Em sua nona edição, o Bloco do Carnaval Seguro do Instituto Doutor José Frota (IJF) saiu às ruas, na manhã desta sexta-feira (21/02), para promover a prevenção de traumas e acidentes durante os dias de comemoração nas ruas, praças, salões e praias. 

Formado por profissionais de saúde e colaboradores, a iniciativa é coordenada pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) do maior centro médico da Prefeitura de Fortaleza, referência no tratamento de lesões graves, intoxicações, queimaduras e complicações por ingestão ou aspiração de objetos estranhos. O evento contou também com a colaboração da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e da Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

Para alertar o folião para a responsabilidade, maturidade e prevenção, mesmo nos momentos de festa, os participantes do bloco realizaram uma blitz educativa nas ruas do entorno do Hospital e distribuíram preservativos e material educativo para a promoção da segurança na vida, no amor e no trânsito. 

O principal alerta dos avisos está relacionado aos riscos do consumo abusivo de bebidas alcoólicas, que tem estreita relação com as causas de hospitalização, como tombos por desequilíbrio, colisões e atropelamentos no trânsito, situações de conflito, assédio sexual e outras violências.

A atenção constante com as crianças também é um critério importante, principalmente para evitar ocorrências de queimaduras, engasgos e afogamentos.  A prudência dos brincantes garante a alegria de todos, que podem extravasar a felicidade sem se expor ou colocar os outros em risco. 

Acolhimentos na Emergência

Em 2019, durante os dias de Carnaval, a Emergência do IJF acolheu 1.098 pacientes, com traumas graves envolvendo, principalmente, vítimas de queda (200); motociclistas (163); intoxicações por animais peçonhentos (80), como o escorpião; efeitos de penetração de objetos estranhos por orifícios naturais (71), como ouvido, nariz e boca; agressões físicas (59) e queimaduras (47).


 

Publicado em Saúde

O Instituto Doutor José Frota (IJF), maior unidade da Rede Municipal de Saúde, realiza mais uma edição do Carnaval Seguro do IJF, bloco que sai às ruas para chamar a atenção dos foliões sobre a prudência, a paz e a prevenção durante os dias de folia. O evento conta com a colaboração da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e da Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

A programação é coordenada pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) do hospital, que é referência na assistência às vítimas de traumas graves, lesões vasculares, intoxicações, queimaduras e complicações por ingestão ou aspiração de objetos estranhos, e, durante o Carnaval, acolhe muitos pacientes vítimas de quedas, acidentes de trânsito, agressões e até picadas de animais peçonhentos, como escorpiões e cobras.

Para alertar os brincantes sobre a necessidade da atenção permanente mesmo nas horas de diversão, os funcionários do IJF e colaboradores estarão, das 07 às 11h da manhã, realizando uma blitz nos cruzamentos próximos ao hospital, distribuindo preservativos e materiais educativos para a promoção da paz, prevenção de situações de conflito, aversão ao assédio sexual, sobre os riscos do consumo abusivo de álcool e de respeito às leis de trânsito.

Serviço:
Carnaval Seguro do IJF
Dia: 21/02 (sexta-feira)
Horário: 07 às 11h
Local: Instituto Doutor José Frota (Rua Barão do Rio Branco, 1816 - Centro)

Publicado em Saúde

A Prefeitura de Fortaleza realiza, por meio do Instituto Doutor José Frota (IJF), seleção para o Programa de Estágio de Colaboração em Ortopedia e Traumatologia do maior hospital da Rede Municipal de Assistência à Saúde. A formação atende aos critérios da Associação para o Estudo e a Aplicação do Método de llizarov (ASAMI).

O programa é de natureza teórico-prática e duas vagas estão sendo disponibilizadas para médicos membros titulares da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT). O estágio terá a duração de um ano, podendo ser prorrogado por igual período e será supervisionado por médicos profissionais de elevada qualificação técnica, no Instituto Dr. José Frota (IJF).

