17 de junho de 2021 em Educação

Unidades escolares apoiam familiares de alunos no cadastro para vacinação contra a Covid-19

Secretaria Municipal da Educação (SME) está realizando a busca ativa junto aos pais ou responsáveis dos mais de 240 mil alunos matriculados na Rede


Mutirão Rede de Ensino
Até a última quarta-feira (16/06), as equipes das unidades escolares dos seis Distritos de Educação efetuaram 3.428 cadastros para a vacinação.

Com o avanço da vacinação contra a Covid para a população em geral, muitas pessoas ainda estão fora do cadastro para acessar o imunizante, seja por não ter acesso à internet ou não saber realizar o procedimento junto à plataforma Saúde Digital, do Governo do Estado. Para apoiar esta parcela da população, que possui entre 18 e 59 anos, a Prefeitura de Fortaleza está realizando um mutirão de cadastramento no sistema para a vacinação contra a Covid-19.

Dentro do mutirão, a Secretaria Municipal da Educação (SME) está realizando a busca ativa junto aos pais ou responsáveis dos mais de 240 mil alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino, com o objetivo de identificar, sensibilizar e orientar para que os familiares efetuem o cadastro e possam ter acesso à vacina. Até a última quarta-feira (16/06), as equipes das unidades escolares dos seis Distritos de Educação efetuaram 3.428 cadastros e continuam na sensibilização dos demais, assim como na busca ativa de novos casos sem cadastro.

Desde o último dia 09 de junho, as unidades escolares estão entrando em contato com as famílias e apoiando aqueles que ainda não estão com o cadastro regular. Foi o caso da Valdemira Albuquerque, de 39 anos, mãe de duas alunas da EM Johnson (Distrito 2), que já tinha tentado realizar o cadastro no Saúde Digital, mas não obteve êxito. “Ligaram da escola para conversar sobre a vacinação e o cadastro, como ainda não tinha conseguido fazer pelo celular, fui até lá e me ajudaram. Achei muito bom, foi rápido. Amanhã, vou novamente fazer do meu esposo. A expectativa agora é tomar a vacina”, relata.

Para a diretora da EM Johnson, Valéria Pinheiro, atuar no mutirão e ajudar as famílias é uma ação extremamente importante, que demonstra o papel social que a escola também deve ter. “Estamos criando consciência e uma rede de proteção para nossos alunos, para toda a comunidade escolar, assim como para a cidade. Temos ressaltado a importância da imunização e desconstruído alguns argumentos. Esse trabalho, a escuta é muito gratificante, pois dentro e fora da escola estamos promovendo a proteção de todos”, complementa a gestora.

Pontos de cadastramento

Além do trabalho desenvolvido pela SME, atuam no mutirão a Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS) e a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, que estão utilizando suas bases de dados de atendimento à população para saber quem já efetuou o cadastro no Saúde Digital e quem ainda precisa de ajuda.

Além dessa busca ativa, a Prefeitura de Fortaleza está disponibilizando atendimento presencial nos 27 Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), nos Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas) Jangurussu e José Walter, e no Centro Cultural Canindezinho.

Nesses locais, o público é recebido de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Basta chegar ao equipamento mais próximo da sua residência e procurar o serviço. Neles também estão disponíveis as listas dos agendados para vacinação naquela semana, caso a pessoa que realizou o cadastro e não consiga receber mensagens de WhatsApp ou e-mail possa saber quando será a sua vez de ser vacinada e o local da vacinação.

Unidades escolares apoiam familiares de alunos no cadastro para vacinação contra a Covid-19

Secretaria Municipal da Educação (SME) está realizando a busca ativa junto aos pais ou responsáveis dos mais de 240 mil alunos matriculados na Rede

Mutirão Rede de Ensino
Até a última quarta-feira (16/06), as equipes das unidades escolares dos seis Distritos de Educação efetuaram 3.428 cadastros para a vacinação.

Com o avanço da vacinação contra a Covid para a população em geral, muitas pessoas ainda estão fora do cadastro para acessar o imunizante, seja por não ter acesso à internet ou não saber realizar o procedimento junto à plataforma Saúde Digital, do Governo do Estado. Para apoiar esta parcela da população, que possui entre 18 e 59 anos, a Prefeitura de Fortaleza está realizando um mutirão de cadastramento no sistema para a vacinação contra a Covid-19.

Dentro do mutirão, a Secretaria Municipal da Educação (SME) está realizando a busca ativa junto aos pais ou responsáveis dos mais de 240 mil alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino, com o objetivo de identificar, sensibilizar e orientar para que os familiares efetuem o cadastro e possam ter acesso à vacina. Até a última quarta-feira (16/06), as equipes das unidades escolares dos seis Distritos de Educação efetuaram 3.428 cadastros e continuam na sensibilização dos demais, assim como na busca ativa de novos casos sem cadastro.

Desde o último dia 09 de junho, as unidades escolares estão entrando em contato com as famílias e apoiando aqueles que ainda não estão com o cadastro regular. Foi o caso da Valdemira Albuquerque, de 39 anos, mãe de duas alunas da EM Johnson (Distrito 2), que já tinha tentado realizar o cadastro no Saúde Digital, mas não obteve êxito. “Ligaram da escola para conversar sobre a vacinação e o cadastro, como ainda não tinha conseguido fazer pelo celular, fui até lá e me ajudaram. Achei muito bom, foi rápido. Amanhã, vou novamente fazer do meu esposo. A expectativa agora é tomar a vacina”, relata.

Para a diretora da EM Johnson, Valéria Pinheiro, atuar no mutirão e ajudar as famílias é uma ação extremamente importante, que demonstra o papel social que a escola também deve ter. “Estamos criando consciência e uma rede de proteção para nossos alunos, para toda a comunidade escolar, assim como para a cidade. Temos ressaltado a importância da imunização e desconstruído alguns argumentos. Esse trabalho, a escuta é muito gratificante, pois dentro e fora da escola estamos promovendo a proteção de todos”, complementa a gestora.

Pontos de cadastramento

Além do trabalho desenvolvido pela SME, atuam no mutirão a Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS) e a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, que estão utilizando suas bases de dados de atendimento à população para saber quem já efetuou o cadastro no Saúde Digital e quem ainda precisa de ajuda.

Além dessa busca ativa, a Prefeitura de Fortaleza está disponibilizando atendimento presencial nos 27 Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), nos Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas) Jangurussu e José Walter, e no Centro Cultural Canindezinho.

Nesses locais, o público é recebido de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Basta chegar ao equipamento mais próximo da sua residência e procurar o serviço. Neles também estão disponíveis as listas dos agendados para vacinação naquela semana, caso a pessoa que realizou o cadastro e não consiga receber mensagens de WhatsApp ou e-mail possa saber quando será a sua vez de ser vacinada e o local da vacinação.