.

O Cineclube Vila das Artes promove, às 17h desta quinta-feira (02/07), a sétima edição das "Sessões de Quarentena", versão online do cineclube com transmissão ao vivo por meio do canal da Vila na plataforma de vídeos YouTube. O filme a ser exibido será "Eu Odeio o Big Bróder" (2014), longa-metragem realizado por Evandro Berlesi. Após a sessão, haverá debate com convidados.

Acesse a Vila das Artes no YouTube

A sessão tem curadoria de Djaci e Elson Sales, integrantes do Cineclube "Desde os Anos 80". Após o filme, os curadores mediam debate ao vivo com a participação dos convidados Lorena Soares, gestora cultural e idealizadora da Promove Cultura e Projetos Sociais, e Ted Rafael, historiador, cineasta e crítico de cinema.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sinopse

"Eu Odeio o Big Bróder" narra a frustrante história de Gordo Braddock, um ex-flanelinha que sonha em participar de um reality show de TV. Confrontado pela realidade cotidiana e diante do fracasso, resolve vingar-se de sua obsessão.

Vila na Rede

Em seu mais novo formato, o Cineclube Vila das Artes, ação da Escola Pública de Audiovisual, realiza semanalmente as "Sessões de Quarentena". A cada edição, cineclubistas integrados ao Cineclubes Organizados do Ceará (CicloCE) são convidados a realizar curadoria e mediação de sessões temáticas que serão transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Toda a programação online da Vila das Artes faz parte do projeto "Vila na Rede", iniciativa que visa a manutenção das atividades do equipamento cultural e oferece alternativas culturais que podem ser apreciadas no conforto de casa, durante o período de distanciamento social recomendado devido à pandemia da Covid-19.

Serviço
Cineclube Vila das Artes - 7ª "Sessões de Quarentena", com a exibição do filme "Eu Odeio o Big Bróder" e debate ao vivo em seguida
Data: 02/07 (Quinta-feira)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

Publicado em Cultura
.

O Cineclube Vila das Artes promove, às 17h desta quinta-feira (25/06), a sexta edição das "Sessões de Quarentena", versão online do cineclube, com transmissão ao vivo por meio do canal da Vila na plataforma de vídeos YouTube. A sessão exibirá "Passando Batom" (2017), filme realizado por alunos de curso sobre documentário, ministrado por Kiko Alves, no Cuca Mondubim. Após a sessão, haverá debate com convidados.

Acesse a Vila das Artes no YouTube

Produzido em 2017, o documentário traz um pouco da história de Thina Rodrigues, Labelle Rainbow e Suzzy Medeiros, mulheres trans e travestis, e também o registro de uma intervenção artística de Chris Rodrigues.

Após a sessão, será transmitido ao vivo debate mediado por Rennata Ferreira e Pedro Felipe, membros do coletivo LGBTQueens, grupo curador desta edição das "Sessões de Quarentena", com a participação de Kiko Alves, militante do movimento negro e LGBTTT+, comunicador e professor de audiovisual; Nik Hot, funkeira e fundadora da Casa Transformar, casa de acolhimento para pessoas LGBTQI+ em situação de exclusão familiar e social; e Lorena Soares, gestora cultural e idealizadora da Promove Cultura e Projetos Sociais.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Vila na Rede
Em seu mais novo formato, o Cineclube Vila das Artes, ação da Escola Pública de Audiovisual, realiza semanalmente as "Sessões de Quarentena". A cada edição, cineclubistas integrados ao Cineclubes Organizados do Ceará (CicloCE) são convidados a realizar curadoria e mediação de sessões temáticas que serão transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Toda a programação online da Vila das Artes faz parte do projeto "Vila na Rede", iniciativa que visa a manutenção das atividades do equipamento cultural e oferece alternativas culturais que podem ser apreciadas no conforto de casa, durante o período de distanciamento social recomendado devido à pandemia da Covid-19.

