28 de setembro de 2018 em Meio ambiente

Prefeito Roberto Cláudio inaugura 49º Ecoponto de Fortaleza

A solenidade de inauguração marcou, ainda, a entrega da reforma da Praça Ari de Sá Cavalcante


várias pessoas num palco
Durante a inauguração do Ecoponto, o Prefeito declarou que, até o fim de 2018, Fortaleza contará com 60 equipamentos similares
O prefeito Roberto Cláudio inaugurou, na noite desta quinta-feira (27/09), o 49º Ecoponto de Fortaleza. O equipamento, instalado no bairro Amadeu Furtado, é o sexto implantado na Regional III e reforça a política voltada à gestão responsável de resíduos sólidos na Capital. A solenidade de inauguração marcou, ainda, a entrega da reforma da Praça Ari de Sá Cavalcante, onde o Ecoponto foi implantado.

O novo Ecoponto, como os demais, oferece estrutura adequada ao descarte de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. A partir da troca de materiais recicláveis por vantagens do programa Recicla Fortaleza, a população obtém desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único.

Oriundo da parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFor) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o local funciona de segunda-feira a sábado, de 8h às 12h e de 14h às 17h, e está equipado com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento.

Os benefícios provenientes da iniciativa são multisetoriais e, além de estimularem a geração de renda, impactam positivamente a limpeza urbana e a saúde pública. “Todos os Ecopontos, incluindo este, até dezembro, já contarão com o E-carroceiro. Além da troca do lixo reciclável por crédito, a gente vai pagar pelo lixo de entulho, de poda de árvore, de resto de mobília, depositando o valor em um cartão e credenciando os comércios locais. Além de limpar a Cidade e gerar nova renda, a gente vai estimular a economia local”, informou o Prefeito, acrescentando que, até o fim de 2018, Fortaleza contará com 60 equipamentos similares.

Praça Ari de Sá Cavalcante

Também inaugurada nesta quinta-feira, a Praça Ari de Sá Cavalcante recebeu intervenções infraestruturais, equipamentos de ginástica, pintura, mobiliários urbanos e reforma da quadra esportiva.

“O vereador Michel Lins, adotante do espaço, promoveu, junto à comunidade, uma grande reforma, entregando à Cidade de volta um espaço público digno, bacana, para ser utilizado pelas famílias, pela comunidade, pelas crianças e jovens”, afirmou Roberto Cláudio.

A população aprovou as novidades. “A gente espera que o Ecoponto torne esse entorno mais limpo. Aqui, circulam pessoas de todas as idades, estudantes, idosos, famílias. Espero que todos colaborem. Só quem ganha é a população, que, agora, também vai poder aproveitar a nova Praça, que ficou linda e iluminada”, afirmou o vendedor José Éverton Araújo.

Outros 48 Ecopontos já foram implantados e encontram-se em pleno funcionamento, estando distribuídos nos bairros Centro, Barra do Ceará, Cristo Redentor, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Vila do Mar, São João do Tauape, Varjota, Cidade 2000, Praia do Futuro, Vicente Pinzon, Guararapes, Cocó, Luciano Cavalcante, Jóquei Clube, Pici, Autran Nunes, Bairro de Fátima, Vila Peri, Serrinha, Damas, Parangaba, Conjunto Esperança, Conjunto Ceará, José Walter, Aracapé, Granja Portugal, Jardim Cearense, Mondubim, Edson Queiroz, Cidade dos Funcionários, Jangurussu, Parque Dois Irmãos, Messejana, São Bento, Sapiranga, Dias Macedo, Sítio São João, Paupina, João XXIII e Bonsucesso.

Até o fim da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é de que Fortaleza conte com, pelo menos, um Ecoponto em cada bairro, totalizando 119 equipamentos distribuídos por todas as Regionais.

Recicla Fortaleza tem adesão de mais de 22 mil usuários e gera benefícios totais de quase R$ 500 mil

O programa Recicla Fortaleza dá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Enel Distribuição Ceará (Enel) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

A iniciativa já conta com a adesão de cerca de 22 mil usuários, gerando benefícios totais da ordem de R$ 500 mil. Ainda de acordo com o titular da SCSP, João Pupo, a expectativa da Prefeitura é de continuar fomentando a adesão da população à política. “Essa adesão sugere que há fortalezenses que, por exemplo, não pagam mais conta de energia ou fazem todos os seus trajetos em transporte público apenas com os créditos do Bilhete Único. Ainda este ano, a gente pretende passar a trocar lixo reciclável por dinheiro, que poderá ser utilizado em supermercados, feiras ou trocado em caixas eletrônicos. É mais um estímulo que a gente oferece ao aumento da adesão da população à ideia”, reforçou.

Para se ter acesso aos benefícios é simples. Basta que o fortalezense procure um dos Ecopontos mais próximos, levando a conta da Enel ou o Bilhete Único, para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro.

No Ecoponto, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração as diretrizes mercadológicas.

Materiais que geram crédito no Recicla Fortaleza

Os materiais que vão gerar crédito na conta de energia são vidro, metal, papel, plástico e outros, como na divisão abaixo:

Vidro
- Embalagens de vidro, café solúvel e maionese, e garrafas de cerveja, refrigerantes e aguardente.

Metal (Exceto Cobre)
- Ferros em geral, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.

Papel
- Papelão, jornais, livros, cadernos, papel branco e papel misto.

Plástico
- Garrafas de refrigerantes (PET), filme, PVC, mangueira, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.

Outros
- Óleo de cozinha e embalagens Tetrapak (leite, sucos e achocolatados).

