Quadrilha junina infantil se apresenta no Especial Nosso Junino no Teatro São José
Participam do especial as quadrilhas do último Festival Junino de Fortaleza, realizado em 2019 (Foto: Thiago Matine/Secultfor)

A Prefeitura de Fortaleza realiza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), na próxima terça e quarta-feira (29 e 30/06), a apresentação do “Nosso Especial Junino”. A ação consiste em shows virtuais de 10 quadrilhas juninas, divididas em dois dias de programação, exibidos no Canal da Secultfor na plataforma de vídeos YouTube, às 19h30, e pela TV Terra do Sol (42.1), às 14h e às 19h30 (reprise), parceira da ação. As apresentações acontecem no Teatro São José.

Durante os dois dias do especial, as quadrilhas juninas de Fortaleza vão encantar o público com toda a alegria, beleza e dança tradicional do período de São João. Na terça-feira (29/6), são aguardadas as apresentações das quadrilhas juninas Arraiá da Esperancinha (infantil), Cai Cai Balão (infantil), Arraiá do Bairro Ellery, Filhos do Sertão e Zé Testinha. Já na quarta-feira (30/6), o público vai poder conferir os shows das quadrilhas Cumpade Chico (infantil), Tradição da Roça, Paixão Nordestina, Cangaço Nordestino e Junina Babaçu. O especial é uma ação de fomento e apoio aos grupos de quadrilha junina da Capital cearense.

Participam do especial as quadrilhas do último Festival Junino de Fortaleza, realizado em 2019. Para a ação, foram chamadas as quadrilhas mais bem colocadas, do 1º ao 7º lugar entre os grupos juninos adultos e, do 1º ao 3º lugar entre os grupos juninos infantis.

O secretário da Cultura de Fortaleza, Elpídio Nogueira, explica sobre a realização do especial em formato virtual. “Estamos em pleno período junino, mas também estamos em plena pandemia, e por isso não podemos fazer a festa maravilhosa que sempre pensamos para Fortaleza”, ressalta. O secretário também fala sobre a importância da realização do evento e de desejos para o futuro. “Estamos realizando a festa junina virtual, prestigiando as quadrilhas da cidade e torcendo para que no próximo ano a gente possa fazer uma grande festa”, conclui.

Especial Junino
Data do show virtual:
29/06 (terça-feira): Quadrilhas Arraiá da Esperancinha (infantis), Cai Cai Balão(infantil), Arraiá do Bairro Ellery, Filhos do Sertão e Zé Testinha.
30/06 (quarta-feira): Quadrilhas Cumpade Chico (infantil), Tradição da Roça, Paixão Nordestina, Cangaço Nordestino e Junina Babaçu.
Horário: 19h30 no Canal da Secultfor no YouTube; 14h e 19h30 (reprise) na TV Terra do Sol (42.1)

Publicado em Cultura

A Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta sexta-feira e sábado (04 e 05/12), as eliminatórias do Festival da Música de Fortaleza 2020, a partir das 19h, no Teatro São José. O público poderá acompanhar a competição pela transmissão ao vivo da TV Terra do Sol (42.1) e pela Rádio Web Terra do Sol. O evento será fechado ao público devido as medidas sanitárias de combate à Covid-19.

Confira aqui a ordem de apresentação

Entre 563 músicas autorais inscritas no festival, 30 foram selecionadas para fase eliminatória. O júri, composto por profissionais da música, escolherá as seis melhores canções de cada dia de apresentação, o que resultará em 12 músicas na grande final, prevista para o dia 12 de dezembro. A final também contará com transmissão ao vivo pela TV Terra do Sol e pela Rádio Web Terra do Sol (www.fortaleza.ce.gov.br).

Premiação
O festival premiará canções inéditas em língua portuguesa de diversos gêneros. Em 2020, o músico que conquistar o 1º lugar no festival, receberá a premiação de R$ 30 mil. O 2º colocado ficará com o prêmio de R$10 mil e o 3º colocado receberá R$5 mil. Pela primeira vez, o Festival da Música de Fortaleza vai premiar na categoria melhor intérprete, no valor R$ 5 mil.

Serviço
Eliminatórias do Festival da Música de Fortaleza 2020
Data: Sexta e sábado (04 e 05/12)
Hora: a partir das 19h
Local: Teatro São José, com transmissão ao vivo pela TV Terra do Sol (42.1) e pela Rádio Web Terra do Sol (www.fortaleza.ce.gov.br).

