Dando continuidade às intervenções na Av. Osório de Paiva, a Prefeitura de Fortaleza implanta na noite desta quinta-feira (26/07) um novo semáforo no cruzamento com a Rua Napoleão Quezado, no bairro Parangaba. A medida objetiva garantir maior segurança a pedestres e condutores que trafegam pela via, conhecida pelo alto índice de acidentes de trânsito. Somente nos últimos 10 anos, 129 pessoas morreram ao longo da avenida.

O novo equipamento, que terá tempo exclusivo para pedestres, reduzirá os conflitos veiculares e riscos de atropelamento. Além disso, facilitará o acesso dos veículos que vêm na Av. Osório de Paiva e desejam dobrar à esquerda na Rua Napoleão Quezado para chegar até a Av. Cônego de Castro.

De acordo com Diego Veras, gerente de projetos da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), essa conversão era arriscada. "Os motoristas tinham dificuldade em realizar essa manobra, pois precisavam fazer uma esquerda forçada para acessar a Rua Napoleão Quezado. Com o semáforo esse movimento será mais seguro", explica.

O semáforo começa a funcionar na madrugada desta sexta-feira (27/07). Agentes de trânsito darão suporte operacional à intervenção até que haja adaptação por parte dos condutores. A operação e o tráfego da região também estarão sendo avaliados pelos técnicos durante os primeiros dias de mudança.

Intervenções

Desde o início da intervenção, já foram instalados dois novos semáforos: um para pedestres em frente ao Terminal do Siqueira e outro no cruzamento da Av. Osório de Paiva com Rua Afrânio Peixoto. Foi implantado ainda tempo para pedestres nos equipamentos existentes no cruzamento da Av. Osório de Paiva com Raimundo Neri e Av. Osório de Paiva com Rua Luiz Vieira.

Até o final de agosto cinco novos serão implantados nas seguintes interseções: Osório de Paiva com Dom Henrique, Osório de Paiva com Rua Leblon Maia, Osório de Paiva com Rua Leão do Norte, Augusto dos Anjos entre Rua Primeiro de Maio e Rua Mucunã, além de Augusto dos Anjos com Rua Araripe Prata.

Como parte do projeto estão previstas outras medidas a serem executadas nos próximos meses como revitalização da sinalização viária, mudanças de circulação e binários, readequação de retornos e adequação de velocidade. A expectativa é continuar reduzindo o número de vítimas de trânsito a exemplo do que vem acontecendo nos últimos anos.

Publicado em Mobilidade

Dando continuidade à programação do Maio Amarelo, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realiza nesta terça-feira (29/05), às 14:30, na Praça do Ferreira, a ação educativa “Dê passagem para vida”. O objetivo é conscientizar a população sobre medidas de segurança que devem ser adotadas para evitar acidentes, priorizando sempre o pedestre.

Durante a abordagem, educadores de trânsito têm a missão de orientar motoristas quanto ao respeito à faixa de pedestres. A mobilização será realizada com um tapete vermelho para incentivar os transeuntes a atravessarem de forma segura, sem quaisquer riscos. Dentre as 256 mortes ocorridas em 2017, 37% eram pedestres.

Maio Amarelo

O movimento teve início por iniciativa do Observatório Nacional de Segurança Viária e, desde então, vem ganhando adeptos não só no Brasil, mas também em outros países. Assim como o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul”, que tratam dos temas câncer de mama e próstata, o “Maio Amarelo” procura estimular ações voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito.

A Prefeitura de Fortaleza é signatária do movimento desde 2015. E, a partir de 2017, começou a organizar ações de educação, mobilização, além de implementar infraestrutura de segurança em pontos estratégicos para prevenir acidentes de trânsito, principalmente com mortos e feridos.

 
Publicado em Mobilidade
Numa iniciativa inédita, a Prefeitura de Fortaleza realiza palestra sobre comportamento seguro no trânsito para pacientes em reabilitação no Hospital Sarah Kubitschek. A atividade, ministrada por técnicos e educadores da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), acontece nesta quarta-feira (23/05), a partir das 13 horas. 
 
Como a maior parte dos acidentes têm o fator humano como causa principal, serão disseminadas orientações sobre como adotar uma postura segura ao se deslocar pela cidade, seja enquanto pedestre, ciclista, condutor ou motociclista, que é considerado o usuário mais vulnerável a acidentes fatais ou com alto índice de gravidade. 
 
