06 de dezembro de 2018 em Gestão

Modelo de Avaliação de Desempenho inédito na Prefeitura de Fortaleza chega a fase final

Sepog realiza oficina sobre metodologia de avaliação utilizada no modelo para analistas


Entrando na reta final do primeiro Ciclo da Avaliação de Desempenho, a Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) realizou uma oficina para apresentar aos analistas de planejamento e gestão como funciona a metodologia da etapa de avaliação. O encontro aconteceu durante a tarde da segunda-feira (04/12), na Universidade do Parlamento Cearense (Unipace).

A Avaliação de Desempenho, prática inédita na Prefeitura de Fortaleza, começa pelos servidores da nova carreira do Município, empossados em julho de 2017 na Sepog e no Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), justamente aproveitando a criação do novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). Em 2019, o grupo de analistas empossados na Controladoria Geral do Município (CGM) também passa a ser avaliado.  

O processo tem como objetivo identificar pontos fortes e oportunidades de melhoria dos servidores, promover a comunicação e interação entre a instituição, os gestores e os analistas e implantar uma cultura de feedback contínuo.

A metodologia da Avaliação de Desempenho passa por seis etapas: Planejamento, realizado em janeiro; Monitoramento, de fevereiro a novembro; Repactuação de Metas, em julho e agosto; Avaliação, em dezembro; e por fim, o Reconhecimento e Implantação de Melhorias, em dezembro e janeiro, incluindo a implantação da gratificação prevista. Dentro da fase de avaliação, são observadas quatro instâncias: competências, metas institucionais, metas individuais e critérios administrativos.

“Acredito que teremos sucesso no resultado final e devemos pensar no novo ciclo como mais um desafio. Demos o nosso melhor e 2019 é uma oportunidade de melhorias, visto que nós, de alguma forma, trocamos o pneu com o carro andando, pois tivemos que construir todo esse processo enquanto ele acontecia”, explica a coordenadora da Assessoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Asplan) da Sepog, setor responsável pela Avaliação de Desempenho, Desirée Mota.

O Sistema de Gestão da Avaliação de Desempenho (Sigad), desenvolvido pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Cotec/Sepog), foi aberto para os avaliadores (chefias, analistas, pares, gestores/Área de Gestão de Pessoas) no dia 4/12 e fica disponível até sexta-feira (07/12) para ser alimentado com as pontuações para as metas individuais, critérios administrativos e competências.

Ao mesmo tempo, está sendo realizado pela Asplan a consolidação dos relatórios e evidências de metas institucionais enviada pelas Coordenadorias para avaliação final do secretário da Sepog. Em seguida, nos dias 10 e 11/12 acontecerá a avaliação das metas institucionais pelo secretário da Sepog e o Superintendente do Iplanfor.

Além de discutir a metodologia, foi demonstrado durante a tarde como funcionará a avaliação dentro do Sigad, juntamente com a Asplan e o Grupo Portfólio, apresentando o cronograma para a realização da alimentação do Sistema no período de avaliações. A finalização do primeiro Ciclo da Avaliação de Desempenho marca também o fim da consultoria do Grupo Portfólio, contratada há dois anos pela Sepog para auxiliar na construção do modelo de Avaliação adotado.

Na última sexta-feira (30/11), a Asplan realizou uma oficina sobre Oficina para Demonstração do Sigad e apresentação da Matriz de Responsabilidades, abordando técnicas de feedback com os coordenadores, gerentes e Coordenadorias Administrativo-Financeiras e representantes da Coordenadoria Estratégica de Gestão de Pessoas da Sepog e do Iplanfor, que as chefias devem aplicar na prática cotidiana e na devolutiva das avaliações dos analistas sobre suas metas e competências.

Modelo de Avaliação de Desempenho inédito na Prefeitura de Fortaleza chega a fase final

Sepog realiza oficina sobre metodologia de avaliação utilizada no modelo para analistas

Entrando na reta final do primeiro Ciclo da Avaliação de Desempenho, a Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) realizou uma oficina para apresentar aos analistas de planejamento e gestão como funciona a metodologia da etapa de avaliação. O encontro aconteceu durante a tarde da segunda-feira (04/12), na Universidade do Parlamento Cearense (Unipace).

A Avaliação de Desempenho, prática inédita na Prefeitura de Fortaleza, começa pelos servidores da nova carreira do Município, empossados em julho de 2017 na Sepog e no Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), justamente aproveitando a criação do novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). Em 2019, o grupo de analistas empossados na Controladoria Geral do Município (CGM) também passa a ser avaliado.  

O processo tem como objetivo identificar pontos fortes e oportunidades de melhoria dos servidores, promover a comunicação e interação entre a instituição, os gestores e os analistas e implantar uma cultura de feedback contínuo.

A metodologia da Avaliação de Desempenho passa por seis etapas: Planejamento, realizado em janeiro; Monitoramento, de fevereiro a novembro; Repactuação de Metas, em julho e agosto; Avaliação, em dezembro; e por fim, o Reconhecimento e Implantação de Melhorias, em dezembro e janeiro, incluindo a implantação da gratificação prevista. Dentro da fase de avaliação, são observadas quatro instâncias: competências, metas institucionais, metas individuais e critérios administrativos.

“Acredito que teremos sucesso no resultado final e devemos pensar no novo ciclo como mais um desafio. Demos o nosso melhor e 2019 é uma oportunidade de melhorias, visto que nós, de alguma forma, trocamos o pneu com o carro andando, pois tivemos que construir todo esse processo enquanto ele acontecia”, explica a coordenadora da Assessoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Asplan) da Sepog, setor responsável pela Avaliação de Desempenho, Desirée Mota.

O Sistema de Gestão da Avaliação de Desempenho (Sigad), desenvolvido pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Cotec/Sepog), foi aberto para os avaliadores (chefias, analistas, pares, gestores/Área de Gestão de Pessoas) no dia 4/12 e fica disponível até sexta-feira (07/12) para ser alimentado com as pontuações para as metas individuais, critérios administrativos e competências.

Ao mesmo tempo, está sendo realizado pela Asplan a consolidação dos relatórios e evidências de metas institucionais enviada pelas Coordenadorias para avaliação final do secretário da Sepog. Em seguida, nos dias 10 e 11/12 acontecerá a avaliação das metas institucionais pelo secretário da Sepog e o Superintendente do Iplanfor.

Além de discutir a metodologia, foi demonstrado durante a tarde como funcionará a avaliação dentro do Sigad, juntamente com a Asplan e o Grupo Portfólio, apresentando o cronograma para a realização da alimentação do Sistema no período de avaliações. A finalização do primeiro Ciclo da Avaliação de Desempenho marca também o fim da consultoria do Grupo Portfólio, contratada há dois anos pela Sepog para auxiliar na construção do modelo de Avaliação adotado.

Na última sexta-feira (30/11), a Asplan realizou uma oficina sobre Oficina para Demonstração do Sigad e apresentação da Matriz de Responsabilidades, abordando técnicas de feedback com os coordenadores, gerentes e Coordenadorias Administrativo-Financeiras e representantes da Coordenadoria Estratégica de Gestão de Pessoas da Sepog e do Iplanfor, que as chefias devem aplicar na prática cotidiana e na devolutiva das avaliações dos analistas sobre suas metas e competências.