Secretária de Saúde fala sobre o programa Cresça com seu Filho em curso no Rio de Janeiro
A Prefeitura de Fortaleza é representada pela secretária da Saúde do Município, Joana Maciel

A Prefeitura de Fortaleza participa até esta quinta-feira (26/04), no Rio de Janeiro, da sessão introdutória do Programa de Implementação de Políticas Públicas. O Município é representado pela secretária da Saúde, Joana Maciel, que aborda durante o curso a experiência de Fortaleza com o programa Cresça com seu Filho/Criança Feliz e a proposta de ampliação deste. O evento conta a participação de gestores de Fortaleza, Boa Vista, Recife, Taubaté, Belo Horizonte, Manaus e Ponta Grossa.

O curso está voltado para o fortalecimento de políticas públicas para a primeira infância, assim como conhecer os trabalhos e iniciativas das cidades participantes, entre outros temas.

O Programa Avançado de Implementação de Políticas Públicas é uma iniciativa da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, da Fundação Lemann e Teachers College da Columbia University, em parceria com o CEIPE FGV, que visa apoiar lideranças na elaboração, implementação de políticas públicas para a primeira infância no Brasil, via a elaboração de um plano.

Saiba mais
O programa de visita domiciliar Cresça com Seu Filho / Criança Feliz atende 36 bairros das áreas com menor Índice de Desenvolvimento Humano de Fortaleza, vinculado à Estratégia de Saúde da Família com o atendimento do Agente Comunitário de Saúde (ACS), sob a supervisão do enfermeiro. O Cresça com Seu Filho/Criança Feliz objetiva apoiar as famílias em situação de vulnerabilidade. O Programa Cresça com Seu Filho/Criança Feliz oferece visitas domiciliares diferenciadas para o estímulo ao desenvolvimento infantil. São ofertadas atividades de acordo com a faixa etária da criança que são demonstradas pelos agentes comunitários de saúde e acompanhadas com periodicidade semanal.

O objetivo principal do Programa Cresça com Seu Filho/Criança Feliz é ampliar as competências dos cuidadores para que possam promover atividades lúdicas que fortaleçam os domínios do desenvolvimento cognitivo, afetivo, motor e da linguagem das crianças de 0 a 3 anos de idade. Desde a implantação do programa, foram oferecidas mais de 45 mil visitas domiciliares em bairros mais vulneráveis das Regionais I, V e VI e foram capacitados quase 800 profissionais das áreas da saúde, educação e assistência social.

Publicado em Saúde
Atendimento à criança em posto de saúde
O programa "Unidade Amiga da Primeira Infância” reconhece com um selo os postos de saúde que obtiverem um bom desempenho no atendimento às crianças

O prefeito Roberto Claudio e a primeira-dama Carol Bezerra ampliam os investimentos em políticas públicas direcionadas para a primeira infância com o lançamento do programa "Unidade Amiga da Primeira Infância” e implantação do “Núcleo de Desenvolvimento Infantil na Atenção Básica (NDI)”. A solenidade de lançamento acontece nesta quinta-feira (08/03), às 10h, no Posto de Saúde Maria de Lourdes Ribeiro Jereissati, no Conjunto Tancredo Neves.

O programa "Unidade Amiga da Primeira Infância” consiste na entrega de um selo de reconhecimento aos postos de saúde que obtiverem um bom desempenho com assistência adequada e satisfatória no cuidado à criança dentro dos primeiros mil dias de vida. Para obter a certificação, a unidade de saúde deve cumprir metas relacionadas à qualificação do atendimento à primeira infância, estabelecidas pela Secretaria Municipal da Saúde.

O intuito do programa é fortalecer as ações de puericultura, que consistem no acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil, nas unidades de atenção primária no município de Fortaleza, bem como, estimular o exercício da cidadania por parte dos pais e cuidadores. Para atualizar os conhecimentos dos profissionais da rede municipal, a SMS sensibilizou e capacitou as equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) e pediatras ao longo de 2017.

Já o Núcleo de Desenvolvimento Infantil na Atenção Básica, que será implantado no Posto de Saúde Maria de Lourdes Ribeiro Jereissati, possibilitará um novo espaço de estímulo ao desenvolvimento das crianças, potencializando as atividades cognitivas, funcionais, posturais, habilidades e competências, além de promover a integração da criança em grupos familiar, social e escolar. O projeto busca ainda orientar a família e integrá-la como agente de intervenção primordial, quanto às etapas do desenvolvimento infantil, além sensibilizar os cuidadores.

