Pedro mora no Cidade Jardim há seis meses
Ao todo, 28 famílias já foram contempladas com moradia no Residencial Cidade Jardim 2


A Prefeitura de Fortaleza mantém uma ampla de rede de atendimento assistencial para 55 famílias com crianças vítimas de microcefalia nas áreas de saúde, educação, serviço social e habitação. O acompanhamento tem início ainda na maternidade, onde as notificações são acompanhadas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Inclui a orientação do processo de obtenção do Beneficio de Prestação Continuada (BPC), o acompanhamento em creches da rede municipal e contempla inclusive moradia.

Habitação

Das 55 famílias assistidas pelo Município atualmente, 28 foram contempladas com moradia, todas no Residencial Cidade Jardim 2, e outras nove estão em análise.

Morando no Residencial há seis meses, Sara Damasceno, que é mãe da Jéniffer de dois anos e sete meses, disse que mudar para o Cidade Jardim trouxe tranquilidade para cuidar da filha. “Estou gostando muito, pois, além de ter saído do aluguel, eu posso me dedicar à maternidade, pois também sou assistida pelo Benefício de Prestação Continuada”, destaca Sara.

Já a mãe de Pedro Lucas, de 9 anos, Vilani Pereira, afirma que a mudança foi um alívio para o ordenamento financeiro da família. “Eu morava de aluguel no Henrique Jorge e minha vinda para cá permitiu que eu voltasse toda a nossa renda para os meus filhos”, disse Vilani, que está no Residencial há cerca de três meses.

“Além do carácter de responsabilidade social com essas famílias, a Prefeitura atende ao requisito legal, a partir da publicação da Portaria 321/2016 do Ministério das Cidades, que priorizou as famílias atingidas pela Microcefalia. Lembrando que elas não passam pelo sorteio, contudo devem obedecer aos critérios do agente financeiro”, explica a coordenadora de Programas Sociais da Habitafor, Andréa Cialdini.

Desde 2015, a Prefeitura instituiu o sorteio como forma de garantir a distribuição isonômica de moradias na Cidade. “Com isso, o prefeito Roberto Cláudio assegura a forma mais democrática da população ter acesso à casa própria, sem interferências e com o acompanhamento direto dos órgãos de controle”, observa a secretária de Habitação de Fortaleza, Olinda Marques.

Saúde

A SMS deu prioridade à situação elaborando um plano de ação para os casos de bebês notificados com Síndrome Congênita do Zika Vírus (SCZV). Ainda na maternidade, as crianças identificadas com Zika são referenciadas para a Rede de Atenção Primária. Elas serão acompanhadas pelos profissionais da equipe de Estratégia de Saúde da Família e encaminhadas para realização de exames laboratoriais e de imagem. Os casos confirmados com a SCZV recebem tratamento na Atenção Primária e Especializada, através da estimulação precoce e avaliação do processo de desenvolvimento.

Além disso, a SMS, a Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social de Fortaleza (SDHDS) e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também realizaram mutirão para orientar as famílias para receber o Beneficio de Prestação Continuada (BPC). Atualmente, as secretarias de Saúde e da Educação seguem com o processo de capacitação de profissionais da educação e encaminhando as crianças para creches da rede municipal.

Publicado em Habitação
Famílias terão suas casas com documentação completa
Famílias fazem parte da urbanização da Lagoa das Pedras

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), viabilizou a assinatura de mais 66 contratos de famílias beneficiadas com moradias no Residencial Cidade Jardim 2. A ação ocorreu no Cuca Jangurussu, nesta quarta-feira (07/11). A partir de agora, restam 32 contratos para serem enviados pelo Banco do Brasil.

Os beneficiários são oriundos de uma ocupação na área conhecida como Lagoa das Pedras, no bairro São Cristóvão. Em 2016, a Prefeitura iniciou as negociações para viabilizar o trabalho de infraestrutura e urbanização do local, concluídos em agosto deste ano.

Após a assinatura desses contratos, construtora responsável pela obra realizará a entrega das chaves, sempre às terças e quintas-feiras, no horário de 9h às 11h, no Lote 3, Quadra 7, do próprio Residencial Cidade Jardim 2. De posse das chaves, os beneficiários podem solicitar ligação dos serviços de energia e água.

Logo após a assinatura do contrato, a autônoma Cristina Alves já fazia planos para o lar que vai dividir com o marido e os três filhos. “Estou muito feliz, meu apartamento é lindo. Agora, eu vou arrumar tudo do meu jeito”, comentou.

