15 de novembro de 2013 em Infraestrutura

Prefeito lança pacote de habitação popular

O objetivo é entregar cerca de 20 mil novas moradias populares até dezembro de 2016


O Prefeito participou de encontro com comunidades da periferia realizado no PV durante o feriado da República

No feriado da Proclamação da República, comemorado nesta sexta-feira, 15 de novembro, o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio participou de encontro com comunidades da periferia realizado no estádio Presidente Vargas.  Com o estádio lotado, o Prefeito anunciou uma série de ações que serão feitasdentro do Programa Municipal de Melhoria Habitacional. Ele destacou três projetos para área da habitação, todos já com recursos garantidos.

O primeiro programa é para construção de habitação popular que deve entregar cerca de 20 mil novas moradias até dezembro de 2016. Segundo Roberto Claudio, já no próximo mês terá início um empreendimento no Ancuri para 3,5 mil famílias. “Será um dos maiores investimentos do Projeto Minha Casa, Minha Vida do país”. Até março do próximo ano, outros empreendimentos serão inicializados: no José Walter com duas mil e novecentas unidades. No Bairro Novo com 5 mil unidades e outro no Grande Ancuri  com 5 mil e 900 moradias.  “Até dezembro de 2016, quando termina o nosso mandato, vamos entregar pra cidade de Fortaleza, mais de 20 mil residências.  A expectativa é de entregar mais de 25 mil, mas como só gosto de prometer o que a gente tem cem por cento de certeza de cumprir, até 2016 serão entregues 20 mil casas novas”.

O segundo anúncio feito por Roberto Cláudio foi a realização de reformas em 40 mil unidades residenciais. Trabalho que será feito em parceria com o Governo do Estado do Ceará. Os custos serão divididos igualitariamente entre os dois e as pessoas em mutirão farão o trabalho. Em 2014 terão início as reformas de 13 mil unidades.

Cada família receberá R$ 1.500,00, para financiar as principais necessidades como a ligação de esgoto, construção de banheiros, em casas de apenas um cômodo poderá até ser feito mais um vão.

Por último, o prefeito anunciou a regularização fundiária para 60 mil famílias.  Esse ano a prefeitura já começou a regularizar, numa parceria com o governo do Estado e Tribunal de Justiça, mais de 10 mil casas da antiga COHAB. No anúncio feito nesta sexta-feira, incluem as casas que estão em áreas da União ou em locais invadidos e já consolidados da prefeitura.  “Com isso a gente vai garantir que cada proprietário de casa tenha o documento de sua residência.” Para essa regularização,  as regionais serão responsáveis de fazer o cadastramento das pessoas que moram há anos em suas residências e não têm o documento do imóvel.

Todos os projetos anunciados pelo prefeito, no encontro com as comunidades das periferias, serão realizados a partir do  início de 2014.

No dia 15 de janeiro, as Secretarias Regionais começarão  um novo processo de cadastramento. Todas as pessoas, inclusive as que já possuem cadastro, terão que se cadastrar novamente para ter o direito de ganhar uma casa ou a realização da reforma. Uma comissão vai avaliar quais são as pessoas que estão dentro dos critérios estabelecidos. Caso o número de pessoas seja maior que o de casas oferecidas, será feito um sorteio das residências.

O secretário estadual das Cidades, Carlo Ferrentini Sampaio, destacou a importância da parceria entre os poderes estadual e municipal. “A gestão municipal, em menos de um ano já está trazendo enormes resultados para Fortaleza. E o governo do Ceará, através deste programa de melhorias habitacionais se consolida cada vez mais com a prefeitura levando benefícios para a população”.

Segundo a presidenta da Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), Eliana Gomes, todos os projetos anunciados por Roberto Claudio vão possibilitar a melhoria da qualidade de vida para uma grande faixa da população, e elevar a autoestima de muitas pessoas que passarão a ter casas dignas para morar.

Prefeito lança pacote de habitação popular

O objetivo é entregar cerca de 20 mil novas moradias populares até dezembro de 2016

O Prefeito participou de encontro com comunidades da periferia realizado no PV durante o feriado da República

No feriado da Proclamação da República, comemorado nesta sexta-feira, 15 de novembro, o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio participou de encontro com comunidades da periferia realizado no estádio Presidente Vargas.  Com o estádio lotado, o Prefeito anunciou uma série de ações que serão feitasdentro do Programa Municipal de Melhoria Habitacional. Ele destacou três projetos para área da habitação, todos já com recursos garantidos.

O primeiro programa é para construção de habitação popular que deve entregar cerca de 20 mil novas moradias até dezembro de 2016. Segundo Roberto Claudio, já no próximo mês terá início um empreendimento no Ancuri para 3,5 mil famílias. “Será um dos maiores investimentos do Projeto Minha Casa, Minha Vida do país”. Até março do próximo ano, outros empreendimentos serão inicializados: no José Walter com duas mil e novecentas unidades. No Bairro Novo com 5 mil unidades e outro no Grande Ancuri  com 5 mil e 900 moradias.  “Até dezembro de 2016, quando termina o nosso mandato, vamos entregar pra cidade de Fortaleza, mais de 20 mil residências.  A expectativa é de entregar mais de 25 mil, mas como só gosto de prometer o que a gente tem cem por cento de certeza de cumprir, até 2016 serão entregues 20 mil casas novas”.

O segundo anúncio feito por Roberto Cláudio foi a realização de reformas em 40 mil unidades residenciais. Trabalho que será feito em parceria com o Governo do Estado do Ceará. Os custos serão divididos igualitariamente entre os dois e as pessoas em mutirão farão o trabalho. Em 2014 terão início as reformas de 13 mil unidades.

Cada família receberá R$ 1.500,00, para financiar as principais necessidades como a ligação de esgoto, construção de banheiros, em casas de apenas um cômodo poderá até ser feito mais um vão.

Por último, o prefeito anunciou a regularização fundiária para 60 mil famílias.  Esse ano a prefeitura já começou a regularizar, numa parceria com o governo do Estado e Tribunal de Justiça, mais de 10 mil casas da antiga COHAB. No anúncio feito nesta sexta-feira, incluem as casas que estão em áreas da União ou em locais invadidos e já consolidados da prefeitura.  “Com isso a gente vai garantir que cada proprietário de casa tenha o documento de sua residência.” Para essa regularização,  as regionais serão responsáveis de fazer o cadastramento das pessoas que moram há anos em suas residências e não têm o documento do imóvel.

Todos os projetos anunciados pelo prefeito, no encontro com as comunidades das periferias, serão realizados a partir do  início de 2014.

No dia 15 de janeiro, as Secretarias Regionais começarão  um novo processo de cadastramento. Todas as pessoas, inclusive as que já possuem cadastro, terão que se cadastrar novamente para ter o direito de ganhar uma casa ou a realização da reforma. Uma comissão vai avaliar quais são as pessoas que estão dentro dos critérios estabelecidos. Caso o número de pessoas seja maior que o de casas oferecidas, será feito um sorteio das residências.

O secretário estadual das Cidades, Carlo Ferrentini Sampaio, destacou a importância da parceria entre os poderes estadual e municipal. “A gestão municipal, em menos de um ano já está trazendo enormes resultados para Fortaleza. E o governo do Ceará, através deste programa de melhorias habitacionais se consolida cada vez mais com a prefeitura levando benefícios para a população”.

Segundo a presidenta da Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), Eliana Gomes, todos os projetos anunciados por Roberto Claudio vão possibilitar a melhoria da qualidade de vida para uma grande faixa da população, e elevar a autoestima de muitas pessoas que passarão a ter casas dignas para morar.