Publicado em Cultura
Fachada do Teatro São José em um dia de céu azul e ensolarado
Extensa programação gratuita se estende por equipamentos e espaços públicos, como Teatro São José, Praça do Cristo Redentor, Ponte Velha e Escola Porto Iracema das Artes (Foto: Thiago Matine)

O Teatro São José recebe, de quinta-feira a sábado (21 a 23/11), o evento Abstrata – Festival Internacional de Videomapping. Com extensa programação gratuita, que se estende ainda a outros espaços, como a Praça do Cristo Redentor, a Ponte Velha e a Escola Porto Iracema das Artes, o festival oferece ao público projeções de imagens, palestras e oficinas sobre a técnica, instalações, performances audiovisuais e shows com artistas que dialogam com o conceito do evento.

“Nos propomos a ser um festival dos ruídos, da experimentação audiovisual, de inspiração criativa, dos rastros que reverberam na improvisação artística em tempo real, da interação abstrata que surge na relação entre luz, espaço, forma e superfície. Composto por propostas artísticas, científicas e experimentais, o festival se coloca como um apoiador da inovação e do conhecimento artístico audiovisual para a cidade de Fortaleza, a exemplo do que já acontece em diversas cidades do mundo’’, explica Valentino Kmentt, idealizador e diretor do festival, um dos pioneiros nas práticas e no desenvolvimento da técnica de videomapping em Fortaleza.

No Teatro São José e na Praça Cristo Redentor, a programação tem início sempre a partir das 19h e vai até meia-noite, exceto no sábado (23/11), que inicia às 18h, com edição especial do projeto “Musicando Fortaleza”, que contará com a Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará (UFC) e apresentação de espetáculo musical e audiovisual a partir das trilhas sonoras do Studio Ghibli, estúdio de animação japonês responsável por filmes como “A Viagem de Chihiro”, “Castelo Animado” e “Meu Amigo Totoro”.

Além de artistas cearenses com representatividade nas cenas contemporâneas local, regional, nacional e internacional, o evento conta ainda com artistas de outros estados e de outros países. Participarão das projeções em videomapping na fachada do Teatro São José os artistas Caio Fazolin (SP), VJ Spetto (SP), VJ Eletroiman (ESP) e Misteria Mapping (CE). Já as instalações, na Praça Cristo Redentor e no Teatro São José, serão montadas somente por cearenses: Alexandre Veras com Beatriz Furtado, David da Paz, Eric Barbosa, Gabura, Naná Blue, Sergio Gurgel, Nárcelio Grud, Vitor Grilo e VJ Ivna Lundgren.

O palco do Teatro São José será ainda espaço das performances audiovisuais e shows musicais. A banda pós-punk gótica Plastique Noir (CE) recebe a VJ Ivna Lundgren (CE) e, juntos, fazem o show de abertura, na quinta-feira (21/11). Na sexta-feira (22/11), o show ficará por conta do VJ Craca (SP). Já no sábado (23/11), show com a compositora e artista visual Luiza Lian (SP), acompanhado de projeção mapeada coletiva criada por vários artistas do videomapping, encerra o festival, na Ponte Velha. Confira a programação também nos perfis do evento no Facebook e no Instagram.

O Abstrata – Festival Internacional de Videomapping tem apoio da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (Secultfor), uma realização de Misteria Mapping e patrocínio da Budweiser / Ambev. O festival ainda conta com apoio cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE), a partir do IX Edital Mecenas do Ceará, além de apoio da Companhia de Gás do Ceará (Cegás).

Videomapping
Também chamado de “projeção mapeada”, videomapping é a técnica de projetar imagens especialmente pensadas para uma superfície específica. O videomapping precisa de verdadeiras esculturas, de preferência compostas por objetos ou superfícies irregulares, para receber a projeção. Com um software de videomapping conectado no projetor, é possível recortar o feixe de luz projetado na superfície e, assim, fazer o mapeamento da superfície e a projeção específica na área desejada. A introdução da perspectiva na projeção permite que a imagem encaixe perfeitamente no objeto que a recebe. Desse modo, o videomapping tem a capacidade de transformar qualquer superfície numa tela de projeção.

