28 de setembro de 2021 em Habitação

Residencial Maria Alves Carioca recebe ações de limpeza e capinação

A iniciativa surgiu, a partir dos plantões sociais realizados pelo trabalho social


O residencial tem 192 unidades habitacionais
O residencial foi entregue em maio pela gestão do prefeito José Sarto

Mais uma ação, a partir do trabalho social desenvolvimento pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), foi executada no residencial Maria Alves Carioca. Nesta segunda-feira (27/9), equipes de conservação estiveram no local para realizar uma limpeza geral no entorno do empreendimento que fica localizado no bairro Granja Lisboa (Regional 5).

De acordo com a coordenadora de Programas Sociais da Habitafor, Andréa Cialdini, a iniciativa é uma das que estão sendo executadas no residencial. “Dentro do trabalho social, todo mês tem o plantão social, que é quando as equipes ficam disponíveis para o atendimento de demandas das famílias. São pedidos de diversas formas, dentre os quais surgiu a necessidade de capinação do entorno do empreendimento e fomos prontamente atendidos por outros por órgãos da Prefeitura. Além disso, também ocorrem oficinas, capacitações e atividades com as crianças”, explicou Cialdini.

Por meio do plantão social, as equipes ainda orientam os moradores quanto aos direitos e programas sociais, sobre o acesso aos serviços de saúde, especialmente nesse período de pandemia, quando surgem muitas dúvidas acerca da vacinação em andamento em todo o país. “Assim como no Maria Alves Carioca, o trabalho social já viabilizou esse tipo de ação em outros empreendimentos como Heloneida Studart, na Granja Lisboa, e no Novo Jardim Castelão, no Passaré”, lembrou a Aoordenadora.

Mais

Entregue em maio deste ano pelo prefeito José Sarto, o residencial Maria Alves Carioca recebeu 192 famílias que, desde julho, já foram beneficiadas com 23 iniciativas do trabalho social. Essas ações, que incluem plantões sociais, oficinas, capacitações e atividades com as crianças, são parte da assistência prestada aos moradores do empreendimento no antes, durante e pós-entrega dos empreendimentos.

Residencial Maria Alves Carioca recebe ações de limpeza e capinação

A iniciativa surgiu, a partir dos plantões sociais realizados pelo trabalho social

O residencial tem 192 unidades habitacionais
O residencial foi entregue em maio pela gestão do prefeito José Sarto

Mais uma ação, a partir do trabalho social desenvolvimento pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), foi executada no residencial Maria Alves Carioca. Nesta segunda-feira (27/9), equipes de conservação estiveram no local para realizar uma limpeza geral no entorno do empreendimento que fica localizado no bairro Granja Lisboa (Regional 5).

De acordo com a coordenadora de Programas Sociais da Habitafor, Andréa Cialdini, a iniciativa é uma das que estão sendo executadas no residencial. “Dentro do trabalho social, todo mês tem o plantão social, que é quando as equipes ficam disponíveis para o atendimento de demandas das famílias. São pedidos de diversas formas, dentre os quais surgiu a necessidade de capinação do entorno do empreendimento e fomos prontamente atendidos por outros por órgãos da Prefeitura. Além disso, também ocorrem oficinas, capacitações e atividades com as crianças”, explicou Cialdini.

Por meio do plantão social, as equipes ainda orientam os moradores quanto aos direitos e programas sociais, sobre o acesso aos serviços de saúde, especialmente nesse período de pandemia, quando surgem muitas dúvidas acerca da vacinação em andamento em todo o país. “Assim como no Maria Alves Carioca, o trabalho social já viabilizou esse tipo de ação em outros empreendimentos como Heloneida Studart, na Granja Lisboa, e no Novo Jardim Castelão, no Passaré”, lembrou a Aoordenadora.

Mais

Entregue em maio deste ano pelo prefeito José Sarto, o residencial Maria Alves Carioca recebeu 192 famílias que, desde julho, já foram beneficiadas com 23 iniciativas do trabalho social. Essas ações, que incluem plantões sociais, oficinas, capacitações e atividades com as crianças, são parte da assistência prestada aos moradores do empreendimento no antes, durante e pós-entrega dos empreendimentos.