13 de janeiro de 2020 em Habitação

Trabalho social voltado para famílias do Cidade Jardim 2 é apresentado a lideranças do residencial

Cerca de mil atividades devem ocorrer em um período de 12 meses


Uma oficina de designer de sobrancelha foi a primeira atividade
Reunião para apresentar o trabalho social ocorreu nesta segunda-feira (13/01)

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) reuniu, na manhã desta segunda-feira (13/01), lideranças do residencial Cidade Jardim 2 para a apresentação do trabalho social que será desenvolvido junto às famílias. As atividades vão beneficiar as 5.968 famílias que residem no empreendimento e devem acontecer nos próximos 12 meses.

O trabalho social ocorre antes, durante e pós-entrega dos empreendimentos e é pautado em formações voltadas para o convívio social, mercado de trabalho, empreendedorismo e renda. "As ações propostas para o Cidade Jardim 2 só vêm para melhorar a qualidade de vida das pessoas. No entanto, elas não serão engessadas e poderão sofrer adequações para a melhor prestação do serviço", observou Mara Rubia Teixeira Maia, responsável pela empresa licitada para prestar o serviço.

Similar ao que já ocorreu em outros residenciais, o trabalho social no Cidade Jardim 2 é baseado em quatro eixos que abordam: Mobilização, organização e fortalecimento social; Acompanhamento e gestão social da intervenção; Educação ambiental e patrimonial; e Desenvolvimento socioeconômico. “Ao todo, serão 906 atividades, e, pela manhã, já tivemos a primeira ação que foi uma oficina de designer de sobrancelhas que se encaixa no eixo do desenvolvimento socioeconômico”, mencionou a secretária titular da Habitafor, Olinda Marques.

Mais

Ação presente de forma transversal nos programas vinculados à política de habitação, o trabalho social promovido pela Prefeitura já beneficiou cerca de 20 mil famílias em vários bairros de Fortaleza.

Trabalho social voltado para famílias do Cidade Jardim 2 é apresentado a lideranças do residencial

Cerca de mil atividades devem ocorrer em um período de 12 meses

Uma oficina de designer de sobrancelha foi a primeira atividade
Reunião para apresentar o trabalho social ocorreu nesta segunda-feira (13/01)

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) reuniu, na manhã desta segunda-feira (13/01), lideranças do residencial Cidade Jardim 2 para a apresentação do trabalho social que será desenvolvido junto às famílias. As atividades vão beneficiar as 5.968 famílias que residem no empreendimento e devem acontecer nos próximos 12 meses.

O trabalho social ocorre antes, durante e pós-entrega dos empreendimentos e é pautado em formações voltadas para o convívio social, mercado de trabalho, empreendedorismo e renda. "As ações propostas para o Cidade Jardim 2 só vêm para melhorar a qualidade de vida das pessoas. No entanto, elas não serão engessadas e poderão sofrer adequações para a melhor prestação do serviço", observou Mara Rubia Teixeira Maia, responsável pela empresa licitada para prestar o serviço.

Similar ao que já ocorreu em outros residenciais, o trabalho social no Cidade Jardim 2 é baseado em quatro eixos que abordam: Mobilização, organização e fortalecimento social; Acompanhamento e gestão social da intervenção; Educação ambiental e patrimonial; e Desenvolvimento socioeconômico. “Ao todo, serão 906 atividades, e, pela manhã, já tivemos a primeira ação que foi uma oficina de designer de sobrancelhas que se encaixa no eixo do desenvolvimento socioeconômico”, mencionou a secretária titular da Habitafor, Olinda Marques.

Mais

Ação presente de forma transversal nos programas vinculados à política de habitação, o trabalho social promovido pela Prefeitura já beneficiou cerca de 20 mil famílias em vários bairros de Fortaleza.