Programação
Quinta-feira (21/11)
- 14h a 17h30: Oficina Videomapping, com VJ Optika (COL), no Porto Iracema das Artes
- 18h30 a 19h30: Palestra de Caio Fazolin (SP) e VJ Eletroiman (ESP), no Porto Iracema das Artes
- 19h a 22h: Instalações de Alexandre Veras (CE) e Beatriz Furtado (CE), Narcélio Grud (CE), Vitor Grilo (CE), David da Paz (CE), Eric Barbosa (CE), Sergio Gurgel (CE), Naná Blue (CE), Gabura (CE), VJ Ivna Lundgren (CE), na Praça Cristo Redentor e no Teatro São José
- 20h a 21h: Videomapping com VJ Spetto (SP), Videomapping Coletivo, com Misteria Mapping, SEPASSANDO rec e Acorde Multimídia (CE), na fachada do Teatro São José
- 20h30 a 23h30: Performances Audiovisuais de Ivan Timbó (CE) e Kauê Lima (PA), Media Sana (PE), David da Paz (CE), URO & Arquelano (CE) e Misteria (CE), no palco do Teatro São José
- 23h a 0h: Show de abertura, com Banda Plastique Noir (CE) e VJ Ivna Lundgren (CE), palco do Teatro São José

Sexta-feira (22/11)
- 14h a 17h30: Oficina Videomapping, com VJ Optika (COL), no Porto Iracema das Artes
- 18h30 a 20h: Palestra de Alexandre Veras (CE), no Porto Iracema das Artes
- 19h às 22h: Instalações de Alexandre Veras (CE) e Beatriz Furtado (CE), Narcélio Grud (CE), Vitor Grilo (CE), David da Paz (CE), Eric Barbosa (CE), Sergio Gurgel (CE), Naná Blue (CE), Gabura (CE) e VJ Ivna Lundgren (CE)
- 20h30 a 23h: Performances Audiovisuais de Dimitri Lomaco (CE), Media Sana (PE), e Wide Open Mind (CE) com Optika (Colômbia), no palco do Teatro São José
- 20h a 22h: Videomapping de Caio Fazolin (SP), na fachada do Teatro São José
- 22h a 0h: VJ Craca (SP), no palco do Teatro São José

Sábado (23/11)
- 18h a 22h15: Performances Audiovisuais de Camerata de Cordas da UFC (CE), Thaís de Campos (CE), Dronedeus (CE) e Vitor Grilo (CE), e Eric Barbosa (CE) com Gabura (CE), no palco Teatro São José
- 19h a 22h: Instalações de Alexandre Veras (CE) e Beatriz Furtado (CE), Narcélio Grud (CE), Vitor Grilo (CE), David da Paz (CE), Eric Barbosa (CE), Sergio Gurgel (CE), Naná Blue (CE), Gabura (CE) e VJ Ivna Lundgren (CE)
- 22h a 23h: Videomapping de Eletroiman (ESP), na fachada do Teatro São José
- 23h a 1h: Show de encerramento, com Luiza Lian (SP) e videomapping coletivo, Ponte Velha (Poço da Draga / Praia de Iracema)

Serviço
Abstrata Festival Internacional de Videomapping
Inscrições para oficinas e palestras: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Data: Quinta, sexta e sábado (21, 22 e 23/11)
Hora: Ver programação detalhada em https://www.facebook.com/festival.abstrata
Locais: Teatro São José, Praça Cristo Redentor, Ponte Velha (Praia de Iracema) e Escola Porto Iracema das Artes
Mais Informações: (85) 98695-1944 / (85) 99621-9700
Gratuito

Publicado em Cultura

O Teatro São José recebe, neste sábado (12/10), atividades de comemoração do Dia de Ação Esperantista em Fortaleza. O evento gratuito e aberto ao público tem início às 17h e conta com declamação de cordel sobre o idioma esperanto e apresentação musical de Tarcísio Lima, com participação da Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Denominado “Ago-tago” pela comunidade esperantista, a data tem por objetivo promover e divulgar a língua entre não falantes. Criada em 1887, com objetivo de facilitar a comunicação entre os povos de diferentes países e culturas, o esperanto é a língua artificial mais falada no mundo.

Violonista e professor de música, Tarcísio Lima possui em seu repertório composições autorais e versões de músicas conhecidas, todas em esperanto. “O Ago-Tago, que significa literalmente ‘Dia de Ação’, foi criado com o intuito de ser uma data em que a comunidade esperantista do mundo todo se visse motivada a fazer alguma ação em prol da divulgação do idioma”, explica Wandenberg Morais, presidente da Associação Cearense de Esperanto, uma das realizadoras do evento.

