23 de abril de 2020 em Habitação

Prefeitura avança nas ações para entregar o residencial Alto da Paz

Localizado no bairro Vicente Pinzón, o empreendimento está dividido em duas etapas. A primeira com 1.111 apartamentos e a segunda, 317


A primeira etapa deve ser entregue ainda neste ano
A primeira etapa do loteamento conta com 1.111 unidades habitacionais

A Prefeitura de Fortaleza avança nos trabalhos para entregar o residencial Alto da Paz, localizado no bairro Vicente Pinzón. As tratativas para liberação do empreendimento, que são coordenadas pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), seguem avançando por meio de reuniões virtuais, principalmente com representantes da Caixa Econômica Federal para viabilizar os processos de loteamento, vistoria e assinatura de contratos, e com funcionários do Cartório de Registro de Imóveis da 5ª Zona para a emissão de matrículas.

Depois da conclusão da parte de infraestrutura do residencial, as ações da Prefeitura estão focadas na conclusão da etapa documental. “A obra está 100% concluída estruturalmente, inclusive com aprovação do habite-se, do Corpo de Bombeiros, das concessionárias da água e luz e agora estamos na etapa de emissão das matrículas de cada apartamento, executada junto ao cartório de registro de imóveis. Lembrando que os trabalhos seguem remotamente, mas temos conhecimento de que as primeiras matrículas já foram emitidas”, explica a titular da Habitafor, Olinda Marques.

Além da abertura das matrículas, paralelamente Habitafor e Caixa Econômica Federal seguem planejando a ação de sorteio de loteamento do residencial. “Essa é uma etapa em que as famílias conhecem o seu futuro endereço e, para isso, estamos identificando a demanda, classificando as famílias com idosos e pessoas com deficiência para terem prioridade nos andares térreos, para em seguida incluir as demais no processo de loteamento que deve ocorrer até o início de maio”, salienta o assessor de Gabinete da Habitafor, Arnóbio Gomes.

O assessor também explica os próximos passos. “Após o loteamento, que pode ser realizado virtualmente, existe a obrigatoriedade de que as famílias façam a vistoria das unidades habitacionais, para consequente assinatura de contratos. Para essas etapas que, naturalmente, geram aglomeração, Habitafor e Caixa estão estudando a melhor maneira de fazê-las, inclusive com a colaboração das equipes da área da Saúde”, observa Gomes.

O residencial Alto da Paz

As 1.111 unidades habitacionais da primeira etapa serão entregues, prioritariamente, às famílias que ocupavam o local em 2014, a moradores beneficiados com a urbanização do Serviluz e outras áreas de riscos do entorno, além de beneficiários de intervenções urbanísticas nas lagoas do Papicu e Gengibre. Em virtude das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, a previsão de entrega dos apartamentos ficou para o início do segundo semestre deste ano.

A segunda etapa, com 317 unidades está com 70% de construção concluída, será destinada a famílias impactadas pelas obras do VLT.

Prefeitura avança nas ações para entregar o residencial Alto da Paz

Localizado no bairro Vicente Pinzón, o empreendimento está dividido em duas etapas. A primeira com 1.111 apartamentos e a segunda, 317

A primeira etapa deve ser entregue ainda neste ano
A primeira etapa do loteamento conta com 1.111 unidades habitacionais

A Prefeitura de Fortaleza avança nos trabalhos para entregar o residencial Alto da Paz, localizado no bairro Vicente Pinzón. As tratativas para liberação do empreendimento, que são coordenadas pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), seguem avançando por meio de reuniões virtuais, principalmente com representantes da Caixa Econômica Federal para viabilizar os processos de loteamento, vistoria e assinatura de contratos, e com funcionários do Cartório de Registro de Imóveis da 5ª Zona para a emissão de matrículas.

Depois da conclusão da parte de infraestrutura do residencial, as ações da Prefeitura estão focadas na conclusão da etapa documental. “A obra está 100% concluída estruturalmente, inclusive com aprovação do habite-se, do Corpo de Bombeiros, das concessionárias da água e luz e agora estamos na etapa de emissão das matrículas de cada apartamento, executada junto ao cartório de registro de imóveis. Lembrando que os trabalhos seguem remotamente, mas temos conhecimento de que as primeiras matrículas já foram emitidas”, explica a titular da Habitafor, Olinda Marques.

Além da abertura das matrículas, paralelamente Habitafor e Caixa Econômica Federal seguem planejando a ação de sorteio de loteamento do residencial. “Essa é uma etapa em que as famílias conhecem o seu futuro endereço e, para isso, estamos identificando a demanda, classificando as famílias com idosos e pessoas com deficiência para terem prioridade nos andares térreos, para em seguida incluir as demais no processo de loteamento que deve ocorrer até o início de maio”, salienta o assessor de Gabinete da Habitafor, Arnóbio Gomes.

O assessor também explica os próximos passos. “Após o loteamento, que pode ser realizado virtualmente, existe a obrigatoriedade de que as famílias façam a vistoria das unidades habitacionais, para consequente assinatura de contratos. Para essas etapas que, naturalmente, geram aglomeração, Habitafor e Caixa estão estudando a melhor maneira de fazê-las, inclusive com a colaboração das equipes da área da Saúde”, observa Gomes.

O residencial Alto da Paz

As 1.111 unidades habitacionais da primeira etapa serão entregues, prioritariamente, às famílias que ocupavam o local em 2014, a moradores beneficiados com a urbanização do Serviluz e outras áreas de riscos do entorno, além de beneficiários de intervenções urbanísticas nas lagoas do Papicu e Gengibre. Em virtude das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, a previsão de entrega dos apartamentos ficou para o início do segundo semestre deste ano.

A segunda etapa, com 317 unidades está com 70% de construção concluída, será destinada a famílias impactadas pelas obras do VLT.