24 de outubro de 2018 em Economia

Nova pesquisa do Procon Fortaleza aponta elevação de 0,49% nos supemercados da capital

Já a diferença de um mesmo produto entre o supermercado mais barato e o mais caro, pode chegar a 384,72%


A nova pesquisa do Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgada, nesta quarta-feira (24/10), indica uma elevação de 0,49% nos preços de produtos e alimentos dos supermercados. No mês passado, a soma total dos preços ficaram em R$ 425,48. Neste último levantamento, realizado entre os dias 9 e 11/10, a soma de todos os 60 produtos ficou em R$ 427,56.

A Regional VI, onde estão bairros como Aerolândia, Passaré e Messejana, por exemplo, continua apresentando os preços mais elevados, se comparado com a pesquisa anterior. A pesquisa do Procon é dividida em itens de alimentação, carnes e aves, padaria, refrigerantes, frutas e verduras, higiene pessoal, limpeza doméstica e ainda cuidados e higiene infantil.

Consulte todos os preços aqui.

Preços por regionais
Regional                   Média total
Regional VI               R$ 492,40
Regional do Centro    R$ 450,95
Regional II                R$ 446,23
Regional V                R$ 438,16
Regional III               R$ 422,83
Regional I                 R$ 384,55
Regional IV               R$ 317,92

O Procon ressalta que a variação de preços nos supermercados pode estar relacionada, além da concorrência entre os supermercados, à falta ou reposição de itens pesquisados, bem como à promoções e ofertas em dias específicos da semana.

Cláudia Santos, diretora do Procon Fortaleza, lembra que uma boa pesquisa pode representar uma grande economia. "As compras começam ainda dentro de casa. Basta o consumidor acessar os dados pelo aplicativo Proconomizar e buscar os preços mais baratos", orientou.

A Diretora explica ainda que com o aplicativo Proconomizar, o consumidor pode selecionar uma lista individual de produtos, a partir de sua preferência ou necessidade. O app já está disponível na plataforma android e em implantação na iOS.

Maiores variações (acima de 100%)

PRODUTO

MENOR

MAIOR

VARIAÇÃO

Cebola

R$ 0,72

R$ 3,49

384,72%

Frango

R$ 6,39

R$ 26,90

320,97%

Banana

R$ 1,68

R$ 5,99

256,54%

Alho

R$ 9,90

R$ 33,50

238,38%

Batata

R$ 1,38

R$ 3,99

189,13%

Tomate

R$ 2,98

R$ 7,98

167,78%

Cenoura

R$ 1,68

R$ 4,49

167,26%

Farinha

R$ 1,89

R$ 4,59

142,85%

Laranja

R$ 1,68

R$ 3,99

137,50%

Mamão

R$ 1,68

R$ 3,99

137,50%

Abacaxi

R$ 1,98

R$ 4,49

126,76%

Refrigerante

R$ 2,99

R$ 5,99

100,33%

 

 

Nova pesquisa do Procon Fortaleza aponta elevação de 0,49% nos supemercados da capital

Já a diferença de um mesmo produto entre o supermercado mais barato e o mais caro, pode chegar a 384,72%

A nova pesquisa do Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgada, nesta quarta-feira (24/10), indica uma elevação de 0,49% nos preços de produtos e alimentos dos supermercados. No mês passado, a soma total dos preços ficaram em R$ 425,48. Neste último levantamento, realizado entre os dias 9 e 11/10, a soma de todos os 60 produtos ficou em R$ 427,56.

A Regional VI, onde estão bairros como Aerolândia, Passaré e Messejana, por exemplo, continua apresentando os preços mais elevados, se comparado com a pesquisa anterior. A pesquisa do Procon é dividida em itens de alimentação, carnes e aves, padaria, refrigerantes, frutas e verduras, higiene pessoal, limpeza doméstica e ainda cuidados e higiene infantil.

Consulte todos os preços aqui.

Preços por regionais
Regional                   Média total
Regional VI               R$ 492,40
Regional do Centro    R$ 450,95
Regional II                R$ 446,23
Regional V                R$ 438,16
Regional III               R$ 422,83
Regional I                 R$ 384,55
Regional IV               R$ 317,92

O Procon ressalta que a variação de preços nos supermercados pode estar relacionada, além da concorrência entre os supermercados, à falta ou reposição de itens pesquisados, bem como à promoções e ofertas em dias específicos da semana.

Cláudia Santos, diretora do Procon Fortaleza, lembra que uma boa pesquisa pode representar uma grande economia. "As compras começam ainda dentro de casa. Basta o consumidor acessar os dados pelo aplicativo Proconomizar e buscar os preços mais baratos", orientou.

A Diretora explica ainda que com o aplicativo Proconomizar, o consumidor pode selecionar uma lista individual de produtos, a partir de sua preferência ou necessidade. O app já está disponível na plataforma android e em implantação na iOS.

Maiores variações (acima de 100%)

PRODUTO

MENOR

MAIOR

VARIAÇÃO

Cebola

R$ 0,72

R$ 3,49

384,72%

Frango

R$ 6,39

R$ 26,90

320,97%

Banana

R$ 1,68

R$ 5,99

256,54%

Alho

R$ 9,90

R$ 33,50

238,38%

Batata

R$ 1,38

R$ 3,99

189,13%

Tomate

R$ 2,98

R$ 7,98

167,78%

Cenoura

R$ 1,68

R$ 4,49

167,26%

Farinha

R$ 1,89

R$ 4,59

142,85%

Laranja

R$ 1,68

R$ 3,99

137,50%

Mamão

R$ 1,68

R$ 3,99

137,50%

Abacaxi

R$ 1,98

R$ 4,49

126,76%

Refrigerante

R$ 2,99

R$ 5,99

100,33%