A partir desta quinta-feira (17/05), moradores da Aldeota devem ficar atentos à alteração de fluxo na Rua Nunes Valente. A via passa a ter sentido único praia/sertão no trecho compreendido entre as ruas Desembargador Leite Albuquerque e Júlio Ventura, conforme estudo realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).
 
A sinalização será toda revitalizada tanto horizontal como verticalmente e agentes do órgão darão suporte operacional à intervenção, que objetiva reduzir os riscos de conflitos e evitar acidentes. Posteriormente, toda a via terá o mesmo sentido se tornando mais uma opção de corredor seguro ao interligar os bairros Meireles, Aldeota e Dionísio Torres. 
 
A medida atende à solicitação dos moradores da área e vai melhorar a acessibilidade, proporcionando mais segurança a condutores de veículos e pedestres. Não haverá mudança quanto à proibição de estacionamento neste trecho. Portanto, é possível estacionar em ambos os lados. 
 
Solicitação
 
O munícipe que desejar solicitar implantação de sentido único deve fazer um requerimento formal em uma das centrais de atendimento da AMC ou ainda no Vapt-Vupt de Messejana e do Antônio Bezerra. Ao receber o processo, técnicos e engenheiros analisam a viabilidade da intervenção. 
Publicado em Mobilidade
Como parte da programação do Maio Amarelo, a Prefeitura de Fortaleza realiza, entre os dias 8 e 10 deste mês, ação educativa no Instituto Dr. José Frota (IJF) para conscientizar pacientes, acompanhantes e colabores do hospital acerca do alto índice de mortes e feridos no trânsito. A mobilização será realizada pela Gerência de Educação da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), com apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária.
 
A principal atividade ocorrerá nesta quarta-feira (09/06). No período da manhã, a partir de 9 horas, haverá um momento lúdico com as crianças internadas e seus familiares na unidade infantil. À tarde, às 15 horas, acontecerá uma palestra sobre violência no trânsito e condução segura ministrada por agentes do órgão. A intenção é reduzir a reincidência de motociclistas que voltam a se internar da unidade, depois de sofrerem novos acidentes.
 
O seminário será direcionado a motociclistas, que são considerados os usuários mais lesionados no trânsito da cidade e continuam sendo a maioria dos pacientes atendidos no IJF. Na oportunidade, os palestrantes orientarão sobre comportamento prudente e a importância do uso de equipamentos de segurança.
 
Apesar da redução no número de mortes no ano passado, que caiu de 281 para 256, quando comparado com 2016, os condutores de motocicletas e seus respectivos passageiros ainda são as principais vítimas fatais. Segundo dados de 2017, 50% dos óbitos correspondem a ocupantes de motocicletas.
 
História do Maio Amarelo 

O movimento teve início por iniciativa do Observatório Nacional de Segurança Viária e desde então vem ganhando adeptos não só no Brasil, mas também em outros países. Assim como o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul” que tratam dos temas câncer de mama e próstata, o “Maio Amarelo” procura estimular ações voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. A Prefeitura de Fortaleza é signatária do movimento desde 2015.
 
 
Publicado em Mobilidade
prefeito roberto cláudio e governador camilo santana no palco do evento da ordem de serviço
A iniciativa é fruto do programa Juntos por Fortaleza, que integra esforços da Prefeitura e do Governo do Estado

O prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana assinaram, na noite desta segunda-feira (16/04), a Ordem de Serviço que autoriza a requalificação da Praça e da Delegacia da Cidade 2000. A iniciativa, fruto do programa Juntos por Fortaleza, integra esforços da Prefeitura e do Governo do Estado em prol da implantação de melhorias intersetoriais na Capital.

As intervenções, orçadas em R$ 1,7 milhão, deverão ser concluídas e entregues à comunidade, de acordo com o cronograma de execução, dentro do prazo de até seis meses. A reforma será fator impulsionador da economia local, pautada predominantemente pela gastronomia, e da ocupação qualificada dos espaços públicos.