As inscrições ocorrem entre os dias 26 e 28 de fevereiro de 2020, e a primeira etapa do processo de seleção será uma prova objetiva a ser realizada no dia 05 de março de 2020.

Clique e confira o edital completo

 

Publicado em Saúde

O Instituto Doutor José Frota (IJF) celebra, nesta terça-feira (18), às 08h30, a cerimônia de conclusão da 5ª Turma de Residência Multiprofissional em Urgência e Emergência, realizada em parceria com a Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE).

A formação teve a duração de dois anos e contou com a participação de profissionais de Enfermagem, Psicologia, Serviço Social, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia e Farmácia, que ampliaram seus conhecimentos técnicos, profissionais, científicos, pessoais e humanos durantes as horas de aula, orientações e atuação sob a supervisão dos conceituados membros do corpo clínico do maior hospital da Rede de Assistência em saúde da Prefeitura de Fortaleza.

IJF | Hospital Escola

Todos os anos, o Instituto Doutor José Frota (IJF), por meio de seleções públicas e convênios com instituições parceiras, acolhe aproximadamente três mil acadêmicos e trabalhadores de diversas áreas da saúde em programas de estágio acadêmico, internato e residência clínica, sendo uma referência também na formação de novos profissionais, que têm a oportunidade de vivenciar e absorver as experiências da atuação em um dos maiores hospitais do País e de contar com o acompanhamento e a expertise única dos renomados especialistas do maior centro de urgência e emergência do Estado.

Serviço:
Formatura da 5ª turma de Residência Multiprofissional em Urgência e Emergência IJF/ESP-CE
Dia: 18/02 (terça-feira)
Hora: 8h30
Loca: Auditório do IJF (Rua Barão do Rio Branco, 1816 - Centro)

 

Publicado em Saúde
campanhasarampo
A campanha é voltada para crianças e jovens de 5 a 19 anos de idade que nunca tomaram nenhuma dose ou tenham registrado apenas uma dose na caderneta

A Prefeitura de Fortaleza inicia, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a primeira etapa da campanha nacional contra o sarampo de forma seletiva. A imunização começa nesta segunda-feira (10/02) e prossegue até 13 de março, nas salas de vacinação dos 113 postos de saúde da Capital. A campanha é voltada para crianças e jovens de 5 a 19 anos de idade que nunca tomaram nenhuma dose ou tenha registrado apenas uma dose na caderneta.

A ação é complementar às etapas anteriores, que envolveram outras faixas etárias. A primeira fase da estratégia do Governo Federal foi lançada no dia 7 de outubro de 2019 e as crianças de seis meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias, que ainda não tinham sido imunizadas ou que estavam com o esquema de vacinação incompleto. A população de crianças foi 100% atingida na meta mensal da campanha em Fortaleza. A segunda fase envolveu a faixa etária de 20 a 29 anos, durante o mês de novembro de 2019, em que 12.630 pessoas do público-alvo foram vacinadas.

De acordo com a assessora técnica de Imunização de Fortaleza, Renata Dias, as campanhas buscam proteger a população de todas as faixas etárias e prevenir o sarampo. “Essa vacina reduz as chances de propagação do vírus. Durante essa nova fase da campanha, vamos intensificar junto ao público jovem para atualizarem a caderneta de vacinação de acordo com suas faixas etárias”, reforça.

Vacinação

O esquema vacinal contra o sarampo compreende duas doses: administração da Dose 1 (D1) da vacina tríplice viral e, com intervalo de 30 dias, a Dose 2 (D2). A vacina tríplice viral atua contra o sarampo, caxumba e rubéola, e faz parte da rotina de imunização, por isso, está disponível durante todo o ano nos postos de saúde.

É importante lembrar que todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano continuam recebendo a “dose zero”, medida preventiva inserida no Calendário Nacional de Vacinação.

