04 de fevereiro de 2019 em Habitação

Prefeito Roberto Cláudio participa de sorteio de 656 unidades habitacionais do Cidade Jardim 2

Famílias contempladas passaram a conhecer os novos endereços das residências Minha Casa, Minha Vida


prefeito roberto cláudio discursa em um palco
Até junho, mais 4 mil casas populares serão entregues (Foto: Kiko Silva)

O prefeito Roberto Cláudio participou, nesta segunda-feira (04/02), no Ginásio Paulo Sarasate, da cerimônia do sorteio eletrônico do loteamento de 656 apartamentos do Residencial Cidade Jardim 2 (módulo 1), na Regional V. Este vem sendo o maior programa habitacional da história de Fortaleza, e deverá completar, ao final dos oito anos de administração do gestor, mais de 30 mil casas próprias entregues do programa do Minha Casa, Minha Vida, realizando, ainda, parcerias com o Governo do Estado do Ceará de modo a garantir outras contrapartidas orçamentárias.

Após o sorteio, a Habitafor convocará os beneficiários para a vistoria dos apartamentos, em seguida a assinatura dos contratos com o Banco do Brasil e, posteriormente, a entrega das chaves dos apartamentos. O processo também respeita critérios de ocupação dos pavimentos térreos para titulares ou cônjuges idosos e famílias com pessoas com deficiência. “Esse é um passo importante. As famílias já foram sorteadas no ano passado e hoje vão conhecer os endereços, ou seja, saem daqui sabendo qual é o apartamento e a unidade que vão receber”, reforçou a titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza, Olinda Marques

Conforme Roberto Cláudio, até junho, mais 4 mil casas populares serão entregues. Para ele, as políticas de gestão possuem um papel duplo, tanto o de urbanizar as novas áreas onde estão sendo construídas essas moradias, como o de garantir e acelerar a construção de casas próprias quem mais precisa e não tem meios para adquiri-las.

“Fortaleza é a capital brasileira que teve maior crescimento demográfico nos últimos 20 anos, além do déficit habitacional, acumulado por cerca de 25 anos por conta de migrações do interior do Ceará e de outras cidades do Nordeste, muitas vezes às custas de assentamentos precários, sem estrutura e em áreas de risco”, disse.

Adelieide de Bento Lima, de 31 anos, é dona de casa e se cadastrou no programa há cerca de 7 anos. Ela vai se mudar para o novo apartamento do Cidade Jardim II com o filho. "Onde eu ainda moro é área de risco, não tem saneamento básico e nenhuma estrutura. Estou muito feliz de estar sendo finalmente contemplada", contou.

Segurança

Outro ponto levantado pelo Prefeito Roberto Cláudio foi a questão da segurança para os futuros moradores. Ele explicou que a Prefeitura realiza um trabalho social prévio, mas principalmente, durante e logo após a entrega, fases que ele considera mais críticas em relação a possíveis interferências de agentes violentos. “As polícias Civil e Militar já estão agindo em todas as novas entregas desde o ano passado, realizando trabalho de inteligência para garantir que não haja ocupação e evitar que as pessoas sejam tiradas dos apartamentos quando recebem”, afirmou.

Saiba mais

O Residencial Cidade Jardim 2, no bairro José Walter, faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida e é uma parceria entre Prefeitura e Governo do Estado. Os investimentos de R$ 429.696.000,00 são oriundos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), mais recursos do Município. O Cidade Jardim 2 é dividido por módulos, totalizando 5.968 unidades habitacionais e, até o momento, 3.984 famílias já foram contempladas com moradias.

Prefeito Roberto Cláudio participa de sorteio de 656 unidades habitacionais do Cidade Jardim 2

Famílias contempladas passaram a conhecer os novos endereços das residências Minha Casa, Minha Vida

prefeito roberto cláudio discursa em um palco
Até junho, mais 4 mil casas populares serão entregues (Foto: Kiko Silva)

O prefeito Roberto Cláudio participou, nesta segunda-feira (04/02), no Ginásio Paulo Sarasate, da cerimônia do sorteio eletrônico do loteamento de 656 apartamentos do Residencial Cidade Jardim 2 (módulo 1), na Regional V. Este vem sendo o maior programa habitacional da história de Fortaleza, e deverá completar, ao final dos oito anos de administração do gestor, mais de 30 mil casas próprias entregues do programa do Minha Casa, Minha Vida, realizando, ainda, parcerias com o Governo do Estado do Ceará de modo a garantir outras contrapartidas orçamentárias.

Após o sorteio, a Habitafor convocará os beneficiários para a vistoria dos apartamentos, em seguida a assinatura dos contratos com o Banco do Brasil e, posteriormente, a entrega das chaves dos apartamentos. O processo também respeita critérios de ocupação dos pavimentos térreos para titulares ou cônjuges idosos e famílias com pessoas com deficiência. “Esse é um passo importante. As famílias já foram sorteadas no ano passado e hoje vão conhecer os endereços, ou seja, saem daqui sabendo qual é o apartamento e a unidade que vão receber”, reforçou a titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza, Olinda Marques

Conforme Roberto Cláudio, até junho, mais 4 mil casas populares serão entregues. Para ele, as políticas de gestão possuem um papel duplo, tanto o de urbanizar as novas áreas onde estão sendo construídas essas moradias, como o de garantir e acelerar a construção de casas próprias quem mais precisa e não tem meios para adquiri-las.

“Fortaleza é a capital brasileira que teve maior crescimento demográfico nos últimos 20 anos, além do déficit habitacional, acumulado por cerca de 25 anos por conta de migrações do interior do Ceará e de outras cidades do Nordeste, muitas vezes às custas de assentamentos precários, sem estrutura e em áreas de risco”, disse.

Adelieide de Bento Lima, de 31 anos, é dona de casa e se cadastrou no programa há cerca de 7 anos. Ela vai se mudar para o novo apartamento do Cidade Jardim II com o filho. "Onde eu ainda moro é área de risco, não tem saneamento básico e nenhuma estrutura. Estou muito feliz de estar sendo finalmente contemplada", contou.

Segurança

Outro ponto levantado pelo Prefeito Roberto Cláudio foi a questão da segurança para os futuros moradores. Ele explicou que a Prefeitura realiza um trabalho social prévio, mas principalmente, durante e logo após a entrega, fases que ele considera mais críticas em relação a possíveis interferências de agentes violentos. “As polícias Civil e Militar já estão agindo em todas as novas entregas desde o ano passado, realizando trabalho de inteligência para garantir que não haja ocupação e evitar que as pessoas sejam tiradas dos apartamentos quando recebem”, afirmou.

Saiba mais

O Residencial Cidade Jardim 2, no bairro José Walter, faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida e é uma parceria entre Prefeitura e Governo do Estado. Os investimentos de R$ 429.696.000,00 são oriundos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), mais recursos do Município. O Cidade Jardim 2 é dividido por módulos, totalizando 5.968 unidades habitacionais e, até o momento, 3.984 famílias já foram contempladas com moradias.