03 de outubro de 2018 em Mobilidade

Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado iniciam obra de duplicação da Avenida Sargento Hermínio

A intervenção ocorre no trecho entre as ruas Olavo Bilac e Padre Anchieta e começa nesta primeira quinzena do mês de outubro


várias pessoas num palco
Assinatura da Ordem de Serviço ocorreu nesta quarta-feira (03/10). Obra atende a uma demanda antiga dos moradores, comerciantes e motoristas que trafegam pelo local
O prefeito Roberto Cláudio e o secretário das Cidades do Governo do Ceará, Paulo Henrique Lustosa, assinaram, nesta quarta-feira (03/10), no Pólo de Lazer da Sargento Hermínio, a Ordem de Serviço para a obra de requalificação da Avenida Sargento Hermínio. A obra, que faz parte do programa “Juntos por Fortaleza”, atende a uma demanda antiga dos moradores, comerciantes e motoristas que trafegam pelo local e vai garantir a duplicação do trecho entre as Ruas Olavo Bilac e Padre Anchieta.

A primeira etapa da intervenção já havia duplicado a Avenida Sargento Hermínio entre a Avenida José Jatahy e a Rua Padre Anchieta. A segunda parte da obra, corresponde a duplicação do trecho entre as ruas Olavo Bilac e Padre Anchieta e deve começar ainda nesta primeira quinzena do mês de outubro.

A via que hoje tem uma pista simples e de mão dupla será alargada, passando a ter quatro faixas e uma ciclovia no canteiro central, nos mesmos moldes do primeiro trecho já executado. A previsão para execução da obra é de 18 meses, tendo como previsão final o mês de maio de 2020.

“A obra, agora, vai ser feita num trecho que terá 1,5 km de trecho duplicado, mas teremos uma série de interferências nessa etapa da obra”, explicou o secretário das Cidades do Governo do Estado, Paulo Henrique Lustosa, destacando que será necessário resolver questões de iluminação, de ligação de esgoto e dos dutos da Cegás. “Ainda negociaremos os desvios periódicos e temporários das linhas de ônibus e precisamos contar com o apoio da população porque será necessária muita mudança, mas teremos um bom resultado”, concluiu o secretário.

O valor global dessa etapa da obra de duplicação da Avenida Sargento Hermínio será de R$ 19 milhões. A execução dos serviços deve custar cerca de R$ 7 milhões, com recursos oriundos do Governo do Estado, e o trabalho de demolição e retiradas das interferências no local da obra serão de responsabilidade da Prefeitura de Fortaleza, com previsão de gastos no valor de R$ 12 milhões. As desapropriações previstas incluem especialmente comércios, jardins e frentes ou recuos de terreno.

“No desenho da obra não há previsão para demolições que desabriguem moradores. Algumas desapropriações já foram pagas e precisamos negociar o restante. Essa obra é essencial para a mobilidade urbana da Cidade, é extremamente importante para a interligação com o lado Oeste de Fortaleza e acompanha as diretrizes do Fortaleza 2040. Ficamos felizes com essa obra porque ela paga uma dívida histórica que temos com a nossa Capital”, destacou o prefeito Roberto Cláudio.

A obra de duplicação da Avenida Sargento Hermínio deve resolver os problemas causados pelo tráfego intenso nas Regionais I e III de Fortaleza. Pela Avenida circulam, por dia, cerca de 15 mil veículos que usam a Sargento Hermínio como via alternativa às Avenidas Bezerra de Menezes e Francisco Sá.

Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado iniciam obra de duplicação da Avenida Sargento Hermínio

A intervenção ocorre no trecho entre as ruas Olavo Bilac e Padre Anchieta e começa nesta primeira quinzena do mês de outubro

várias pessoas num palco
Assinatura da Ordem de Serviço ocorreu nesta quarta-feira (03/10). Obra atende a uma demanda antiga dos moradores, comerciantes e motoristas que trafegam pelo local
O prefeito Roberto Cláudio e o secretário das Cidades do Governo do Ceará, Paulo Henrique Lustosa, assinaram, nesta quarta-feira (03/10), no Pólo de Lazer da Sargento Hermínio, a Ordem de Serviço para a obra de requalificação da Avenida Sargento Hermínio. A obra, que faz parte do programa “Juntos por Fortaleza”, atende a uma demanda antiga dos moradores, comerciantes e motoristas que trafegam pelo local e vai garantir a duplicação do trecho entre as Ruas Olavo Bilac e Padre Anchieta.

A primeira etapa da intervenção já havia duplicado a Avenida Sargento Hermínio entre a Avenida José Jatahy e a Rua Padre Anchieta. A segunda parte da obra, corresponde a duplicação do trecho entre as ruas Olavo Bilac e Padre Anchieta e deve começar ainda nesta primeira quinzena do mês de outubro.

A via que hoje tem uma pista simples e de mão dupla será alargada, passando a ter quatro faixas e uma ciclovia no canteiro central, nos mesmos moldes do primeiro trecho já executado. A previsão para execução da obra é de 18 meses, tendo como previsão final o mês de maio de 2020.

“A obra, agora, vai ser feita num trecho que terá 1,5 km de trecho duplicado, mas teremos uma série de interferências nessa etapa da obra”, explicou o secretário das Cidades do Governo do Estado, Paulo Henrique Lustosa, destacando que será necessário resolver questões de iluminação, de ligação de esgoto e dos dutos da Cegás. “Ainda negociaremos os desvios periódicos e temporários das linhas de ônibus e precisamos contar com o apoio da população porque será necessária muita mudança, mas teremos um bom resultado”, concluiu o secretário.

O valor global dessa etapa da obra de duplicação da Avenida Sargento Hermínio será de R$ 19 milhões. A execução dos serviços deve custar cerca de R$ 7 milhões, com recursos oriundos do Governo do Estado, e o trabalho de demolição e retiradas das interferências no local da obra serão de responsabilidade da Prefeitura de Fortaleza, com previsão de gastos no valor de R$ 12 milhões. As desapropriações previstas incluem especialmente comércios, jardins e frentes ou recuos de terreno.

“No desenho da obra não há previsão para demolições que desabriguem moradores. Algumas desapropriações já foram pagas e precisamos negociar o restante. Essa obra é essencial para a mobilidade urbana da Cidade, é extremamente importante para a interligação com o lado Oeste de Fortaleza e acompanha as diretrizes do Fortaleza 2040. Ficamos felizes com essa obra porque ela paga uma dívida histórica que temos com a nossa Capital”, destacou o prefeito Roberto Cláudio.

A obra de duplicação da Avenida Sargento Hermínio deve resolver os problemas causados pelo tráfego intenso nas Regionais I e III de Fortaleza. Pela Avenida circulam, por dia, cerca de 15 mil veículos que usam a Sargento Hermínio como via alternativa às Avenidas Bezerra de Menezes e Francisco Sá.