Serviço:
Campanha nacional 2020 de vacinação contra o sarampo - 1ª etapa
Data: 10/02 a 13/03
Público-alvo: crianças e jovens de 5 a 19 anos de idade
Onde: 113 postos de saúde de Fortaleza
Confira os endereços dos postos: https://saude.fortaleza.ce.gov.br/postos-de-saude  

Publicado em Saúde
Foto: Liezio Gomes. Plateia de educadores e agentes da área da saúde durante a capacitação para combater às Arboviroses.
Plateia de educadores e agentes da Saúde durante capacitação (Foto: Liezio Gomes)

Na manhã desta quinta-feira (23/01), educadores, diretores, agentes e supervisores técnicos das áreas da Saúde e Educação que atuam no território da Regional II estiveram reunidos no Teatro São José para uma capacitação sobre o enfrentamento às arboviroses.

O encontro teve como objetivo apresentar o balanço dos trabalhos executados em 2019 e o plano de estratégias para 2020, com foco intensivo no combate às arboviroses em postos de saúde e escolas. A primeira capacitação para o fortalecimento das estratégias aconteceu na Regional II e seguirá pelas demais Regionais da Cidade.

O chefe do Gabinete da Regional II, João Freire Neto, agradeceu a presença dos profissionais e reforçou a importância da prevenção e do combate a essas doenças. “Vamos envolver todos os nossos profissionais em uma campanha sistemática, no sentido de unir os esforços necessários para sermos bem sucedidos”, enfatizou.

No decorrer de 2018 e 2019, o cenário epidemiológico de Fortaleza apresentou uma significativa queda no número de casos de arboviroses registrados, incluindo dengue, zika e febre chikungunya. “Os nossos esforços seguem sendo intensificados e, neste sentido, destacam-se as operações nas fronteiras dos municípios, a Operação Quintal Limpo, as ações em parceria com a Secretaria Municipal da Educação e, principalmente, as ações das equipes de combate às endemias. Toda a Cidade está mapeada para diagnosticar onde há mais infestação de mosquito e maiores casos de doença. São medidas que nos possibilitam enxergar melhor onde podemos atuar e reduzir ao máximo os riscos de infestação. Precisamos do engajamento da população para nos auxiliar neste combate”, comentou Itamar Mendes, supervisor geral do Distrito Técnico de Endemias.

Como precaução de um possível surto, será disponibilizada uma estrutura assistencial, dispondo de insumos, materiais e atendimento adequado. Para isso, 23 postos de saúde – estrategicamente espalhados entre as Regionais de Fortaleza – estarão equipados e, caso haja necessidade, serão referência no atendimento. Na Regional II, os postos de saúde preparados são: Aída Santos, Irmã Hercília e Roberto Romero. Além disso, as ações desenvolvidas pelo Núcleo de Controle de Zoonoses como vacinação antirrábica, desratização, exames de calazar e eliminação de animais peçonhentos, serão intensificadas ao longo do ano.

A reunião foi conduzida pelo Distrito Técnico de Endemias com o apoio do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (NESMS) e do Núcleo de Controle de Zoonoses, visando a integração entre a Saúde e Educação.

Publicado em Saúde

A Prefeitura de Fortaleza convoca candidatos aprovados em Seleção Pública para a área da saúde nos termos do Edital de N° 147/2019, destinada ao recrutamento de médicos para o Programa de Saúde da Família (PSF), para preenchimentos de 47 vagas. A entrega da documentação acontece no dia 28 de janeiro, das 09:00 às 11:00, conforme o Edital de Convocação, que segue a ordem de classificação.

Os candidatos convocados deverão apresentar-se para a entrega de documentos e lotação provisória nas datas e horários estabelecidos, não podendo se ausentar até o término do seu atendimento, sob pena de abdicarem de sua ordem de chamada para lotação preliminar.

Estão sendo convocados médicos para o Programa Saúde da Família (PSF), com carga horária de 40 horas, que possuem Graduação em Medicina, com Registro profissional no Conselho Regional de Medicina do Ceará.

Confira o edital:

Edital de Convocação nº 0007/2020, oriundo da Seleção Pública Edital Regulador nº 147/2019 (nível superior)

Publicado em Saúde

A Prefeitura de Fortaleza apresenta, nesta terça-feira (21/01), às 14 horas, no Paço Municipal, durante coletiva de imprensa o Plano Municipal de Enfrentamento às Arboviroses para o ano de 2020.

