28 de junho de 2022 em Habitação

Habitafor segue com ações de regularização fundiária em comunidades das Regionais 4 e 10

As comunidades da Brasília (Regional 4) e do Planalto Vitória (Regional 10) reúnem mais de 2.100 famílias


A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) segue com os trabalhos para avançar no processo de regularização fundiária de áreas de Fortaleza. Nesta semana, as ações de campo da pasta se concentram nas comunidades da Brasília (Regional 4) e do Planalto Vitória (Regional 10), os dois núcleos urbanos juntos reúnem mais de 2.100 famílias.

De acordo com a Coordenadoria de Regularização Fundiária (Coref), setor responsável pela titularização na Habitafor, as duas comunidades seguem com atividades de verificação de via, números e tipo de uso dos imóveis. “Essas informações são importantes para o projeto urbanístico, pesquisa cartorária e também para identificação das residências que se enquadram na Reurb-S”, explica a técnica social Keyve Castro.

A Regularização Fundiária Urbana de Interesse Social (Reurb-S) consiste na titularização de espaços urbanos ocupados predominantemente por famílias de baixa renda, conforme disposição na Lei Federal nº 13.465/2017. A principal finalidade da regularização fundiária é incluir núcleos urbanos informais ao ordenamento territorial e a consequente concessão do papel da casa para seus ocupantes.

“Também chamada de papel da casa, a regularização fundiária é uma das prioridades da gestão do prefeito José Sarto dentro da política habitacional e que leva segurança jurídica para famílias vulneráveis, dentre outros benefícios”, ressalta o titular da Habitafor, Adail Fontenele.

Mais

Além da Brasília e do Planalto Vitória, outras 30 comunidades também passam por processo de regularização fundiária em toda a cidade de Fortaleza.

Habitafor segue com ações de regularização fundiária em comunidades das Regionais 4 e 10

As comunidades da Brasília (Regional 4) e do Planalto Vitória (Regional 10) reúnem mais de 2.100 famílias

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) segue com os trabalhos para avançar no processo de regularização fundiária de áreas de Fortaleza. Nesta semana, as ações de campo da pasta se concentram nas comunidades da Brasília (Regional 4) e do Planalto Vitória (Regional 10), os dois núcleos urbanos juntos reúnem mais de 2.100 famílias.

De acordo com a Coordenadoria de Regularização Fundiária (Coref), setor responsável pela titularização na Habitafor, as duas comunidades seguem com atividades de verificação de via, números e tipo de uso dos imóveis. “Essas informações são importantes para o projeto urbanístico, pesquisa cartorária e também para identificação das residências que se enquadram na Reurb-S”, explica a técnica social Keyve Castro.

A Regularização Fundiária Urbana de Interesse Social (Reurb-S) consiste na titularização de espaços urbanos ocupados predominantemente por famílias de baixa renda, conforme disposição na Lei Federal nº 13.465/2017. A principal finalidade da regularização fundiária é incluir núcleos urbanos informais ao ordenamento territorial e a consequente concessão do papel da casa para seus ocupantes.

“Também chamada de papel da casa, a regularização fundiária é uma das prioridades da gestão do prefeito José Sarto dentro da política habitacional e que leva segurança jurídica para famílias vulneráveis, dentre outros benefícios”, ressalta o titular da Habitafor, Adail Fontenele.

Mais

Além da Brasília e do Planalto Vitória, outras 30 comunidades também passam por processo de regularização fundiária em toda a cidade de Fortaleza.