05 de setembro de 2018 em Meio ambiente

Representantes da Prefeitura do Rio de Janeiro conhecem Ecopolo da Leste-Oeste e Programa E-Carroceiro

As ações são duas condutas socioambientais exitosas implantadas pelo prefeito Roberto Cláudio há pouco mais de um ano


A meta do prefeito Roberto Cláudio é expandir o Programa E-Carroceiro a todas Regionais da cidade.
Na manhã desta quinta-feira (06/09), a SCSP, a Regional I e o Instituto Banco Palmas participarão de mesa, no Solidários 2018, que apresentará o programa E-Carroceiro

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio de Janeiro, Epitácio Brunet, e a coordenadora de Economia Solidária e Comércio Justo do Rio de Janeiro, Ana Asti, conheceram, na manhã desta quarta-feira (05/09), as atividades do Ecopolo da Leste-Oeste e do Programa E-Carroceiro. As ações são duas condutas socioambientais exitosas implantadas pelo prefeito Roberto Cláudio, há pouco mais de um ano, por meio da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), contando com a parceria da Secretaria Regional I.

Brunet e Asti estão em Fortaleza participando do Encontro Global de Bancos Solidários de Desenvolvimento (Solidários 2018), de 04 e 06 de setembro, na Fábrica de Eventos do Hotel Praia Centro. A convite do coordenador-geral do Instituto Banco Palmas, Joaquim Melo; o secretário da Regional I, Gilberto Bastos, acompanhou a visita dos representantes da Prefeitura do Rio Janeiro ao Ecopolo. Na ocasião, Gilberto apresentou os espaços e expôs as mudanças concedidas à avenida, após o estabelecimento do Ecopolo e do E-Carroceiro

“Conversamos sobre a inovadora logística de coleta; debatemos sobre as requalificações urbanas realizadas na via e sobre o ciclomonitoramento eficaz implementado; dialogamos a respeito das mobilizações educativas e falamos nos diversos agentes atuantes na região em nome do sucesso das ações, quando mencionei, inclusive, a atuação das senhoras do Movimento Senhora Faxina”, ressalta o secretário da Regional I, Gilberto Bastos.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio de Janeiro, Epitácio Brunet, “este é um belo exemplo. Estamos pensando já com a equipe da Prefeitura de Fortaleza em estabelecer um convênio para que possamos fortalecer a cidade do Rio Janeiro com ações equivalentes a estas. Precisamos aprender com exitosos projetos, estas trocas de experiências só tornam as grandes capitais mais fortes e mais justas”.

Na manhã desta quinta-feira (06/09), a SCSP, a Regional I e o Instituto Banco Palmas participarão de mesa, no Solidários 2018, que apresentará o programa E-Carroceiro. Participam do Encontro também a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova).

E-Carroceiro
O programa E-Carroceiro, lançado, há mais de um ano, pela Prefeitura, por meio da Secretaria Regional I, com o nome Carroceiro Legal, foi implementado, inicialmente, no Ecoponto Vila Velha, para promover encontros educativos com os carroceiros, visando à qualidade do vínculo carroceiros-Ecopontos, a eliminação de pontos de lixo e a mudança de comportamento.

Logo em seguida, com a implantação do Ecopolo da Leste-Oeste, há cerca de um ano, pelo Município, o Programa ganhou novo nome: E-Carroceiro (com E que se remete a Ecoponto, à Ecologia) e passou a contar com a participação do Instituto Banco Palmas. A ação, atualmente, remunera mais de 160 carroceiros cadastrados pelos nove Ecopontos da Regional I e pelo Ecoponto do Jangurussu, na Regional VI.

Funciona assim: os carroceiros direcionam o entulho aos Ecopontos, realizam a pesagem em balança, recebem pagamento na forma de crédito em cartão, que está sendo utilizado no comércio da região ou retirada do dinheiro. A meta do prefeito Roberto Cláudio é expandir o Programa E-Carroceiro a todas Regionais da Cidade.

