31 de julho de 2018 em Cultura

Cineclube Telas Abertas de agosto apresenta mostra de filmes do diretor grego Yorgos Lanthimos

A mostra ocorre todas as segundas-feiras de agosto


Peça gráfica

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes divulga programação do cineclube Telas Abertas de agosto. A mostra “Cama de Espinho: o incômodo como norma em Yorgos Lanthimos”, tem curadoria do mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Leonardo Ferreira, e será às segundas-feiras de agosto, às 18h30, na Casa do Barão de Camocim.

A mostra traz quatro filmes do diretor grego Yorgos Lanthimos, produzidos entre 2009 e 2017, e propõe uma análise sobre a narrativa cinematográfica de Lanthimos, que tem como característica a atmosfera banal e cotidiana, mas que parece sempre esconder uma perturbação ou incômodo por trás da normalidade. Confira programação:

Sessão 1 (06/08)
“Dente Canino” (Kynodontas), Yorgos Lanthimos, 2009, 16 anos

Sessão 2 (13/08)
“Alpes” (Alpeis), Yorgos Lanthimos, 2011, 16 anos

Sessão 3 (20/08)
“O Lagosta” (The Lobster), Yorgos Lanthimos, 2015, 16 anos

Sessão 4 (27/08)
“O Sacrifício do Cervo Sagrado” (The Killing of a Sacred Deer, Yorgos Lanthimos, 2017, 16 anos)

Serviço
Telas Abertas – Mostra “Cama de Espinho: o incômodo como norma em Yorgos Lanthimos”
Data: segundas-feiras de agosto de 2018
Horário: 18h30
Local: Casa do Barão de Camocim – Rua General Sampaio, 1632, Centro

Cineclube Telas Abertas de agosto apresenta mostra de filmes do diretor grego Yorgos Lanthimos

A mostra ocorre todas as segundas-feiras de agosto

Peça gráfica

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes divulga programação do cineclube Telas Abertas de agosto. A mostra “Cama de Espinho: o incômodo como norma em Yorgos Lanthimos”, tem curadoria do mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Leonardo Ferreira, e será às segundas-feiras de agosto, às 18h30, na Casa do Barão de Camocim.

A mostra traz quatro filmes do diretor grego Yorgos Lanthimos, produzidos entre 2009 e 2017, e propõe uma análise sobre a narrativa cinematográfica de Lanthimos, que tem como característica a atmosfera banal e cotidiana, mas que parece sempre esconder uma perturbação ou incômodo por trás da normalidade. Confira programação:

Sessão 1 (06/08)
“Dente Canino” (Kynodontas), Yorgos Lanthimos, 2009, 16 anos

Sessão 2 (13/08)
“Alpes” (Alpeis), Yorgos Lanthimos, 2011, 16 anos

Sessão 3 (20/08)
“O Lagosta” (The Lobster), Yorgos Lanthimos, 2015, 16 anos

Sessão 4 (27/08)
“O Sacrifício do Cervo Sagrado” (The Killing of a Sacred Deer, Yorgos Lanthimos, 2017, 16 anos)

Serviço
Telas Abertas – Mostra “Cama de Espinho: o incômodo como norma em Yorgos Lanthimos”
Data: segundas-feiras de agosto de 2018
Horário: 18h30
Local: Casa do Barão de Camocim – Rua General Sampaio, 1632, Centro