Serviço
Cineclube Vila das Artes - 6ª "Sessões de Quarentena", com a exibição do filme "Passando Batom" e debate ao vivo em seguida
Data: 25/06 (Quinta-feira)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das artes no Youtube

Publicado em Cultura
.

O Cineclube Vila das Artes promove, às 17h desta quinta-feira (18/06), a quinta edição das "Sessões de Quarentena", versão online do cineclube com transmissão ao vivo por meio do canal da Vila na plataforma de vídeos YouTube. O filme a ser exibido será "Onze - A maior chacina da história do Ceará" (2018), documentário dirigido e produzido por Coletivo Nigéria, Vez e Voz das Comunidades e Coletivo Zoio. Após a sessão, haverá debate com convidados.

Acesse a Vila das Artes no YouTube

A sessão tem curadoria de Eduardo Pereira e Gabriel Petter, integrantes do Cineclube 24 Quadros. Após o filme, os curadores mediam debate ao vivo com a participação dos convidados Lorena Soares, gestora cultural e idealizadora da Promove Cultura e Projetos Sociais, e Roger Pires, integrante do coletivo Nigéria.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sinopse
O documentário colaborativo mostra a história de familiares das vítimas e as manifestações que ocuparam a periferia em protesto aos assassinatos ocorridos no bairro de Messejana, na madrugada do dia 12 de novembro de 2015. Na ocasião, conhecida como a maior chacina da história do Ceará, 11 pessoas foram mortas em um crime pelo qual 38 policiais foram indiciados.

Vila na Rede
Em seu mais novo formato, o Cineclube Vila das Artes, ação da Escola Pública de Audiovisual, realiza semanalmente as "Sessões de Quarentena". A cada edição, cineclubistas integrados ao Cineclubes Organizados do Ceará (CicloCE) são convidados a realizar curadoria e mediação de sessões temáticas que serão transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Toda a programação online da Vila das Artes faz parte do projeto "Vila na Rede", iniciativa que visa a manutenção das atividades do equipamento cultural e oferece alternativas culturais que podem ser apreciadas no conforto de casa, durante o período de distanciamento social recomendado devido à pandemia da Covid-19.

Serviço
Cineclube Vila das Artes - 5ª "Sessões de Quarentena", com a exibição do filme "Onze - A maior chacina da história do Ceará" e debate ao vivo em seguida
Data: 18/06 (Quinta-feira)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das artes no Youtube

Publicado em Cultura
.

O Cineclube Vila das Artes, em seu mais novo formato "Sessões de Quarentena", chega à quarta edição nesta quinta-feira (11/06) e exibe os curtas-metragens "Céu da Boca" (2019), de Amanda Treze (SP), "Yellow Fever" (2012), da queniana Ng'endo Mukii, e "Pátria" de Sunny Maia (CE) e Liv Costa (PB). Os filmes integram a sessão "Imagem Sonhada", que conta com transmissão ao vivo pelo canal da Vila das Artes no YouTube, a partir das 17h.

Acesse a Vila das Artes no Youtube

A sessão tem curadoria de Emilly Guilherme, Marina Holanda e Lia Mota, integrantes do coletivo Cinemul (Cinema Feito por Mulheres). Após os filmes, é transmitido, também ao vivo, debate com a participação das curadoras e dos convidados Sunny Maia, Liv Costa, Carol Vieira e Cesar Mota.

"Com o que temos sonhado? (...) Numa tentativa de cruzar alguns imaginários, nesta curadoria conectamos curtas de mulheres e diretores não-bináries, produções híbridas na forma e no discurso, que trazem a animação em diálogo com videoperformance, narração e imagens de arquivo", aponta trecho do texto assinado pela curadoria.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Vila na Rede
Promovido pela Escola Pública de Audiovisual, o Cineclube Vila das Artes, em seu mais novo formato, realiza semanalmente as "Sessões de Quarentena". A cada edição, cineclubistas integrados ao Cineclubes Organizados do Ceará (CicloCE) são convidados a realizar curadoria e mediação de sessões temáticas que serão transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Toda a programação online da Vila das Artes faz parte do projeto "Vila na Rede", iniciativa que visa a manutenção das atividades do equipamento cultural e oferece alternativas culturais que podem ser apreciadas no conforto de casa, durante o período de distanciamento social recomendado devido à pandemia da Covid-19.

