Termina nesta sexta-feira (30/09) a Campanha Nacional contra Poliomielite e de Multivacinação nos 116 postos de saúde de Fortaleza. A ação, desencadeada no dia 8 de agosto pelo Ministério da Saúde (MS), deveria ter encerrado no dia 9 de setembro, mas foi prorrogada até o dia 30 deste mês.

No último sábado (24/09), foi realizado mais um dia D de vacinação na Capital, com todos os 116 postos de saúde abertos e a parceria dos shoppings centers, visando aumentar as coberturas das principais vacinas infantis preconizadas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI).

De acordo com Antônio Lima, epidemiologista de Fortaleza, nos últimos anos as coberturas vacinais vêm caindo. "O que temos de mais grave é a possibilidade de retorno de doenças que estavam erradicadas e eliminadas. Isso não é algo mais distante, a exemplo da poliomielite, com caso já confirmado nos Estados Unidos. A possibilidade de chegar em nosso País era muito remota quando se tinha uma cobertura alta, quando cai para em torno de 70%, passa a se tornar uma ameaça iminente”, alerta. Ele ainda apela para que as pessoas voltem a buscar as vacinas e não a recusá-las.

Balanço

O balanço da Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite aponta que Fortaleza vacinou até o dia 24 de setembro 43.835 crianças de 1 a 4 anos contra pólio, o equivalente a 35% do público. No que tange a Campanha de Multivacinação entre 0 a 14 anos, 200.869 foram vacinadas para regularizar a caderneta. A aplicação prossegue em todos os postos de saúde, no horário das salas de vacinação, das 7h30 às 18h30.

No dia D, 3.264 crianças receberam a vacina VOP Campanha e/ou VOP da rotina e 17.878 crianças e adolescentes foram imunizados. Ainda nesta data, 2.383 pessoas acima de 15 anos também compareceram as unidades e receberam algum imunizante.

"Precisamos manter o País livre de doenças que podem ser prevenidas com vacinas. Por isso alertamos para que os pais e/ou responsáveis levem as crianças e os adolescentes para as doses necessárias”, enfatiza a coordenadora de Imunização de Fortaleza, Vanessa Soldatelli.

Público-alvo

Contra a poliomielite, o público-alvo são as crianças menores de 5 anos de idade. As menores de 1 ano recebem a dose que estiver em atraso ou a vacina prevista na rotina. As crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias devem receber uma dose extra da vacina pólio oral (gotinha - VOP), desde que já tenham recebido as três doses da vacina inativada contra pólio (VIP).

Soldatelli reforça que a meta definida pelo MS de 95% trata-se da vacina de rotina para Poliomielite. Até junho deste ano, o índice de vacinação em Fortaleza da referida vacina está em 68,75%.

Para a multivacinação, o público-alvo são crianças e adolescentes de 0 a 14 anos, 11 meses e 29 dias. Estão disponíveis vacinas contra meningite, hepatite, difteria, pneumonia, rotavírus, febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola, varicela, HPV, entre outras. A estratégia é atualizar a caderneta de vacinação, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação.

Publicado em Saúde
Cadela filhote sentada
Shirley, de 5 meses, foi resgatada das ruas pela ONG Bola de Pelo e está disponível para ser adotada (Foto: Rodrigo Carvalho)

Os vira-latas James Bond, Shirley e Twix são protagonistas do post mais recente da campanha Adotar é o Bicho, veiculada nas redes sociais da Prefeitura de Fortaleza. A iniciativa disponibiliza fotos de pets resgatados por ONGs da capital que estão à espera de um novo lar. Cães e gatos adotados por meio da campanha, idealizada pela Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), terão castração garantida por meio do VetMóvel.

Segundo Marcel Girão, titular da Coepa, a garantia de castração com o projeto itinerante da Prefeitura vem como um incentivo a mais para aqueles que escolhem adotar um bichinho. “Cuidar de um pet implica em gastos com alimentação, saúde e lazer. Por isso, garantir a castração para os animais adotados na campanha é um compromisso que assumimos, motivando as pessoas a adotar no lugar de comprar um animal”, salienta.

