Com o objetivo de fortalecer as decisões do Comitê Municipal de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal de Fortaleza (Cogeffor), o Grupo de Trabalho de Contas (GTC) se reuniu ao longo desta semana (de 6 a 9 de julho), em vários órgãos da Prefeitura de Fortaleza.

Os encontros foram realizados nas sedes da Secretaria de Finanças do Município (SEFIN), da Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (SEPOG) e da Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (CGM).

Durante as reuniões, estiveram presentes o Secretário da SEPOG, Philipe Nottingham, o Secretário chefe da CGM, Vicente Ferrer, o Secretário da SCDH Karlo Kardozo e a Presidente da FUNCI (Coordenadoria da Criança e do Adolescente) Tania Gurgel.

Entre os principais pontos tratados nas reuniões do GTC, a análise nos custos financeiros dos contratos de terceirização (FUNCI/SCDH) para adequar os valores dos limites dos respectivos órgãos, além de um estudo mais apurado nos contratos de terceirização com o objetivo de realinhamento nos valores.

“O GTC tem se mostrado um grupo de muita importância para o Cogeffor. São estudos que contribuem para análises, balanços e principalmente para planejarmos um melhor aproveitamento dos custos do município de Fortaleza”, declarou o Secretário Chefe da CGM, Vicente Ferrer

Publicado em Fortaleza
Quinta, 30 Abril 2015 06:04

CGM é destaque no site do Conaci

Home da página do Conaci exibe foto do secretário executivo da CGM (Foto: Reprodução)

A Controladoria e Ouvidoria Geral do Município de Fortaleza segue com o prestígio em alta no Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci). Dessa vez, o secretário executivo da CGM, Wilfrido Rocha Neto, aparece em destaque no site do órgão.

A parceria entre o Banco Mundial e o Conaci em um projeto de fortalecimento do controle interno no Brasil vai provocar uma série de reuniões nos estados do Maranhão, Piauí e Minas Gerais.
A CGM participa desse projeto como coordenadora do Grupo de Trabalho do Conaci criado para acompanhar estas atividades. Para o Secretário executivo Wilfrido Rocha Neto os os três estados-pilotos tiveram aproximadamente três semanas para realizarem suas autoavaliações.

“O prazo terminou no dia 2 de abril e agora, após a certificação de qualidade dos trabalhos, feita pelas controladorias do Ceará, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, com a supervisão do grupo técnico do Conaci, a consultora fará as validações. Com base nessa amostra, sua função é fazer uma análise de tudo que pode ser melhorado e fortalecido quanto ao controle interno no país e sugerir ferramentas e ações a serem implementas pelos demais membros do Conaci. Todas essas informações serão compartilhadas no seminário a ser realizado em Brasília no final de maio”, ressaltou Rocha.

Além das reuniões nos estados-piloto, o Banco Mundial e o Grupo de Trabalho do Conaci estarão em Brasília, nos próximos dias 4 e 5 de maio, para interlocução também com os órgãos federais, como Tribunal de Contas da União e Controladoria Geral da União.

Publicado em Fortaleza
Página 3 de 3