O empreendimento tem 10 andares de oito apartamentos cada
O empreendimento voltado para os servidores, no Itaperi, está com mais de 80% de obra concluída

A construção de novas moradias é um dos eixos desenvolvidos pela política habitacional da Prefeitura de Fortaleza. Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, os trabalhos se concentraram no acompanhamento de obras em pelo menos quatro empreendimentos. Destaque, para os dois residenciais voltados para servidores públicos que vão proporcionar mais de 500 novos sonhos da casa própria, além de empreendimentos no Vicente Pinzón, no José Walter e na Granja Lisboa.

Os dois projetos voltados para os servidores públicos estão com suas obras evoluindo bem. Situado no bairro Passaré (Regional 8), o Servidor I terá 500 apartamentos compostos de dois quartos, sala de estar/jantar, cozinha, banheiro reversível e área de serviço, distribuídos em 47,8 m². Esse residencial teve a suas fundações concluídas e foi iniciada a fase de instalações hidráulicas, sanitárias e elétricas da infraestrutura. Além disso, os serviços de pavimentação em piso intertravado das ruas internas do condomínio foram intensificados e equipamentos comunitários como academia, brinquedoteca e guarita estão em obra. Também já foram adquiridos os 21 elevadores e a forma metálica para o início da construção das paredes de concreto.

Com as mesmas características do primeiro empreendimento, com a diferença de ser equipado com uma suíte, o Servidor II, localizado no Itaperi (Regional 8), será composto de 80 unidades habitacionais de 52m². Com mais de 80% de evolução, a obra teve as caixas d’água e elevadores montados, além do avanço em revestimentos, pinturas e acabamentos, inclusive os primeiros apartamentos já estão prontos. Os trabalhos também avançam nas áreas comuns do empreendimento.

Os dois residenciais para os servidores públicos têm características semelhantes como salão de festas, deck, piscina, praça, playground, espaço fitness e quadra de esportes.

A Habitafor também acompanha, em parceria com o Governo do Estado, as obras do residencial Alto da Paz II, no Vicente Pinzón (Regional 2) que estão em fase de conclusão de devem receber famílias vinculadas às obras do VLT, bem como o módulo 5 do Cidade Jardim 1, no bairro José Walter (Regional 8), que segue com mais de 50% das obras concluídas. Além disso, na semana passada, uma reunião entre representantes da Habitafor e da Caixa Econômica Federal atualizou as ações para a entrega do residencial Maria Alves Carioca, na Granja Lisboa (Regional 5).

Publicado em Habitação
Assinatura ocorreu na sede da Habitafor
O ato contou com a presença de representantes Habitafor, da construtora e da comunidade

A Prefeitura de Fortaleza assinou nesta terça-feira (01/12), por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), o contrato para a construção de 144 apartamentos vinculados às obras de urbanização da Lagoa do Papicu. As novas moradias vão reassentar famílias impactadas por conta de obras de infraestrutura na região.

O novo residencial será construído em um terreno de mais de 6.000m² e terá 11 blocos com apartamentos de 45m² compostos de 2 quartos, sala , cozinha e banheiro social. “Com o alargamento da travessa e rua Joaquim Lima, mais a rua Pereira de Miranda, as famílias serão reassentadas nesse novo empreendimento”, detalha a engenheira da Habitafor, Débora Martins.
Mais

A área vem sendo alvo de intervenções do Município, desde o final de 2019, quando se iniciou a dragagem e limpeza da lagoa. “Com a entrega do residencial Alto da Paz, para onde foram cerca de 250 famílias, foi possível avançar com essa etapa que envolve limpeza, demolição e dragagem total da lagoa”, explica a engenheira.

Para essa segunda etapa, além da construção dos apartamentos, estão previstas a construção de calçadão, playground e academia, bem como drenagem, saneamento, pavimentação e alargamento de vias. Vale ressaltar que no local, a Prefeitura segue com a construção de um Centro de Educação Infantil (creche), com capacidade para atender cerca de 200 crianças, de 1 a 5 anos.

Publicado em Habitação
A primeira etapa deve ser entregue ainda neste ano
A primeira etapa do loteamento conta com 1.111 unidades habitacionais

A Prefeitura de Fortaleza avança nos trabalhos para entregar o residencial Alto da Paz, localizado no bairro Vicente Pinzón. As tratativas para liberação do empreendimento, que são coordenadas pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), seguem avançando por meio de reuniões virtuais, principalmente com representantes da Caixa Econômica Federal para viabilizar os processos de loteamento, vistoria e assinatura de contratos, e com funcionários do Cartório de Registro de Imóveis da 5ª Zona para a emissão de matrículas.