Serviço
Cineclube Vila das Artes - 4º "Sessões de Quarentena", com a exibição dos curtas-metragens "Céu da Boca", "Yellow Fever" e "Pátria", com debate ao vivo logo em seguida
Data: 11/06 (Quinta-feira)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das artes no YouTube

Publicado em Cultura
Sobre fundo preto, ao centro e em destaque o texto

O Cineclube Vila das Artes promove, às 17h desta quinta-feira (04/06), a terceira edição das "Sessões de Quarentena", versão online do cineclube com transmissão ao vivo por meio do canal da Vila na plataforma de vídeos YouTube. O filme a ser exibido será "Tia Lourdes" (2018), de Alex Fedox. Após a sessão, haverá debate com convidados.

Acesse a Vila das Artes no YouTube

Participam do debate a militante e ex-vereadora Rosa da Fonseca, fundadora do Grupo Crítica Radical de Fortaleza; o escritor e arteducador Augusto Azevedo; o realizador audiovisual e DJ Caio Frota; e o cientista social e também realizador César Mota. O debate é mediado por Alex Fedox, idealizador do cineclube Cine Molotov.

"O curta Tia Lourdes foi realizado no segundo semestre de 2018, durante as eleições. Diante das mesmas questões que existem em todo período eleitoral, ou seja, candidatos de direita, candidatos de esquerda, compras de votos, alianças partidárias, segundo turno, etc, pensamos em trazer uma questão que nunca se discute, a questão do Não Voto", comenta Alex Fedox, realizador do filme.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sinopse
O documentário acompanha um pouco do cotidiano de Tia Lourdes, de 88 anos, uma das fundadoras do Crítica Radical, grupo que promove campanhas de boicote ao voto durante os períodos eleitorais, como forma de crítica aos problemas decorrentes do Capitalismo. Grande mulher, já trabalhou como enfermeira, foi sindicalista, participou de dezenas de protestos locais, nacionais e internacionais.

Vila na Rede
Em seu mais novo formato, o Cineclube Vila das Artes, ação da Escola Pública de Audiovisual, realiza semanalmente as "Sessões de Quarentena". A cada edição, cineclubistas integrados ao Cineclubes Organizados do Ceará (CicloCE) são convidados a realizar curadoria e mediação de sessões temáticas que serão transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Toda a programação online da Vila das Artes faz parte do projeto "Vila na Rede", iniciativa que visa a manutenção das atividades do equipamento cultural e oferece alternativas culturais que podem ser apreciadas no conforto de casa, durante o período de distanciamento social recomendado devido à pandemia da Covid-19.

Serviço
Cineclube Vila das Artes - 3º "Sessões de Quarentena", com a exibição do filme "Tia Lourdes" e debate ao vivo em seguida
Data: 04/06 (Quinta-feira)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das artes no Youtube

Publicado em Cultura
.

O Cineclube Vila das Artes promove, às 17h desta quinta-feira (28/05), a segunda edição das "Sessões de Quarentena", versão online do cineclube com transmissão ao vivo por meio do canal da Vila na plataforma de vídeos YouTube. O filme a ser exibido é "O homem que comprou o mundo" (1968), de Eduardo Coutinho. A sessão é seguida por debate mediado por Kamilla Medeiros, curadora da sessão e idealizadora do Cineclube Âncora.

Acesse a Vila das Artes no Youtube se inscreva no canal 

Participam do debate os convidados Carlos Alberto Mattos, crítico, pesquisador de cinema, cocurador da Ocupação Eduardo Coutinho e autor do livro "Sete Faces de Eduardo Coutinho"; e o realizador audiovisual e bacharel em Ciências Sociais Cesar Mota.