No post mais recente da campanha, foram publicadas fotos de cinco cães da ONG Bola de Pelo. Luísa Guerra, coordenadora de eventos da instituição, elogia a iniciativa e destaca as vantagens da cirurgia de esterilização. “A castração que a Prefeitura oferece de forma gratuita por meio do VetMóvel reduz a quantidade de animais nas ruas, sendo uma solução definitiva para o problema. Para os defensores da causa animal é um suporte importante, pois facilita o controle populacional de cães e gatos, reduzindo os nossos gastos”, comenta. 

Desde o início da campanha, em maio, foram publicadas fotos de 20 pets das ONGs Abrace e Deixa Viver e dos projetos Animais Universitários e Adote um Amor Pet. As organizações disponibilizam animais resgatados das ruas para adoção. A campanha "Adotar é o Bicho" é veiculada no Instagram, no Facebook e no Twitter, redes nas quais a gestão municipal soma mais de 519 mil seguidores.

Mediação das adoções

Nos posts da campanha são detalhadas informações como nome, idade e história do animal, além de traços da sua personalidade e dados sobre sua saúde. As publicações informam ainda critérios básicos para os potenciais adotantes: ser maior de 18 anos, ter comprovante de residência e possuir condições de arcar com as despesas de um pet.

Pessoas interessadas entram em contato por meio do número (85) 9 8814.8056, preenchem uma ficha com dados iniciais e são direcionadas para contatos das instituições responsáveis. Caso a adoção seja concretizada, a Coepa entra em contato com o tutor responsável para agendar o dia da castração no VetMóvel.

Serviço
Campanha Adotar é o Bicho
Local: Instagram, Facebook e Twitter da Prefeitura de Fortaleza
Contato: (85) 9 8814.8056 (apenas WhatsApp)

Publicado em Fortaleza

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), dará inicio nesta segunda-feira (08/08), à Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite para crianças com até 4 anos, 11 meses e 29 dias, e à Campanha de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente com até 15 anos de idade. A aplicação das vacinas acontece nos 116 postos de saúde da capital, de segunda a sexta-feira, das 7h30 ás 18h30.

Reduzir o risco de reintrodução da poliomielite no país e garantir que crianças e adolescentes recebam todas as vacinas recomendadas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) são os objetivos das campanhas. “É importante que os pais e responsáveis levem os filhos até os postos de saúde para receber as vacinas e, assim, atualizar a situação vacinal. Não podemos ficar suscetíveis às doenças, como a paralisia infantil e tantas outras que podemos evitar por meio de vacinas seguras e que são oferecidas gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde”, reforça Vanessa Soldatelli, coordenadora de Imunização de Fortaleza.

Soldatelli explica ainda que a vacina contra poliomelite da campanha é a VOP (vacinal oral), aplicada nas crianças com esquema vacinal completo com a Vacina Inativada da Poliomelite (VIP - vacinas injetáveis), que são administradas com 2, 4 e 6 meses de idade. “Por ser uma campanha de atualização do esquema vacinal, não há meta definida. O intuito é que todas as crianças fiquem protegidas”.

Vacinação contra a poliomielite

Público-alvo: crianças de 1 ano à 4 anos

Vacina Oral Poliomielite (VOP): para crianças de um a quatro anos, de forma indiscriminada, desde que já tenham recebido as três doses de VIP do esquema básico.

Entenda o esquema vacinal:

1ª dose: aos 2 meses através de injeção (VIP);
2ª dose: aos 4 meses através de injeção (VIP);
3ª dose: aos 6 meses através da injeção (VIP);
1º reforço: 15 meses (1 ano e 3 meses) por meio da vacina oral (VOP)
2º reforço: menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), por meio da vacina oral (VOP)

Multivacinação para atualização de caderneta de vacinação

Público-alvo: crianças e adolescentes de até 14 anos, 11 meses e 29 dias

A campanha de multivacinação contemplará as crianças e adolescentes menores  até 14 anos 11 meses e 29 dias, não vacinados ou com esquemas vacinais incompletos, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação.