Depois da conclusão da parte de infraestrutura do residencial, as ações da Prefeitura estão focadas na conclusão da etapa documental. “A obra está 100% concluída estruturalmente, inclusive com aprovação do habite-se, do Corpo de Bombeiros, das concessionárias da água e luz e agora estamos na etapa de emissão das matrículas de cada apartamento, executada junto ao cartório de registro de imóveis. Lembrando que os trabalhos seguem remotamente, mas temos conhecimento de que as primeiras matrículas já foram emitidas”, explica a titular da Habitafor, Olinda Marques.

Além da abertura das matrículas, paralelamente Habitafor e Caixa Econômica Federal seguem planejando a ação de sorteio de loteamento do residencial. “Essa é uma etapa em que as famílias conhecem o seu futuro endereço e, para isso, estamos identificando a demanda, classificando as famílias com idosos e pessoas com deficiência para terem prioridade nos andares térreos, para em seguida incluir as demais no processo de loteamento que deve ocorrer até o início de maio”, salienta o assessor de Gabinete da Habitafor, Arnóbio Gomes.

O assessor também explica os próximos passos. “Após o loteamento, que pode ser realizado virtualmente, existe a obrigatoriedade de que as famílias façam a vistoria das unidades habitacionais, para consequente assinatura de contratos. Para essas etapas que, naturalmente, geram aglomeração, Habitafor e Caixa estão estudando a melhor maneira de fazê-las, inclusive com a colaboração das equipes da área da Saúde”, observa Gomes.

O residencial Alto da Paz

As 1.111 unidades habitacionais da primeira etapa serão entregues, prioritariamente, às famílias que ocupavam o local em 2014, a moradores beneficiados com a urbanização do Serviluz e outras áreas de riscos do entorno, além de beneficiários de intervenções urbanísticas nas lagoas do Papicu e Gengibre. Em virtude das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, a previsão de entrega dos apartamentos ficou para o início do segundo semestre deste ano.

A segunda etapa, com 317 unidades está com 70% de construção concluída, será destinada a famílias impactadas pelas obras do VLT.

Publicado em Habitação
Os apartamentos são de dois quartos, sala, cozinha e banheiro
A inspeção focou na parte estrutural dos apartamentos

Equipes da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) estiveram, na manhã desta quarta-feira (02/10), realizando vistoria na obra do residencial Vila do Mar III. O empreendimento, composto de 264 apartamentos, está vinculado ao projeto de urbanização do Vila do Mar.

A inspeção focou na parte estrutural dos apartamentos, pela qual portas, janelas, piso, escada, coberta e instalações hidrossanitárias foram vistoriados. “Essa foi a segunda visita técnica, sendo que na primeira 48 apartamentos passaram pela vistoria e hoje 72 foram inspecionados. Esse procedimento antecede a vistoria das famílias prevista ainda para este mês”, explica uma das engenheiras da Habitafor, Mariana Sales.

Mais

Empreendimento é a segunda etapa do residencial Vila do Mar III previsto para reassentar famílias do projeto Vila do Mar e que, atualmente, são assistidas pelo Programa de Locação Social. Ao todo, são 504 apartamentos de dois quartos, sala, cozinha e banheiro, dos quais 240 referentes à primeira etapa, o prefeito Roberto Cláudio entregou em dezembro do ano passado. A perspectiva é que as famílias façam a vistoria neste mês e a entrega das chaves ocorra ainda neste semestre.

Publicado em Habitação
O empreendimento está localizado na Regional V
As 192 unidades habitacionais do do residencial Maria Alves Carioca estão divididas em quatro blocos

A Prefeitura de Fortaleza realiza, no próximo sábado (01/06), o sorteio de 192 unidades habitacionais do residencial Maria Alves Carioca, localizado no bairro Granja Lisboa (Regional V). O evento acontece na Câmara Municipal de Fortaleza, a partir das 9 horas, com a presença do prefeito Roberto Cláudio, que acionará o dispositivo do sorteio.

