13 de agosto de 2021 em Educação

Prefeitura conclui semana de acolhimento das famílias de alunos da Rede Municipal

Iniciativa faz parte do cronograma de retorno gradual das aulas presenciais nas escolas do Município, que iniciarão no próximo dia 8 de setembro


 

Acolhimento Rede de Ensino
Programação foi realizada nas 581 unidades escolares, de forma presencial, seguindo todos os protocolos necessários ao enfrentamento da Covid-19 

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME) encerrou, nesta sexta-feira (13/08), o acolhimento de pais e responsáveis pelos mais de 240 mil alunos da Rede de Ensino, como parte do cronograma de retorno gradual das aulas presenciais nas escolas do Município, que iniciarão no próximo dia 8 de setembro.

Realizada nas 581 unidades escolares, a acolhida aconteceu de forma presencial, seguindo todos os protocolos necessários ao enfrentamento da Covid-19. “Foi uma alegria reencontrar as famílias. Tivemos uma semana muito proveitosa, onde passamos todas as diretrizes que nos foram encaminhadas pela Secretaria. Com a boa compressão por parte dos pais agora vamos seguir mais firmes”, pontuou Giovanni Sombra, diretor da EM João Saraiva Leão, na Lagoa Redonda, destacando o fortalecimento da parceria entre as famílias e a escola. 

Durante a programação dividida por turmas e turno, a gestão de cada unidade esclareceu informações sobre a nova rotina escolar, protocolos sanitários, modelo de ensino, intervenções estruturais, assim como acompanhamento da saúde dos alunos durante as aulas presenciais e a realização da avaliação diagnóstica.

Entusiasmada após o encontro, Ivonete Vieira, mãe de alunos da EM Noelzinda Sátiro Santiago, no Parque São José, destacou a importância do momento para a comunidade vivenciar com segurança o retorno às salas de aulas. Compartilhando do mesmo sentimento, Letícia Lustosa ressaltou: “Essa forma acolhedora de esclarecer e deixar transparentes as informações nos deixou mais seguros e cientes de tudo que irá acontecer. Isso nos traz muita tranquilidade para esse retorno”, disse a mãe de Bernardo, aluno do 8º ano da ETI Laís Rodrigues de Almeida, no Curió.

“Esse acolhimento é significativo na medida em que muitas crianças tiveram seu processo presencial interrompido pela pandemia e tantas outras ainda irão iniciar seu processo de escolarização presencial. Nesse momento, os profissionais da escola, já cuidados pelos gestores, estão cuidando das famílias, que juntos, cuidarão das crianças”, acrescentou a psicóloga Karinne Alcântra, profissional do Serviço de Psicologia Escolar da SME.

Conforme o cronograma do plano de retomada das aulas presenciais, além da acolhida dos pais e responsáveis, a SME já realizou formações para os profissionais da Educação, incluindo gestores, coordenadores, secretários, professores, colaboradores ligados ao apoio à gestão escolar. Na próxima semana, será aplicada a Avaliação Diagnóstica de Rede para todos os alunos do Ensino Fundamental, com o objetivo de identificar e analisar os níveis de aprendizagem dos estudantes, bem como planejar as estratégias de intervenção a serem adotadas pela Rede Municipal.

Prefeitura conclui semana de acolhimento das famílias de alunos da Rede Municipal

Iniciativa faz parte do cronograma de retorno gradual das aulas presenciais nas escolas do Município, que iniciarão no próximo dia 8 de setembro

 

Acolhimento Rede de Ensino
Programação foi realizada nas 581 unidades escolares, de forma presencial, seguindo todos os protocolos necessários ao enfrentamento da Covid-19 

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME) encerrou, nesta sexta-feira (13/08), o acolhimento de pais e responsáveis pelos mais de 240 mil alunos da Rede de Ensino, como parte do cronograma de retorno gradual das aulas presenciais nas escolas do Município, que iniciarão no próximo dia 8 de setembro.

Realizada nas 581 unidades escolares, a acolhida aconteceu de forma presencial, seguindo todos os protocolos necessários ao enfrentamento da Covid-19. “Foi uma alegria reencontrar as famílias. Tivemos uma semana muito proveitosa, onde passamos todas as diretrizes que nos foram encaminhadas pela Secretaria. Com a boa compressão por parte dos pais agora vamos seguir mais firmes”, pontuou Giovanni Sombra, diretor da EM João Saraiva Leão, na Lagoa Redonda, destacando o fortalecimento da parceria entre as famílias e a escola. 

Durante a programação dividida por turmas e turno, a gestão de cada unidade esclareceu informações sobre a nova rotina escolar, protocolos sanitários, modelo de ensino, intervenções estruturais, assim como acompanhamento da saúde dos alunos durante as aulas presenciais e a realização da avaliação diagnóstica.

Entusiasmada após o encontro, Ivonete Vieira, mãe de alunos da EM Noelzinda Sátiro Santiago, no Parque São José, destacou a importância do momento para a comunidade vivenciar com segurança o retorno às salas de aulas. Compartilhando do mesmo sentimento, Letícia Lustosa ressaltou: “Essa forma acolhedora de esclarecer e deixar transparentes as informações nos deixou mais seguros e cientes de tudo que irá acontecer. Isso nos traz muita tranquilidade para esse retorno”, disse a mãe de Bernardo, aluno do 8º ano da ETI Laís Rodrigues de Almeida, no Curió.

“Esse acolhimento é significativo na medida em que muitas crianças tiveram seu processo presencial interrompido pela pandemia e tantas outras ainda irão iniciar seu processo de escolarização presencial. Nesse momento, os profissionais da escola, já cuidados pelos gestores, estão cuidando das famílias, que juntos, cuidarão das crianças”, acrescentou a psicóloga Karinne Alcântra, profissional do Serviço de Psicologia Escolar da SME.

Conforme o cronograma do plano de retomada das aulas presenciais, além da acolhida dos pais e responsáveis, a SME já realizou formações para os profissionais da Educação, incluindo gestores, coordenadores, secretários, professores, colaboradores ligados ao apoio à gestão escolar. Na próxima semana, será aplicada a Avaliação Diagnóstica de Rede para todos os alunos do Ensino Fundamental, com o objetivo de identificar e analisar os níveis de aprendizagem dos estudantes, bem como planejar as estratégias de intervenção a serem adotadas pela Rede Municipal.