03 de dezembro de 2021 em Cultura

Vila das Artes divulga programação cineclubista do mês de dezembro

Canal de vídeos do equipamento cultural recebe as mostras temáticas "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria"


A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes promove, neste mês de dezembro, mais duas ações referentes à programação do Cineclube Vila das Artes. As mostras "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria" apresentarão, ao todo, oito sessões, com exibições semanais de filmes e debates ao vivo transmitidos por meio do canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos Youtube.

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no YouTube

Os debates transmitidos ao vivo terão mediação dos curadores das mostras e contarão com a participação dos realizadores dos filmes de cada sessão e convidados. Confira mais abaixo o detalhamento da programação.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Periferias do Futuro
A mostra Periferias do Futuro tem curadoria de Erick Sousa e Armando Barbosa, produtores do coletivo cineclubista Entre Olhos. A mostra busca apresentar um recorte do panorama de documentários com periferias e populações étnicas, medindo reflexões sobre a representação das imagens étnicas, dos circuitos da cidade e do campo.

Segundo a curadoria, o objetivo é apresentar as implicações estéticas ocorridas com as "vetorizações da criação” dos processos produtivos dos filmes, indicando mudanças que se compõem com o passo da história cinematográfica para o futuro, apresentando novos autores, conjuntos e contextos de imagens que se enquadram a partir da relação familiar, comunitária e de vizinhança.

"A mostra intui um cinema do futuro como o cinema familiar, que estabelece relações comunitárias, antes de produzir filmes", explica Erick Sousa, um dos curadores. "Essas induções são vistas nas narrativas que decantam-se com os filmes apresentados que percorrem regiões do Brasil por um vetor estético de cinema que se constrói com os sujeitos afetivamente envolvidos no processo produtivo", complementa o curador Armando Barbosa

Fantasmagoria
A Mostra Fantasmagoria tem curadoria da produtora Emilly Guilherme, integrante do cineclube Comeram Minha Pipoca e do coletivo Cinemul. "A mostra procura projetar a linha invisível que liga o audiovisual e o imaginável", comenta a curadora.

Segundo Emilly, os filmes escolhidos investigam os cantos da mente e como ela exerce em rede a ligação entre imagens e significados. "É como em uma tiragem de Tarot, em que, com o passar do tempo, as ligações entre as cartas tiradas e os acontecimentos na vida de alguém são percebidas. Essa ligação invisível entre esses veículos imagéticos é a pura magia, notada seja por quem assiste filmes, seja por quem os monta, seja por quem se consulta pelo Tarot", complementa.

A mostra é composta por três sessões individuais, com a exibição de curtas-metragens seguidos de debates com realizadoras e convidadas, e uma sessão intitulada "Fantasmagoria", onde há liberdade curativa e criativa de montagem experimental entre os filmes.

Programação
Todos os filmes e debates são exibidos no canal da Vila da Artes no Youtube a partir das 17h do dia da sessão. Confira as datas e os filmes das duas mostras abaixo.

Mostra "Periferias do Futuro"

• Sessão 1 - Periferia do Futuro
- "Meninos Rimam", de Lucas Nunes (SP / Ficção / 2019 / 20min / 12 anos)
- "A Beira do Planeta Mainha Soprou a Gente", de Bruna Barros e Bruna Castro (MA / Documentário / 2020 / 14min / Livre)
- Debate com a produtora Karoline Nunes e a realizadora Bárbara Moura; mediação dos curadores
Data: Segunda-feira (29/11)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 2 - Ecologias Urbanas
- "Quintal Verde", de Felipe dos Santos (PE / Documentário / 2021 / 9min / Livre)
- "Pedras Não Flutuam", de Lara Ovídio (RN / 2019 / 8min / Livre)
- Debate com o realizador Felipe dos Santos e mediação dos curadores
Data: Terça-feira (30/11)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 3 - O Céu Está Caindo
- "Fôlego Vivo", de Juma Jandaíra e Associação dos Índios Cariris do Poço Dantas-Umari (CE / Documentário / 2021 / 25min / Livre)
- Debate com representantes da Associação dos Índios Cariris do Poço Dantas-Umari e mediação dos curadores
Data: Quarta-feira (01/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 4 - Periferia e Tradição
- "Princesa do Meu Lugar", de Pablo Monteiro (MA / Documentário / 16min / Livre)
- Debate com o realizador Alê Silva e mediação dos curadores
Data: Quinta-feira (02/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

Mostra "Fantasmagoria"