O residencial Maria Alves Carioca, que fica na Rua Pato Branco, faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida. Atualmente, a obra, executada pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), está com mais de 80% de conclusão, com previsão de entrega para o segundo semestre deste ano. O empreendimento, orçado em R$ 15 milhões, tem financiamento da Prefeitura de Fortaleza com recursos de Contrapartida de Obras do PAC (CPAC) e do Governo Federal.

Serviço
Sorteio Habitacional – Residencial Maria Alves Carioca
Data: 01/06 (sábado)
Horário: 9h
Local: Câmara Municipal (Rua Rua Dr. Thompson Bulcão, 830 - Patriolino Ribeiro)

Publicado em Habitação
O Prefeito participou de encontro com comunidades da periferia realizado no PV durante o feriado da República

No feriado da Proclamação da República, comemorado nesta sexta-feira, 15 de novembro, o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio participou de encontro com comunidades da periferia realizado no estádio Presidente Vargas.  Com o estádio lotado, o Prefeito anunciou uma série de ações que serão feitasdentro do Programa Municipal de Melhoria Habitacional. Ele destacou três projetos para área da habitação, todos já com recursos garantidos.

O primeiro programa é para construção de habitação popular que deve entregar cerca de 20 mil novas moradias até dezembro de 2016. Segundo Roberto Claudio, já no próximo mês terá início um empreendimento no Ancuri para 3,5 mil famílias. “Será um dos maiores investimentos do Projeto Minha Casa, Minha Vida do país”. Até março do próximo ano, outros empreendimentos serão inicializados: no José Walter com duas mil e novecentas unidades. No Bairro Novo com 5 mil unidades e outro no Grande Ancuri  com 5 mil e 900 moradias.  “Até dezembro de 2016, quando termina o nosso mandato, vamos entregar pra cidade de Fortaleza, mais de 20 mil residências.  A expectativa é de entregar mais de 25 mil, mas como só gosto de prometer o que a gente tem cem por cento de certeza de cumprir, até 2016 serão entregues 20 mil casas novas”.

O segundo anúncio feito por Roberto Cláudio foi a realização de reformas em 40 mil unidades residenciais. Trabalho que será feito em parceria com o Governo do Estado do Ceará. Os custos serão divididos igualitariamente entre os dois e as pessoas em mutirão farão o trabalho. Em 2014 terão início as reformas de 13 mil unidades.

Cada família receberá R$ 1.500,00, para financiar as principais necessidades como a ligação de esgoto, construção de banheiros, em casas de apenas um cômodo poderá até ser feito mais um vão.

Por último, o prefeito anunciou a regularização fundiária para 60 mil famílias.  Esse ano a prefeitura já começou a regularizar, numa parceria com o governo do Estado e Tribunal de Justiça, mais de 10 mil casas da antiga COHAB. No anúncio feito nesta sexta-feira, incluem as casas que estão em áreas da União ou em locais invadidos e já consolidados da prefeitura.  “Com isso a gente vai garantir que cada proprietário de casa tenha o documento de sua residência.” Para essa regularização,  as regionais serão responsáveis de fazer o cadastramento das pessoas que moram há anos em suas residências e não têm o documento do imóvel.

Todos os projetos anunciados pelo prefeito, no encontro com as comunidades das periferias, serão realizados a partir do  início de 2014.

No dia 15 de janeiro, as Secretarias Regionais começarão  um novo processo de cadastramento. Todas as pessoas, inclusive as que já possuem cadastro, terão que se cadastrar novamente para ter o direito de ganhar uma casa ou a realização da reforma. Uma comissão vai avaliar quais são as pessoas que estão dentro dos critérios estabelecidos. Caso o número de pessoas seja maior que o de casas oferecidas, será feito um sorteio das residências.

O secretário estadual das Cidades, Carlo Ferrentini Sampaio, destacou a importância da parceria entre os poderes estadual e municipal. “A gestão municipal, em menos de um ano já está trazendo enormes resultados para Fortaleza. E o governo do Ceará, através deste programa de melhorias habitacionais se consolida cada vez mais com a prefeitura levando benefícios para a população”.

Segundo a presidenta da Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), Eliana Gomes, todos os projetos anunciados por Roberto Claudio vão possibilitar a melhoria da qualidade de vida para uma grande faixa da população, e elevar a autoestima de muitas pessoas que passarão a ter casas dignas para morar.

Publicado em Infraestrutura