“Haverá uma sensibilização com foco nos principais fatores de risco: beber e dirigir, excesso de velocidade, ausência do capacete e cinto de segurança, além da utilização do celular. A regra é seguir às normas de circulação viária, evitando o cometimento de infrações que podem comprometer a vida”, explica André Luís Barcelos, assessor técnico do órgão.  
 
A intervenção integra a programação do Maio Amarelo, movimento que procura estimular ações voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão. A Prefeitura de Fortaleza é signatária da campanha desde 2015. E, a partir de 2017, começou a organizar ações de educação, mobilização, além de implementar infraestrutura de segurança em pontos estratégicos para prevenir acidentes de trânsito, principalmente com mortos e feridos.
 
Redução de mortes no trânsito 
 
De acordo com o Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito (SIAT), que traz balanço de 2017, o número de óbitos caiu pelo terceiro ano consecutivo na cidade. Foram registradas 256 mortes ao longo do ano passado. A principal vítima continua sendo o motociclista, seguido do pedestre. 

Publicado em Mobilidade

Como parte da programação do Maio Amarelo, a Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta terça-feira (22/05), a ação educativa "Dê passagem para a vida". A atividade, que terá início às 9 horas, na Rua Oswaldo Studart, em frente à rodoviária, objetiva conscientizar transeuntes a utilizarem a faixa e ainda estimular os condutores a priorizar os pedestres durante a travessia.

No período da tarde, às 14h30, haverá a mobilização “Motociclista Prudente” na Rua Clarindo de Queiroz, no Centro. A abordagem consiste em orientar usuários de motocicletas para um tráfego seguro, fornecendo dicas de segurança como pilotar sempre equipado, usar o capacete devidamente afivelado e respeitar às normas de trânsito.

Desenvolvidas pela Gerência de Educação da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), as ações têm foco no pedestre e no motociclista por serem as principais vítimas de acidentes fatais. Dentre as 256 mortes registradas no ano passado, metade eram usuários de motocicleta. Os pedestres representaram 37% do total de óbitos.

História do Maio Amarelo

O movimento teve início por iniciativa do Observatório Nacional de Segurança Viária e, desde então, vem ganhando adeptos não só no Brasil, mas também em outros países. Assim como o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul”, que tratam dos temas câncer de mama e próstata, o “Maio Amarelo” procura estimular ações voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito.

A Prefeitura de Fortaleza é signatária do movimento desde 2015. E, a partir de 2017, começou a organizar ações de educação, mobilização, além de implementar infraestrutura de segurança em pontos estratégicos para prevenir acidentes de trânsito, principalmente com mortos e feridos.

Publicado em Mobilidade

Para viabilizar a readequação do pavimento na rotatória da Av. Aguanambi, a alça de acesso à Av. Eduardo Girão em direção à rodoviária será provisoriamente bloqueada. A interdição acontecerá a partir desta quinta-feira (17/05), devendo durar por cerca de 20 dias. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) darão suporte operacional à intervenção.

O motorista que costumava dobrar à direita para acessar à Av. Eduardo Girão terá que contornar a rotatória, entrar à direita na Rua Bartolomeu de Gusmão, à direita novamente na Rua François Teles de Menezes e à esquerda na Av. Eduardo Girão. Outra opção é seguir pela Rua Bartolomeu de Gusmão, entrar à direita na Av. Borges de Melo, à direita novamente na Av. Dep. Oswaldo Studart e à esquerda na Av. Eduardo Girão.

Sobre as intervenções

A obra de requalificação da Av. Aguanambi está com 85% de execução e possui entrega prevista para julho deste ano. Quando concluídos os serviços, a avenida será alargada, passando a contar com quatro faixas para fluxo de veículos, sendo uma delas, localizada junto ao canteiro central, exclusiva para o transporte público. Dentre as intervenções previstas no projeto, já foram concluídas as obras de construção de um viaduto sobre a rotatória, uma passarela com elevadores para pedestres e toda a rede de drenagem e ampliação do canal existente na via.

A obra contempla ainda a implantação de novas calçadas, ciclovias, paisagismo, estações junto ao canteiro central e novas praças. As obras fazem parte do corredor expresso Messejana/Centro, cujo projeto prevê o acesso expresso do centro da cidade até o Terminal de Messejana.