A implantação do NDI, que tem parceria com a Universidade de Fortaleza (Unifor), possibilitará que crianças e suas famílias recebam acompanhamento e assistência de forma integral da Estratégia Saúde da Família (ESF) e das equipes multidisciplinares formadas por profissionais de diferentes áreas de atuação do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF).

O acompanhamento realizado no novo espaço objetiva evitar ou minimizar distúrbios do desenvolvimento, buscando ampliar a perspectiva sobre o acesso aos serviços prestados e possibilitar à criança desenvolver-se em todo o seu potencial. Inicialmente, serão atendidas no Núcleo as crianças acompanhadas pelos profissionais da unidade de saúde Maria de Lourdes. A expectativa é ampliar a iniciativa para as demais Regionais da cidade.

Serviço
Lançamento de projetos que fortalecem políticas públicas direcionadas para a primeira infância
Data: 08/03
Horário: 10h
Local: Posto de Saúde Maria de Lourdes Ribeiro Jereissati – Rua Reino Unido, 115 – Conjunto Tancredo Neves

Publicado em Saúde
Durante o encontro, foram apresentados o Programa Internacional de Desenvolvimento Infantil (ICDP)

Os representantes do Ministério da Saúde, do Banco do Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do Programa Primeira Infância Melhor (PIM) deram continuidade ao processo de aperfeiçoamento do Programa Cresça com o Seu Filho junto à equipe técnica da Prefeitura Municipal de Fortaleza, os representantes do Instituto da Primeira Infância (Iprede) e da Universidade Federal do Ceará, nesta terça-feira (15/4), no Iprede, na Cidade dos Funcionários. Durante o encontro, foram apresentados o Programa Internacional de Desenvolvimento Infantil (ICDP), o PIM e as propostas do guia curricular, da formação e de como serão as primeiras visitas domiciliares do Programa Cresça com o Seu Filho.

A comitiva conheceu, pela manhã, a estrutura e o funcionamento do Iprede. O psicólogo da instituição, João Menescal, apresentou o ICDP, uma das bases do Programa Cresça com o Seu Filho. O programa utiliza a técnica do MISC (More Intelligent and Sensitive Child), que traz “um cuidar mais sensível, mais amoroso”. “Esse pai passa a olhar mais pra essa criança, passa a escutar, passa a interagir com ela e consequentemente ao dar significado pro mundo ao redor dela, ele está trabalhando a questão mediacional. Ao mediar esse mundo está trabalhando o desenvolvimento psicossocial da criança”. Segundo ele, a técnica do MISC também enriquece o vínculo familiar.

PIM

Em um segundo momento, a supervisora estadual do PIM, Carolina Drügg, apresentou o programa, que começou em 2003, com objetivo de promover o desenvolvimento Infantil desde a gestão aos seis anos de idade, através de visitas domiciliares às famílias em situação de risco e vulnerabilidade social e atividades em espaços da comunidade. Ela respondeu a questionamentos levantados pela equipe técnica do Cresça com o Seu Filho e de profissionais do Iprede e da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Vera Paz, representante do PIM, ressaltou a necessidade de o programa ter o apoio da Rede. “É muito ruim quanto o visitador traz uma demanda e a Rede (de serviços do Município) não consegue dar conta. É frustrante para eles”, pontuou.

Cresça com o Seu Filho

Foram apresentadas pelo grupo de formação e elaboração do material pedagógico as propostas do guia curricular, da formação e de como serão as primeiras visitas domiciliares do Cresça com o Seu Filho.

A assessora técnica do Ministério da Saúde, Gilvani Grangeiro, destacou a importância de envolver o agente de saúde no programa para que “eles se sintam interessados em participar”. “Para que a gente tenha a dedicação dos profissionais no processo é importante que eles se reconheçam partícipes desse processo, na construção, no planejamento e que eles tenham uma importância evidenciada. Eu estou aqui, por quê? Porque eu quero que no meu território tenha uma infância melhor e essa infância pode ser a partir desse investimento que eu tenho com a família fortalecendo esse vínculo entre mãe e filhos”, disse.


