvolvidas sete oficinas que abordarão de forma lúdica tais temas, trabalhando o fortalecimento dos vínculos familiares e contribuindo na prevenção ao uso problemático de álcool e outras drogas.

Para Elpídio Nogueira ,titular da SDHDS, as atividades nos CRAS são direcionadas ao cuidado e à preservação do bom ambiente familiar. “Esse projeto é importante porque muitos pais não sabem abordar e solucionar esse tipo de problema quando chega em suas residências. As oficinas vão ajudar a evitar conflitos gerados precocemente por conta do uso de drogas”.

De acordo com o coordenador Adjunto da CPDrogas, Erasmo Lenz, a estratégia do projeto está nas atividades direcionadas a situações comuns do cotidiano familiar, no qual irá fortalecer as relações familiares. "Um bom relacionamento entre pais e filhos aumenta as chances de evitar o contato precoce com o uso indevido de substâncias lícitas e ilícitas", ressalta.

Os profissionais envolvidos no projeto foram capacitados em julho/2018 para orientar os pais e/ou responsáveis para atuarem e promoverem o desenvolvimento infanto juvenil saudável com ênfase na prevenção ao uso de drogas.

Publicado em Social

Na semana que antecede o Carnaval, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas), promove nos dias 6, 7 e 8 de fevereiro, ações de conscientização do uso excessivo de bebidas alcoólicas, sobretudo, a crianças e adolescentes.

De acordo com a coordenadora adjunta da Pasta, Patrícia Studart, levar informações sobre os fatores de risco e de proteção relacionados ao uso de drogas, além de alertar sobre os males das substâncias psicoativas é uma forma de prevenir. “Sabemos que no Carnaval os excessos são comuns e, pensando nisso, vamos debater o tema com o intuito de orientar, esclarecer e despertar o senso crítico dos nossos jovens”, afirmou.

Nesta terça-feira (06/02), das 14h às 16h, o terminal de integração do Antônio Bezerra contará com profissionais que levarão informação para quem conhece e/ou enfrenta problemas com álcool e outras drogas a partir das estratégias de redução de danos. Na ocasião, serão distribuídos insumos e panfletos do canal de comunicação gratuito que presta serviço à população em relação à problemática do uso de drogas, ofertando orientação e encaminhamento para Rede de tratamento do município. O Disque 0800.032.1472 funciona 24 horas e sete dias por semana.

Às 15h da quarta-feira (07/02), adolescentes e jovens, entre 13 a 20 anos participantes do Centro de Convivência da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) participarão de uma roda de conversa sobre os malefícios das substâncias psicoativas, em especial do álcool. E na quinta-feira (08/02), a partir das 15h, será trabalhado as habilidades da vida na prevenção ao uso de álcool, dialogando sobre a relação com as drogas psicoativas no cotidiano da juventude, com os adolescentes do 3º ano do ensino médio da Escola Liceu do Ceará.

Projeto de Lei
O projeto de Lei nº 57/2017, institui a criação da Semana Municipal de Combate ao Alcoolismo Infanto-Juvenil, de autoria do vereador Raimundo Filho (PRTB).

Programação
Terça-feira (06/02)
Varal de Redução de Danos no Terminal do Antônio Bezerra, 14h às 16h
Quarta-feira (07/02)
Roda de conversa com jovens e adolescentes, 15h
Endereço: Rua Alagoas, s/n – Pici (Centro de Convivência da Cagece, em frente à casa nº1880)
Quinta-feira (08/02)
Cine de cultura com adolescentes da Escola Liceu do Ceará, 15h
Endereço: R. Liberato Barroso, s/n - Jacarecanga

Publicado em Saúde
programafamiliasfortes
O Programa Famílias Fortes (PFF) se efetiva por meio de um ciclo de sete encontros semanais, com duração de duas horas

A Prefeitura de Fortaleza continua intensificando as estratégias de prevenção ao uso de drogas no Município. Por meio da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) e da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) Antônio Bezerra e Bom Jardim realizam, nesta quinta e sexta-feira (30 e 31/11), o sétimo encontro do Programa Famílias Fortes (PFF) encerrando o quarto ciclo do projeto, destinado às famílias com crianças e adolescentes entre 10 a 14 anos.

O PFF se efetiva por meio de um ciclo de sete encontros semanais, com duração de duas horas. A iniciativa é do Governo Federal, por intermédio da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) visando ao bem-estar da família a partir do fortalecimento dos vínculos e do desenvolvimento das habilidades sociais. Os encontros foram estabelecidos da seguinte maneira: no primeiro momento, os pais e/ou responsáveis e os jovens participaram de atividades, dinâmicas e discutiram um tema específico em salas separadas. Em outro momento, juntos, colocavam em prática o que aprendiam.

O sétimo encontro será direcionado pelo tema “Ajudar e ser ajudado”, para os pais e responsáveis. Já os filhos trabalharão o tema “Atingir nossas metas”. Como atividade, os adolescentes escreverão uma carta para o seu responsável relatando sobre o que aprenderam durante o programa. No fim do encontro, os facilitadores irão fazer uma breve retrospectiva dos encontros anteriores.

A coordenadora adjunta da CPDrogas, Patricia Studart, destaca que o PFF tem uma grande abrangência no acesso as políticas públicas de assistência social e ao vínculo familiar. Ela frisa que o programa proporciona o diálogo afetivo, assim como o desenvolvimento das habilidades de vida dentro do contexto familiar. “Ao longo da participação das famílias é possível perceber a potencialização dos fatores de proteção como respeito, autocuidado, autoconhecimento e afeto, criando assim uma cultura de paz na esfera familiar”.

Neste ciclo os encontros ocorreram nos CRAS do Bom Jardim, Quintinho Cunha, Antônio Bezerra e Messejana e contemplarão em média cerca de 45 pais/responsáveis e 75 crianças/adolescentes.

Serviço
Encerramento do Programa Familias Fortes
- Cras Antônio Bezerra
Data: 30/11 (quinta-feira)
Horário: 8h30
Endereço: Rua Cândido Maia, 245 – Antônio Bezerra
- Cras Bom Jardim
Data: 31/11 (sexta-feira)
Horário: 8h30
Endereço: Rua Coronel João Correia, 2023 - Bom Jardim

 

 

 

Publicado em Social
Página 1 de 4