Vacinas disponibilizadas para crianças

BCG; Hepatite B; Poliomielite (VIP – inativada e VOP - atenuada); Rotavírus; Pentavalente; Pneumocócica 10; Meningocócica C (conjugada); Febre Amarela; Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba, Rubéola); Varicela; Hepatite A; Tríplice Bacteriana (Difteria, Tétano e Coqueluche); Papilomavírus humano (HPV).

Vacinas disponibilizadas para adolescentes

Hepatite B; Dupla bacteriana (Difteria e Tétano); Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba, Rubéola); Papilomavírus humano (HPV) e Meningocócica ACWY (conjugada), conforme esquema vacinal.

Serviço
Período da campanha: 8 de agosto a 9 de setembro
Atendimento: segunda a sexta-feira
Horário: 7h30 às 18h30
Local: 116 postos de saúde de Fortaleza

Publicado em Saúde
campanhasarampo
A campanha é voltada para crianças e jovens de 5 a 19 anos de idade que nunca tomaram nenhuma dose ou tenham registrado apenas uma dose na caderneta

A Prefeitura de Fortaleza inicia, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a primeira etapa da campanha nacional contra o sarampo de forma seletiva. A imunização começa nesta segunda-feira (10/02) e prossegue até 13 de março, nas salas de vacinação dos 113 postos de saúde da Capital. A campanha é voltada para crianças e jovens de 5 a 19 anos de idade que nunca tomaram nenhuma dose ou tenha registrado apenas uma dose na caderneta.

A ação é complementar às etapas anteriores, que envolveram outras faixas etárias. A primeira fase da estratégia do Governo Federal foi lançada no dia 7 de outubro de 2019 e as crianças de seis meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias, que ainda não tinham sido imunizadas ou que estavam com o esquema de vacinação incompleto. A população de crianças foi 100% atingida na meta mensal da campanha em Fortaleza. A segunda fase envolveu a faixa etária de 20 a 29 anos, durante o mês de novembro de 2019, em que 12.630 pessoas do público-alvo foram vacinadas.

De acordo com a assessora técnica de Imunização de Fortaleza, Renata Dias, as campanhas buscam proteger a população de todas as faixas etárias e prevenir o sarampo. “Essa vacina reduz as chances de propagação do vírus. Durante essa nova fase da campanha, vamos intensificar junto ao público jovem para atualizarem a caderneta de vacinação de acordo com suas faixas etárias”, reforça.

Vacinação

O esquema vacinal contra o sarampo compreende duas doses: administração da Dose 1 (D1) da vacina tríplice viral e, com intervalo de 30 dias, a Dose 2 (D2). A vacina tríplice viral atua contra o sarampo, caxumba e rubéola, e faz parte da rotina de imunização, por isso, está disponível durante todo o ano nos postos de saúde.

É importante lembrar que todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano continuam recebendo a “dose zero”, medida preventiva inserida no Calendário Nacional de Vacinação.

Serviço:
Campanha nacional 2020 de vacinação contra o sarampo - 1ª etapa
Data: 10/02 a 13/03
Público-alvo: crianças e jovens de 5 a 19 anos de idade
Onde: 113 postos de saúde de Fortaleza
Confira os endereços dos postos: https://saude.fortaleza.ce.gov.br/postos-de-saude  

Publicado em Saúde

Com a finalidade de sensibilizar passageiros e operadores de transporte sobre a prevenção de acidentes, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) realiza, entre os dias 19 e 25 de setembro, a Campanha de Prevenção de Acidentes no Transporte de Passageiros durante a Semana Nacional de Trânsito 2018. Nesta quarta-feira (19/09), às 8h, será iniciada a ação nos terminais Lagoa e Parangaba, com instalação de faixas, distribuição de panfletos prevencionistas, afixação de cartazes no interior dos ônibus e micro-ônibus e distribuição de adesivos de divulgação da campanha.