“Esse investimento visa à requalificação da principal praça de um dos bairros com a mais ativa vida comunitária. Praticamente todo dia, você vê a população ocupando os espaços, a gastronomia como a principal força de atração das pessoas, gerando emprego, renda e ocupação saudável. Esta praça qualificada, integrada com a delegacia, vai dar mais segurança, mais conforto e cada vez mais atração para que a pequena economia e a vida comunitária pacífica e ativa possam continuar sendo uma marca forte da Cidade 2000”, afirmou o Prefeito.

De acordo com o governador Camilo Santana, a iniciativa contempla uma reivindicação prioritária dos moradores do entorno. “Esta praça é um ícone da comunidade. Merece todo o carinho e toda a atenção do Estado e da Prefeitura. Esta era uma demanda antiga da Cidade 2000. Todo o projeto, elaborado pela Prefeitura, foi discutido com a própria população. A ideia é integrar a Delegacia à Praça. Aqui, vai ter área de lazer, espaço para a comercialização de comida. Ou seja, veremos uma Praça bonita e moderna”, garantiu.

José Magalhães, morador da Cidade 2000 há 50 anos, aprovou as ações desprendidas pela Prefeitura de Fortaleza e pelo Governo do Estado do Ceará. “Esse bairro é a minha paixão. Tudo o que vier para melhorar a vida de todos nós, moradores, será bem-vindo. É muito bom ver a parceria de sucesso entre o Prefeito e o Governador. A gente só tem a ganhar”, finalizou.

Publicado em Fortaleza
Leste Oeste
Foram instalados seis novos semáforos, e o trânsito em ruas perpendiculares foi reorganizado em sistemas binários (Foto: Marcos Peixoto)

Com o objetivo de evitar mortes no trânsito e preservar vidas, a Prefeitura de Fortaleza dá continuidade a uma série de intervenções ao longo da Avenida Presidente Castelo Branco, também conhecida como Leste-Oeste, para prevenir acidentes. A via é considerada uma das piores em número de acidentes, especialmente com relação ao atropelamento de pedestres e ciclistas. De acordo com o Relatório Anual de Segurança Viária de Fortaleza, nos últimos dez anos 106 pessoas morreram na avenida e mais de 50% desse total eram pedestres. Somente em 2017, foram registradas dez mortes, todas decorrentes de atropelamento e colisões envolvendo ciclistas.

Ao longo do trecho entre as avenidas Pasteur e Radialista José Lima Verde, foram instalados seis novos semáforos. O trânsito em ruas perpendiculares também foi reorganizado em sistemas binários que contemplou ainda o fechamento de retorno e conversões. A nova sinalização horizontal e vertical, sete faixas de retenção para motocicletas, além de um desenho urbano mais amigável aos pedestres e ciclistas, estão em implantação nas esquinas.

Nos próximos dias, a ciclofaixa existente junto ao canteiro central entre a Rua Jacinto Matos e Avenida Pasteur será prolongada até a Avenida Radialista José Lima Verde, terminando no Cuca, onde estará localizada junto ao passeio. Ao todo, serão 5 Km de nova infraestrutura cicloviária na Av. Leste-Oeste, para oferecer mais segurança aos ciclistas. A próxima etapa da intervenção promoverá a ligação da Av. Leste-Oeste ao Centro e Praia de Iracema.

A Autarquia de Paisagismo e Urbanismo de Fortaleza (UrbFor) também promoverá, nas próximas semanas, o serviço de recuperação do canteiro central que já foi realizado em outros trechos da Avenida Leste-Oeste. A arborização implantada ao longo do canteiro central priorizará as faixas adjacentes aos semáforos e passagens de pedestres, com o propósito de incentivar a travessia nesses locais e evitar acidentes.