 

 

Publicado em Fortaleza
A disponibilização de vagas de creche para as crianças na primeira infância foi o principal assunto conversado

A primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra, participou, nesta terça-feira (3/12), do programa Rádio Debate, da Rádio Universitária FM. O tema primeira infância foi debatido com a coordenadora da Cooperação com os Municípios (Copem) da Secretaria da Educação (Seduc), Lucidalva Bacelar, e a superintendente executiva do Instituto da Infância (Ifan), Luzia Lafitte. O programa foi apresentado e mediado pelo jornalista Agostinho Gósson.


O assunto central foi a disponibilização de vagas de creches para as crianças na primeira infância. Carol citou o professor James Heckman, vencedor do prêmio Nobel, que explica a importância de investir na criança nos primeiros anos de vida. “O investimento na Primeira Infância é muito importante. O desenvolvimento da criança nessa época é decisivo, é fundamental”, afirmou.


Durante o programa, ela respondeu a perguntas do entrevistador e de ouvintes. Questionada sobre a decisão da Secretaria Municipal de Educação de reordenar o tempo escolar das crianças matriculadas no Infantil III, passando de tempo integral para tempo parcial no ano letivo de 2014, Carol ressaltou que é uma medida emergencial, portanto temporária, e será progressivamente resolvida com a expansão da rede física, com a construção de novas creches. A Prefeitura de Fortaleza vai dobrar o número de creches construindo mais 125 equipamentos até o fim da gestão, em 2016. Com isso, serão oferecidas 20 mil vagas em creches.


Luzia Lafitte esclareceu que a lei permite os tempos integral e “de meio período”. Ela disse que é importante investir em políticas para ocupar a criança no período que ela não está na escola.


Para Lucidalva Bacelar, o Estado, dentro do regime de colaboração, fortalece os municípios em sua competência de garantir a educação infantil com qualidade, por meio da capacitação de professores, disponibilização de material didático, livros de literatura infantil e de jogos infantis lúdicos, como por exemplo.


A primeira-dama ressaltou ainda ações de seu gabinete em prol da Primeira Infância. Carol e sua equipe vão entregar para a cidade o Plano Municipal pela Primeira Infância de Fortaleza. O documento final visa à elaboração de um Projeto de Lei que será encaminhado à Câmara Municipal para garantir políticas públicas para a Primeira Infância.


Ela citou a determinação de que todos os equipamentos públicos construídos a partir de agora devem receber um espaço dedicado às crianças. Praças de Fortaleza vão ganhar brinquedos e iluminação. Destacou também o programa Cresça com o Seu Filho, voltado para o atendimento da Primeira Infância, desde o período gestacional até os três anos de idade. O programa foi idealizado pelo seu Gabinete e conta com a participação das secretarias municipais de Saúde, Educação, Direitos Humanos, Assistência Social, e apoio do Instituto da Primeira Infância (Iprede) e do Ministério da Saúde. Serão contempladas inicialmente famílias residentes dos bairros Bom Jardim, Granja Lisboa, Granja Portugal, Barroso, Conjunto Palmeiras e Jangurussu.


Carol enfatizou a Segunda Mostra de Cinema Infantil do Ceará, promovida pela Prefeitura de Fortaleza, por meio do seu Gabinete e da Secretaria Municipal da Educação (SME), em parceria com o Instituto Stela Naspolini. Cerca de 10 mil crianças das escolas municipais de Fortaleza tiveram acesso às sessões de cinema.


 

Publicado em Fortaleza
Foram realizadas diversas ações sobre a temática em creches, escolas e postos de saúde

Com o objetivo de sensibilizar pais, mães e profissionais sobre importância dos primeiros anos de vida para o desenvolvimento humano, a Secretaria Regional III realizou entre os  dias 6 e 12 de novembro, atividades sobre a primeira infância, em comemoração à Semana do Bebê.

De acordo com Ana Paula Costa, Técnica em Educação Infantil, foram realizadas diversas ações sobre a temática em creches, escolas e postos de saúde da Regional III, como rodas de conversas e palestras com pais e profissionais, oficinas de contação de histórias, brincadeiras educativas com as crianças (Bebê Itinerante) e vacinação.

Na ocasião profissionais da saúde e da educação abordam temas relacionados à primeira infância, esclarecendo a necessidade de acompanhar e estimular o desenvolvimento global da criança entre 0 e 6 anos. Além de ressaltar o valor da relação entre pais e filhos, afetividade, e os cuidados com rotina diária.