• Sessão 1
- "Nebulosa", de Noá Bonoba e Barbará Cabeça (CE / 2020 / P&B / 14min40)
- Debate ao vivo com Noá Bonoba
Data: Terça-feira (07/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 2
- "Ação Fantasmagórica à Distância", de Gabi Trindade (CE / 2021/ Colorido / 10min10)
- Debate ao vivo com Gabi Trindade
Data: Quarta-feira (08/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 3
- "Serpent Rain", de Denise Ferreira da Silva e Arjuna Neuman (Vancover, Noruega / 2016 / Colorido / 30min)
- Debate ao vivo com Kênia Freitas
Data: Quinta-feira (09/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 4
- "Sessão Fantasmagoria", de Emilly Guilherme (CE / 2021 / Colorido / 54min50)
- Debate ao vivo com Gabi Trindade, Noá Bonoba e Iago Barreto Soares
Data: Quinta-feira (10/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

Sobre os curadores
Erick Sousa e Armando Barbosa são realizadores audiovisuais, fotógrafos-documentarista e produtores da Entre Olhos, produtora coletiva que atua com comunicação popular, cinema, educação e produção cultural voltada para espaços das periferias desde 2014. O grupo se originou no Planalto Pici, em Fortaleza, e atualmente está presente também em diferentes periferias de Recife (PE), além de atuar em cidades interioranas do Ceará.

Emilly Guilherme é bacharel em audiovisual, curadora, cineclubista e produtora cultural. Integra o cineclube Comeram Minha Pipoca e o coletivo Cinemul: Cinema feito por Mulheres do Ceará. Desde 2019, começou a caminhada com os povos indígenas do Ceará e se tornou apoiadora do povo Anacé da Japuara. No processo, descobriu-se formadora audiovisual. Atualmente, coordena, cura e produz o projeto Cine Japuara – Luta Pela Terra.

Telas Abertas
As mostras "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria" são, respectivamente, a sexta e a sétima oriundas da convocatória Telas Abertas 2021, que selecionou propostas de curadoria de mostra de filmes com temática livre para compor a programação do Cineclube da Vila das Artes durante o período de junho a dezembro de 2021. Das sete vagas preenchidas, quatro se destinaram a proponentes residentes em Fortaleza e três a residentes em outras localidades do País.

Serviço
Cineclube Vila das artes – Mostras "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria"
Data: de 29/11 a 02/12 e de 07 a 10/12
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Vila das Artes divulga programação cineclubista do mês de dezembro

Canal de vídeos do equipamento cultural recebe as mostras temáticas "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria"

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes promove, neste mês de dezembro, mais duas ações referentes à programação do Cineclube Vila das Artes. As mostras "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria" apresentarão, ao todo, oito sessões, com exibições semanais de filmes e debates ao vivo transmitidos por meio do canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos Youtube.

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no YouTube

Os debates transmitidos ao vivo terão mediação dos curadores das mostras e contarão com a participação dos realizadores dos filmes de cada sessão e convidados. Confira mais abaixo o detalhamento da programação.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Periferias do Futuro
A mostra Periferias do Futuro tem curadoria de Erick Sousa e Armando Barbosa, produtores do coletivo cineclubista Entre Olhos. A mostra busca apresentar um recorte do panorama de documentários com periferias e populações étnicas, medindo reflexões sobre a representação das imagens étnicas, dos circuitos da cidade e do campo.

Segundo a curadoria, o objetivo é apresentar as implicações estéticas ocorridas com as "vetorizações da criação” dos processos produtivos dos filmes, indicando mudanças que se compõem com o passo da história cinematográfica para o futuro, apresentando novos autores, conjuntos e contextos de imagens que se enquadram a partir da relação familiar, comunitária e de vizinhança.

"A mostra intui um cinema do futuro como o cinema familiar, que estabelece relações comunitárias, antes de produzir filmes", explica Erick Sousa, um dos curadores. "Essas induções são vistas nas narrativas que decantam-se com os filmes apresentados que percorrem regiões do Brasil por um vetor estético de cinema que se constrói com os sujeitos afetivamente envolvidos no processo produtivo", complementa o curador Armando Barbosa

Fantasmagoria
A Mostra Fantasmagoria tem curadoria da produtora Emilly Guilherme, integrante do cineclube Comeram Minha Pipoca e do coletivo Cinemul. "A mostra procura projetar a linha invisível que liga o audiovisual e o imaginável", comenta a curadora.

Segundo Emilly, os filmes escolhidos investigam os cantos da mente e como ela exerce em rede a ligação entre imagens e significados. "É como em uma tiragem de Tarot, em que, com o passar do tempo, as ligações entre as cartas tiradas e os acontecimentos na vida de alguém são percebidas. Essa ligação invisível entre esses veículos imagéticos é a pura magia, notada seja por quem assiste filmes, seja por quem os monta, seja por quem se consulta pelo Tarot", complementa.