Quem trafega pelo local, no trecho entre a Rua Jacinto Matos e Radialista José Lima Verde, também terá que obedecer ao novo limite de velocidade e circular a no máximo 50 km/h, assim que a nova sinalização estiver concluída. Durante os primeiros seis meses, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realizará um trabalho educativo na região. Neste período de adaptação, não haverá multa, exceto nos casos em que os equipamentos de fiscalização eletrônica registrarem velocidade superior a 60 km/h. “A expectativa é que, a partir da medida, possamos monitorar o comportamento dos condutores e pedestres para então avaliarmos a ampliação desta política para outras vias da Cidade”, explica o superintendente do órgão, Arcelino Lima.

A via é a primeira da Capital contemplada com esse padrão de velocidade, em virtude da elevada taxa de acidentes de trânsito. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que vias urbanas não tenham mais do que 50 km/h como estratégia para prevenir os elevados índices de mortalidade no trânsito. O excesso de velocidade, considerado um dos principais fatores de risco, é responsável por uma em cada três mortes por acidentes de trânsito em todo o mundo.  De acordo com a Organização, a chance de um pedestre sobreviver a um atropelamento a 50 Km/h é 10 vezes maior do que a 60 Km/h.

"O prefeito Roberto Cláudio determinou que nós tomássemos medidas firmes para combater a epidemia de mortes no trânsito que acomete nossa cidade. Temos convicção de que com uma velocidade mais compatível com o fluxo de pedestres e ciclistas e a ocupação daquela região, em conjunto com alguns ajustes de engenharia, iremos reduzir o número de mortes e de registros de acidentes", explica o secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Luiz Alberto Saboia.

A região da Avenida Leste-Oeste é uma das mais adensadas de Fortaleza, e cerca de 170 mil pessoas que moram na região serão diretamente beneficiadas com as mudanças. O projeto tem suporte técnico do Programa de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (PAITT) da SCSP. A Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (BIGRS, na sigla em inglês) também apoia a medida com consultoria nas etapas de diagnóstico, planejamento e avaliação da intervenção.

Publicado em Mobilidade

A programação do Pré-Carnaval de Fortaleza continua neste fim de semana, atraindo brincantes por toda parte. Para garantir a segurança dos foliões, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) controla a circulação no entorno dos principais eventos, coibindo o estacionamento irregular, além de efetuar bloqueios provisórios a fim de assegurar um ir e vir do público com mais fluidez e agilidade. Um efetivo de 120 agentes e orientadores de tráfego está envolvido nestas operações.

Palco principal do evento, a Praia de Iracema conta com dois percursos oficiais para os desfiles dos blocos. O primeiro percurso tem concentração no cruzamento da Av. Historiador Raimundo Girão com Monsenhor Bruno, seguindo até a Rua Ildefonso Albano para acessar a Av. Beira-Mar. Nesse trecho, será proibido estacionar nas vias a partir de 6h para liberar a área de concentração dos foliões e ambulantes previamente cadastrados.

A Av. Historiador Raimundo Girão ficará bloqueada entre a Rui Barbosa e Ildefonso Albano. Já a Av. Beira-Mar será interditada entre as ruas Ildefonso Albano e Arariús. Os bloqueios acontecerão a partir de 14h. A opção de desvio para quem trafega no sentido Aldeota/Centro é utilizar a Rui Barbosa e seguir pela Dep. Moreira da Rocha. Quem vem no sentido Centro/Aldeota, a opção é entrar à direita na Rua Ildefonso Albano e Av. Monsenhor Tabosa. Quem preferir também pode optar por rotas alternativas como as ruas Tenente Benévolo ou Pereira Filgueiras.

O segundo percurso tem concentração na Rua João Cordeiro, onde também será proibido estacionar no trecho compreendido entre a Rua Tenente Benévolo e Av. Beira-Mar. Durante a passagem dos blocos, agentes de trânsito efetuarão o bloqueio dos cruzamentos da Rua João Cordeiro com as vias Tenente Benévolo, Monsenhor Tabosa e Historiador Raimundo Girão.