A programação acontece nos nove terminais de integração (abertos e fechados), nas garagens dos coletivos, nas vias públicas de circulação dos transportes de passageiros e na Ciclofaixa de Lazer. Em 21 locais da Cidade, a equipe de fiscalização realizará blitze educativas itinerantes, abordando todos os motoristas dos modais de transporte para verificar os itens de segurança e passar as orientações sobre a prevenção de acidentes.

Outra atividade será voltada para os ciclistas, no domingo (23/09), em que a equipe será direcionada para a Ciclofaixa de Lazer, instruindo os ciclistas sobre os cuidados com a segurança no trânsito. A campanha é uma parceria entre a Etufor, Empresas de Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), Cooperativa dos Transportadores Autônomos (Cootraps) e a empresa que administra os terminais (Socicam).  

  

Publicado em Mobilidade
Banner Campanha

A Prefeitura de Fortaleza, por meio Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci) e em parceria com o Comitê do Sub-Registro Civil de Nascimento, lança nesta terça-feira (04/09) às 8h, no Auditório Murilo Aguiar, a Campanha Municipal pela Erradicação do Sub-Registro Civil de Nascimento e Ampliação do Acesso à Documentação Básica.

Confira aqui a programação da Campanha

Após o lançamento, o evento seguirá com a II Roda de Conversa Sobre Registro Tardio de Nascimento e Documentação Básica: Política Pública Intersetorial e Interinstitucional entre os Entes Federados. A atividade terá a presença de representantes da Coordenação Nacional de Sub-Registro Civil de Nascimento/Ministério de Direitos Humanos, do Comitê Estadual do Rio de Janeiro, autoridades do Sistema de Garantia de Direitos, lideranças religiosas e integrantes do Comitê.

“A pessoa que não possui o registro de nascimento é invisível na sociedade e não tem o seu direito humano garantido. Todo cidadão registrado possui a documentação básica e o direito a educação, saúde, habitação e lazer. Nossa missão é garantir cidadania aos que se encontram em situação de vulnerabilidade social”, concluiu Letícia Moreira, secretária-executiva do Comitê Municipal de Sub-Registro de Nascimento.

Segundo dados projetados pelo IBGE/2015, nascem todos os anos em Fortaleza, 42 mil crianças, e destas, 4% não são registadas. O Comitê tem por meta reduzir essa taxa residual o que se constitui num longo caminho. Na prática, a população atingida pela falta de registro é composta, ainda, por aqueles que vivem em entidades de abrigo, pela população em situação de rua, partos domiciliares, por pessoas com transtorno mental, além da população migratória que chega à região de destino sem documentação e não consegue registrar os filhos.

O registro civil, um direito de todos, é gratuito e serve como parâmetro para o planejamento e implantação de políticas públicas. Para mais informações sobre a emissão do registro civil, ligue 0800 285 0880 - opção 3. O serviço é gratuito e atende a população local.

Serviço
Lançamento da Campanha Municipal pela Erradicação do Sub-Registro Civil de Nascimento
Dia: Terça-feira (04/09)
Horário: 8h às 17h
Local: Auditório Murilo Aguiar – Térreo, anexo à Assembleia Legislativa
Av. Barbosa de Freitas, S/N, esquina com Av. Pontes Vieira, 2391 - Dionísio Torres

Publicado em Social

A Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta sexta-feira (15/06), a partir das 16h, na Avenida Beira Mar, uma blitz de conscientização contra o trabalho infantil. A atividade faz parte do conjunto de ações da campanha nacional para erradicação do trabalho infantil, que traz como tema "Não proteger a infância é condenar o futuro".

A blitz executada pela Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (Seuma), Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), Superintendência Regional do Trabalho (SRTE), Juizado da Infância e Associação dos Barraqueiros da Beira Mar, contará com panfletagem de orientação de como denunciar o trabalho infantil, divulgação do Disque 100, distribuição de adesivos e conversa direta com a população.