Saiba mais
Cada apartamento do Cidade Jardim 2 mede 44,48m² e é composto por uma sala, dois quartos, uma cozinha e um banheiro. O empreendimento conta com área de lazer para crianças, salões de festa e quadras esportivas.

Publicado em Habitação
Os apartamentos são de 47.8 m² e estão situados no Passaré
Os interessados devem atender a critérios cadastrais

Em 2017, o prefeito Roberto Cláudio apresentou uma política habitacional inédita com objetivo de atender servidores públicos municipais com o sonho da casa própria. Para concluir o processo, neste mês, a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor) realiza, até o próximo dia 21/09, o último chamamento de servidores aptos para fazer a escolha de seus futuros apartamentos.

Assim como nas chamadas anteriores, para essa última, os interessados em aderir ao Programa de Habitação do Servidor Municipal devem se enquadrar nos seguintes critérios: estar ativo, ter renda familiar bruta acima de R$ 2.750,00, não possuir imóveis registrados em seu nome e, por fim, não ter restrições, principalmente no Cadastro de Pessoas Física (CPF).

As últimas unidades habitacionais disponíveis são do Vilage I, no Passaré. Com 47.8 m², esses apartamentos terão dois quartos, um banheiro, uma sala de estar/jantar, cozinha e área de serviço, além de elevador e uma vaga de garagem por unidade. O empreendimento dispõe ainda de ambiente comum com salão de festas, deck, piscina, praça, playground, espaço fitness e quadra de esportes. O valor de mercado desses imóveis é de cerca de R$ 206 mil, porém, com o subsídio da Prefeitura, o servidor pagará R$ 109 mil.

Saiba mais
A decisão do Prefeito de criar o Programa de Habitação do Servidor Municipal, foi uma iniciativa debatida e apresentada durante reuniões com representantes da Frente das Entidades Representativas dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (FersepFor), de Secretarias Municipais e agentes financeiros. Além disso, a temática foi amplamente discutida na Mesa Permanente de Negociação em 2017.

Serviço
Última chamada para o Programa de Habitação do Servidor Municipal
Prazo: até 21 de setembro
Local: Rua Isac Amaral 496, loja 4 – bairro Dionísio Torres (esquina com Oswaldo Cruz)
Contato: 3099-2500

Publicado em Habitação

prefeito roberto cláudio conversa com duas operárias da obra do IJF
Atualmente, cerca de 45% da obra está pronta e a entrega total está prevista para o final de 2019
O prefeito Roberto Cláudio, acompanhado das secretárias da Saúde, Joana Maciel, e da Infraestrutura, Manoela Nogueira, visitou nesta segunda-feira (03/09), as obras do Instituto Doutor José Frota 2.

O térreo da unidade que contém 59 leitos está em fase final de acabamento para, ainda em setembro, iniciar o atendimento aos pacientes e, assim, zerar os leitos de corredor do Hospital.

“Essa é uma obra de grande valor humano em virtude da importância regional do IJF, já que ele recebe pacientes de todo o Ceará. A entrega colocará fim a angústia e a desumanidade das pessoas que passam dias a espera de uma cirurgia ou internamento em condições ideais”, pontuou Roberto Cláudio.

Do total de pacientes atendidos na unidade, cerca de 51% são da Região Metropolitana e interior do Estado e 49% são de Fortaleza. A previsão é de que até o final do ano, o primeiro andar do IJF2 também seja entregue totalizando assim, cerca de 130 leitos que contribuirão para aumentar a capacidade clínica e cirúrgica do hospital, especialmente na urgência e emergência.

Atualmente, cerca de 45% da obra está pronta e a entrega total está prevista para o final de 2019. Os próximos serviços incluem a finalização das instalações, do elevador e da passarela que interliga as duas unidades. Quando concluída a intervenção, serão ao todo 664 leitos, além de novas salas cirúrgicas e central de exames especializados.

Só em leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva), o acréscimo será de 91%. Em leitos de pós-operatório, o aumento será de 82%. As enfermarias também serão reforçadas com uma ampliação de 41% no número de leitos.

O IJF2 é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado. A unidade amplia em 13.237m² o complexo hospitalar. Dotado de cinco pavimentos, o novo prédio terá duas guaritas, estacionamentos em subsolo, área de convivência, enfermarias, UTIs, Centros Cirúrgicos e salas de recuperação pós-anestésica. A estrutura também permitirá a instalação dos novos serviços de Ressonância Magnética e Hemodinâmica, hoje inexistentes no IJF e de grande importância para o tratamento de vítimas de traumas graves.