A novidade deste ano é o polo da Av. Monsenhor Tabosa. Nos dias de Pré-Carnaval, haverá um bloqueio no cruzamento das avenidas Monsenhor Tabosa com Dom Manuel, a partir de 15h. O desvio indicado é seguir pelas ruas Almirante Jaceguai, Almirante Barroso e Historiador Raimundo Girão, devendo o condutor dobrar à direita na Rua Ildefonso Albano e retornar para a Av. Monsenhor Tabosa.

O acesso de moradores e hóspedes dos hotéis localizados nos trechos dos desfiles será garantido. O órgão aconselha a apresentação do comprovante de endereço aos agentes de trânsito nos postos de bloqueio. Os veículos com passageiros portadores de necessidades especiais  também terão acesso permitido para desembarque.

Os demais polos terão apoio operacional da AMC. No Benfica, a Praça da Gentilândia ficará interditada. No entorno do Mercado dos Pinhões, o bloqueio será na Rua Visconde de Pelotas entre as vias Nogueira Acioli e Gonçalves Ledo. Já na Praça do Ferreira haverá uma interdição, a partir de 16h, no cruzamento das ruas Major Facundo com São Paulo e Floriano Peixoto com Pedro Borges. Em outros blocos espalhados pela Cidade, a operação acontecerá por meio de rotas volantes.   

Publicado em Mobilidade

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), em parceria com o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem), órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), inicia, nesta segunda-feira (29/01), a operação “Transporte Escolar seguro” por meio de blitze durante o embarque e desembarque dos alunos nas escolas.

Uma novidade este ano é a participação do Ipem, órgão responsável pela fiscalização dos cronotacógrafos ou tacógrafos. Os fiscais do Ipem integram-se à operação verificando os certificados dos equipamentos que devem estar dentro do prazo de validade de dois anos. Segundo Luiz Albuquerque, agente fiscal do Ipem, se o tacógrafo estiver vencido, o permissionário será notificado e terá um prazo de 10 dias para apresentar sua defesa ao Instituto, a contar da data da ciência da autuação, que ocorrerá através dos Correios. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) obriga o uso do cronotacógrafo em veículos de passageiros com mais de 10 lugares. Ele indica e registra a velocidade percorrida pelo veículo, o intervalo de tempo parado e em deslocamento, bem como as distâncias percorridas.

A operação de fiscalização de transporte escolar visa garantir a segurança dos estudantes, combatendo o transporte irregular de estudantes por meio de veículos não-credenciados. A escolha dos locais de atuação depende das denúncias realizadas por meio da Central 24 horas de atendimento da Etufor (3452.9318). A abordagem exigirá a atualização cadastral realizada recentemente, laudo de vistoria atual e os documentos de porte obrigatório. Serão observados, ainda, o bom estado de conservação dos veículos. Caso haja irregularidades, o veículo pode ser apreendido. A equipe de fiscalização verifica os itens obrigatórios nos veículos como cintos de segurança em número correspondente ao de passageiros sentados; fecho interno de segurança nas portas; luz de freio elevada; faixa horizontal pintada ou película auto-adesiva não removível, na cor amarela, com 40cm de largura, à meia altura (em toda a extensão das partes laterais e traseiras da carroçaria), identificada como ESCOLAR em cor preta.

Cadastro

Para ter autorização para prestar o serviço de transporte escolar, o condutor e o veículo devem estar devidamente credenciados na Etufor. Os profissionais que realizam o serviço de transporte escolar devem, anualmente, renovar seu cadastro na sede do órgão, atualizando toda a documentação. A carteira padrão é documento de uso obrigatório que identifica condutor, condutor auxiliar e monitor do transporte. A Etufor possui a Divisão de Cadastro, onde os pais podem confirmar se o condutor está devidamente regularizado para realizar o serviço. Além disso, é possível checar se o veículo caracterizado para a realização do transporte também corresponde ao veículo cadastrado na Etufor. O atendimento acontece na Av. dos Expedicionários, 5677 – Vila União, das 8h às 16h30. A Etufor também conta com um setor de fiscalização, que funciona 24h, todos os dias da semana. Caso o responsável da criança identifique alguma irregularidade no serviço prestado, ele pode acionar uma equipe de fiscalização pelo número 3452.9318.

