05 de abril de 2019 em Meio ambiente

UrbFor recebe maquinário para auxiliar na compostagem dos resíduos de podas

Técnica é ambientalmente correta por reaproveitar resíduos


Imagem da peneira elétrica rotativa para auxiliar na compostagem
A peneira é fruto do prêmio de Certificação Verde que a Prefeitura de Fortaleza recebeu da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará (Sema).

A Autarquia de Urbanismo de Paisagismo de Fortaleza (UrbFor) recebeu na manhã da última quarta-feira (04/04), da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), uma peneira elétrica rotativa para auxiliar na compostagem dos resíduos de poda. A peneira é fruto do prêmio de Certificação Verde que a Prefeitura de Fortaleza recebeu da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará (Sema).

Fortaleza foi uma das sete cidades do Estado que recebeu a Certificação Categoria B, maior avaliação do prêmio da edição. O Programa Selo Município Verde é uma Certificação Ambiental pública que identifica os municípios cearenses que desenvolvem ações protetivas do meio ambiente com melhores resultados possíveis na salvaguarda ambiental, atendendo critérios preestabelecidos de conservação e uso sustentável dos bens naturais, proporcionando melhor qualidade de vida para as presentes e futuras gerações, sendo entregue a cada dois anos.

A UrbFor, responsável por executar os serviços de poda de árvores na Capital, realiza a compostagem, que é o reaproveitamento dos resíduos oriundos dessa atividade. O material é produzido e utilizado no Horto Florestal Municipal Falconete Fialho, responsável por produzir, cultivar e fornecer as plantas que compõem o paisagismo das ruas, avenidas e equipamentos públicos da capital.

Grande parte do material gerado durante o serviço de manejo arbóreo é triturado e parte é utilizada no processo de compostagem que é uma técnica que permite a transformação de restos orgânicos (sobras de frutas, legumes, podas, serragem e etc) em adubo, por meio de um processo biológico que acelera a decomposição do material orgânico, tendo como produto final o composto orgânico. “Essa peneira será de grande serventia, pois com ela poderemos acelerar o processo que antes era feito de forma manual agora será mecanizado” explica o engenheiro agrônomo da UrbFor Vladimir Sena.

Por meio da compostagem é possível recuperar os nutrientes dos resíduos orgânicos e levá-los de volta ao ciclo natural, enriquecendo o solo para agricultura ou jardinagem. Além disso, é uma maneira de reduzir o volume de lixo produzido, destinando corretamente um resíduo que se acumularia nos lixões e aterros. “Além de configurar a cidade de Fortaleza como uma capital que preza pelo meio ambiente e busca ser cada vez mais sustentável a compostagem é um procedimento ambiental economicamente correto que traz benefícios para a cidade”, comenta o superintendente da UrbFor, Regis Tavares.

 

UrbFor recebe maquinário para auxiliar na compostagem dos resíduos de podas

Técnica é ambientalmente correta por reaproveitar resíduos

Imagem da peneira elétrica rotativa para auxiliar na compostagem
A peneira é fruto do prêmio de Certificação Verde que a Prefeitura de Fortaleza recebeu da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará (Sema).

A Autarquia de Urbanismo de Paisagismo de Fortaleza (UrbFor) recebeu na manhã da última quarta-feira (04/04), da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), uma peneira elétrica rotativa para auxiliar na compostagem dos resíduos de poda. A peneira é fruto do prêmio de Certificação Verde que a Prefeitura de Fortaleza recebeu da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará (Sema).

Fortaleza foi uma das sete cidades do Estado que recebeu a Certificação Categoria B, maior avaliação do prêmio da edição. O Programa Selo Município Verde é uma Certificação Ambiental pública que identifica os municípios cearenses que desenvolvem ações protetivas do meio ambiente com melhores resultados possíveis na salvaguarda ambiental, atendendo critérios preestabelecidos de conservação e uso sustentável dos bens naturais, proporcionando melhor qualidade de vida para as presentes e futuras gerações, sendo entregue a cada dois anos.

A UrbFor, responsável por executar os serviços de poda de árvores na Capital, realiza a compostagem, que é o reaproveitamento dos resíduos oriundos dessa atividade. O material é produzido e utilizado no Horto Florestal Municipal Falconete Fialho, responsável por produzir, cultivar e fornecer as plantas que compõem o paisagismo das ruas, avenidas e equipamentos públicos da capital.

Grande parte do material gerado durante o serviço de manejo arbóreo é triturado e parte é utilizada no processo de compostagem que é uma técnica que permite a transformação de restos orgânicos (sobras de frutas, legumes, podas, serragem e etc) em adubo, por meio de um processo biológico que acelera a decomposição do material orgânico, tendo como produto final o composto orgânico. “Essa peneira será de grande serventia, pois com ela poderemos acelerar o processo que antes era feito de forma manual agora será mecanizado” explica o engenheiro agrônomo da UrbFor Vladimir Sena.

Por meio da compostagem é possível recuperar os nutrientes dos resíduos orgânicos e levá-los de volta ao ciclo natural, enriquecendo o solo para agricultura ou jardinagem. Além disso, é uma maneira de reduzir o volume de lixo produzido, destinando corretamente um resíduo que se acumularia nos lixões e aterros. “Além de configurar a cidade de Fortaleza como uma capital que preza pelo meio ambiente e busca ser cada vez mais sustentável a compostagem é um procedimento ambiental economicamente correto que traz benefícios para a cidade”, comenta o superintendente da UrbFor, Regis Tavares.