A estratégia busca garantir a execução das ações definidas pelos membros do Comitê Intersetorial de Enfrentamento às Arboviroses, que elaborou o plano de contingência estipulado para este ano e que será apresentado aos profissionais de imprensa.

De acordo com as previsões do Ministério da Saúde, existe a possibilidade de surto de dengue, a partir do mês de março, nos estados do Nordeste, assim como Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Serviço:
Coletiva de Imprensa sobre Plano Municipal de Enfrentamento às Arboviroses 2020
Data: 21/01 (terça-feira)
Horário: 14 horas
Local: Auditório do Paço Municipal (Rua São José, 01 – Centro)

 

Publicado em Saúde

A Prefeitura de Fortaleza convoca candidatos aprovados em Seleção Pública para a área da saúde nos termos dos Editais de Nº 76, 77, 78 e 79/2019, direcionados para as categorias de níveis técnico, médio e superior para preenchimentos de 239 vagas. A entrega da documentação acontece nos dias 02, 03 e 06 de janeiro, conforme Editais de Convocação, que segue a ordem de classificação.

A recusa do candidato à contratação ou a sua ausência ao local, nas datas e horários determinados, implicará na sumária perca do direito à contratação, possibilitando que a SMS realize a convocação de outros aprovados observando a ordem de classificação.

Estão sendo convocados técnicos de enfermagem, motorista socorrista, auxiliar de farmácia, técnico de laboratório, técnico de radiologia, massoterapeuta, assistente social, bioquímico, enfermeiro, educador físico, nutricionista, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, psicólogo, farmacêutico e médico clínico geral.

Confira os editais

Edital de Convocação nº 076/2019, oriundo da Seleção Pública Edital Regulador nº 25/2018 (nível médio e técnico)

Edital de Convocação nº 077/2019, oriundo da Seleção Pública Edital Regulador nº 26/2018 (nível superior)

Edital de Convocação nº 078/2019 para NASF, oriundo da Seleção Pública Edital Regulador nº 26/2018 (nível superior)

Edital de Convocação nº 079/2019 oriundo da Seleção Pública Edital Regulador nº 27/2018 (nível superior médicos)

Publicado em Saúde
ciclista passando por ciclovia
O estímulo ao uso da bicicleta como meio de transporte sustentável e saudável faz parte da estratégia

Fortaleza passa a integrar, em 2020, uma rede de cooperação internacional de 70 cidades de países em desenvolvimento com objetivo de combater o crescimento de mortes causadas por doenças não transmissíveis (DNTs) e ferimentos no trânsito. Por meio dessa parceria, as cidades se comprometem com uma das 14 intervenções que abordam os fatores de risco que causam DNT e lesões, como a implementação de leis contra o fumo que protegem os moradores do fumo passivo, restringindo a publicidade de bebidas açucaradas e fast food ou criando rotas seguras de ciclismo urbano. Esta segunda fase da iniciativa é financiada pela fundação norte-americana Bloomberg Philanthropies com apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Vital Strategies.

De acordo com a OMS, as DNTs e lesões são responsáveis por oito em cada dez mortes em todo o mundo. O custo adicional por pessoa para implementar as principais políticas de DNT em cidades de baixa e média renda entre agora e 2030 é de cerca de R$ 5, enquanto os acidentes de trânsito já custam à maioria dos países 3% do seu produto interno bruto. "Este é mais um passo em direção a uma Fortaleza mais saudável e queremos avançar ainda mais para consolidar um desenho urbano que incentive a prática de atividades físicas combinada com a segurança viária e prevenir assim uma série de doenças e lesões causadas por acidentes de trânsito. Temos convicção de que essa rede de cidades, agora ainda maior, irá fortalecer o processo de transformação em uma escala global", afirmou o prefeito Roberto Cláudio.