Publicado em Mobilidade

Em virtude do início das aulas, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) está intensificando o controle de tráfego no entorno das principais instituições de ensino para garantir a segurança durante o embarque e desembarque dos alunos. O trabalho consiste em disciplinar o acesso às escolas, assegurando o respeito às normas de circulação e fluidez viária. A operação terá início nesta terça-feira (23/01).

Além da ação de ordenamento, serão coibidas as infrações de estacionamentos irregulares que acabam comprometendo os deslocamentos e gerando congestionamentos. Haverá ainda uma atenção especial à conduta dos passageiros quanto ao uso do cinto de segurança, da cadeirinha, bebê conforto ou assento de elevação, manobras de conversão e retorno ou até mesmo da utilização do celular.

A cada dia, de 6h30 às 8h e de 11h ao meio-dia, três escolas receberão a visita dos agentes do órgão, distribuídos em viaturas, motocicletas ou em postos fixos, tendo como base registros obtidos na Central de Atendimento da AMC ou por meio de denúncias formalizadas pelos munícipes.

Paralelo a esse trabalho, a Gerência de Educação desenvolve o projeto “Volta às Aulas”, que consiste em abordagens lúdicas e educativas a fim de conscientizar pais, estudantes e professores para uma convivência pacífica no trânsito, sendo repassadas orientações acerca das regras que devem ser cumpridas.

Qualquer instituição que tiver o interesse em receber esse reforço na organização do trânsito pode solicitar pelo 190. Ao receber a solicitação, a AMC se planejará para atender prontamente o requerimento, tendo como objetivo principal um tráfego mais seguro e fluído para todos os cidadãos. 

Publicado em Mobilidade

A Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta quarta-feira (27/12), às 8h30, no Paço Municipal, a primeira reunião do Comitê Executivo Municipal pela Prevenção dos Homicídios na Adolescência (CEMPHA). Durante o encontro, serão apresentados a análise epidemiológica da letalidade juvenil, o funcionamento do Comitê Estadual de Prevenção de Homicídios na Adolescência e as ações do Programa Ceará Pacífico na capital. Ainda no evento, será apresentada e debatida a proposta do regimento do Comitê Municipal.

A ideia da criação do órgão surgiu a partir da necessidade de analisar mais detalhadamente as causas dos altos índices de homicídio em Fortaleza. Com a implementação do Comitê, serão analisados os vários estudos existentes sobre a temática, produzidos dados e indicadores e comparadas estatísticas, visando a aplicação de políticas públicas para a redução desse número. Ao mesmo tempo, o Comitê vai promover a interação de gestores e do terceiro setor, bem como a sensibilização da população sobre essa realidade. O trabalho do Comitê prevê o desenvolvimento de planos e ações para a prevenção, coordenação de projetos para territórios de vulnerabilidade social, a partir da percepção de que os números de homicídios de jovens devem ser vistos como um processo de tratamento epidemiológico.

As atividades a serem efetivadas após o embasamento feito pelo Comitê terão início pelos territórios onde já existe a atuação do Programa Ceará Pacífico, com apoio da Prefeitura e de outros órgãos. A partir dos aprendizados locais, serão progressivamente ampliadas para outras áreas de Fortaleza.