A Comissão Intersetorial das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (CIAEPETI) da SDHDS também fará a identificação de criança e adolescentes no calçadão da Beira Mar para promover atividades lúdicas, brincadeiras e pinturas.

“Nosso maior objetivo é ir para rua sensibilizar a população para parar com esse vício de alimentar um trabalho tão perigoso, que expõe as crianças e adolescentes à noite e nos finais de semana. O trabalho infantil não traz dignidade e prejudica o futuro profissional”, afirma Ana Paula Cristóvão, coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil de Fortaleza (PETI). A Prefeitura de Fortaleza pretende com a blitz orientar cerca de 800 pessoas sobre a importância de erradicar o trabalho infantil.

Campanha contra o trabalho infantil
Para chamar a atenção de governantes e sociedade para o tema, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu o dia 12 de junho como o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. A data foi definida para marcar o 12 de junho de 2001, quando foi feita a leitura sobre o tema na Conferência do Trabalho, que ocorre todos os anos em Genebra, na Suíça. No Brasil, a data passou a valer seis anos depois, com a Lei 11.542 de 12 de novembro de 2007.

Consequências do trabalho infantil no Brasil
De acordo com o Sistema Nacional de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde, foram registradas 236 mortes de meninos e meninas em atividades perigosas entre 2007 e 2017. O sistema recebeu, no mesmo período, notificações de 40 mil acidentes de pessoas de 5 a 17 anos. Deste total, mais de 24 mil foram graves, resultando em fraturas ou membros amputados.

Serviço
Blitz de conscientização para erradicação do trabalho infantil
Local: Av. Beira Mar, 2200 (Concentração) – Em frente ao Ponta Mar Hotel.
Data: Sexta-feira (15/06)
Hora: 16h às 20h

Publicado em Social
Campanha Mão Solidária - Dia das Crianças 2017 arrecadará brinquedos até 6 de outubro

A Coordenadoria Especial de Proteção e Defesa Civil de Fortaleza lança a terceira edição especial da Campanha Mão Solidária - Dia das Crianças. A iniciativa tem o objetivo de arrecadar brinquedos novos e em boas condições para presentear crianças de famílias em situação de vulnerabilidade social acompanhadas pela instituição. O período de arrecadação começa nesta quinta-feira (17/08) e vai até o dia 6 de outubro.

Com o lema "Doe um brinquedo. Faça uma criança feliz", a campanha terá pontos de arrecadação na sede da Defesa Civil de Fortaleza (Rua Guilherme Rocha, 1342 - Centro) e em mais 26 órgãos municipais (confira a lista completa aqui). A Campanha Mão Solidária - Dia das Crianças 2017 também conta com o apoio de empresas e instituições escolares particulares, como Escola Eloé, Escola Salomé Bastos, Centro Educacional Neves Campelo, Instituto Educacional Topo Gigio, Colégio Paiva Andrade e Escola Espaço e Vida.

Os interessados em adotar a campanha podem fazer suas doações nos postos de coleta citados acima ou entrar em contato com o Núcleo de Ações Comunitárias da Defesa Civil de Fortaleza por meio dos telefones 3281.8027 e 3281.8088.

Saiba mais
A Mão Solidária foi criada em 2007 pela Defesa Civil de Fortaleza como uma iniciativa de caráter voluntário e permanente. A campanha consiste na arrecadação de donativos para suprir as necessidades das famílias assistidas pela instituição, acometidas por desastres ou riscos de desastres. Os objetos de arrecadação são alimentos não-perecíveis (arroz, feijão, açúcar e massa de milho), água potável, roupas, acessórios, colchões, eletrodomésticos, móveis, material de higiene e limpeza, entre outros.