Prefeito Roberto Cláudio inaugura 49º Ecoponto de Fortaleza

A solenidade de inauguração marcou, ainda, a entrega da reforma da Praça Ari de Sá Cavalcante

várias pessoas num palco
Durante a inauguração do Ecoponto, o Prefeito declarou que, até o fim de 2018, Fortaleza contará com 60 equipamentos similares
O prefeito Roberto Cláudio inaugurou, na noite desta quinta-feira (27/09), o 49º Ecoponto de Fortaleza. O equipamento, instalado no bairro Amadeu Furtado, é o sexto implantado na Regional III e reforça a política voltada à gestão responsável de resíduos sólidos na Capital. A solenidade de inauguração marcou, ainda, a entrega da reforma da Praça Ari de Sá Cavalcante, onde o Ecoponto foi implantado.

O novo Ecoponto, como os demais, oferece estrutura adequada ao descarte de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. A partir da troca de materiais recicláveis por vantagens do programa Recicla Fortaleza, a população obtém desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único.

Oriundo da parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFor) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o local funciona de segunda-feira a sábado, de 8h às 12h e de 14h às 17h, e está equipado com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento.

Os benefícios provenientes da iniciativa são multisetoriais e, além de estimularem a geração de renda, impactam positivamente a limpeza urbana e a saúde pública. “Todos os Ecopontos, incluindo este, até dezembro, já contarão com o E-carroceiro. Além da troca do lixo reciclável por crédito, a gente vai pagar pelo lixo de entulho, de poda de árvore, de resto de mobília, depositando o valor em um cartão e credenciando os comércios locais. Além de limpar a Cidade e gerar nova renda, a gente vai estimular a economia local”, informou o Prefeito, acrescentando que, até o fim de 2018, Fortaleza contará com 60 equipamentos similares.

Praça Ari de Sá Cavalcante

Também inaugurada nesta quinta-feira, a Praça Ari de Sá Cavalcante recebeu intervenções infraestruturais, equipamentos de ginástica, pintura, mobiliários urbanos e reforma da quadra esportiva.

“O vereador Michel Lins, adotante do espaço, promoveu, junto à comunidade, uma grande reforma, entregando à Cidade de volta um espaço público digno, bacana, para ser utilizado pelas famílias, pela comunidade, pelas crianças e jovens”, afirmou Roberto Cláudio.

A população aprovou as novidades. “A gente espera que o Ecoponto torne esse entorno mais limpo. Aqui, circulam pessoas de todas as idades, estudantes, idosos, famílias. Espero que todos colaborem. Só quem ganha é a população, que, agora, também vai poder aproveitar a nova Praça, que ficou linda e iluminada”, afirmou o vendedor José Éverton Araújo.

Outros 48 Ecopontos já foram implantados e encontram-se em pleno funcionamento, estando distribuídos nos bairros Centro, Barra do Ceará, Cristo Redentor, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Vila do Mar, São João do Tauape, Varjota, Cidade 2000, Praia do Futuro, Vicente Pinzon, Guararapes, Cocó, Luciano Cavalcante, Jóquei Clube, Pici, Autran Nunes, Bairro de Fátima, Vila Peri, Serrinha, Damas, Parangaba, Conjunto Esperança, Conjunto Ceará, José Walter, Aracapé, Granja Portugal, Jardim Cearense, Mondubim, Edson Queiroz, Cidade dos Funcionários, Jangurussu, Parque Dois Irmãos, Messejana, São Bento, Sapiranga, Dias Macedo, Sítio São João, Paupina, João XXIII e Bonsucesso.

Até o fim da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é de que Fortaleza conte com, pelo menos, um Ecoponto em cada bairro, totalizando 119 equipamentos distribuídos por todas as Regionais.

Recicla Fortaleza tem adesão de mais de 22 mil usuários e gera benefícios totais de quase R$ 500 mil

O programa Recicla Fortaleza dá desconto na conta de energia e crédito no Bilhete Único pela troca de resíduos recicláveis, resultado de parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, a Enel Distribuição Ceará (Enel) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

A iniciativa já conta com a adesão de cerca de 22 mil usuários, gerando benefícios totais da ordem de R$ 500 mil. Ainda de acordo com o titular da SCSP, João Pupo, a expectativa da Prefeitura é de continuar fomentando a adesão da população à política. “Essa adesão sugere que há fortalezenses que, por exemplo, não pagam mais conta de energia ou fazem todos os seus trajetos em transporte público apenas com os créditos do Bilhete Único. Ainda este ano, a gente pretende passar a trocar lixo reciclável por dinheiro, que poderá ser utilizado em supermercados, feiras ou trocado em caixas eletrônicos. É mais um estímulo que a gente oferece ao aumento da adesão da população à ideia”, reforçou.

Para se ter acesso aos benefícios é simples. Basta que o fortalezense procure um dos Ecopontos mais próximos, levando a conta da Enel ou o Bilhete Único, para fazer o cadastro e receber o cartão Recicla Fortaleza. Daí, é separar os resíduos recicláveis e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro.

No Ecoponto, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos recicláveis, pois o crédito será calculado de acordo o peso e os tipos de materiais, levando em consideração as diretrizes mercadológicas.

Materiais que geram crédito no Recicla Fortaleza

Os materiais que vão gerar crédito na conta de energia são vidro, metal, papel, plástico e outros, como na divisão abaixo:

Vidro
- Embalagens de vidro, café solúvel e maionese, e garrafas de cerveja, refrigerantes e aguardente.

Metal (Exceto Cobre)
- Ferros em geral, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.

Papel
- Papelão, jornais, livros, cadernos, papel branco e papel misto.

Plástico
- Garrafas de refrigerantes (PET), filme, PVC, mangueira, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.

Outros
- Óleo de cozinha e embalagens Tetrapak (leite, sucos e achocolatados).