Composição do Comitê

O órgão contará com regulamento interno, estará vinculado diretamente ao Poder Executivo e contará com membros da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ); Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS); Secretaria Municipal de Saúde (SMS); Secretaria Municipal de Educação (SME); Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor); Vice-Governadoria do Estado do Ceará - Ceara Pacifico; Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef); Comitê Cearense Pela Prevenção dos Homicídios na Adolescência; Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor); Secretaria de Segurança Cidadã (Sesec); Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS-CE); Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci) e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Serviço:
Reunião do Comitê Executivo Municipal pela Prevenção dos Homicídios na Adolescência (CEMPHA)
Local: Paço Municipal (Rua São José, 01, Centro)
Data: 27/12 (quarta-feira)
Horário: 8h30min

Publicado em Juventude

O prefeito Roberto Cláudio apresenta, nesta sexta-feira (15/12), às 17h, no Estoril, o Planejamento Estratégico da Praia de Iracema. Durante a solenidade, que reunirá autoridades da Prefeitura de Fortaleza, Governo do Estado e membros do Conselho, serão apresentadas, pela primeira vez, à sociedade civil as propostas definitivas que traçam estratégias e desenvolvem um plano de trabalho para a revitalização do espaço.

O projeto é o resultado do trabalho desenvolvido, nos três meses, por representantes da Setfor, Secultor, AMC, Etufor, SCSP, Seuma, SMS, Vigilância Sanitária, SDHDS, Coordenadoria de Fomento à Parceria Público–Privada, Agefis, Regional II, Regional do Centro, Sesec, SSPDS, Deprotur, Instituto Dragão do Mar, além de moradores, comerciantes, empresários, igreja e líderes da comunidade. O projeto beneficiará cerca de três mil moradores da Praia de Iracema com as obras de requalificação no local.

O Conselho, criado em 29 junho deste ano, a partir de uma iniciativa da Setfor, é formado por moradores, comerciantes e pelo poder público e propõe ações compartilhadas, como diagnóstico das principais necessidades da região e auxílio no monitoramento da utilização dos espaços públicos, para serem executadas a curto, médio e longo prazo.

O projeto de requalificação da Praia de Iracema teve início, em maio deste ano, quando a sede da Setfor passou a funcionar no Estoril.

Serviço
Lançamento do Planejamento Estratégico da Praia de Iracema
Data: sexta-feira (15/12)
Horário: 17h
Local: Estoril (Rua dos Tabajaras, 397)

Publicado em Turismo

Em virtude da proximidade dos festejos natalinos e do período de alta estação, a Prefeitura de Fortaleza reforçará as equipes de operação e fiscalização de trânsito nos principais polos geradores de comércio e turismo até o fim do ano. A ação terá início nesta sexta-feira (17/11) e seguirá durante o restante do mês e em dezembro, com o objetivo de disciplinar o tráfego e coibir as irregularidades que comprometem a fluidez e segurança de condutores e pedestres.

Durante o período da operação, a região do Centro contará com um efetivo de 14  agentes de trânsito e orientadores de tráfego, por dia, distribuídos em motos, viaturas e em postos fixos, de 7h às 18h, no Mercado Central, Praça do Ferreira, Praça José de Alencar e nos principais corredores de ônibus. 

Na Aldeota, os principais shoppings receberão o reforço no entorno com a presença de viaturas e motos do órgão inibindo, principalmente, a prática de estacionamento irregular para facilitar o acesso às lojas. Outras áreas da cidade, como Beira-Mar e Praia do Futuro, também serão fiscalizadas ostensivamente.

Nestas mobilizações, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) também reforçará o projeto Esquina Segura, sinalizando os cruzamentos e fazendo a remoção dos veículos que estiverem estacionados em desacordo com a legislação e normas de circulação viária.

Um efetivo composto por 12 agentes e orientadores de tráfego coibirá as infrações na Av. Beira-Mar, a partir de 17h. Já na Praia do Futuro, os trabalhos de fiscalização serão intensificados durante os fins de semana em toda a orla, desde o Mucuripe até o Caça e Pesca. Os trabalhos terão início às 7h e permanecerão até as 17h, após a dispersão dos banhistas.

A meta da AMC é assegurar um ir e vir cada vez mais seguro à população, independentemente de qual seja o seu meio de locomoção. Reduzindo as práticas erradas e irregulares cometidas no trânsito, haverá uma melhoria na fluidez e nos deslocamentos das pessoas, além de diminuição dos riscos de acidentes. 

Publicado em Mobilidade
Página 1 de 5