Alunos da Rede Municipal na cerimônia de abertura da Feira de Ciências e Cultural 2019
Cerimônia de abertura da feira ocorreu na Seara da Ciência da UFC e reuniu alunos, professores e demais profissionais da Rede Municipal

A edição 2019 da etapa municipal da Feira de Ciências e Cultura de Fortaleza iniciou na tarde desta terça-feira (10/09), durante cerimônia de abertura na Seara da Ciência da Universidade Federal do Ceará (UFC). Nos próximos dois dias (11 e 12/09), 60 equipes de alunos do 5º ao 9º e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Rede Municipal apresentam pesquisas científicas desenvolvidas em sala de aula. Ao longo do evento, cerca de 1.500 estudantes das escolas municipais visitam a feira, possibilitando maior intercâmbio científico e cultural entre os alunos. As exposições ocorrem também na Seara da Ciências.

Na sexta-feira (13/09), será o encerramento e a premiação da IX Feira de Ciências, com o anúncio dos 12 trabalhos mais bem avaliados pela comissão avaliadora, formada por mestrandos e doutorandos da Universidade Estadual do Ceará (Uece). Esses finalistas serão classificados para a etapa regional do Ceará Científico, realizado pela Secretaria da Educação do Ceará (Seduc).

O secretário adjunto da Educação, Jefferson Maia, participou da cerimônia de abertura e destacou o papel da Feira de Ciências de Fortaleza ao longo dos nove anos de realização. “A feira traz um pouco dos trabalhos científicos desenvolvidos nas escolas municipais. As pesquisas evidenciam a qualidade e competência de nossos alunos e profissionais. Este ano, tivemos mais de 360 trabalhos inscritos, destes 120 foram para a etapa distrital e 60 estão na etapa municipal. A cada ano a nossa feira cresce mais", enfatizou.

Quem representou os alunos na abertura foi a aluna Maria Eduarda Amorim Lima, do 7º ano da Escola Municipal Aldaci Barbosa, no Edson Queiroz (Distrito da Educação 2). Ela participou da feira em 2018 e, neste ano, representou a Secretaria Municipal da Educação (SME) na I Mostra Nacional de Feiras de Ciências, que ocorreu junto com a Feira de Tecnologias, Engenharia e Ciências, em julho, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Na abertura, Maria Eduarda falou da experiência de iniciar no universo da pesquisa científica ainda na educação básica e se apresentar em um evento nacional. “Ter participado da feira foi uma experiência muito legal. Quando soube que ia pra longe apresentar o meu trabalho fiquei bem feliz. Em Mato Grosso, fiz amigos de outros lugares e foram dias inesquecíveis. Agradeço meu professor que me incluiu no trabalho e minha mãe que sempre me apoiou. Digo que todos somos capazes. É difícil, mas basta a gente acreditar”, discursou.

Participaram da cerimônia de abertura também o diretor da Seara da Ciência, Ilde Guedes, coordenadores dos Distritos da Educação, equipes da SME e demais profissionais da Rede Municipal.

Experiência
Na visão do professor da Rede Municipal Diego Rodrigues, a feira é uma forma de valorizar a produção de conhecimento das escolas municipais. Ele ressalta o valor da experiência para os alunos de se apresentar na Seara da Ciência. "A maior parte dos alunos pouco conhece a universidade. A feira é uma oportunidade de inserir os estudantes logo cedo no meio acadêmico. Além dos trabalhos produzidos nas escolas serem valorizados. Afinal, produzir conhecimento em uma instituição pública é um desafio. Estou feliz de participar deste momento com os alunos", comenta.

Feira
A Feira de Ciências e Cultura de Fortaleza é realizada pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME), e conta com a parceria da Seara da Ciência e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O evento promove o intercâmbio cultural e científico entre os estudantes, incentivando a criatividade, inovação e letramento científico.

Publicado em Educação

Logo marca do #EunoIFCE

A Prefeitura de Fortaleza realiza, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME), neste sábado (10/08), às 8h, o quarto aulão do projeto #EUNOIFCE, que tem por objetivo fortalecer os conhecimentos e habilidades exigidas no processo seletivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE).

A ação, desenvolvida por meio da Coordenadoria de Ensino Fundamental/Célula de Desenvolvimento Curricular, Distritos de Educação e Unidades Escolares e em parceria com os professores da rede municipal de ensino e do Projeto Integração Turmas Avançadas, tem como público os estudantes do 9º ano e da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA IV).

Os aulões acontecem em polos por Distrito de Educação e em todas a unidades escolares que atendem ao público alvo dessa ação pedagógica. Os estudantes participarão de aulas dos seguintes componentes curriculares: Língua Portuguesa, Produção Textual, Matemática, Química, Física, Biologia, História e Geografia.

#EuNoIFCE

O projeto #EuNoIFCE faz parte do Aprender Mais, iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME), voltado aos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental. Além de acompanhar e direcionar os alunos em todas as fases do processo seletivo do IFCE em diferentes etapas, da emissão dos documentos ao processo de efetivação da matrícula, o Aprender Mais também tem como foco uma melhor preparação dos alunos para o Ensino Médio, por meio do projeto #PartiuEnsinoMédio, e para avaliações externas como o Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece).

Confira abaixo os polos de cada Distrito de Educação para o aulão deste sábado:

- Distritos de Educação 1 e 3
Auditório Eng. Cândido Pamplona do Centro de Tecnologia – UFC / Campus do Pici, Bloco 712 (Av. Humberto Monte, s/n - Pici)

- Distrito de Educação 2
Casa José de Alencar (Av. Washington Soares, 6055 - José de Alencar)

- Distrito de Educação 4
ETI Filgueiras Lima (Av. dos Expedicionários, 3910 - Jardim América)

ETI Hildete Brasil de Sá Cavalcante (Rua E, s/n - Conj. Arvoredo - Mondudim)

- Distrito de Educação 5
ETI Maria José Ferreira Gomes (Rua Cônego de Castro, 8617 - Parque Presidente Vargas)

- Distrito de Educação 6
ETI Maria Odete da Silva Colares (Rua Coronel João de Oliveira, 687 - Messejana)

Publicado em Educação