"Coutinho iniciou seu caminho cinematográfico no cinema de ficção e depois se aventurou no documentário para televisão e cinema, onde se consagrou como um dos mais importantes documentaristas do Brasil e, quiçá, do planeta", aponta Kamilla Medeiros. "A ideia de exibir seu longa de estreia surge como uma dupla homenagem, pois o cineasta teria completado 87 anos no dia 11 deste mês de maio, e Flávio Migliaccio, nosso protagonista do filme, faleceu há pouco, no começo do mês", explica a cineclubista.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sinopse
Aventura policial cômica muito movimentada, "O homem que comprou o mundo" conta a história de José Guerra, um humilde cidadão brasileiro que recebe um cheque de um hindu, no valor de dez trilhões de dólares. As autoridades exigem o dinheiro e ordenam que José seja isolado numa fortaleza.

Vila na Rede
Em seu mais novo formato, o Cineclube Vila das Artes realiza semanalmente as "Sessões de Quarentena". A cada edição, cineclubistas integrados ao Cineclubes Organizados do Ceará (CicloCE) são convidados a realizar curadoria e mediação de sessões temáticas que serão transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Toda a programação online da Vila das Artes faz parte do projeto "Vila na Rede", iniciativa que visa a manutenção das atividades do equipamento cultural e oferece alternativas culturais que podem ser apreciadas no conforto de casa, durante o período de distanciamento social recomendado devido à pandemia da Covid-19.

Serviço
Cineclube Vila das Artes - 2ª "Sessões de Quarentena", com a exibição do filme "O homem que comprou o mundo" e debate ao vivo em seguida
Data: 28/05 (Quinta-feira)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das artes no Youtube

Publicado em Cultura
,

A Vila das Artes apresenta, por meio da Escola Pública de Audiovisual, mostra especial com o tema "Mulheres de Escrita e Subversão". Ao longo do mês de março, filmes que dialogam sobre o papel da escrita literária feita por mulheres compoẽm a programação do Cineclube Vila das Artes. As exibições são todas gratuitas, abertas ao público e ocorrem sempre às segundas-feiras, às 18h, no próprio equipamento cultural.

A mostra, com curadoria de Lílian Martins e Anderson de Sousa Silva, exibirá quatro cinebiografias, os filmes "George e Frederic", "Julia", "Um Anjo em Minha Mesa" e "Os Amantes do Café Flore", que contemplam, respectivamente, as autoras Amandine Dupin, Lillian Hellman, Janet Frame e Simone de Beauvoir. Ao fim de cada sessão, convidados especiais conduzem debate sobre a autora retratada, com indicações sobre bibliografia básica da artista e sua produção literária.

"O público expectador não será apenas conduzido à leitura audiovisual da vida destas artistas, mas também terá a oportunidade de saber mais da investigação de cada cineasta, dentro de sua própria geração", explica a curadora Lílian Martins. "É possível, assim, perceber como foram interpretados e reorganizados estéticas e códigos na representação cronológica das vivências femininas na arte literária, marcada pelo machismo e os preconceitos que sublevaram cada uma das escritoras selecionadas", complementa o curador Anderson de Sousa.

Nos mesmos dias de sessão da mostra haverá feira de livros da editora independente Aliás, especializada na publicação de mulheres cis ou trans.

A mostra "Mulheres de Escrita e Subversão" é uma das propostas vitoriosas na convocatória Telas Abertas, projeto que seleciona propostas de curadoria para compor mês a mês a programação do Cineclube Vila das Artes.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação:
09/03: George e Frederic (Direção: James Lapine / 1991 / França / Drama / 107min / 16 anos), debate com as pesquisadoras e cineastas Samarkandra Pimentel e Grá Dias
16/03: Julia (Direção: Fred Zinnemann / 1977 / Inglaterra / Drama / 118min / 16 anos), debate com a escritora Vanessa Passos
23/03: Um Anjo em Minha Mesa (Direção: Jane Campion / 1990 / Nova Zelândia / Drama / 158min / 16 anos), debate com a psicóloga e escritora Lisiane Forte
30/03: Os Amantes do Café Flore (Direção: Ilan Duran Cohen / França / Drama / 104min / 16 anos)

Serviço:
Cineclube Vila das Artes – Mostra "Mulheres de Escrita e Subversão"
Data: segundas-feiras (09, 16 e 23 e 30/03)
Hora: 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
.

A Vila das Artes apresenta, por meio da Escola Pública de Audiovisual, mostra especial com o tema "Artemosfera". Ao longo do mês de fevereiro, filmes com marcante direção de arte, que influenciaram a produção audiovisual contemporânea, irão compor a programação do Cineclube Vila das Artes. As exibições são todas gratuitas e abertas ao público, sempre às segundas-feiras, às 18h, no próprio equipamento cultural.

Segundo Lia Damasceno, curadora da mostra, foram escolhidos "filmes cujos aspectos na criação de um projeto de direção de arte para audiovisual desenham um rico e considerável apanhado estético". Por causa do Carnaval, a sessão do dia 24/02 será realizada em 03/03. Serão exibidas as produções: "Noites de lua cheia"(03/02), "Tokio-Ga" (10/02), "Querelle" (17/02) e "Satyricon" (03/03).

A mostra "Artemosfera" é uma das propostas vitoriosas na convocatória Telas Abertas, projeto que seleciona propostas de curadoria para compor mês a mês a programação do Cineclube Vila das Artes.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
03/02: Noites de lua cheia (Direção: Eric Rohmer / 1984 / 101 min / França / 12 anos)

10/02: Tokio-Ga (Direção: Win Wenders / 1985 / 92 min / EUA, Alemanha, Japão / Livre)

17/02: Querelle (Direção: Rainer Werner Fassbinder / 1982 / 108 min / Alemanha / 18 anos)

03/03: Satyricon (Direção: Federico Fellini / 1969 / 129 min / Itália / 14 anos)

Serviço
Cineclube Vila das Artes – Mostra "Artemosfera"
Data: Segundas-feiras (03, 10 e 17/02) e terça-feira (03/03)
Hora: 18h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
Em detalhe, foto da ministrante da oficina, Carol Almeida. Ao fundo, desenhos de megafones, cadeiras e câmeras de cinema. O texto diz

A Vila das Artes, por meio da Escola Pública de Audiovisual, em parceria com Cineclubes Organizados do Ceará (CicloCE), promove o encontro "Balbúrdia Cineclubista: vivência de grupos de exibidores de Fortaleza e região", nos dias 27 e 28 de junho. O evento, inteiramente gratuito, conta com ações de formação, exibição de filmes e rodas de conversa entre cineclubistas e interessados.

Em cada um dos dias, a programação tem início com oficinas ministradas por importantes pesquisadoras do cenário audiovisual. Na quinta-feira (27/06), das 14h às 17h, a pernambucana Carol Almeida trabalha o tema "Pensamentos sobre cineclubismo: o que pode a curadoria ou sobre que imagens precisamos falar?"; na sexta-feira (28/06), no mesmo horário, a pesquisadora baiana Bel Melo desenvolve a temática "Insurgência cineclubista no Brasil: da Ditadura aos tempos atuais". As oficinas terão inscrições por ordem de chegada a partir de 1h antes do horário de início.

