Durante a pandemia do novo Coronavírus, o Centro-Dia de Referência para Pessoas Idosas suspendeu as atividades coletivas, que eram promovidas para os idosos atendidos no espaço de convivência. No entanto, sabendo da importância do acompanhamento da rede de atenção socioassistencial para atender a essa população, os serviços estão sendo realizados de forma remota, via telefone e WhatsApp. As visitas domiciliares só acontecerão por meio de agendamento prévio ou demanda caracterizada como urgência. Além disso, a equipe de profissionais orienta e conscientiza as famílias sobre os cuidados e as medidas de prevenção que devem ser tomadas.

A unidade gerenciada pela Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS) oferece atendimento e convivência para idosos cujas famílias não tenham condições de prover estes suidados durante todo ou parte o dia por meio de serviços de cuidados cotidianos (atividades físicas, pedagógicas, psicológicas, terapia ocupacional, oficinas de dança, música, leituras, rodas de conversa), previstos na Política Nacional de Assistência Social e na Política Nacional do Idoso, além de prestar orientação sobre a importância dos autocuidados dos acompanhantes dos idosos.

Centro–Dia de Referência para Pessoas Idosas
Atendimento remoto, esclarecimentos e orientações:
Whatsapp: (85) 9 8439-6663
Célula de Proteção Especial: (85) 3452-2356

Publicado em Social
fachada do Centro Pop
A unidade do Centro Pop Benfica está localizada na Av. João Pessoa (Foto: Rodrigo Carvalho)

O Centro de Referência Especializado para a População em Situação Rua (Centro Pop), ligado à Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), realiza atendimento socioassistencial às pessoas em situação de rua, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para atender eesse público, o município disponibiliza duas unidades, nos bairros Centro e Benfica, com capacidade de atendimento entre 80 e 120 usuários diariamente.

No Centro Pop, qualquer pessoa em situação de rua, seja ela jovem, adulto, idoso ou família, cujos vínculos familiares e comunitários estejam fragilizados ou rompidos, pode ter acesso gratuito aos serviços de atendimento técnico individual, psicossocial, orientação jurídica, encaminhamentos à rede socioassistencial, cadastro único para programas sociais e demais políticas públicas. O espaço também oferece serviços básicos de alimentação e higiene pessoal, além de lavagem de roupas e entrega de kits de higiene pessoal.

As unidades também promovem oficinas coletivas de convívio e socialização que, temporariamente, por medida de prevenção à Covid-19, estão suspensas.

Para garantir a segurança dos usuários, dos profissionais e dar continuidade aos atendimentos essenciais para as pessoas em situação de vulnerabilidade social, as duas unidades de atendimento adotaram medidas de combate ao novo coronavírus, como o uso obrigatório de máscara, álcool em gel, controle na entrada do equipamento, distanciamento social e desinfecção completa do ambiente.

Outro benefício referenciado pelo Centro Pop é o Serviço Especializado de Abordagem de Rua, que, atualmente, está sendo executado de forma emergencial ou por meio de denúncias. A abordagem atua em toda a cidade de Fortaleza, fazendo o contato direto com as pessoas que estão em situação de rua e identificando suas demandas.

Endereços:

Centro Pop Centro
Rua Jaime Benévolo, 1059 - José Bonifácio

Centro Pop Benfica
Avenida João Pessoa, 4180 - Damas

Publicado em Social

A partir desta quarta-feira (15/07), o Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) lança uma plataforma virtual para agendar o atendimento aos cidadãos fortalezenses. A medida tem como objetivo cumprir todas as normas de segurança sanitária, a fim de evitar a disseminação do novo coronavírus e resguardar a saúde dos consumidores.

Já é possível agendar o atendimento presencial no campo "Defesa do Consumidor", no Portal da Prefeitura de Fortaleza. Alguns dados, como e-mail, CPF, nome completo e telefone para contato serão solicitados. O agendamento funciona, durante 24 horas para atendimentos realizados entre 9h15 e 16h15, a depender da unidade escolhida. O Procon alerta que somente serão atendidos os consumidores que agendarem o seu atendimento pela internet.