A mostra é composta por três sessões individuais, com a exibição de curtas-metragens seguidos de debates com realizadoras e convidadas, e uma sessão intitulada "Fantasmagoria", onde há liberdade curativa e criativa de montagem experimental entre os filmes.

Programação
Todos os filmes e debates são exibidos no canal da Vila da Artes no Youtube a partir das 17h do dia da sessão. Confira as datas e os filmes das duas mostras abaixo.

Mostra "Periferias do Futuro"

• Sessão 1 - Periferia do Futuro
- "Meninos Rimam", de Lucas Nunes (SP / Ficção / 2019 / 20min / 12 anos)
- "A Beira do Planeta Mainha Soprou a Gente", de Bruna Barros e Bruna Castro (MA / Documentário / 2020 / 14min / Livre)
- Debate com a produtora Karoline Nunes e a realizadora Bárbara Moura; mediação dos curadores
Data: Segunda-feira (29/11)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 2 - Ecologias Urbanas
- "Quintal Verde", de Felipe dos Santos (PE / Documentário / 2021 / 9min / Livre)
- "Pedras Não Flutuam", de Lara Ovídio (RN / 2019 / 8min / Livre)
- Debate com o realizador Felipe dos Santos e mediação dos curadores
Data: Terça-feira (30/11)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 3 - O Céu Está Caindo
- "Fôlego Vivo", de Juma Jandaíra e Associação dos Índios Cariris do Poço Dantas-Umari (CE / Documentário / 2021 / 25min / Livre)
- Debate com representantes da Associação dos Índios Cariris do Poço Dantas-Umari e mediação dos curadores
Data: Quarta-feira (01/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 4 - Periferia e Tradição
- "Princesa do Meu Lugar", de Pablo Monteiro (MA / Documentário / 16min / Livre)
- Debate com o realizador Alê Silva e mediação dos curadores
Data: Quinta-feira (02/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

Mostra "Fantasmagoria"

• Sessão 1
- "Nebulosa", de Noá Bonoba e Barbará Cabeça (CE / 2020 / P&B / 14min40)
- Debate ao vivo com Noá Bonoba
Data: Terça-feira (07/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 2
- "Ação Fantasmagórica à Distância", de Gabi Trindade (CE / 2021/ Colorido / 10min10)
- Debate ao vivo com Gabi Trindade
Data: Quarta-feira (08/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 3
- "Serpent Rain", de Denise Ferreira da Silva e Arjuna Neuman (Vancover, Noruega / 2016 / Colorido / 30min)
- Debate ao vivo com Kênia Freitas
Data: Quinta-feira (09/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

• Sessão 4
- "Sessão Fantasmagoria", de Emilly Guilherme (CE / 2021 / Colorido / 54min50)
- Debate ao vivo com Gabi Trindade, Noá Bonoba e Iago Barreto Soares
Data: Quinta-feira (10/12)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

Sobre os curadores
Erick Sousa e Armando Barbosa são realizadores audiovisuais, fotógrafos-documentarista e produtores da Entre Olhos, produtora coletiva que atua com comunicação popular, cinema, educação e produção cultural voltada para espaços das periferias desde 2014. O grupo se originou no Planalto Pici, em Fortaleza, e atualmente está presente também em diferentes periferias de Recife (PE), além de atuar em cidades interioranas do Ceará.

Emilly Guilherme é bacharel em audiovisual, curadora, cineclubista e produtora cultural. Integra o cineclube Comeram Minha Pipoca e o coletivo Cinemul: Cinema feito por Mulheres do Ceará. Desde 2019, começou a caminhada com os povos indígenas do Ceará e se tornou apoiadora do povo Anacé da Japuara. No processo, descobriu-se formadora audiovisual. Atualmente, coordena, cura e produz o projeto Cine Japuara – Luta Pela Terra.

Telas Abertas
As mostras "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria" são, respectivamente, a sexta e a sétima oriundas da convocatória Telas Abertas 2021, que selecionou propostas de curadoria de mostra de filmes com temática livre para compor a programação do Cineclube da Vila das Artes durante o período de junho a dezembro de 2021. Das sete vagas preenchidas, quatro se destinaram a proponentes residentes em Fortaleza e três a residentes em outras localidades do País.

Serviço
Cineclube Vila das artes – Mostras "Periferias do Futuro" e "Fantasmagoria"
Data: de 29/11 a 02/12 e de 07 a 10/12
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube