grupo de pessoas de máscara olha uma planta de construção
As intervenções foram visitadas pelo prefeito José Sarto na manhã deste sábado (20/02) (Fotos: Thiago Gaspar)

A Prefeitura de Fortaleza destinará 62 leitos do Frotinha de Messejana para atendimento de casos de Covid-19 a partir do início de março. A unidade hospitalar, que já conta com 50 leitos de enfermaria prontos, receberá outros 12 de média complexidade com capacidade para o uso de respiradores, somando 62 leitos exclusivos para pacientes com novo coronavírus. As intervenções foram visitadas pelo prefeito José Sarto na manhã deste sábado (20/02).

A iniciativa é parte do esforço do Município em ampliar a capacidade da rede assistencial, diante do aumento de casos confirmados de Covid-19. Com a entrega dos novos leitos, os pacientes encaminhados pelo sistema de regulação da rede municipal de saúde poderão receber assistência pela nova estrutura, assim como os 58 profissionais da saúde que trabalham no local terão novas salas de apoio para rouparia, guarda de materiais esterilizados e paramentação e desparamentação.

“Nesse momento de aumento de casos e no qual há necessidade de expansão, iremos utilizar 50 leitos já entregues. Os outros 12 leitos da emergência serão antecipados para chegar a 62 leitos e utilizá-los para os pacientes com demanda de internação em enfermaria”, explicou a secretária de Saúde, Ana Estela Leite.

Esses pacientes contarão com equipes de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, nutrição, limpeza e toda a rede de apoio completa e necessária para o funcionamento da unidade. Atualmente, os atendimentos para trauma no local estão suspensos. O hospital também não atenderá a portas abertas.

De acordo com José Sarto, as obras do Frotinha de Messejana fazem parte da estratégia de expansão de leitos para Covid-19 realizada em toda a Capital, que já inclui 170 novas vagas nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), das quais 30 serão entregues até a próxima segunda-feira (22/02); 82 novos leitos no Hospital da Mulher; 40 de UTI no Instituto Dr. José Frota (IJF), bem como nos hospitais de contratualização como o Fernandes Távora e o Sopai.

grupo de pessoas com máscara anda em um corredor de hospital
As obras do Frotinha de Messejana fazem parte da estratégia de expansão de leitos para Covid-19 realizada em toda a Capital

Isso tudo corresponde ao esforço do Governo do Estado, que vai ampliar leitos de UTI no Hospital Leonardo da Vinci, Hospital Geral de Fortaleza e Hospital de Messejana. Tivemos um aumento inesperado dos casos e internação por Covid, além do agravamento de pacientes que precisam de tratamento de enfermaria ou na UTI”, justificou.

Medidas restritivas

A principal recomendação, segundo o prefeito, é permanecer em casa e sair somente quando for necessário. “A vacina está chegando, não na velocidade que queríamos, pois dependemos da liberação do Ministério da Saúde. Estamos ampliando os leitos, trabalhando dia e noite, mas isso leva um tempo que o vírus não respeita”, enfatizou.

Além disso, Sarto destacou as medidas vigentes em decreto estadual e municipal, restringindo a circulação de pessoas também no intuito de preservar vidas e evitar a saturação da rede hospitalar. “O decreto, no sentido de estabelecer o toque de recolher e outras medidas mais restritivas, vem para evitar aglomerações, diminuir a circulação de pessoas e, consequentemente, do vírus, nesse período”, completou.

Publicado em Saúde
Pedestre na Praça do Lago Jacarey
A principal intenção é destacar a importância do espaço público para a convivência das pessoas por meio de melhorias de infraestrutura urbanística, paisagística e de segurança de trânsito

O projeto de requalificação da Praça do Lago Jacarey e do seu entorno será apresentado em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (17/10), às 14h, no Paço Municipal. A iniciativa, coordenada pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), e pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), está inserida em uma das áreas com maior potencial de adensamento residencial, comercial e de serviços entre os bairros Cambeba e Cidade dos Funcionários (Regional VI).

O projeto também faz parte do pacote de atividades do Programa Mais Ação da Prefeitura de Fortaleza e do Programa de Apoio à Circulação de Pedestres, desenvolvido em parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global.

A principal intenção é destacar a importância do espaço público para a convivência das pessoas por meio de melhorias de infraestrutura urbanística, paisagística e de segurança de trânsito. As novas intervenções, com foco em ações para pedestres e deslocamento não motorizado, visam melhorar a segurança viária naquela região, que é bastante demandada para a convivência, prática de exercícios, passeio, turismo gastronômico e comércios diversos.

Serviço
Coletiva de imprensa sobre a requalificação da Praça do Lago Jacarey
Data: 17/10 (quinta-feira)
Horário: 14h
Local: Auditório do Paço Municipal (Rua São José, 01 - Centro)

Publicado em Mobilidade
As obras irão beneficiar 21 vias da comunidade Che Guevara

O prefeito Roberto Cláudio lança, nesta sexta-feira (02/08), às 9h, na Cajazeiras, o primeiro lote de obras de drenagem do Programa Mais Ação. Com investimento de R$ 17 milhões, as obras preveem serviços de urbanização, infraestrutura e drenagem na comunidade Jardim Glória (antigo Che Guevara), com a construção de sistemas de drenagem, nova pavimentação, calçadas e rede de saneamento básico em locais onde há ausência de esgotamento sanitário.

As obras irão beneficiar 21 vias da comunidade e serão executadas pela Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) com início das intervenções ainda neste mês de agosto, oferecendo mais infraestrutura e serviços básicos necessários ao desenvolvimento da população.

Programa Mais Ação

O Mais Ação é o maior programa de investimentos na história da cidade de Fortaleza. Com um valor global de recursos a serem investidos na ordem de R$ 1,5 bilhão, as ações da Prefeitura vão garantir, dentre as iniciativas previstas, a reforma e a construção de unidades de saúde, a requalificação de espaços públicos, a edificação de Centros de Educação Infantil e Escolas de Tempo Integral, a urbanização de lagoas, a drenagem e a pavimentação de vias, além da ampliação do projeto Areninhas, implantação de binários, ciclofaixas e de melhorias voltadas ao transporte público municipal. A meta do programa é atender, no biênio 2019-2020, todas as Regionais da Capital.

Serviço
Lançamento do primeiro lote de obras do Programa Mais Ação
Data: 02/08 (sexta-feira)
Horário: 9h
Local: Rua Estudante Ana Kelly com rua Barbosa de Alencar, no bairro Cajazeiras - Comunidade Jardim Glória (antigo Che Guevara)

Publicado em Infraestrutura
operários numa obra
A Av. Alberto Craveiro passará a contar com um novo sistema de drenagem, próximo ao Makro, ponto crítico de alagamento durante o período chuvoso

Para dar continuidade às obras do viaduto da Av. Alberto Craveiro, no Castelão, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) informa que, na manhã da próxima segunda-feira (05/08), haverá a interdição de pista na Av. Alberto Craveiro, no sentido Aldeota-Castelão, entre a alça do viaduto da CE 401 (Av. Senador Carlos Jereissati) e a R. Pedro Dantas. A medida é necessária para viabilizar o início das obras de drenagem na via, que terá a duração de 30 dias.

Em virtude das obras, a AMC orienta que os condutores que trafegam na Av. Senador Carlos Jereissati em direção ao Castelão, no sentido Oeste-Sul, deverão dobrar à direita na R. Neném Gonçalves, à esquerda na R. Pedro Dantas e à direita na Av. Alberto Craveiro. Já para quem vem da Av. Raul Barbosa em direção ao Castelão deve seguir no contrafluxo da Av. Alberto Craveiro, entre a alça do viaduto e a R. Pedro Dantas. É importante ressaltar que a pista da Alberto Craveiro, no sentido Castelão-Aldeota, funcionará como mão dupla contemplando os dois sentidos.

Confira o mapa da interdição

A Secretaria Regional VI informa que agentes da Célula de Participação Social realizam um trabalho de mobilização nas casas dos moradores do bairro para orientar sobre as intervenções na área. Na oportunidade são entregues panfletos com sugestões de rotas alternativas.

Sobre a obra

A Av. Alberto Craveiro passará a contar com um novo sistema de drenagem, próximo ao Makro, ponto crítico de alagamento durante o período chuvoso. A construção da nova galeria de drenagem e a elevação da pista irão facilitar no escoamento da água em direção ao Riacho Martinho. A principal via de acesso à Arena Castelão também passará por obras de requalificação com a construção de calçadas, ciclovia e pavimentação asfáltica.

Publicado em Infraestrutura
Três agentes de trânsito sinalizando para carros
A orientação para quem segue na Rua Frederico Borges é dobrar à esquerda na Rua Ana Bilhar, à direita na Av. Virgílio Távora e à direita na Av. Antônio Justa

A Prefeitura de Fortaleza informa, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), que realizará a interdição da Rua Frederico Borges, no bairro Varjota, a partir desta quinta-feira (01/08), no trecho compreendido entre a rua Ana Bilhar e a Av. Antônio Justa. O bloqueio será necessário para a continuação das obras do Polo Gastronômico da Varjota, que teve início com a construção de uma galeria de drenagem nas ruas Castro Monte e Tavares Coutinho, e que seguem agora com os serviços de urbanização da Rua Frederico Borges.

Confira o mapa de desvio

As intervenções contemplam toda a revitalização da via com a substituição da pavimentação asfáltica por piso em blocos de concreto, construção de novas calçadas, ciclofaixas e passagens elevadas para pedestres.

Os serviços, especificamente neste trecho, terão duração de 40 dias e contarão com o suporte operacional dos agentes da AMC. A orientação para quem segue na Rua Frederico Borges é dobrar à esquerda na Rua Ana Bilhar, à direita na Av. Virgílio Távora e à direita na Av. Antônio Justa.

Durante esta semana, a equipe de articulação da Secretaria Regional II estará na região informando sobre o início das obras, dando suporte com orientações e auxiliando os moradores e comerciantes quanto ao bloqueio que será estabelecido temporariamente no local.

Sobre a obra

O projeto do Polo Gastronômico da Varjota prevê a urbanização de 1,5 km das ruas Ana Bilhar e Frederico Borges, oferecendo novas vias com calçadas padronizadas e mobiliários urbanos em todo o quadrilátero da Varjota, melhorando o acesso aos mais de 110 estabelecimentos da região e fortalecendo o turismo local.

A região passará a contar, ainda, com intervenções urbanísticas como a instalação de parklets, paraciclos, jardineiras, arborização e nova iluminação. Orçadas em R$ 13 milhões, as obras têm conclusão prevista para abril de 2020.

Publicado em Infraestrutura
Trecho de avenida à beira mar e morro gramado ao lado
A interdição acontece a partir desta segunda-feira (29/07) na pista sul (sentido Centro/Porto do Mucuripe)

Para dar continuidade às obras de requalificação viária na Av. Vicente de Castro, a Prefeitura de Fortaleza realizará, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), um bloqueio parcial no trecho compreendido entre a Av. Beira Mar e a Rua Benedito Macêdo. A interdição acontece a partir desta segunda-feira (29/07) na pista sul (sentido Centro/Porto do Mucuripe). Em virtude do bloqueio, os motoristas devem circular na pista contrária (sentido Porto do Mucuripe/Centro), que passará a operar como mão dupla. Não haverá desvio e os agentes darão suporte operacional à intervenção.