Ao acessar o serviço, o usuário poderá escolher entre as unidades do Procon no Centro, bem como nas Regionais IV, V e VI. Nos núcleos do Vapt Vupt ainda não há previsão de retorno do atendimento presencial.

Desde a abertura de reclamação, passando pelas audiências de conciliação, Departamento Jurídico ou uma simples consulta na Secretaria de Processos, deverão ser agendadas.

Cláudia Santos, diretora do Procon Fortaleza, ressalta a importância do agendamento virtual. "É mais uma ferramenta que chega para dar segurança e agilidade no atendimento aos consumidores, pois é possível realizar um agendamento na palma da mão, pelo celular", diz.

A Diretora também reforça os cuidados diante da pandemia do novo coronavírus. "Tivemos o cuidado de disponibilizar álcool 70%, bem como vamos aferir a temperatura de cada consumidor que buscar atendimento", afirma, lembrando que a distância obrigatória de dois metros será cumprida e serão instaladas placas de acrílico nos guichês de atendimento.

Endereços do Procon Fortaleza:

Procon Fortaleza Centro
Rua Major Facundo, 869 - Centro

Procon Fortaleza Vapt Vupt de Antônio Bezerra
Rua Demétrio de Menezes, 3750 (ao lado do Terminal de Ônibus)

Procon Fortaleza Vapt Vupt de Messejana
Avenida Jornalista Tomaz Coelho, 602 (ao lado do Terminal de Ônibus)

Procon Fortaleza Regional IV
Avenida Doutor Silas Munguba, 3770 - Serrinha

Procon Fortaleza Regional V
Avenida Augusto dos Anjos, 2466 - Bonsucesso

Procon Fortaleza Regional VI
Rua Padre Pedro Alencar, 789 - Messejana

Publicado em Economia
Criança lendo gibi
O formato remoto garante a continuidade do serviço para as crianças e adolescentes

A Prefeitura de Fortaleza continua garantindo, por meio da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), o atendimento psicossocial a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual atendidas pelo programa Rede Aquarela. Mesmo diante da necessidade do confinamento devido à pandemia da Covid-19, a assistência não foi interrompida, sendo realizada provisoriamente por telefone ou chamada de vídeo.

O atendimento psicossocial continuado é realizado pela equipe multidisciplinar composta por sete psicólogos, seis assistentes sociais, dois analistas jurídicos, três educadores sociais e uma supervisora de equipe. O formato remoto garante a continuidade do serviço para as crianças e adolescentes, familiares ou responsáveis acompanhados pelo programa e para os novos casos recebidos. Com isso, eles podem também esclarecer dúvidas de procedimentos e andamento dos processos. Com a adequação do serviço, nos meses de abril e maio, foram realizados 539 atendimentos.

“É muito importante continuar o atendimento com a minha psicóloga, eu consigo relaxar e ela me ajuda muito nas dificuldades do dia”, declara Maria (nome fictício da menina de 14 anos atendida pelo Rede Aquarela). Para a mãe da adolescente, a continuidade dos atendimentos é essencial. "Principalmente nesse momento difícil que afeta muito o temperamento e o sentimento. É importante que continue mesmo à distância, pois está nos ajudando muito”, salienta.

O programa Rede Aquarela é referência nacional no enfretamento da violência infantojuvenil, desenvolvendo ações de prevenção e atendimento para crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual.

"Atendemos muitas crianças e adolescentes em profundo sofrimento decorrente da violência sexual, logo a continuidade do atendimento por telefone e vídeo representou um suporte fundamental, sobretudo, nos casos com ideação suicida. Os usuários do programa foram muito receptivos, elogiando a rápida adaptação ao novo contexto”, ressalta a coordenadora do Rede Aquarela, Kelly Meneses.

Eixos de trabalho:

1) Disseminação (preventivo): Leva informações para a comunidade com a parceria de instituições governamentais, não governamentais e profissionais da rede de proteção por meio de palestras e oficinas educativas em todas as Regionais. É responsável pelo primeiro passo para o enfrentamento da violência sexual com a chegada da informação até as crianças e adolescentes e os profissionais cuidadores, fundamental para a percepção dos sinais e para que as providências sejam tomadas.

2) Atendimento na Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (DCECA): Equipe presente na Delegacia que acolhe e presta atendimento humanizado às vítimas de violência sexual e familiares.

