27 de julho de 2020 em Habitação

Famílias vinculadas ao projeto Alto da Paz fazem vistorias e assinam contratos

Somente famílias que receberam as ligações da Habitafor podem ir ao local


homem utilizando termômetro em mulher que usa máscara
Os trabalhos começaram logo cedo com aferição de temperatura e higienização com álcool

As primeiras 437 famílias vinculadas ao projeto Alto da Paz iniciaram, nesta segunda-feira (27/7), o processo de vistoria e assinatura de contrato de seus apartamentos. Para evitar aglomeração, a Prefeitura de Fortaleza fez um planejamento, em parceria com a Caixa Econômica Federal, para atender uma média de 50 beneficiários por turno.

mulher sentada de máscara com bebê no colo e homem em pé atrás usando máscara também. todos posam para a foto
Para Leonildo e Brena, o momento é a confirmação de um sonho

Os atendimentos ocorrem no próprio residencial localizado no bairro Vicente Pinzón e, de acordo com a coordenadora de Programas Sociais da Habitafor, Andréa Ciaildini, os trabalhos seguem conforme o planejado. “Trabalhamos muito na mobilização, solicitando que as famílias obedecessem ao cronograma que foi planejado para a ação. Temos observado a preocupação de todos com uso da máscara e também reforçamos os cuidados no acesso ao residencial com álcool e aferição de temperatura”, destacou.

homem cadeirante de máscara utilizando estruturas acessíveis em apartamento. ele está sendo ajudando por outro homem de máscara
Adailton Silva aprovou o apartamento todo adaptado

Para os pais do pequeno Heitor, Leonildo Santos e Brena Paz, que fizeram parte do grupo que ocupava o espaço em 2014, a vistoria e assinatura de contrato são passos para confirmação de um sonho. “Para nós, que fizemos parte da ocupação e que lutamos muito, este é um sonho que se realiza com muita luta, estou muito feliz”, comemorou Leonildo.

Já Adailton da Silva, que terá um apartamento todo adaptado às suas necessidades especiais, fez questão de agradecer a entrega o Alto da Paz. “Só não está melhor porque ainda não estou dentro de casa, mas com certeza vou estar. Quero agradecer ao Governo do Estado e ao prefeito Roberto Cláudio pelo esforço para organizar tudo”, disse o cadeirante.

Os trabalhos seguem até a próxima sexta-feira (31/7), sempre das 9h às 12h e das 13h às 16h, e somente beneficiários que receberam a ligação da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor) devem ir ao empreendimento. “Mais uma vez, reforçamos o pedido que apenas as famílias contactadas pela nossa equipe compareçam ao residencial. Lembro ainda que observem bem a estrutura do apartamento, assim como as regras contratuais”, alertou a titular da Habitafor Olinda Marques.

Famílias vinculadas ao projeto Alto da Paz fazem vistorias e assinam contratos

Somente famílias que receberam as ligações da Habitafor podem ir ao local

homem utilizando termômetro em mulher que usa máscara
Os trabalhos começaram logo cedo com aferição de temperatura e higienização com álcool

As primeiras 437 famílias vinculadas ao projeto Alto da Paz iniciaram, nesta segunda-feira (27/7), o processo de vistoria e assinatura de contrato de seus apartamentos. Para evitar aglomeração, a Prefeitura de Fortaleza fez um planejamento, em parceria com a Caixa Econômica Federal, para atender uma média de 50 beneficiários por turno.

mulher sentada de máscara com bebê no colo e homem em pé atrás usando máscara também. todos posam para a foto
Para Leonildo e Brena, o momento é a confirmação de um sonho

Os atendimentos ocorrem no próprio residencial localizado no bairro Vicente Pinzón e, de acordo com a coordenadora de Programas Sociais da Habitafor, Andréa Ciaildini, os trabalhos seguem conforme o planejado. “Trabalhamos muito na mobilização, solicitando que as famílias obedecessem ao cronograma que foi planejado para a ação. Temos observado a preocupação de todos com uso da máscara e também reforçamos os cuidados no acesso ao residencial com álcool e aferição de temperatura”, destacou.

homem cadeirante de máscara utilizando estruturas acessíveis em apartamento. ele está sendo ajudando por outro homem de máscara
Adailton Silva aprovou o apartamento todo adaptado

Para os pais do pequeno Heitor, Leonildo Santos e Brena Paz, que fizeram parte do grupo que ocupava o espaço em 2014, a vistoria e assinatura de contrato são passos para confirmação de um sonho. “Para nós, que fizemos parte da ocupação e que lutamos muito, este é um sonho que se realiza com muita luta, estou muito feliz”, comemorou Leonildo.

Já Adailton da Silva, que terá um apartamento todo adaptado às suas necessidades especiais, fez questão de agradecer a entrega o Alto da Paz. “Só não está melhor porque ainda não estou dentro de casa, mas com certeza vou estar. Quero agradecer ao Governo do Estado e ao prefeito Roberto Cláudio pelo esforço para organizar tudo”, disse o cadeirante.

Os trabalhos seguem até a próxima sexta-feira (31/7), sempre das 9h às 12h e das 13h às 16h, e somente beneficiários que receberam a ligação da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor) devem ir ao empreendimento. “Mais uma vez, reforçamos o pedido que apenas as famílias contactadas pela nossa equipe compareçam ao residencial. Lembro ainda que observem bem a estrutura do apartamento, assim como as regras contratuais”, alertou a titular da Habitafor Olinda Marques.