Na terça-feira (12/11), o Dia D e encerramento da Semana do Bebê, os profissionais da área de educação, coordenadores dos CEIs e das Creches, que atuam no território da Regional III, participam da palestra realizada pela Secretaria Municipal da Educação (SME) no auditório da própria regional, que traz o tema "Ciência do Cérebro e o Desenvolvimento da Criança”.

A importância da atenção à primeira infância

Os seis primeiros anos de vida são fundamentais para o desenvolvimento integral de meninas e meninos. Nessa fase da vida, a criança desenvolve grande parte do potencial cognitivo que terá quando adulto. Por isso, representa uma janela de oportunidades. A atenção integral nessa faixa etária tem impacto decisivo nos processos de construção de relações sociais, fatores que influenciarão a vida afetiva, profissional e social.  


 

Publicado em Social
O colóquio tem como objetivo o debate sobre a gravidez na adolescência e suas implicações na primeira infância

A primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra, expôs, nesta quinta-feira (7/11), as ações da Prefeitura de Fortaleza para a primeira infância durante o “Colóquio Primeira Infância e Gravidez na Adolescência – Desafios e Repercussões Clínicas, Psicossociais e Políticas Públicas”, que acontece no Hotel Mareiro, na avenida Beira Mar.

O colóquio tem como objetivo fomentar o debate e o fortalecimento dos novos conhecimentos sobre a gravidez na adolescência e suas implicações na primeira infância, além de compartilhar o conhecimento existente sobre a temática para subsidiar a elaboração de políticas públicas e intervenções de atenção primária e ações de proteção.

Carol Bezerra disse ser fundamental o investimento na primeira infância e citou o trabalho que está sendo feito pelo seu Gabinete em prol das crianças de Fortaleza. Segundo ela, o Plano Municipal pela Primeira Infância de Fortaleza, que tem como objetivo atender a uma necessidade do município de organizar e racionalizar os programas, projetos e ações voltados para o desenvolvimento da primeira infância, será entregue até janeiro. O documento final visa a elaboração de um Projeto de Lei que será encaminhado à Câmara Municipal para garantir políticas públicas para a primeira infância.

Propostas e ações voltadas às crianças de zero a seis anos foram sugeridas durante seis fóruns regionais realizados pela Prefeitura, por meio do Gabinete da Primeira-dama e das Secretarias Regionais, e o Conselho Municipal de defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Fortaleza (Comdica), nos dias 25 e 26 de setembro e de 1º a 3 de outubro para subsidiar o plano. As recomendações dos documentos síntese oriundos dos seis Fóruns Regionais foram consolidadas durante o Fórum Municipal pela Primeira Infância, que aconteceu nos dias 4 e 5 de novembro, na Assembleia Legislativa.

Ela destacou ainda o programa “Cresça com o Seu Filho”, que foi lançado na última segunda-feira (4/11), durante o Fórum Municipal pela Primeira Infância e que foi baseado no programa Primeira Infância Melhor (PIM), do Rio Grande do Sul. “Nos espelhamos no PIM. Recebemos verba do Ministério (da Saúde) para capacitação dos agentes de saúde e também para o próprio programa. Com o ‘Cresça com o Seu Filho’ vamos fortalecer os vínculos familiares e olhar o desenvolvimento integral das crianças”,  afirmou.

Além da primeira-dama de Fortaleza, estiveram no evento Rodolfo Gómez Ponce de León, da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS); Luzia Laffite da Rede Nacional Primeira Infância/Instituto da Infância (RNPI/IFAN); Flavio Debique do Plan International; Lúcia Williams do Laboratório de Análise e Prevenção da Violência da Universidade Federal de São Carlos (LAPREV/UFSCar); Evelyn Eisenstein do CEIIAS – RJ e Francisca Maria de Oliveira Andrade do UNICEF. Na ocasião, foram lançados os livros “Esse Mundo Digital”  e “A Contribuição da Estratégia - Brasileirinhas e Brasileirinhos Saudáveis Para a Construção de Uma Política de Atenção Integral à Saúde da Criança”  com as autoras Liliana Lugarinho e Kelma Medina.

O evento continua na sexta-feira (8/11) e está sob a coordenação do Grupo de Trabalho de Saúde – RNPI, composto pelas organizações Visão Mundial, Plan International, Instituto Zero a Seis, Centro de Estudos Integrados Infância, e Instituto da Infância. E conta com apoio da Organização Pan Americana de Saúde, Ministério da Saúde, UNICEF e Secretaria da Saúde do Estado do Ceará.