3) Atendimento Psicossocial: Após a ida à Delegacia, vítima e família são encaminhadas para a Casa da Infância e da Adolescência (Rua João Tomé, 261 – Monte Castelo) para o atendimento psicossocial continuado, realizado com uma equipe multidisciplinar constituída por psicólogos, advogados, educadores e assistentes sociais, que juntos realizam um trabalho com várias estratégias até que a violência seja superada.

4) Atendimento na 12ª Vara Criminal: Equipe que acolhe e aplica a metodologia do depoimento especial no Fórum Clóvis Beviláqua, uma parceria entre o Tribunal de Justiça e a Prefeitura de Fortaleza para evitar a revitimização.

Durante a pandemia do novo coronavírus, o atendimento na Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (DCECA) acontece de forma presencial somente nos casos de flagrante de estupro de vulnerável, e para todos os outros de forma remota, por meio dos contatos informados no Boletim de Ocorrência.

Para denúncias, entre em contato com a equipe do programa na DCECA: (85) 3433.9568 / (85) 3101.2044.

Publicado em Social
Criança sozinha
Regionais III e V possuem as maiores incidências de denúncias

O município de Fortaleza conta com oito Conselhos Tutelares vinculados administrativamente à Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci). Durante o período de quarentena, o Plantão do Conselho Tutelar está funcionando durante 24 horas, operando no recebimento das denúncias, das 8h às 20h e das 20h às 8h.

Desde o dia 27 de abril, o atendimento passou a atuar em regime especial de sobreaviso, devendo ser priorizada a articulação com as instituições do Sistema de Garantia de Direitos para o encaminhamento e atendimento dos casos. O funcionamento segue com dois conselheiros de sobreaviso, um educador e dois motoristas na sede do Plantão, além do suporte técnico-administrativo dos profissionais vinculados ao Apoio aos Conselhos Tutelares. Somente as denúncias mais graves serão averiguadas no local.

Segundo o relatório do Conselho Tutelar, no período de 19 de março a 29 de abril, foram comunicadas 210 denúncias, sendo as mais registradas: Negligência (78); Conflito Familiar/Comunitário (41); Vulnerabilidade Social (23); Situação de Rua (21); Acompanhamento Familiar (17) e Violência Sexual (16). De acordo com os levantamentos, foram atendidas 241 crianças e adolescentes, sendo 87 meninos e 130 meninas com faixa etária de 0 a 18 anos incompletos. Os territórios com maiores incidências de demandas estão localizados nas Regionais V e III, com 56 e 44 denúncias, respectivamente. Em seguida, vem a Regional VI com 41 casos, Regional I com 34, Regional II com 32 e ,finalmente, a Regional IV com 17 denúncias.

O Conselho Tutelar foi instituído pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Lei 8.069/1990, como órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, vinculado administrativamente ao poder público municipal e subordinado apenas às diretrizes da política de atendimento às crianças e aos adolescentes. O órgão é essencial e encarregado pela sociedade de zelar pela garantia e defesa dos direitos da criança e do adolescente, onde integram o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente (SGDCA).

Denúncia

Qualquer pessoa pode procurar o Conselho Tutelar e denunciar situações de suspeita ou confirmação de violações de direitos humanos de crianças e adolescentes, a exemplo de violência sexual (abuso ou exploração sexual), violência física e abandono. Durante esse período de quarentena, qualquer suspeita ou confirmação de violações de direitos, entre em contato com o Plantão do Conselho Tutelar pelo número (85) 98970.5479 ou (85) 3238.1828, ou ligue para o Disque 100. A ligação é gratuita, anônima e com atendimento 24 horas, todos os dias da semana.

Publicado em Social

Dando início ao terceiro ano do Programa de Acolhimento ao Cidadão, 17 multiplicadores se reuniram, nesta terça-feira (10/03), para participar de um momento de reciclagem da metodologia, antes de iniciar as formações de novas turmas. Estes servidores serão instrutores do segundo ciclo de acolhimento, voltado para servidores da área de saúde da Regional V, que passaram pelo primeiro ciclo de formação em 2018. As aulas deverão ter início no fim de março.