Em paralelo a obra, 591 novos profissionais de saúde irão compor o quadro do IJF2. As equipes multiprofissionais serão reforçadas com cargos de nível superior e técnico.

várias pessoas andando no meio de um canteiro de obras
As 240 unidades da primeira etapa do Vila do Mar serão entregues em outubro

Vila do Mar

Em seguida, o prefeito Roberto Cláudio visitou as obras habitacionais do Vila do Mar III, projeto do antigo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). As 240 unidades da primeira etapa do empreendimento serão entregues em outubro. No fim do ano, os outros 260 apartamentos também ficarão prontos. O conjunto habitacional reassentará famílias da área de risco do litoral Oeste da Cidade.

Publicado em Infraestrutura
Os beneficiários terão a chance de vistoriar a suas futuras moradias
O Residencial Cidade Jardim 2, no bairro José Walter, faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida e uma parceria entre Prefeitura e Governo do Estado

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), realizará, entre os dias 5 e 11 de setembro, a vistoria dos apartamentos do Residencial Cidade Jardim 2.

A equipe da Coordenação de Programas Sociais (Cops) da Habitafor já iniciou o trabalho de contato com os beneficiários, que são comunicados sobre dia e horário de comparecimento ao Residencial. A vistoria é um procedimento que permite ao futuro morador verificar a estrutura e condições do apartamento antes da assinatura do contrato junto à instituição financeira.

No dia da vistoria, o beneficiário deve apresentar RG e CPF, bem como o cônjuge pode acompanhar o procedimento e para casos em que o dossiê tenha sido assinado através de procuração, é necessário que o procurador tenha o documento em mãos. A responsável pela Cops, Andréa Cialdini, orienta que os beneficiários evitem levar as crianças para esse momento. “Apesar de a obra está em fase final, a vistoria é um processo demorado e minucioso, por isso sugerimos que levem seus familiares apenas para momento da entrega das chaves”, orienta Cialdini.

Mais

O Residencial Cidade Jardim 2, no bairro José Walter, faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida e uma parceria entre Prefeitura e Governo do Estado. Os investimentos de R$ 429.696.000,00 são oriundos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), mais recursos do Município. O Cidade Jardim 2 é dividido por módulos, totalizando 5.968 unidades habitacionais e, até o momento, foram entregues quase 35% das moradias, contemplando 1.984 famílias.

Calendário de vistoria
Obs: O beneficiário deve aguardar a ligação para saber exatamente o horário de sua visita.

Dia 5/9 (quarta-feira)
Quadra 7
lote 1 (Blocos do 1 ao 5 e do 13 ao 17) – manhã
lote 2 (Blocos do 1 ao 8 e do 13 ao 17) – manhã e tarde
Dia 6/9 (quinta-feira)
Quadra 7, lote 4 (Blocos do 1 ao 13) – manhã
Quadra 11, lote 2 (Blocos do 1 ao 12) – tarde
Dia 10/9 (segunda-feira)
Quadra 10, lote 3 (Blocos do 1 ao 9) – tarde
Quadra 11, lotes 3 (Blocos do 1 ao 16) – manhã e tarde
Dia 11/9 (terça-feira)
Quadra 10
lote 2 (Blocos do 1 ao 17) – manhã e tarde
lote 3 (Blocos do 10 ao 18) – manhã
Quadra 13, lote 1(Bloco 4) – tarde

Publicado em Habitação

Com o objetivo de estimular a participação da população e garantir o retorno das ações e atendimentos, a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor) está reestruturando o trabalho da Ouvidoria. A iniciativa, que faz parte das comemorações pelo Dia da Habitação, celebrado 21 de agosto, vai permitir a avaliação dos serviços, bem como possibilitar o planejamento de novas ações de acolhimento dos usuários internos e externos.

O acesso do cidadão ao serviço de Ouvidoria da Habitafor pode ser feito por um formulário disponível na recepção do Órgão, telefone ou e-mail.

O setor está vinculado, diretamente, à secretaria-executiva da pasta, atualmente gerida pelo secretário Fabiano Lobo. O gestor ressalta a importância do trabalho para a humanização do serviço junto ao público. “O intuito é aperfeiçoar as ações que estão sendo executadas para servir melhor o município de Fortaleza“, explicou.

As demandas concentradas na Ouvidoria devem seguir um fluxo e serem respondidas no prazo máximo de sete a 10 dias. Os dados coletados pelo setor também serão integrados à Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (CGM) que tem como objetivo primordial o apoio e a orientação dos órgãos da administração municipal quanto ao cumprimento dos procedimentos legais que disciplinam a execução do gasto público, assegurando o direito de acesso à informação.

Mais

Atualmente, a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional faz atendimento direto às comunidades. O trabalho, que é feito semanalmente às quintas-feiras, é realizado pelos próprios secretários. De maio até agosto, 95 procedimentos foram gerados, com 37 demandas atendidas, 50 aguardando despacho e 8 em tramitação interna.

Serviço
Ouvidoria Habitafor
Funcionamento presencial: segunda a sexta-feira (8h às 17h)
Endereço: Rua Paula Rodrigues, 304 - Fátima
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefone: 3488-3381

Publicado em Habitação
As mulheres têm prioridade na aquisição da casa
A Regularização Fundiária, além de oficializar a parte documental, traz outros benefícios para o favorecido

Incorporar núcleos urbanos informais ao ordenamento territorial e garantir a titulação de seus ocupantes são os principais objetivos da política de Regularização Fundiária desenvolvida pela Prefeitura de Fortaleza. Somente nos últimos cincos, a parceria com o Governo do Estado firmada em 2013, garantiu a 10.874 famílias o direito ao “papel da casa” de forma gratuita.

Executada em Fortaleza pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), a Regularização Fundiária é a garantia da titulação do patrimônio, sobretudo para a população de baixa, com ênfase no papel feminino dentro das famílias. “De uma iniciativa que não existia, o prefeito Roberto Claudio, juntamente com o Governo do Estado, transformou em política pública e concedeu uma média de 2.100 títulos da casa por ano. Além disso, o Prefeito foi sensível à importância da mulher na construção familiar atual, dando a elas prioridade na titulação dos papeis”, afirma a coordenadora de Regularização Fundiária da Habitafor, Eliana Gomes.

A Regularização Fundiária, além de oficializar a parte documental, traz outros benefícios para o favorecido, como a facilidade em financiamentos para construção ou reformas, o acesso a direitos como saneamento, esporte, lazer e outros equipamentos públicos, bem como a dignidade de endereços oficiais e reconhecidos pelos governos e outras instituições.

Os passos do “Papel da Casa”

Antes de receber seus títulos, as famílias passam por um processo importante de conhecimento da política de regularização e de orientação acerca das documentações necessárias. A primeira iniciativa é o encontro com as lideranças das áreas contempladas, para auxiliar no andamento do projeto, seguida de reuniões, nas quais as famílias esclarecem dúvidas e estabelecem vínculos com as equipes de trabalho. No terceiro passo inicia-se o cadastro social dos moradores, quando começa a exigência de documentos necessários para a evolução do processo. Após essa etapa, os imóveis catalogados passam pelo trabalho de levantamento físico com mediação das residências e localização de áreas, tudo isso levando em consideração que o trecho trabalhado seja uma Zona Especial de Interesse Social (ZEIS). O processo segue para o setor jurídico que reúne as informações e distribui para os cartórios de registro de imóveis parceiros nessa iniciativa.

Próximas entregas

A habitafor prevê que em agosto cerca de 500 famílias do Vila do Mar sejam contempladas com o documento da casa e que outras comunidades como Goiabeiras, Palmeiras, Granja Portugal e Santa Maria Gorete entrem na programação, podendo chegar a mais de 1700 entregas até outubro.

Publicado em Habitação

Com o objetivo de facilitar o transporte público aos moradores do Conjunto Habitacional Euclides da Cunha, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), amplia, neste sábado (28/04), o itinerário da linha 681 - Alameda das Palmeiras.

A linha passa a circular pelo Bairro Novo, contemplando a alteração solicitada pelos moradores do Conjunto Habitacional Euclides da Cunha localizado no Sítio São João, que passam a contar com a oferta de quatro veículos no intervalo de 14 minutos.

Sobre o conjunto

O Residencial Alameda das Palmeiras é um empreendimento do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) é o maior empreendimento habitacional popular da história de Fortaleza. Ao todo, são 4.992 unidades habitacionais. A primeira etapa do empreendimento foi entregue em dezembro de 2016 a 2.032 famílias que foram contempladas em sorteio feito em 2015.