O Teatro São José é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

Serviço
“Ago-tago” - Dia de Ação Esperantista, com apresentação musical de Tarcísio Lima e a Camerata de Cordas da UFC
Data: 12/10 (sábado)
Hora: 17h
Local: Teatro São José (Rua Rufino de Alencar, 299 – Centro)
Classificação livre
Gratuito

Publicado em Cultura
Juca Ferreira, ex-ministro da Cultura do Brasil. Vê-se um preio ao fundo com a pintura de um grande rosto segurando um megafone.
No último dia do evento, o Teatro São José recebe palestra de Juca Ferreira

O IX Seminário do Patrimônio Cultural de Fortaleza encerra sua programação nesta sexta-feira (11/10), no Teatro São José. Com a conferência “Experiências de Intervenção e Gestão do Patrimônio Cultural – Ações e Resultados”, às 9h, o secretário da Cultura de Belo Horizonte (MG) e ex-ministro da Cultura do Brasil, Juca Ferreira, fecha a programação de palestras do evento.

Interessados em participar que não tenham realizado inscrição prévia poderão, mediante lotação do espaço, realizar o cadastro presencialmente. Além da conferência de encerramento, outras atividades ainda ocorrem ao longo do dia. No Teatro São José, após a fala de Juca Ferreira, haverá o lançamento do livro “Conversando sobre Patrimônio Industrial e outras histórias: palavras, espaços e imagens”, organizado por Telma Bessa Sales e Ana Cardoso de Matos, a partir das 10h30.

Durante a tarde, têm prosseguimento as oficinas “Introdução à Gestão de Coleções” e “Introdução à Conservação de Acervos compostos por Papel”, das 13h às 17h, no Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (UFC) e no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do Ceará (IPHAN-CE), respectivamente.

Uma realização da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), o IX Seminário do Patrimônio Cultural apresentou o tema “Gestão do Patrimônio e Cidades Inteligentes”. Ao longo de três dias, reuniu professores, estudantes, gestores públicos, produtores culturais, estudiosos e comunidade em geral em palestras, debates, mesas redondas e oficinas com importantes estudiosos e pesquisadores do assunto.

Sobre Juca Ferreira

Juca Ferreira é sociólogo com trajetória profissional dedicada à vida política e às ações culturais e ambientais. Por mais de cinco anos, foi secretário executivo durante a gestão de Gilberto Gil no Ministério da Cultura e, em 2008, foi convidado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva a assumir o cargo de Ministro de Estado da Cultura. Durante os anos de 2011 e 2012 foi embaixador especial na Secretaria Geral Ibero-Americana, em nome de quem coordenou a realização do Ano Internacional dos Afrodescendentes. Entre 2013 e 2014, Juca Ferreira ocupou o cargo de secretário de Cultura do Município de São Paulo na gestão Fernando Haddad. De janeiro de 2015 a maio de 2016, foi reconduzido ao cargo de Ministro de Estado da Cultura do Brasil. Em junho de 2017, assumiu a Presidência da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte (MG). Desde julho de 2018, está à frente da Secretaria de Cultura de Belo Horizonte.

Serviço:
Conferência de encerramento do IX Seminário do Patrimônio Cultural de Fortaleza, com Juca Ferreira
Data: 11/10 (sexta-feira)
Hora: 9h
Locais: Teatro São José (Rua Rufino de Alencar, 299 – Centro)

Mais informações: 3105-1291 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Publicado em Cultura
Fachada do Teatro São José
Evento de Educação Patrimonial ocorre de 9 a 11 de outubro no Teatro São José (Foto: Thiago Matine)

O IX Seminário do Patrimônio Cultural de Fortaleza inicia sua programação nesta quarta-feira (09/10), no Teatro São José. Com o tema “Gestão do Patrimônio e Cidades Inteligentes”, o evento conta com palestras, debates, mesas redondas e oficinas. Mediante lotação dos espaços, os interessados em participar das atividades e que não conseguiram realizar a inscrição online, poderão se cadastrar presencialmente, nesta quarta-feira, a partir das 13h, durante o período de credenciamento.

Uma realização da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), o Seminário tem como objetivo discutir sobre as práticas preservacionistas em cidades inteligentes, relacionando, de forma transdisciplinar, o conceito de sustentabilidade, produção de conhecimentos e construção do espaço vivido.