“O Programa tem dado resultados muito positivos nos dois anos em que vem sendo desenvolvido e agora é a hora de retomar as capacitações. Este ano, trabalharemos com mais duas Regionais. Uma das grandes vantagens dos treinamentos é que o acolhimento atinge todos as áreas dos postos de saúde. Do porteiro ao médico, todos terão contato com a cultura do Acolhimento, esse é o objetivo”, explicou a administradora da Célula de Gestão de Desenvolvimento de RH da COGESP, Francy Sabino, uma das responsáveis pelo Programa.

A iniciativa tem o intuito de desenvolver as competências necessárias à melhoria do atendimento ao cidadão, promovendo a implantação da cultura do acolhimento e contribuindo com a melhoria da qualidade e eficiência dos serviços prestados ao cidadão.

“Identifico-me muito com o acolhimento. É extremamente importante a Prefeitura estar investindo nas capacitações desses servidores e também poder entender que antes de servidores, nós somos cidadãos e sabemos como é estar dos dois lados. Enquanto servidores, temos que sempre nos atentar que o serviço público tem que ser de qualidade e nós fazemos parte disso”, conta Kelvia Martins, assessora do Gabinete da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e multiplicadora do Programa.

Ao todo, 1.851 servidores já foram alcançados. A previsão é que os multiplicadores capacitem 822 servidores das Regionais II e IV no primeiro ciclo e 855 da Regional V no segundo ciclo, ainda no primeiro semestre do ano. Em um segundo momento, ainda está previsto para esse ano a capacitação de 996 servidores nas Regionais I e III.

Publicado em Servidor

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) passa a emitir Bilhete Único e Cartão Gratuidade para Pessoa Idosa em sua sede, de segunda a sexta-feira, de 8h às 16h30.

Para solicitar a 1ª via do Bilhete Único, que é emitido na hora, o usuário deve portar dos seguintes documentos: RG, CPF e comprovante de endereço de Fortaleza e Região Metropolitana no mínimo dos últimos seis meses.

Também podem ser solicitadas 1ª e 2ª via e a renovação do Cartão Gratuidade para Pessoa Idosa. Os documentos para 1ª Via do cartão do Idoso são: cópias e originais do RG, CPF, comprovante de endereço dos últimos seis meses do estado do Ceará. O prazo de recebimento é de dez dias úteis. Para a 2ª Via do cartão do Idoso, os documentos são: cópias e originais do RG, CPF, comprovante de endereço dos últimos seis meses do estado do Ceará e, ainda, um Boletim de Ocorrência (BO) no caso de perda ou roubo. No caso de problemas no chip ou cartão danificado, é necessário apresentar o cartão. Para a renovação do Cartão do Idoso, basta apresentar o cartão antigo, o RG e CPF originais.

O Cartão Gratuidade para Pessoa Idosa pode ser solicitado ainda na sede do Sindiônibus, no Shopping RioMar Kennedy e no shopping Aldeota.

É importante ressaltar que os outros postos de atendimento do Bilhete Único continuam funcionando normalmente nos terminais de integração: Parangaba, Siqueira, Papicu e Antônio Bezerra, na sede do Sindiônibus, nos postos de atendimento da Etufor no Shopping RioMar Kennedy e Aldeota, Praça Coração de Jesus e nos Vapt-Vupt Antônio Bezerra e Messejana.

Serviço:
Atendimento Etufor
De segunda a sexta-feira
Horário: 8h às 16h30
Local: Av. Expedicionários, 5677

Publicado em Mobilidade
teste de diabetes mostrando um enfermeiro aplicando uma agulha na mão de uma pessoa
Em Fortaleza, são atendidas aproximadamente 201 mil pessoas com hipertensão e diabetes

A Prefeitura de Fortaleza debate, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), políticas públicas de prevenção às doenças crônicas durante o seminário “Hipertensão e Diabetes”. O evento acontece nesta quarta e quinta-feira (27 e 28/11), a partir das 8h, na Unichristus, e visa capacitar cerca de 1.200 profissionais da Rede de Atenção Primária entre médicos, enfermeiros, dentistas, farmacêuticos e Agentes Comunitários de Saúde (ACS).