A medida é necessária para o início das obras de drenagem e substituição do pavimento asfáltico pelo piso intertravado, seguindo o mesmo padrão de requalificação da Av. Beira Mar.

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), responsável pela obra, a escolha do novo pavimento visa facilitar o escoamento da água, melhorar a sensação térmica da via, além de garantir mais acessibilidade com a instalação de piso tátil, rampas e passagens elevadas para pedestre. A avenida também passará a contar com sistema de drenagem, novas calçadas, paisagismo e ciclovia. A intervenção terá duração de cerca de 60 dias.

Outras vias dos Corredores Turísticos

Em paralelo à obra da Av. Vicente de Castro, mais duas vias pertencentes aos Corredores Turísticos também estão recebendo obras de requalificação de passeios, com calçadas padronizadas, piso intertravado, acessibilidade, paisagismo e ciclofaixas, como é o caso das ruas Adolfo Caminha, na Praia de Iracema, e João Moreira, no Centro.

Com duração de aproximadamente oito meses, as obras estão orçadas em R$ 9,8 milhões e têm como objetivo fazer a ligação entre os principais corredores comerciais e turísticos da Cidade, priorizando o pedestre.

Publicado em Infraestrutura
várias pessoas num palco
A solenidade aconteceu no Centro de Cidadania e Direitos Humanos do Pici, onde funcionará o novo Cuca

O prefeito Roberto Cláudio assinou, nesta terça-feira (27/11), a ordem de serviço para a construção do Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca), no Pici. O novo equipamento será construído onde hoje funciona o Centro de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH) e o Posto de Saúde César Cals de Oliveira. As obras, orçadas em R$ 26,3 milhões e com previsão de duração de 18 meses, iniciam-se em dezembro e preveem a substituição das edificações existentes na área, exceto as piscinas, que serão mantidas e passarão por reformas.

O novo Cuca Pici irá oferecer aos moradores da região mais de 7 mil metros quadrados de área destinada a atividades esportivas, educacionais, culturais, artísticas e de entretenimento. Conforme ressaltou o Prefeito, a assinatura da ordem de serviço reuniu os titulares de diversas pastas como Educação, Esportes, Saúde, Juventude, Regional e Governo, o que evidencia a importância do comprometimento da gestão no sentido de mudar a realidade dos jovens da Cidade, prevenindo a violência e dando-lhes condições para um grande futuro. “Nós assumimos o compromisso de ter um Cuca em cada regional. Aqui no Pici, teremos a oportunidade de descobrir e desenvolver o talento de cada jovem, seja na área cultural no esporte ou profissionalmente. O mais importante é que ele estará protegido nesse espaço e, certamente, criará relações sociais positivas e será preparado para exercer um futuro de cidadania”, afirmou Roberto Cláudio.

De acordo com o titular da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, Júlio Brizzi, em 2014 no lançamento da Rede Cuca, existiam cerca de 33 mil vagas em cursos de formação, e atualmente, já são mais de 61 mil. Para ele, este é um momento histórico para Fortaleza, no qual se concretiza uma série de benefícios para toda a população da Regional III. “O Cuca do Pici, além de restaurar a estrutura do Centro Social Urbano César Cals, que já formou milhares de pessoas, terá como diferencial um coworking popular para trabalhar a parte de inovação e tecnologia e empreendedorismo com jovens, uma parte específica para artes marciais, além da areninha já em pleno funcionamento, que irá compor o plano do equipamento", disse o Coordenador.

Estrutura

O projeto prevê a construção de diversos espaços e equipamentos de esporte e lazer, como: quadra poliesportiva coberta com arquibancadas, vestiários feminino e masculino; piscina semiolímpica coberta, teatro e anfiteatro, skatepark; salas de formação artística e educacional; cineclube com 68 lugares; salas de produção de audiovisual; salas administrativas; cantina, banheiros, copas, bicicletário, estação do Bicicletar; ambulatório e salas para coworking, aulas e reuniões. O entorno também passará por melhorias urbanística como nova iluminação, calçadas, paisagismos, bancos e lixeiras.

