17 de fevereiro de 2022 em Economia

Nova pesquisa do Procon Fortaleza nos supermercados encontra variação de preços acima de 100% em 18 produtos

O novo levantamento foi realizado entre os dias 01 e 10 de fevereiro e divulgado nesta quinta-feira (17/02)


Mamão, banana e laranja apresentam as maiores variações, em Fevereiro, com 364%, 221% e 178%, respectivamente
Mamão, banana e laranja apresentam as maiores variações, em Fevereiro, com 364%, 221% e 178%, respectivamente (Foto: Rodrigo Carvalho)

Pelo menos 18 produtos, dos 70 pesquisados mensalmente pelo Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza), apresentaram variações acima de 100%. É o que revela o novo levantamento, realizado entre os dias 01 e 10 de fevereiro, e divulgado nesta quinta-feira (17/02). Mamão, laranja e banana apresentam as maiores variações, em Fevereiro, com 364%, 221% e 178%, respectivamente. O Procon orienta que o consumidor opte por dias de promoção e ofertas e realize um comparativo de preços antes de sair às compras. Supermercados são obrigados a cumprir preços anunciados.

Quando analisados os preços dos produtos individualmente, a pesquisa aponta que os alimentos estão mais baratos em bairros da periferia de Fortaleza. O quilograma do mamão, por exemplo, está mais em conta no bairro Siqueira, custando R$ 1,29, enquanto que a mesma quantidade é encontrada, na Aldeota, por R$ 5,99, uma diferença de 364,34%. Outro produto que apresenta alta variação de preços é a banana, cujo quilograma pode ser comprado de R$ 1,99, no Jangurussu, a R$ 6,39, na Aldeota, conferindo uma diferença de 221,10%. Já a laranja pode ser encontrada de R$ 1,79, no bairro Passaré, a R$ 4,99, na Aldeota, uma variação de 178,77% no preço do quilograma da fruta.

Pesquisa completa com os 70 produtos

Todos os preços estão disponíveis no aplicativo Proconomizar, nas plataformas Android e iOS, bem como no Catálogo de Serviços do Portal da Prefeitura de Fortaleza

Maiores variações

Produto Menor preço (bairro) Maior preço (bairro) Variação
Mamão (Kg R$ 1,29 (Siqueira) R$ 5,99 (Aldeota) 364,34%
Banana (Kg) R$ 1,99 (Jangurussu) R$ 6,39 (Aldeota) 221,10%
Laranja (Kg) R$ 1,79 (Passaré) R$ 4,99 (Aldeota) 178,77%
Batata (Kg) R$ 3,39 (Jangurussu) R$ 8,99 (C. dos Funcionários) 165,19%
Mortadela (Kg) R$ 6,99 (Rodolfo Teófilo) R$ 18,48 (Aldeota) 164,37%

O Procon também realiza uma análise de preços por regionais. Nesse levantamento, a média de preços dos supermercados da Regional 6, onde ficam bairros como Cambeba, Cidade dos Funcionários e Messejana,  apresentou a maior somatória, custando os 70 produtos cerca de R$ R$ 765,92. Já na Regional 4, em bairros como Aerolândia, Fátima e Parreão, os mesmos itens somaram R$ 552,15. O Procon ressalta que a quantidade de itens em falta por supermercado pode afetar a média de preços por Regionais.

Preços por Regionais

Regional Preço médio total
Regional 6 R$ 765,92
Regional 8 R$ 743,05
Regional 9 R$ 726,27
Regional 12 R$ 709,73
Regional 11 R$ 690,04
Regional 5 R$ 674,20
Regional 2 R$ 664,51
Regional 7 R$ 648,02
Regional 3 R$ 647,86
Regional 1 R$ 632,84
Regional 10 R$ 587,48
Regional 4 R$ 552,15

Dicas e direitos nos supermercados
- Verifique as datas de promoções e dias de ofertas;
- Analise os encartes distribuídos como sendo de produtos promocionais e exija os mesmos preços nos caixas. Se houver divergência, o consumidor tem o direito de pagar sempre o menor valor;
- Avalie e faça as contas com as despesas mensais, como mensalidades escolares, impostos parcelados e outros;
- Faça uma lista dos produtos que realmente precisa comprar;
- Evite realizar as compras com fome ou acompanhado de crianças. Isto pode influenciar sua decisão de compra;
- Pesquise preços e verifique a melhor forma de pagamento e descontos nos pagamento à vista, em dinheiro e no cartão de crédito;
- Confira a data de validade dos produtos;
- Nem sempre o produto com tarja vermelha é o mais barato. Procure a categoria do item exposto como promocional e escolha um produto que seja mais em conta. Certamente, você sairá economizando;
- Na entrada de lojas e supermercados, por exemplo, normalmente são colocados produtos que induzam o consumidor à compra. Portanto, evite-os;
- Alimentos congelados devem ser colocados por último no carrinho para que sua qualidade não seja comprometida.