Em Fortaleza, são atendidas aproximadamente 201 mil pessoas com hipertensão e diabetes, segundo dados da Coordenadoria de Educação em Saúde, Ensino, Pesquisa e Programas Especiais (Coepp) da SMS. A coordenadora da Coordenadoria, Anamaria Cavalcante, ressalta a importância de adotar bons hábitos. “O diabetes, assim como a hipertensão e os níveis de colesterol alto, podem ser evitados, desde que hábitos saudáveis, como uma alimentação adequada e a prática de atividade física, sejam adotados”, destacou Anamaria.

Para o coordenador do programa Médico Família Fortaleza, Rômulo Fernandes, a participação dos profissionais no seminário vai permitir qualificar o atendimento prestado nos postos de saúde da Capital. “Por meio do seminário temos a oportunidade de capacitar o profissional qualificando o serviço ofertado nos postos de saúde, além de debater e propor novas políticas para o controle das doenças crônicas em pacientes com hipertensão e diabetes”, ressalta.

Durante o seminário serão abordados temas como: “Potencializando o papel do Agente Comunitário de Saúde no cuidado das condições crônicas”; “O papel do Nasf no cuidado das condições crônicas com foco no diabético”; “Fluxo do pé diabético e do Ceadh”; “Experiências exitosas em Diabetes e Hipertensão”; “Estratificação de Risco”; além de estudos de casos clínicos de diabetes e hipertensão, além da interação dos três níveis de atenção (primário, secundário e terciário).

O Seminário é resultado do Programa de Fortalecimento de Inclusão Social e Redes de Atenção (Proredes), desenvolvido em parceria com Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Saiba mais

Na rede municipal, os pacientes com doenças crônicas podem buscar os 113 postos de saúde, onde receberão uma classificação quanto ao seu risco e terão seu plano de cuidado definido. Dependendo do risco, esses usuários poderão ser acompanhado nos postos, Centros Especializados de Atenção ao Diabético e Hipertenso (CEADH) ou Policlínicas (João Pompeu Lopes Randal, no bairro Jangurusu e Dr. Lusmar Veras Rodrigues, no bairro Jóquei Clube).

A doença é responsável por complicações, como a doença cardiovascular, a necessidade de hemodiálise por insuficiência renal crônica e as cirurgias para amputações dos membros inferiores.

Serviço
Seminário de “Hipertenão e Diabetes”
Data: 27 e 28/11 (quarta e quinta-feira)
Horario: 8h
Local: Unichristus – Campus Parque Ecológico (Rua João Adolfo Gurgel, 133 – Cocó)

Publicado em Saúde

A partir desta quarta-feira (20/11), consumidores que moram nos 19 bairros da Regional IV vão contar com os serviços do Procon mais perto de casa. A Prefeitura de Fortaleza começa a ofertar atendimento do Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) na sede da Secretaria Regional IV, localizada no bairro Serrinha. É a terceira Regional de Fortaleza que recebe os serviços do Procon, que vão desde o atendimento e abertura de reclamação à realização de audiências de conciliação.

Segundo a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, o projeto "Procon na Regional" tem como objetivo aproximar o consumidor de seus direitos. "Além das regionais V e VI, já inauguradas com núcleos de atendimento do Procon, também estamos fisicamente nos vapt vupts de Antonio Bezerra e Messejana, além da sede do Procon, no Centro". A Diretora comemora a cobertura do Procon em mais da metade do território de Fortaleza. Ela adianta "nossa meta é chegar a todos os bairros da capital por meio das regionais", enfatiza Cláudia Santos.

A unidade do Procon na sede da Regional IV irá atender os moradores dos bairros Aeroporto, Benfica, Bom Futuro, Couto Fernandes, Damas, Demócrito Rocha, Dendê, Fátima, Itaoca, Itaperi, Jardim América, José Bonifácio, Montese, Panamericano, Parangaba, Parreão, Serrinha, Vila Pery e Vila União. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE), de 2014, a população da Regional IV está estimada em 335.550 habitantes.

Para o secretário da regional IV, Francisco Sales, a população sai ganhando com o núcleo de atendimento do Procon. "Isso representa uma economia de tempo e dinheiro, pois não será preciso se deslocar para outros bairros ou para o Centro da cidade em busca de algum serviço ou orientação sobre direito do consumidor", comentou.

