Foto: Mauri Melo

“Todas as ações judiciais serão impetradas no sentido de impedir o aumento da passagem”. A afirmação foi feita nesta quarta-feira (02), pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), logo após a solenidade de nomeação dos novos secretários municipais. O prefeito lamentou o decreto publicado nos últimos dias da antiga gestão, que pode ocasionar um reajuste na passagem de ônibus a partir do dia 11 de janeiro, e reafirmou que lutará para impedir.

Roberto Cláudio explicou que a decisão judicial que determinou o aumento da passagem foi provocada pela licitação que a própria Prefeitura organizou, na gestão passada. “Denunciei durante a campanha que havia a expectativa de aumento em novembro, porque a Prefeitura assinou a licitação no mês de maio prevendo esse reajuste. Em virtude dessa licitação é que houve uma decisão judicial e só ontem fomos pegos de surpresa com a publicação no Diário Oficial desse aumento da passagem a partir do dia 11”, lamentou.

No entanto, o prefeito tranquilizou os fortalezenses de que fará tudo o que estiver ao seu alcance para que a passagem permaneça no valor de R$ 2,00. “Vamos apelar à sensibilidade da Justiça para com o bolso do trabalhador, que já sofre tanto no transporte público e ainda é surpreendido com essa ação da antiga gestão de reajustar a passagem a partir de janeiro”, disse.

Publicado em Mobilidade
Página 6 de 6