O rosto do bailarino ministrante da palestra dentro de um quadrado circundado de informações sobre o evento. O nome

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes realiza mais uma edição do programa Conversa de Academia. O convidado deste mês é o artista, professor e pesquisador Rubéns Lopes, que abordará o ensino/aprendizagem em dança negra contemporânea, no dia 10 de dezembro. O evento é aberto ao público e gratuito.

A atividade consiste em um momento dedicado ao diálogo e debate sobre a pesquisa de Rubéns, que fala sobre o ensino/aprendizagem em dança negra contemporânea, apostando na movimentação do torso e ativando memórias corporais das ancestralidades africanas e afrodiaspóricas.

O programa Conversa de Academia tem como objetivo compartilhar o resultado de trabalhos acadêmicos desenvolvidos sobre dança e estimular a visibilidade desses estudos criando um ciclo contínuo de diálogos.

Rubéns Lopes é artista, professor e pesquisador em dança, formado pelo Curso Técnico em Dança do Ceará. Foi bailarino de escolas e companhias de dança em Fortaleza e da Decidedly Jazz Danceworks (Calgary/Canadá). Atualmente é professor de Dança Moderna/Contemporânea na EDISCA, diretor da Cia Anagrama, Graduando de Licenciatura em Dança na Universidade Federal do Ceará, além de coordenar o programa de extensão em Danças Africanas Ancestrais no Instituto Federal do Ceará – IFCE.

Conversa de Academia com Rubéns Lopes
Data: Segunda-feira (10/12)
Horário: 14h
Local: Vila das Artes, Rua 24 de Maio, 1221 – Centro
Mais informações: 3105.1402

Publicado em Cultura
Serão selecionados até 15 projetos e as inscrições se encerram no dia 29 de maio

Este ano, a Prefeitura de Fortaleza lança uma novidade para a Escola Pública de Dança da Vila das Artes. É o lançamento do “Ateliê de Composição Coreográfica e Processos Criativos em Dança”, que tem por objetivo promover a qualificação e o aperfeiçoamento de artistas da dança no desenvolvimento de projetos autorais de criação coreográfica.

Nesta primeira edição, o Ateliê é direcionado prioritariamente para artistas com experiência em processos criativos em dança contemporânea. O curso é dividido em módulos teórico-práticos, ministrados por profissionais qualificados do Brasil e do exterior, e consiste no desenvolvimento de projetos coreográficos, no acompanhamento e orientação dos processos de criação e na apresentação pública dos projetos desenvolvidos. Serão selecionados até 15 projetos de criação coreográfica. O curso terá uma carga horária total de 200 h/a.

De acordo com o coordenador da Escola Pública de Dança, Ernesto Gadelha é a primeira vez que a cidade ganha um Ateliê nesse formato. “É um projeto inédito, pensado de forma contextualizada e que vai ao encontro de uma demanda identificada junto a uma nova geração de artistas da dança na cidade”, adianta.

O ineditismo da ação se dá também pelo fato de “utilizar o desenvolvimento do projeto do próprio proponente como estratégia pedagógica”. O ponto de partida são os projetos autorais dos participantes, mesmo tendo uma proposta de conteúdos a ser desenvolvida no decorrer dos seis meses de duração. “O foco principal é o desenvolvimento do projeto e as atividades implicadas nesse processo. O produto final torna-se assim um meio para a existência desse processo. Os alunos terão a oportunidade de refletir sobre suas estratégias de criação, tendo o acompanhamento qualificado de profissionais nacionais e internacionais”, explica.

Para a diretora da Vila das Artes, Cláudia Pires, a ação gera oportunidade para os profissionais desenvolverem, de forma sistematizada o pensamento criativo. “O Ateliê vai oferecer aos criadores a oportunidade de se debruçarem sobre seus processos de criação, de forma a organizar com mais consistência a dramaturgia dos seus trabalhos”, declara.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no período de 30 de abril a 29 de maio de 2013. Os interessados deverão preencher ficha de inscrição, disponível no site http://viladasartes.fortaleza.ce.gov.br/ e comparecer, dentro do período de inscrição, à secretaria da Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1.221 – Centro), das 9h às 20h, para entrega dos documentos solicitados no edital.

Publicado em Cultura