Saiba mais
O “Cresça com o Seu Filho” é um programa que tem caráter intersetorial e, inicialmente, as atividades estarão concentradas nas Secretarias Regionais V e VI, sendo, em segundo momento, ampliadas também para outras regionais. Serão contempladas, a princípio, famílias residentes dos bairros Bom Jardim, Granja Lisboa, Granja Portugal, Barroso, Conjunto Palmeiras e Jangurussu.

Serviço
Colóquio Primeira Infância e Gravidez na Adolescência – Desafios e Repercussões Clínicas, Psicossociais e Políticas Públicas
Data:
7 e 8 de novembro de 2013
Local: Hotel Mareiro (Av. Beira Mar, 2380 – Meireles – Fortaleza/CE).
Mais informações: www.primeirainfancia.org.br  / (85) 3268-3979

Publicado em Fortaleza
No lançamento do projeto, foi assegurado que serão atendidas 9.500 crianças e 375 gestantes de seis bairros das Regionais V e VI

Favorecer o desenvolvimento da Primeira Infância, junto à família, desde a vida intrauterina até os três anos de idade. Com esse objetivo central foi lançado nesta segunda-feira (4/11), o Programa “Cresça com Seu Filho”, idealizado pela Prefeitura de Fortaleza, por meio do Gabinete da Primeira-dama. As ações serão desenvolvidas de forma integrada nas áreas da Saúde, Educação, Direitos Humanos e Assistência Social.


“Essa é uma iniciativa inédita no País. Serão atendidas 9.600 crianças e 375 gestantes de seis bairros das Regionais V e VI. Inicialmente, os trabalhos serão realizados nos bairros do Jangurussu, Barroso, Bom Jardim, Granja Lisboa, Granja Portugal e Conjunto Palmeiras”, informou o prefeito Roberto Cláudio, durante o Fórum Municipal pela Primeira Infância de Fortaleza, no auditório da Assembleia Legislativa.


O Fórum Municipal pela Primeira Infância de Fortaleza atende a um dos 22 compromissos assumidos pelo prefeito Roberto Cláudio, junto ao Ministério Público Estadual, para priorizar em seu Governo a criança e o adolescente em estreita articulação com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente.


“As atuais pesquisas sobre o desenvolvimento nos primeiros anos de vida e sobre a formação do cérebro para a neurociência comprovam que a estimulação precoce em crianças ainda na vida uterina é a chave para o desenvolvimento saudável e com possibilidades dessas crianças serem, na adolescência, na juventude e na fase adulta, pessoas humanas melhores e cidadãos críticos”, ressaltou a Primeira-dama, Carol Bezerra.


A estrutura de funcionamento do Programa contará com as seguintes instâncias: Comitê Municipal para Desenvolvimento da Primeira Infância, Fórum Municipal para o Desenvolvimento da Primeira Infância, Grupo Técnico Municipal, Coordenação Operacional, monitores e agentes de saúde, além de uma equipe de apoio às ações do Programa.

 

Projeto piloto

“Queremos levar esse exemplo positivo para ser implantado em outras cidades. É muito importante garantir uma alimentação adequada e estimular o desenvolvimento emocional e cognitivo tão importantes nessa fase da vida”, destacou a ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campelo, que participou do evento representando a presidente Dilma Rousseff.


A programação continua nesta terça-feira (5/11) debatendo assuntos como “A atenção integral na Primeira Infância”, “Impactos da Neurociência no Redesenho das Políticas Públicas na Primeira Infância”, “Importância do Aleitamento Materno e a Redução da Mortalidade Infantil”, “Políticas inclusivas na Primeira Infância”, “Saúde Integral e Inclusiva na Primeira Infância”, “Educação na Primeira Infância”, ”Cidadania e Acessibilidade na Primeira Infância”, “Assistência Social e os Vínculos na Primeira Infância”.


Estiveram presentes ainda ao evento o coordenador da área técnica de Saúde e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Paulo Bonilha, o secretário Nacional de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, Odorico Monteiro, a secretária municipal de Saúde, Socorro Martins, o secretário de Educação, Ivo Gomes, o secretário do Trabalho, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Cláudio Ricardo Gomes de Lima, o secretário da Cidadania e Direitos Humanos, Karlo Kardoso, o presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, Francisco Arquimedes Rodrigues Pinheiro, dentre outras autoridades.

 

Publicado em Social