Na mesa de abertura, intitulada “O Patrimônio Cultural no ensino básico e no ensino superior: olhares, avanços e perspectivas”, participam o Prof. Dr. Gilberto Nogueira, da Universidade Federal do Ceará (UFC), e a Profª. Drª. Carmem Zeli de Vargas Gil, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A atividade ocorre das 14h às 16h. Em seguida, das 16h30 às 18h, o Prof. Dr. Guilherme Wisnik (FAU-USP) profere a conferência “Arquitetura Contemporânea, design e patrimônio cultural: diálogos possíveis?”

Em paralelo à programação de palestras e debates no Teatro São José, o Seminário promove ainda uma série de oficinas realizadas em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do Ceará (IPHAN-CE) e com o Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (MAUC).

O evento contará com certificação e é destinado para toda comunidade interessada no assunto, especialmente, professores, estudantes, gestores públicos, produtores culturais e estudiosos. Para conferir a programação completa do IX Seminário do Patrimônio Cultural de Fortaleza, acesse cultura.fortaleza.ce.gov.br.

Serviço:
IX Seminário do Patrimônio Cultural de Fortaleza
Data: 9 a 11/10
Local: Teatro São José (Rua Rufino de Alencar, 299 – Centro)
Mais informações: 3105-1291 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicado em Cultura

O Teatro São José recebe, neste sábado (14/09), a apresentação “Violão Flamenco”, com Cyran Costa e Maria Juliana Linhares. A atração integra mais uma edição do projeto Musicando Fortaleza, programação de concertos didáticos realizada em parceria com a Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará (UFC). O evento é gratuito e tem início às 17h.

Em “Violão Flamenco”, Cyran e Juliana apresentam uma proposta de música instrumental e vocal que envolve a força expressiva do flamenco tradicional e jazzístico, além de obras de caráter ibérico, músicas do repertório brasileiro erudito e popular e músicas autorais, estabelecendo diálogos interpretativos com intuição fraseológica de caráter improvisado e exploratório. No repertório, arranjos e composições típicas dos mais conhecidos artistas flamencos e daqueles que dialogam com a linguagem, como: Paco de Lucia, Gerardo Nuñez, Vicente Amigo, Chick Corea e outros.

O Teatro São José é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

Projeto Musicando Fortaleza
Os concertos didáticos que compõem a programação do projeto Musicando Fortaleza ocorrem sempre aos sábados, a partir das 17h, no Teatro São José. Com duração de uma hora, as apresentações musicais contam com explicações sobre os autores das composições apresentadas e os aspectos técnicos da execução instrumental. A Camerata de Cordas da UFC é responsável pela curadoria das atrações.

Outras duas apresentações do projeto Musicando Fortaleza estão ainda previstas para este mês de setembro. Como parte da série “Camerata de Cordas da UFC convida”, a orquestra receberá a soprano Angela Diel, em 21/09, e a saxofonista Ana Cléria Rocha, a flautista Magali Bielski e o Coral da Santa Casa de Fortaleza, em 28/09.

Serviço
Projeto Musicando Fortaleza - “Violão Flamenco”, com Cyran Costa e Maria Juliana Linhares
Data: Sábado (14/09)
Hora: 17h
Local: Teatro São José (Rua Rufino de Alencar, 299 – Centro)
Classificação livre
Gratuito

Publicado em Cultura
Músicos da Camerata de Cordas da UFC agrupados, vestindo roupas sociais pretas e empunhando violinos e violoncelos
A ação é uma parceria com a Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará

Equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, o Teatro São José promove, aos sábados de setembro, o projeto “Musicando Fortaleza”, programação de concertos didáticos realizada em parceria com a Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará (UFC). As apresentações gratuitas têm início sempre às 17h e ocorrem no palco principal do Teatro São José.

Com duração de uma hora, as apresentações musicais contam com explicações sobre os autores das composições apresentadas e os aspectos técnicos da execução instrumental. A Camerata de Cordas da UFC é responsável pela curadoria das atrações. Confira abaixo a programação.

Programação
07/09: Trio Nepomuceno da UFC apresentam “Trio de piano, violino e violoncelo”, de Lourenço Fernandez, e “Duos de Prados para violino e violoncelo”, de Ernani Aguiar
14/09: Violonista Cyran Costa, apresentando "O violão flamenco"
21/09: Série “Camerata de Cordas da UFC convida”, com a soprano Angela Diel
28/09: Série “Camerata de Cordas da UFC convida”, com a saxofonista Ana Cléria Rocha, a flautista Magali Bielski e o Coral da Santa Casa de Fortaleza.