Clique aqui para acessar a lista completa dos pontos de arrecadação da Campanha

 

Publicado em Segurança Cidadã
Música na blitz de 18 de maio
Durante todo o mês, diversas iniciativas serão realizadas na Cidade, como intervenções musicais e blitz educativa (Foto: Queiroz Netto)

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), realiza, nesta terça-feira (16/05), a partir das 9 horas, ação educativa e cultural no Cuca da Barra do Ceará. A atividade faz parte de uma série de iniciativas que serão promovidas, em toda a cidade, neste mês, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de Maio, cujo objetivo é alertar e sensibilizar a sociedade para os casos de violência sexual praticados contra crianças e adolescentes.

No Cuca Barra, estão previstas intervenções musicais, de teatro e de dança que abordarão a temática de forma lúdica. Acontecerá ainda apresentação de alunos do circo-escola e de projetos sociais da região.
A Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) dará um reforço nas ações educativas da campanha, nos dias 16 e 19/05, no Cuca Barra e Jangurussu, respectivamente, desenvolvendo o projeto #Construindosonhos - uma estratégia de prevenção ao uso problemático de álcool, crack e outras drogas, por meio de atividades lúdicas. Haverá oficina de dobradura em papel, distribuição de brides, além de atendimento ao público adolescente acerca da temática, tendo como foco o fortalecimento dos fatores de proteção e disseminação de informações sobre a rede de prevenção e cuidado que o município disponibiliza para este público.

Durante todo o mês, ocorrerão blitze em feiras livres; ação de sensibilização com panfletagem na Avenida Beira-Mar; estandes com orientação nos shoppings Benfica, Parangaba, RioMar Fortaleza e RioMar Presidente Kennedy; atividades educativas e culturais nos Cucas; e distribuição de materiais informativos no Terminal Rodoviário Engenheiro João Tomé, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, terminais do Papicu, Siqueira, Parangaba e Antônio Bezerra.

O Dia D da Campanha é o 18 de maio, quando será inaugurada a primeira sala de depoimento especial de Fortaleza, no Fórum Clóvis Beviláqua. O espaço será destinado para a escuta humanizada de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual.

Em 2016, em todo o País, a violência sexual foi a quarta violação contra crianças e adolescentes mais denunciada no Disque 100. Ao longo do ano passado, o Disque 100 recebeu 144.580 denúncias relacionadas a algum tipo de violação de direitos contra crianças e adolescentes, destas 15.707 estavam relacionadas à violência sexual, o que representa uma média de 43 casos por dia.

Rede Aquarela
Promovido pela Funci, o Programa Rede Aquarela desenvolve ações de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, sendo responsável por promover e articular atividades de prevenção, atendimento especializado, mobilização e articulação comunitária, em parceria com as instituições que compõem os eixos de promoção, defesa e controle social do Sistema de Garantia de Direitos.

Disque 100
O serviço funciona 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. As denúncias podem ser anônimas, e o sigilo das informações é garantido. As demandas recebidas pelo Disque 100 são encaminhadas, no prazo máximo de 24 horas, aos órgãos competentes. O Disque Direitos Humanos (Disque 100) é coordenado pela Secretaria de Direitos Humanos e é o principal canal de comunicação da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos.

Conselho Tutelar
O Conselho Tutelar é um órgão autônomo, essencial ao Sistema de Garantia de Direitos, responsável por zelar pelo cumprimento dos direitos de crianças e adolescentes. Quando há suspeita de violência sexual é importante acionar o Conselho Tutelar. Denunciar é o primeiro passo para romper o silêncio contra esse crime. Fortaleza conta com oito Conselhos Tutelares.