Publicado em Mobilidade
A partir desta quinta-feira (17/05), moradores da Aldeota devem ficar atentos à alteração de fluxo na Rua Nunes Valente. A via passa a ter sentido único praia/sertão no trecho compreendido entre as ruas Desembargador Leite Albuquerque e Júlio Ventura, conforme estudo realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).
 
A sinalização será toda revitalizada tanto horizontal como verticalmente e agentes do órgão darão suporte operacional à intervenção, que objetiva reduzir os riscos de conflitos e evitar acidentes. Posteriormente, toda a via terá o mesmo sentido se tornando mais uma opção de corredor seguro ao interligar os bairros Meireles, Aldeota e Dionísio Torres. 
 
A medida atende à solicitação dos moradores da área e vai melhorar a acessibilidade, proporcionando mais segurança a condutores de veículos e pedestres. Não haverá mudança quanto à proibição de estacionamento neste trecho. Portanto, é possível estacionar em ambos os lados. 
 
Solicitação
 
O munícipe que desejar solicitar implantação de sentido único deve fazer um requerimento formal em uma das centrais de atendimento da AMC ou ainda no Vapt-Vupt de Messejana e do Antônio Bezerra. Ao receber o processo, técnicos e engenheiros analisam a viabilidade da intervenção. 
Publicado em Mobilidade
Dando continuidade à programação do Maio Amarelo, a Prefeitura de Fortaleza realiza nesta terça-feira (15/05) ações educativas com foco nos motociclistas e pedestres, que são as principais vítimas de acidentes de trânsito fatais. As atividades desenvolvidas pela Gerência de Educação da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) objetivam conscientizá-los sobre um tráfego mais seguro.
 
No período da manhã, a partir de 8h30, acontecerá mais uma edição do projeto “Motociclista Prudente: quem é consciente não se envolve em acidente” na Praça das Flores. Educadores de trânsito farão abordagens, orientando condutores de motocicletas a utilizarem o capacete devidamente afivelado e equipamentos de segurança, além de adotar um comportamento preventivo e seguir às normas de sinalização viária.
 
À tarde, por volta de 16h, será a vez dos pedestres mostrarem que têm prioridade no trânsito da cidade. No intuito de chamar a atenção de condutores de veículos para o respeito ao pedestre, estão previstas intervenções com um tapete vermelho em que os transeuntes serão convidados a fazerem uma travessia segura na faixa. A mobilização acontecerá na Rua Barbosa de Freitas, ao lado do Shopping Del Paseo.
 
Dados de acidentes
 
Segundo o Relatório Anual de Acidentes de Trânsito, embora tenha havido uma redução significativa no número de mortes, motociclistas ainda correspondem a 50% do total de óbitos coletados em 2017, seguido por pedestres que representam 37%.
 
História do Maio Amarelo
 
O movimento teve início por iniciativa do Observatório Nacional de Segurança Viária e, desde então, vem ganhando adeptos não só no Brasil, mas também em outros países. Assim como o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul”, que tratam dos temas câncer de mama e próstata, o “Maio Amarelo” procura estimular ações voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. A Prefeitura de Fortaleza é signatária do movimento desde 2015. E, a partir de 2017, começou a organizar ações de educação, mobilização, além de implementar infraestrutura de segurança em pontos estratégicos para prevenir acidentes de trânsito, principalmente com mortos e feridos.
Publicado em Mobilidade

Após notificar os proprietários de veículos abandonados nas vias públicas para a retirada dos mesmos, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) iniciará, nesta segunda-feira (16/04), o procedimento de remoção dos carros e motocicletas que ainda permanecerem nas ruas e avenidas. O objetivo da medida é a desobstrução viária, oferecendo mais mobilidade e segurança para a população.

De acordo com a Lei nº 10.677/2018, publicada no Diário Oficial do Município do dia 06 de março, os veículos automotores, elétricos, articulados, reboques e semirreboques podem ser removidos quando estiverem estacionados em logradouros públicos a mais de cinco dias, sem uma das placas de identificação ou quando apresentarem qualquer sinal de abandono:

- evidente estado de decomposição de sua carroceria e de suas partes removíveis;

- mau estado de conservação;

- vidro quebrado ou avarias nas portas que permita acesso de pessoas sem obstrução.