Serviço
Projeto Musicando Fortaleza
Data: Sábados (7, 14, 21 e 28/09)
Hora: 17h
Local: Teatro São José (Rua Rufino de Alencar, 299 – Centro)
Classificação livre
Gratuito

Publicado em Cultura

Equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, o Teatro São José dá início, nesta terça-feira (10/09), ao projeto “Terça é dia de Teatro”, que levará semanalmente alunos da Rede Municipal de Ensino a conhecer o equipamento cultural. O projeto, que conta com apoio do VII Edital das Artes de Fortaleza, é realizado pela Cia. Prisma de Artes. A programação ocorre às terças-feiras dos meses setembro e outubro, das 8h às 10h.

A atividade consiste em um visita guiada pelo Teatro São José, seguida da apresentação de “As Aventuras de João Sortudo”, espetáculo da Cia. Prisma de Artes. “A ideia é que as crianças visitem e conheçam um pouco o teatro, no que chamamos ‘pequena’ visita guiada, para logo após assistirem ao espetáculo infantil de nosso repertório”, explica Raimundo Moreira, diretor da companhia.

Adaptação de um conto popular, “As aventuras de João Sortudo” se utiliza de uma linguagem repleta de ludicidade, fantasia e musicalidade para contar a história de um jovem rapaz de pura inocência que após anos trabalhando em uma fazenda, é mandado de volta para casa. No caminho, passa por diversas situações que lhe trazem bons aprendizados.

Edital das Artes de Fortaleza
“Terça é dia de Teatro” é um dos projetos contemplados na sétima edição do Edital das Artes de Fortaleza, lançado em 2018. O Edital é um dispositivo que estimula a produção e a promoção das Artes no âmbito do Município, além de fomentar a programação artística em espaços públicos e privados nos diversos territórios da Capital cearense.

Atualmente, o VIII Edital das Artes, referente ao ano de 2019, encontra-se com inscrições abertas até 9 de setembro. O projeto prevê, ao todo, um investimento de R$ 4,1 milhões em fomento às artes da capital cearense, a ser distribuído entre 13 linguagens: Artes Visuais, Moda, Fotografia, Audiovisual, Literatura, Música, Teatro, Dança, Circo, Cultura Tradicional Popular, Humor, Mídia Digital e Artesanato. Confira o edital em cultura.fortaleza.ce.gov.br.

Serviço
“Terça é dia de Teatro”
Data: Terças-feiras de setembro e outubro, a partir do dia 10/09.
Hora: das 8h às 10h
Local: Teatro São José (Rua Rufino de Alencar, 299 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
Músicos da Camerata de Cordas da UFC estão alinhados e vestindo preto, posando com seus instrumentos de cordas, violinos e violoncelos
A ação é uma parceria com a Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará

Equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, o Teatro São José recebe, até o dia 9 de setembro, inscrições para os cursos gratuitos de música “Canto Coral” e “Iniciação aos Instrumentos de Cordas – Violino, Viola de Arco, Violoncelo e Contrabaixo Acústico”. São, ao todo, 80 vagas destinadas a jovens com idade entre 10 e 17 anos. A ação é uma parceria com a Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Para se inscrever, os candidatos devem levar ao Teatro São José os documentos RG e CPF, além de estarem acompanhados de adulto responsável também com a devida documentação. As aulas ocorrem a partir do dia 9 de setembro, das 14h às 16h. “Iniciação aos Instrumentos de Cordas” tem aulas às segundas, quartas e sextas-feiras; “Canto Coral”, por sua vez, tem aulas às terças e quintas-feiras.

O projeto, que contará com cursos e concertos didáticos, é fruto de parceria das secretarias municipais da Cultura e da Educação com a Universidade Federal do Ceará (UFC), e visa a construção da Escola Municipal de Música do Teatro São José.

Serviço
Inscrições para os cursos de música “Canto Coral” e “Iniciação aos Instrumentos de Cordas”
Data: Segunda a sexta-feira (até 09/09)
Hora: das 8h às 17h
Local: Teatro São José (Rua Rufino de Alencar, 299 – Centro)

Publicado em Cultura
Página 1 de 3