A Areninha e a praça existentes ao lado de onde funcionará o novo equipamento, serão integradas às atividades do novo CUCA. O próximo Cuca será no bairro José Walter. As obras devem ter início ainda no primeiro semestre de 2019.

Novo posto de saúde

Uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS) está sendo construída no bairro Pici, próximo ao prédio do CCDH, onde atualmente funciona o Posto de Saúde César Cals de Oliveira. As obras do novo equipamento de saúde já estão 20% de execução e devem ser entregues até julho de 2019, quando o prédio do antigo posto deixará de funcionar.

O projeto da nova unidade de saúde contempla 728m² de área construída com consultórios médicos e odontológicos, além de farmácia, área de imunização, sala de coleta de exames laboratoriais, raio-x odontológico e recepção.

Publicado em Juventude
Fachada do Cuca Jangurussu
O novo Cuca Pici irá oferecer aos moradores da região mais de 7 mil metros quadrados de área destina a atividades esportivas, educacionais, culturais, artísticas e de entretenimento

O prefeito Roberto Cláudio e o Governador do Estado do Ceará em Exercício, Zezinho Albuquerque, assinam, nesta terça-feira (27/11), a ordem de serviço para a construção do Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cuca), no Pici. A solenidade terá início às 18 horas, no Centro de Cidadania e Direitos Humanos do Bairro e contará com a presença da titular da Secretaria da Infraestrutura (Seinf), Manuela Nogueira.

O novo Cuca Pici irá oferecer aos moradores da região mais de 7 mil metros quadrados de área destina a atividades esportivas, educacionais, culturais, artísticas e de entretenimento. O novo equipamento será construído onde hoje funciona o Centro de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH) e o Posto de Saúde César Cals de Oliveira. O projeto prevê a substituição das edificações existentes na área, exceto as piscinas existentes, que serão mantidas e passarão por reformas.

As obras, que devem ter início no próximo mês de dezembro, devem durar cerca de 18 meses. Orçado em R$ 26,3 milhões, o projeto prevê a construção de diversos espaços e equipamentos de esporte e lazer, como: quadra poliesportiva coberta com arquibancadas, vestiários feminino e masculino; piscina semiolímpica coberta, teatro e anfiteatro, skatepark; salas de formação artística e educacional; cineclube com 68 lugares; salas de produção de áudio visual; salas administrativas; cantina, banheiros, copas, bicicletário, estação do Bicicletar; ambulatório e salas para coworking, aulas e reuniões. O entorno também passará por melhorias urbanística como nova iluminação, calçadas, paisagismos, bancos e lixeiras.

A Areninha e a praça existentes ao lado de onde funcionará o novo equipamento, serão integradas às atividades do novo Cuca.

Segundo a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), o próximo Cuca será no bairro José Walter. As obras devem ter início ainda no primeiro semestre de 2019.

Novo posto de saúde

Uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS) está sendo construída no bairro Pici, próximo ao prédio do CCDH, onde atualmente funciona o Posto de Saúde César Cals de Oliveira. As obras do novo equipamento de saúde já estão 20% de execução e devem ser entregues até julho de 2019, quando o prédio do antigo posto deixará de funcionar.

O projeto da nova unidade de saúde contempla 728m² de área construída com consultórios médicos e odontológicos, além de farmácia, área de imunização, sala de coleta de exames laboratoriais, raio-x odontológico e recepção.

Cucas

A Rede Cuca, que é uma rede de proteção social e oportunidades, composta por três Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), é mantida pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ). Entre 2014 e 2018 já foram registramos mais de 1 milhão de atendimentos.

Os Cucas Barra, Mondubim e Jangurussu atendem, prioritariamente, jovens de 15 a 29 anos, oferecendo cursos, práticas esportivas, difusão cultural, formações e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e garantia de direitos humanos.