Publicado em Mobilidade

O prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana assinam, nesta quarta-feira (21/03), às 9h, ordem de serviço para o início das obras de urbanização do Residencial Novo Jardim Castelão, no Passaré (Regional VI). As obras fazem parte do conjunto de ações integradas entre Governo do Estado do Ceará e Prefeitura de Fortaleza, por meio do projeto "Juntos por Fortaleza".

Orçado em aproximadamente R$ 12 milhões, o projeto prevê a urbanização completa do entorno do conjunto habitacional, entre as ruas El Dourado e Itaperi, que receberão pavimentação em paralelepípedo, nova iluminação, praça com playground, quadra poliesportiva e passarela para pedestres sobre o canal. Todo os acessos internos do residencial também passarão por melhorias urbanísticas com a implantação de pisos em pedra cariri, paisagismo, áreas de convivência, além da construção de amplo sistema de drenagem e rede de água e esgoto.

O Residencial Novo Jardim Castelão possui 27 blocos, sendo 816 unidades de apartamento, localizado na margem esquerda da Bacia do Rio Cocó. As obras irão representar para milhares de famílias uma melhor qualidade de vida e moradia mais digna com total acessibilidade.

Obras de drenagem

Em março de 2016, a Prefeitura de Fortaleza realizou obras de drenagem com construção de 76 bocas de lobo e pavimentação asfáltica em 17 ruas e avenidas do Passaré, como as ruas Itaperi e El Dourado, principais vias de acesso ao residencial, que foi asfaltada. Na época, a Secretaria da Infraestrutura (Seinf) realizou ainda o desassoreamento do riacho existente, com a ampliação da capacidade de vazão e construção de paredes em concreto para lançamento de águas pluviais até o Rio Cocó. O projeto resolveu um problema histórico e recorrente daquela localidade que sofria com alagamentos durante a quadra chuvosa.

Serviço
Ordem de serviço urbanização do Residencial Novo Jardim Castelão
Data: 21/03 (quarta-feira)
Hora: 9h
Local: No cruzamento das ruas Itaperi com El Dourado, Passaré. Ao lado do Residencial Novo Jardim Castelão

Publicado em Infraestrutura

O prefeito Roberto Cláudio, acompanhado do governador Camilo Santana e do presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira, assina neste sábado (17/03), às 9h, a ordem de serviço para o início da 2ª etapa das obras da urbanização do Vila do Mar, no Cristo Redentor (Regional I). A obra faz parte do conjunto de ações integradas entre Governo do Estado do Ceará e Prefeitura de Fortaleza, por meio do projeto "Juntos por Fortaleza".

Na oportunidade o Prefeito também fará a entrega de 200 Papeis da Casa, regularizando os imóveis das famílias residentes na região. O documento garante à família todos os direitos inerentes à vida civil e tem o mesmo efeito de escritura pública.

O projeto Vila do Mar é uma das maiores requalificações urbanísticas em curso no Brasil, com ações que incluem intervenções estruturais e sociais nos bairros Pirambu, Cristo Redentor e Barra do Ceará. 

Manhã de serviços

A Prefeitura de Fortaleza também irá disponibilizar uma série de serviços à população na manhã deste sábado. Técnicos da AMC irão expedir credencial de estacionamento idoso e deficiente físico. A Etufor estará presente, realizando o cadastramento e emissão do bilhete único, bilhetinho; cartão do idoso, carteira estudantil, cartão gratuidade para pessoa com deficiência, ouvidoria.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) vai ofertar serviços de atenção básica de saúde, vacinação antirrábica animal e exame para detectar a leishmaniose (calazar). Também está prevista exposição sobre o aedes aegypti e serão distribuídos peixes betta para o controle das larvas do mosquito. Técnicos do Distrito de Endemias irão realizar visita domiciliar com abordagem educativa sobre controle das arboviroses. Doação de plantas, educação ambiental, brincadeiras e distribuição de brindes lúdicos complementam a programação, que contará também com a presença do projeto “Senhora Faxina” da Secretaria Regional I.

Serviço
Início obras da 2° etapa do Vila do Mar
Data: 17/03 (sábado)
Horário: 9h
Local: Av. Pasteur, na esquina do calçadão do Vila do Mar, próximo da Vila do Pescadores e da estação de esgoto da Cagece

 

Publicado em Infraestrutura
Página 1 de 3