Peça divulgação

No mês das férias escolares, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), vai disponibilizar uma programação especial nas gibitecas da Rede Cuca. Os admiradores das histórias em gibis terão um espaço com atividades como bate-papo, palestras e games.

Nos dias 4, 11 e 18 de julho, na rede Cuca Mondubim, Barra e Jangurussu, respectivamente, vão acontecer games com a turma da Mônica, bate-papo sobre o Homem-Aranha e palestra sobre X-Men: Fênix Negra, todos personagens conhecidos das histórias em quadrinho.

As Gibitecas, que tem acesso totalmente gratuito, foram inauguradas em abril deste ano dentro das bibliotecas dos Cucas Barra, Jangurussu e Mondubim. O espaço é direcionado ao público que curte as histórias em gibis e tem o objetivo de potencializar a leitura deste movimento artístico que combina os códigos imagem e texto.

A iniciativa da implementação das gibitecas contribui ainda para o alcance de resultados positivos na área da infância e juventude, consolidando e favorecendo o projeto “Fortaleza Amiga da Criança”. Os espaços buscam disponibilizar ainda mais um local para a cultura pop e criar mais um centro de referência.

Dentro das gibitecas também são destacados o acervo, programação anual e a importância das histórias em quadrinhos para o fortalecimento da leitura para a juventude na Cidade.

Saiba mais

As bibliotecas da Rede Cuca são abertas ao público em geral e disponibilizam um acervo com mais de 11 mil livros.

Serviço:

Programação especial nas bibliotecas
04/07 - Rede Cuca Mondubim - Games com a Turma da Mônica - às 15h
11/07 - Rede Cuca Barra - Bate-papo sobre o Homem-Aranha - às 16h30
18/07 - Rede Cuca Jangurussu - Palestra sobre X-Men: Fênix Negra - às 15h30
25/07 - Nós três Cucas - Hora pintada com o tema "O Rei Leão" - às 15 horas

Publicado em Juventude
A atividade é gratuita e aberta a todas as idades (Foto: Divulgação - CUCA Barra)

O Clube de Leitura dessa semana no CUCA Barra vai passear pelo mundo das fábulas, com seus discursos moralistas e personagens marcantes. Só que não! Nesta sexta (dia 04), os leitores vão conhecer as “fábulas fabulosas” de Millôr Fernandes, um clássico da literatura brasileira, justamente famoso por “destruir” as fábulas – tão interessadas em ensinar algo ou provar alguma verdade estabelecida. O Clube de Leitura começa às 15 horas, na Biblioteca do CUCA. A atividade é gratuita e aberta a todas as idades.

Millôr Fernandes foi um desenhista, humorista, dramaturgo e escritor carioca que, em suas "fábulas fabulosas", se utilizou da estrutura tradicional da fábula – um discurso figurativo, um discurso temático e um enunciado que liga esses dois discursos – para revelar a inadequação entre o discurso e a realidade. Millôr cria, assim, a antifábula!

O autor reescreve, por exemplo, a fábula “A Galinha dos Ovos de Ouro”, construindo a história da acumulação lenta de riquezas: “esperava todas as manhãs pelo ovo de ouro – clara, gema, fala, tudo de ouro! – que o tirava da miséria aos poucos e aos poucos o ia guindando ao milionarismo”. A existência da galinha, de cara, atrai o interesse do povo e da imprensa e o dono dá entrevistas e se torna famoso. Porém, antes que ele consiga ficar rico, a galinha deixa de botar ovos de ouro. Mais preocupado em não perder a fama (do que perder a chance de ficar rico), o homem oculta o fato de todos.

Na fábula de Millôr, o personagem decide, então, explorar a fama que conseguira e abre um grande restaurante com o nome "Aos Ovos de Ouro". E acaba rico, pois o negócio lhe dá mais dinheiro do que a galinha propriamente dita. Justamente o contrário do homem da fábula tradicional. A obra do escritor carioca não trata da oposição entre a realidade da acumulação lenta de riquezas e o desejo de ficar rico rapidamente, mas do fato real de que a riqueza (quem sabe) pode também advir da fama.

Serviço
Clube de Leitura - As “Fábulas” de Millôr Fernandes
Dia 04 (sexta), às 15 horas, na Biblioteca do CUCA Barra
Av. Pres. Castelo Branco, 6417 – Barra do Ceará
Info.: 85 3237 4223 / 4566 – ramal 203

Publicado em Cultura