Após as oficinas, seguem atividades como rodas de conversas com cineclubistas, exibições de filmes e debates mediados pelas pesquisadoras. "Além de ser uma grande troca de saberes e experiências entre os participantes, o encontro pretende também aproximar os grupos de cineclubes à plataforma Mapa Cultural de Fortaleza, na qual estamos cadastrando cineclubes independentes", comenta Kennya Mendes, coordenadora da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes. A intenção é mapear e dar visibilidade aos grupos em atividade. "A iniciativa servirá de base para a a comunicação e o o atendimento das demandas de formação a serem realizadas para o segmento audiovisual", explica.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação

Quinta – 27/06
- 14h a 17h: Vivências Provocativas: "Pensamentos sobre cineclubismo: o que pode a curadoria ou sobre que imagens precisamos falar?", com Carol Almeida
- 17h30 a 21h: Abertura do evento e Cineclube em Diálogo: rodas de conversa sobre práticas cineclubistas, com Cine Colônia, Cineclube 24 Quadros, Cine Ser Ver Luz, Cine Refluxus, Cine Humanidades, Cineclube Arte de Amar (Cineclube Cidadania), Cine Cururu, Cineclube Âncora, seguido de debate com mediação de Bel Melo (BA)

Sexta – 28/06
- 14h a 21h: Vivências Provocativas: "Insurgência cineclubista no Brasil: da Ditadura aos tempos atuais", com Bel Melo (BA)
- 17h30 a 18h30: Cineclube em Diálogo, com Cine Invasão e Cine Molotov - seguida de exibição dos curtas "Duas Avenidas" (Diógenes Lopes, 2012) e "Olhares" (Emilia Texeira, 2018)
- 18h30: Exibição do longa "Tremor Iê" (Elena Meirelles e Lívia de Paiva, 2019), seguido por debate mediado por Carol Almeida (PE)
- 17h30 as 20h40: Feira Livre Cinestésica (venda e troca de acervos audiovisuais e outros produtos)

Serviço
Evento "Balbúrdia Cineclubista: vivência de grupos de exibidores de Fortaleza e região"
Quando: Quinta e Sexta-feira (27 e 28/06), das 14h às 21h
Onde: Vila das Artes (Rua 24 de maio, 1221, Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
peça gráfica

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes lança inscrição para mais duas oficinas gratuitas do programa de férias, nesta terça-feira (03/01). As oficinas são “Incentivo à Criação de Mostras e Festivais” e “Fragmentos de Imagens e Sons que Estimulam nossos Sentidos”. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza e todas as suas atividades são gratuitas.

As inscrições das novas oficinas vão até o dia 18 de janeiro, com resultados divulgados no dia 19 do mesmo mês. O programa de férias já conta com a abertura de inscrição para os cursos “Cineclubismo: Trajetórias e Mapeamento”; “Processos Criativos em Performance e Instalação Sonora”; “Crítica e Curadoria de Mostras e Festivais e Efeitos Especiais para Vídeo” que foram abertos no dia 18 e 26 de dezembro de 2017. Saiba mais sobre todas as oficinas ofertadas.

Cineclubismo: trajetórias e mapeamentos com Victor Guimarães (20h/a)
A oficina tem como objetivo propor um espaço de reflexão e prática em torno do cineclubismo, sua história, seus pressupostos e seus desafios no presente. A partir de referências teóricas e históricas, reflexões sobre experiências recentes, discussões sobre metodologias e elaboração de uma intervenção prática, a oficina visa promover uma introdução sólida e qualificada à práxis cineclubista. Victor Guimarães é crítico de cinema na revista Cinética desde 2012 e no site Horizonte da Cena desde 2015. Fundador e programador, com Mariana Souto, do Cineclube Comum, que realiza atividades de exibição e reflexão cinematográfica em Belo Horizonte desde 2012.
Data: 08 a 12/01
Horário: 9h às 13h
Link
Período de inscrições: 18/12 a 04/01
Resultado: 05/01
Vagas: 25