Nos últimos 18 meses, Fortaleza recebeu apoio técnico durante a primeira etapa do Parceria por Cidades Saudáveis para o desenvolvimento de sistemas como o Bicicletar Corporativo, redesenho de interseções perigosas para ciclistas e estímulo ao uso da bicicleta como meio de transporte sustentável e saudável. A Parceria reconhece o papel crítico que as cidades desempenham na implementação eficaz de intervenções baseadas em evidências para prevenir DNTs e lesões. Ao longo da primeira etapa, as cidades parceiras fizeram importantes avanços na construção de ambientes mais saudáveis e seguros.

Entre as principais enfermidades estão as de origem cardiovascular, câncer, diabetes, doenças respiratórias crônicas e lesões causadas por acidentes de trânsito, que são responsáveis por cerca de 44 milhões de mortes em todo o globo. No Brasil, 87% das mortes são causadas por doenças não transmissíveis. Em Fortaleza, segundo a Secretaria Municipal da Saúde, os AVCs, infartos e casos de diabetes figuram no segundo, quarto e sétimo lugares no ranking das principais causas de morte na Cidade.

“Fortaleza está parabéns. O caminho para um mundo mais saudável percorre as cidades. Atualmente, a maior parte do mundo vive em áreas urbanas e as cidades podem implementar rapidamente políticas significativas”, disse a Dra. Kelly Henning, que lidera o programa de saúde pública da Bloomberg Philanthropies. “A Parceria para Cidades Saudáveis une prefeitos comprometidos com a ação. Com a expansão da Parceria para 70 cidades, coletivamente, estamos impedindo milhões de mortes desnecessárias de DNTs e feridos e protegendo a saúde das gerações vindouras".

Em Fortaleza, entre 2014 e 2018, o número de mortes no trânsito por 100 mil habitantes caiu 40%, com quatro quedas consecutivas a cada ano, graças a melhorias na coleta e análise de dados, redesenho urbano, fiscalização e comunicação. Nesse período, a estimativa é de que 423 vidas foram salvas graças às intervenções em mobilidade urbana sustentável e segura além de um comportamento cada vez mais responsável de condutores, ciclistas e pedestres. Mesmo assim, no ano passado 226 pessoas perderam a vida em Fortaleza em acidentes de trânsito que poderiam ter sido evitados – e outras 11.150 ficaram feridas, parte com sequelas irreversíveis. A última edição do Relatório Anual de Segurança Viária de Fortaleza (2018) mostra também que uma pessoa morre a cada 65 colisões. Segundo a OMS, os acidentes de trânsito são a principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos em todo o mundo.

placa de estacionamento de bicicleta
A intenção é instalar 2.000 suportes para bicicletas até o final do ano que vem

Prefeitura anuncia manual para implantação de Paraciclos

Para incentivar cada vez mais a melhoria das facilidades e infraestrutura para o uso da bicicleta, a Prefeitura de Fortaleza anuncia um guia para orientar a instalação de paraciclos, onde é possível “estacionar” as bikes com segurança. O documento está disponível para download em PDF neste link. Ao longo de 2019 a Prefeitura de Fortaleza instalou 150 paraciclos, que representam 300 vagas para “estacionamento” bicicletas nos bairros Praia de Iracema, Centro, Joaquim Távora, Aldeota, Cidade dos Funcionários e etc. A intenção é instalar 2.000 suportes para bicicletas até o final do ano que vem.

Sobre a Parceria por Cidade Saudáveis

A Parceria para Cidades Saudáveis é uma prestigiada rede global de cidades comprometidas em salvar vidas, prevenindo doenças não transmissíveis (DNTs) e lesões. Apoiada pela Bloomberg Philanthropies em parceria com a OMS, bem como pela Vital Strategies, essa iniciativa permite que cidades em todo o mundo ofereçam uma política de alto impacto ou intervenções programáticas para reduzir os fatores de risco para DNTs em suas comunidades.

Para mais informações, visite o site da rede (em inglês).


Publicado em Saúde
Página 1 de 16