Ao ser recolhido, o veículo será levado para o depósito do órgão, onde só poderá ser liberado mediante pagamento das despesas de remoção e estadia, bem como outros encargos já previstos. Decorrido o prazo de 60 dias, contados a partir da remoção do veículo, o mesmo irá a leilão.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) não prevê multa para os casos de abandono, exceto quando o veículo estiver cometendo infração, ou seja, estacionado em local proibido. Os usuários que desejarem denunciar veículos nestas condições devem entrar em contato com o órgão, formalizando processo em uma das centrais de atendimento ou por meio do aplicativo “AMC Móvel”. As operações serão contínuas e devem acontecer diariamente em todas as áreas da Cidade.

Na opinião do superintendente da AMC, Arcelino Lima, os veículos abandonados possuem o potencial de causar sérios problemas à saúde, tendo em vista que costumam acumular sujeira, contribuindo para a proliferação de mosquitos.“É imprescindível contar com o apoio da população para nos ajudar a mapear esses locais”, explica.

 

Publicado em Mobilidade

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realiza, nos próximos dias 4 e 5 de abril, o primeiro leilão de veículos que se encontram apreendidos no depósito do órgão, conforme previsão legal contida no Art. 328 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Proprietários devem providenciar a retirada dos mesmos com o máximo de urgência. 

A inércia dos proprietários habilitará os veículos a integrar os bens passivos de serem alienados em leilão. A situação poderá ser regularizada até um dia antes da hasta pública. A regularização deve ser providenciada no Depósito de Veículos Removidos (DVR), situado na Av. Juscelino Kubitckek, nº 5.800, no bairro Passaré. O mesmo funciona de segunda a sexta-feira, entre 8h e 18h, e aos sábados, de 8h às 13h.

Confira aqui o edital de notificação

 

Publicado em Mobilidade
Aplicativo
Usuários podem registrar acidentes sem vítimas, consultar dados referentes aos investimentos no trânsito, além de recorrer de uma multa
O aplicativo “AMC Móvel”, gerenciado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania, já cadastrou mais de 6 mil usuários em seu primeiro mês de funcionamento. Foram realizados 6.635 downloads, sendo 5.254 pelo sistema operacional Android e 1.381 pelo iOS. A medida aproxima o órgão da população e facilita os serviços, promovendo uma resolutividade mais rápida. 
 
Por meio da plataforma, os usuários podem registrar acidentes sem vítimas, consultar dados referentes aos investimentos no trânsito, além de recorrer de uma multa ou verificar se o seu veículo foi rebocado em operações cotidianas desenvolvidas pelo órgão. Fortaleza é a primeira Capital a utilizar um aplicativo que atende a todas essas demandas. 
 
Um dos principais serviços disponíveis é o Boletim de Acidente de Trânsito Eletrônico Unificado de Fortaleza (BATEU). Após ter o seu veículo envolvido em um acidente sem vítima, o condutor deve baixar o aplicativo. Em seguida, cadastrar seus dados e preencher o passo a passo do procedimento, informando um breve relato da ocorrência e anexando as imagens necessárias retiradas no momento da colisão. Ao preencher as informações exigidas, a via deve ser desobstruída imediatamente.
 
Uma vez instalado o aplicativo, o usuário terá a opção de preencher as informações no modo offline, a fim de que sejam enviadas no momento em que o dispositivo conectar-se à internet. Quem desejar registrar o acidente posteriormente, deve fazer em um prazo de até 30 dias após a colisão pelo site centralamc.com.br. 
 
De acordo com a Portaria 306/201, publicada no Diário Oficial do Município do dia 22 de dezembro, os dados lançados pelo aplicativo serão analisados por técnicos da AMC que avaliarão sua consistência e liberarão sua impressão em sítio eletrônico em até cinco dias úteis, podendo ser usado pela seguradora e usado como prova em ações judiciais.
 
“A grande importância do aplicativo é a transparência e a facilidade no acesso. Estaremos simplificando o processo e dando segurança sobre o registro da ocorrência. Sem dúvida, é um grande avanço para a cidade de Fortaleza, que atualiza o seu protocolo de atendimento a acidentes e vem sendo pioneira ao lançar uma ferramenta que engloba diversos serviços”, explica o superintendente da AMC, Arcelino Lima. 
 
Como a mudança exige a compreensão dos motoristas, haverá um período de adaptação em que os próprios agentes darão suporte e incentivarão a adoção da plataforma, que já está em vigor.  
Publicado em Mobilidade
Página 1 de 2