Processos Criativos em Performance e Instalação Sonora com Eric Barbosa (20h/a)
A oficina propõe realizar um processo imersivo sonoro no que tange os conceitos de intervenção, instalação e exposição, fundamentando esta formação em conceitos de site-specific, arte sonora, improvisação livre, arte-ruído, sistemas imersivos, soundtrification e performance sonora-espaciais. A oficina será ministrada por Eric Barbosa, compositor, educador, artista multimídia e produtor. Integrante do grupo experimental de música Fóssil. Sua produção artística transita por linguagens que envolvem música, cinema, dança, teatro, performance, arte sonora, pesquisas no conceitos de escutas de cidades/metrópoles e instalação sonora.
Data: 08 a 12/01
Horário: 14h às 18h
Link
Período de inscrições: 18/12 a 04/01
Resultado: 05/01
Vagas: 25

Crítica e Curadoria de Mostras e Festivais com Amaranta Cesar (10h/a)
Diante da emergência de práticas cinematográficas que dão formas às lutas de movimentos sociais diversos por visibilidade e justiça, a oficina pretende refletir sobre o modo como a atividade de curadoria e programação pode responder com uma ação, no próprio cinema, à interpelação política dos filmes e às urgências do presente em relação à vida. Amaranta Cesar é professora adjunto de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). É doutora em Cinema e Audiovisual pela Universidade Sorbonne Nouvelle – Paris 3 (2008) e realizou estágio pós-doutoral na New York University. Idealizou e coordena o Cachoeiradoc – Festival de Documentários de Cachoeira.
Data: 15 a 17/01
Horário: 9h às 12h
Link
Período de inscrições: 26/12 a 11/01
Resultado: 12/01
Vagas: 25

Efeitos Especiais para Vídeo com Isadora Stevani (20h/a)
Neste curso o participante vai aprender as ferramentas e técnicas básicas para criar Efeitos Especiais em vídeos. Começando com uma introdução ao software After Effects e progredindo para a aplicação de conceitos estruturais como chromakey, rotoscopia, máscaras, traqueamento 2D e 3D, inserção de elementos gráficos, animações, composições e ajustes de cor. Realizaremos uma jornada de 5 dias para explorar de forma prática a criação de Efeitos Especiais. Isadora Stevani é diretora, editora e finalizadora. Formada em Rádio e TV, se focou nos estudos de finalização como efeitos especiais, animação e ilustração 3D.
Data: 15 a 19/01
Horário: 14h às 18h
Link
Período de inscrições: 26/12 a 11/01
Resultado: 12/01
Vagas: 25

Incentivo à Criação de Mostras e Festivais com Lis Kogan (10h/a)
Em uma época marcada pelo acesso direto e quase irrestrito aos filmes, em que plataformas de vídeo online e equipamentos de exibição caseira dominam a cultura do audiovisual, qual o sentido de se realizar uma mostra ou festival? A oficina propõe o debate sobre conceitos de programação, possibilidades de recorte e motivações para se elaborar uma mostra ou festival. Lis Kogan é graduada em Cinema pela Universidade Federal Fluminense. Desde 2002 trabalha com programação e difusão do cinema brasileiro em geral, e do cinema brasileiro contemporâneo em particular. Programou o Festival Internacional de Curtas do RJ – Curta Cinema por quatro edições, e em 2009 fundou com outros curadores e cineastas a Semana dos Realizadores, cuja direção geral e artística assumiu de 2011 a 2016.
Data: 22 a 24/01
Horário: 9h às 12h
Link
Período de inscrições: 03/01 a 18/01
Resultado: 19/01
Vagas: 25

Fragmentos de Imagens e Sons que Estimulam nossos Sentidos com Ivo Lopes (20h/a)
A oficina busca fazer uma análise dos elementos que compõem as cenas, como cada elemento está posto e o que ele proporciona em conjunto com os demais. Destrinchar a cena (todas as camadas do som e da imagem). Ivo Lopes é diretor de fotografia e membro do coletivo cearense Alumbramento, trabalha também como diretor, roteirista e produtor.
Data: 22 a 26/01
Horário: 14h às 18h
Link
Período de inscrições: 03/01 a 18/01
Resultado: 19/01
Vagas: 25

Publicado em Cultura