Nova pesquisa do Procon Fortaleza nos supermercados encontra variação de preços acima de 100% em 18 produtos

O novo levantamento foi realizado entre os dias 01 e 10 de fevereiro e divulgado nesta quinta-feira (17/02)

Mamão, banana e laranja apresentam as maiores variações, em Fevereiro, com 364%, 221% e 178%, respectivamente
Mamão, banana e laranja apresentam as maiores variações, em Fevereiro, com 364%, 221% e 178%, respectivamente (Foto: Rodrigo Carvalho)

Pelo menos 18 produtos, dos 70 pesquisados mensalmente pelo Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza), apresentaram variações acima de 100%. É o que revela o novo levantamento, realizado entre os dias 01 e 10 de fevereiro, e divulgado nesta quinta-feira (17/02). Mamão, laranja e banana apresentam as maiores variações, em Fevereiro, com 364%, 221% e 178%, respectivamente. O Procon orienta que o consumidor opte por dias de promoção e ofertas e realize um comparativo de preços antes de sair às compras. Supermercados são obrigados a cumprir preços anunciados.

Quando analisados os preços dos produtos individualmente, a pesquisa aponta que os alimentos estão mais baratos em bairros da periferia de Fortaleza. O quilograma do mamão, por exemplo, está mais em conta no bairro Siqueira, custando R$ 1,29, enquanto que a mesma quantidade é encontrada, na Aldeota, por R$ 5,99, uma diferença de 364,34%. Outro produto que apresenta alta variação de preços é a banana, cujo quilograma pode ser comprado de R$ 1,99, no Jangurussu, a R$ 6,39, na Aldeota, conferindo uma diferença de 221,10%. Já a laranja pode ser encontrada de R$ 1,79, no bairro Passaré, a R$ 4,99, na Aldeota, uma variação de 178,77% no preço do quilograma da fruta.

Pesquisa completa com os 70 produtos

Todos os preços estão disponíveis no aplicativo Proconomizar, nas plataformas Android e iOS, bem como no Catálogo de Serviços do Portal da Prefeitura de Fortaleza

Maiores variações

Produto Menor preço (bairro) Maior preço (bairro) Variação
Mamão (Kg R$ 1,29 (Siqueira) R$ 5,99 (Aldeota) 364,34%
Banana (Kg) R$ 1,99 (Jangurussu) R$ 6,39 (Aldeota) 221,10%
Laranja (Kg) R$ 1,79 (Passaré) R$ 4,99 (Aldeota) 178,77%
Batata (Kg) R$ 3,39 (Jangurussu) R$ 8,99 (C. dos Funcionários) 165,19%
Mortadela (Kg) R$ 6,99 (Rodolfo Teófilo) R$ 18,48 (Aldeota) 164,37%

O Procon também realiza uma análise de preços por regionais. Nesse levantamento, a média de preços dos supermercados da Regional 6, onde ficam bairros como Cambeba, Cidade dos Funcionários e Messejana,  apresentou a maior somatória, custando os 70 produtos cerca de R$ R$ 765,92. Já na Regional 4, em bairros como Aerolândia, Fátima e Parreão, os mesmos itens somaram R$ 552,15. O Procon ressalta que a quantidade de itens em falta por supermercado pode afetar a média de preços por Regionais.

Preços por Regionais

Regional Preço médio total
Regional 6 R$ 765,92
Regional 8 R$ 743,05
Regional 9 R$ 726,27
Regional 12 R$ 709,73
Regional 11 R$ 690,04
Regional 5 R$ 674,20
Regional 2 R$ 664,51
Regional 7 R$ 648,02
Regional 3 R$ 647,86
Regional 1 R$ 632,84
Regional 10 R$ 587,48
Regional 4 R$ 552,15

Dicas e direitos nos supermercados
- Verifique as datas de promoções e dias de ofertas;
- Analise os encartes distribuídos como sendo de produtos promocionais e exija os mesmos preços nos caixas. Se houver divergência, o consumidor tem o direito de pagar sempre o menor valor;
- Avalie e faça as contas com as despesas mensais, como mensalidades escolares, impostos parcelados e outros;
- Faça uma lista dos produtos que realmente precisa comprar;
- Evite realizar as compras com fome ou acompanhado de crianças. Isto pode influenciar sua decisão de compra;
- Pesquise preços e verifique a melhor forma de pagamento e descontos nos pagamento à vista, em dinheiro e no cartão de crédito;
- Confira a data de validade dos produtos;
- Nem sempre o produto com tarja vermelha é o mais barato. Procure a categoria do item exposto como promocional e escolha um produto que seja mais em conta. Certamente, você sairá economizando;
- Na entrada de lojas e supermercados, por exemplo, normalmente são colocados produtos que induzam o consumidor à compra. Portanto, evite-os;
- Alimentos congelados devem ser colocados por último no carrinho para que sua qualidade não seja comprometida.