Projeto "Procon na Regional"
A Regional V, no bairro Bonsucesso, foi a primeira a receber a descentralização dos serviços do Procon, em março, do ano passado. Já em agosto, desse ano, a Regional VI, em Messejana, passou a contar com o núcleo de atendimento do Procon.

Endereços do Procon
Procon Centro
Rua Major Facundo, 869 - Centro

Vapt Vupt de Antônio Bezerra
Rua Demétrio de Menezes, 3750, ao lado do Terminal de Ônibus

Vapt Vupt de Messejana
Avenida Jornalista Tomaz Coelho, 602, ao lado do Terminal de Ônibus

Regional IV
Avenida Doutor Silas Munguba, 3770, Serrinha

Regional V
Avenida Augusto dos Anjos, 2466 - Bonsucesso

Regional VI
Rua Padre Pedro Alencar, 789 - Messejana

Além do novos núcleos de atendimento, também é possível registrar reclamação ou denúncia pelo número 151, bem como no Portal da Prefeitura, que conta com a opção Procon Acessibilidade para deficientes visuais, nos celulares com o aplicativo Procon Fortaleza, além das duas unidades do Procon Móvel que circulam nos bairros da capital.

Serviço
Núcleo de atendimento do Procon na Regional IV
Data: 20/11 (quarta-feira)
Horário: 9 horas
Local: Avenida Doutor Silas Munguba, 3770, Serrinha

Publicado em Economia
interior da UPA do Cristo Redentor
O certificado confirma o grau de excelência em uma série de itens avaliados no equipamento

A Unidade de Pronto Atendimento Dr. Eduíno França Barreira - UPA do Cristo Redentor, recebe, pela segunda vez, o Certificado de Acreditação concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), principal atestado de qualidade do Brasil no setor de saúde. A entrega do título vai acontecer nesta quarta-feira (11/09) na unidade, às 9 horas, durante visita do prefeito Roberto Cláudio e da secretária municipal da Saúde, Joana Maciel.

O certificado, reconhecido em todo País e chancelado pela Sociedade Internacional para Qualidade na Saúde (ISQua), confirma o grau de excelência em uma série de itens avaliados no equipamento. O serviço passou por uma rigorosa auditoria levando em consideração a estrutura física, o quadro funcional (quantidade e qualificação de profissionais), as práticas de segurança, a capacidade de controle (informações oferecidas aos pacientes e seus acompanhantes), a qualidade de atendimento, dentre outros critérios.

A UPA do Cristo Redentor é a terceira unidade do País e a primeira do estado do Ceará a receber o título de “Acreditado Pleno” (nível 2), que dispõe de um sistema de planejamento e organização focado na gestão integrada. O nível 2 da ONA estabelece: mecanismos de controle para os processos-chave e de apoio; programa de educação continuada; grupos de melhoria de processos; e sistemática de análise crítica implantada. No prazo de até dois anos, a ONA fará uma reavaliação da Unidade com objetivo de garantir a permanência da acreditação. Durante esse período acontecerá o processo de certificação para Acreditado com Excelência (nível 3).

Atendimento

A UPA do Cristo Redentor foi inaugurada no dia 14 de fevereiro de 2014, tendo realizado, até julho deste ano, mais de 767 mil procedimentos. O atendimento aos pacientes é feito a partir do acolhimento, no qual a classificação é de acordo com a gravidade de cada caso e não por ordem de chegada, seguindo o Protocolo de Manchester.

Saiba mais

A Organização Nacional de Acreditação é uma entidade não governamental, sem fins lucrativos, com atuação em todo Brasil. Sua atividade busca promover a implantação de um processo permanente de avaliação e certificação da qualidade de serviços de saúde, estimulando o aprimoramento contínuo das instituições do setor. No ano de 2013, a organização tornou-se membro da Sociedade Internacional para Qualidade na Saúde (ISQua), o que reforça sua notoriedade dentro e fora do País.

Serviço
Entrega do Certificado de Acreditação da UPA do Cristo Redentor
Data: 11/09 (quarta-feira)
Horário: 9horas
Local: Av. Presidente Castelo Branco, s/n - Cristo Redentor

Publicado em Saúde
Página 1 de 3