Representantes da Prefeitura do Rio de Janeiro conhecem Ecopolo da Leste-Oeste e Programa E-Carroceiro

As ações são duas condutas socioambientais exitosas implantadas pelo prefeito Roberto Cláudio há pouco mais de um ano

A meta do prefeito Roberto Cláudio é expandir o Programa E-Carroceiro a todas Regionais da cidade.
Na manhã desta quinta-feira (06/09), a SCSP, a Regional I e o Instituto Banco Palmas participarão de mesa, no Solidários 2018, que apresentará o programa E-Carroceiro

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio de Janeiro, Epitácio Brunet, e a coordenadora de Economia Solidária e Comércio Justo do Rio de Janeiro, Ana Asti, conheceram, na manhã desta quarta-feira (05/09), as atividades do Ecopolo da Leste-Oeste e do Programa E-Carroceiro. As ações são duas condutas socioambientais exitosas implantadas pelo prefeito Roberto Cláudio, há pouco mais de um ano, por meio da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), contando com a parceria da Secretaria Regional I.

Brunet e Asti estão em Fortaleza participando do Encontro Global de Bancos Solidários de Desenvolvimento (Solidários 2018), de 04 e 06 de setembro, na Fábrica de Eventos do Hotel Praia Centro. A convite do coordenador-geral do Instituto Banco Palmas, Joaquim Melo; o secretário da Regional I, Gilberto Bastos, acompanhou a visita dos representantes da Prefeitura do Rio Janeiro ao Ecopolo. Na ocasião, Gilberto apresentou os espaços e expôs as mudanças concedidas à avenida, após o estabelecimento do Ecopolo e do E-Carroceiro

“Conversamos sobre a inovadora logística de coleta; debatemos sobre as requalificações urbanas realizadas na via e sobre o ciclomonitoramento eficaz implementado; dialogamos a respeito das mobilizações educativas e falamos nos diversos agentes atuantes na região em nome do sucesso das ações, quando mencionei, inclusive, a atuação das senhoras do Movimento Senhora Faxina”, ressalta o secretário da Regional I, Gilberto Bastos.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio de Janeiro, Epitácio Brunet, “este é um belo exemplo. Estamos pensando já com a equipe da Prefeitura de Fortaleza em estabelecer um convênio para que possamos fortalecer a cidade do Rio Janeiro com ações equivalentes a estas. Precisamos aprender com exitosos projetos, estas trocas de experiências só tornam as grandes capitais mais fortes e mais justas”.

Na manhã desta quinta-feira (06/09), a SCSP, a Regional I e o Instituto Banco Palmas participarão de mesa, no Solidários 2018, que apresentará o programa E-Carroceiro. Participam do Encontro também a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova).

E-Carroceiro
O programa E-Carroceiro, lançado, há mais de um ano, pela Prefeitura, por meio da Secretaria Regional I, com o nome Carroceiro Legal, foi implementado, inicialmente, no Ecoponto Vila Velha, para promover encontros educativos com os carroceiros, visando à qualidade do vínculo carroceiros-Ecopontos, a eliminação de pontos de lixo e a mudança de comportamento.

Logo em seguida, com a implantação do Ecopolo da Leste-Oeste, há cerca de um ano, pelo Município, o Programa ganhou novo nome: E-Carroceiro (com E que se remete a Ecoponto, à Ecologia) e passou a contar com a participação do Instituto Banco Palmas. A ação, atualmente, remunera mais de 160 carroceiros cadastrados pelos nove Ecopontos da Regional I e pelo Ecoponto do Jangurussu, na Regional VI.

Funciona assim: os carroceiros direcionam o entulho aos Ecopontos, realizam a pesagem em balança, recebem pagamento na forma de crédito em cartão, que está sendo utilizado no comércio da região ou retirada do dinheiro. A meta do prefeito Roberto Cláudio é expandir o Programa E-Carroceiro a todas Regionais da Cidade.