Serviço
Ação educativa e cultural
Dia: 16/05 (terça-feira)
Horário: das 9h às 11h
Local: Cuca da Barra do Ceará (Av. Presidente Castelo Branco, 6417)

Programação completa
Quarta-feira (17/05)
Blitz na Praça do Mercado do Joaquim Távora
Horário: das 8h às 10h
Local: Av. Pontes Vieira, 635 - Joaquim Távora

Quinta-feira (18/05)
Inauguração da sala de Depoimento Especial
Local: Fórum Clóvis Beviláqua - 12ª Vara Criminal
Rua Des. Floriano Benevides Magalhães, 220 - Edson Queiroz

Sexta-feira (19/05)
Ação educativa e cultural
Horário: das 14h às 16h
Local: Cuca do Jangurussu
Av. Gov. Leonel Brizola, s/n – Jangurussu
Estande com orientação e distribuição de material informativo no Shopping Benfica
Horário: das 17h às 22h
Local: Av. Carapinima, 2200 - Benfica

Sábado e Domingo (20 e 21/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no Shopping Benfica
Horário: das 17h às 22h
Local: Av. Carapinima, 2200 – Benfica

Segunda-feira (22/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Papicu
Horário: das 8h às 11h
Local: R. Pereira de Miranda, 80 - Papicu

Terça-feira (23/05)
Ação de sensibilização no Terminal da Parangaba
Horário: das 8h às 11h
Local: R. Napoleão Quezado, 10 - Parangaba

Quarta-feira (24/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Antônio Bezerra
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Demétrio Menezes, 3467

Quinta-feira (25/05)
Ação de sensibilização no Terminal do Siqueira
Horário: das 8h às 11h
Local: Av. Gen. Osório de Paiva, 2955

Sexta-feira (26/05)
Atividade educativa na Praça da Estação
Horário: das 8h às 11h
Local: R. Castro e Silva, s/n - Centro

Sábado e Domingo (27 e 28/05)
Estande com orientação e distribuição de material informativo no Shopping Parangaba
Horário: das 17h às 22h
Local: Rua Germano Franck, 300 – Parangaba

Segunda e terça-feira (30 e 31/05)
Oficina Vira Vida
Horário: das 14h às 16h
Local: SESI Parangaba
Av. João Pessoa, 6754 - Parangaba

Publicado em Social
O último balanço da vacinação, realizado pela SMS, foi liberado na última sexta-feira, dia 3 (Foto: Marcos Moura)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe terminará no próximo dia 10 de maio (sexta-feira). A Prefeitura de Fortaleza disponibiliza diversos pontos de vacinação e com horários diferenciados, além das 92 Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS).

Na última semana da Campanha, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) chama a população de Fortaleza a comparecer aos locais de vacinação, em especial os integrantes do grupo prioritário (pessoas com mais de 60 anos, crianças de seis meses a dois anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto - em puerpério, profissionais de saúde, além das pessoas que têm doenças crônicas). O último balanço da vacinação, realizado pela SMS, foi liberado na última sexta-feira (3).

Confira os números:
Profissionais de Saúde - 14.629
Gestantes  -  14.482
Crianças de seis meses a dois anos  -  28.523
Pessoas com mais de 60 anos - 133.036
Puérperas  - 2.841
Pessoas com doenças crônicas - 27.709
TOTAL - 221.220

Locais e horários diferenciados:

Segunda-feira até sexta-feira (6 à 10/05) – 8h às 17h
- CEMJA (Rua Guilherme Rocha, 510 – Centro)
- Frotinha Antônio Bezerra (Rua Cândido Maia, 294 – Antônio Bezerra)
- Frotinha da Parangaba (Rua Osório de Paiva, 1.127 – Parangaba)
- Frotinha de Messejana (Av. Presidente Costa e Silva, 1.578 – Messejana)
- Gonzaguinha da Barra do Ceará (Av. I, 1.130 – Conjunto Beira Rio / Vila
Velha)
- Gonzaguinha do José Walter (Rua D, 440, José Walter)
- Gonzaguinha de Messejana (Av. Washington Soares, 7.700 – Messejana)
- Hospital da Mulher de Fortaleza (Av. Lineu Machado, 155 - Jóquei Clube)

Quinta-feira (09/05) - 8h às 12h
Feira do Floresta (rua Teodomiro de Castro)

Até sexta-feira (10/05) - 14h às 20h30
Quiosque da Beira Mar (em frente ao Náutico)

Publicado em Saúde
Página 1 de 2