Além disso, a Rede Cuca também visa trazer para a periferia de Fortaleza possibilidades e oportunidades culturais por meio da realização de eventos como festivais, mostras, exposições e programação permanente de shows, espetáculos e cinema.

A demanda para construção do Cuca no bairro Pici é oriunda da necessidade de oferecer aos jovens das comunidades do entorno alternativas culturais e a possibilidade de integração através do esporte.

Serviço
Assinatura da Ordem de Serviço para construção do Cuca do Pici
Data: terça-feira (27/11)
Horário: 18h
Local: Centro de Cidadania e Direitos Humanos do Pici (CCDH) - R Coronel Matos Dourado, 1499 - Pici

 

Publicado em Juventude

prefeito roberto cláudio discursa em um palco
O prefeito Roberto Cláudio iniciou a apresentação de políticas inovadoras anunciando um orçamento de R$ 1,5 bilhão
Na tarde desta quinta-feira (22/11), o prefeito Roberto Cláudio deu continuidade à terceira reunião de Secretariado 2018 da Prefeitura Municipal de Fortaleza. O evento aconteceu no Teatro São José, com o objetivo de trocar informações essenciais sobre os trabalhos em andamento e projetos das pastas municipais, além de cobrar prazos e integrar as equipes. Durante o segundo turno, foram apresentadas as iniciativas inovadoras em andamento ou com início para 2019.

Num primeiro momento houve um debate ministrado pelo economista e coordenador do Curso de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FVG-SP), professor Nelson Marconi. Ele falou sobre as perspectivas e os possíveis impactos para os gestores municipais com a mudança de governo presidencial a partir de 2019, incluindo questões como segurança, saúde e economia, além da reforma tributária. Na ocasião, secretários e coordenadores municipais presentes tiraram dúvidas sobre os possíveis futuros quadros políticos apresentados por Marconi.

Ao finalizar a apresentação, o professor elogiou a gestão do município de Fortaleza. "Quanto mais a gente puder mostrar que a experiência aqui é boa, melhor. Como uma pessoa de fora, fico orgulhoso de ver que uma gestão municipal pode ser feita com qualidade", disse.

Políticas inovadoras

O prefeito Roberto Cláudio iniciou a apresentação de políticas inovadoras anunciando um orçamento de R$ 1,5 bilhão, para serem aplicados e gerenciados em projetos das pastas municipais até 2020. Um dos destaques foi programa de primeira infância apresentado pela primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra, Família Acolhedora. Família Acolhedora

O projeto tem o objetivo de acolher crianças em situação de vulnerabilidade, que foram abandonadas ou sofreram problemas como negligência ou violência na família de origem. Temporariamente, elas devem viver com uma das famílias cadastradas no programa, que receberá um benefício de R$1 mil para ser usado com a criança, além de participar de um curso preparatório e ter o acompanhamento

Segundo Carol, projeto deve começar dentro do prazo de um mês e já conta com o apoio do Ministério Público e do poder Judiciário. Para ela, a principal diferença é que a criança, ao viver provisoriamente com uma família voluntária e não em uma instituição, elas se sentem mais seguras e acolhidas. "O programa também visa preservar o vínculo com a família de origem, e o testemunho da família acolhedora será essencial para que a criança retorne ao lar. É uma nova oportunidade de vida.", disse.

Meio ambiente

A titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), Águeda Muniz, apresentou o projeto Fortaleza Cidade Sustentável. Orçado em aproximadamente R$ 146 milhões, tem como foco consolidar a política ambiental de Fortaleza, a partir de aspectos como o planejamento do uso do solo e a reabilitação dos espaços públicos. Duas áreas serão contempladas: a Bacia da Vertente Marítima e o Parque Rachel de Queiroz, impactando, diretamente, 319.774 pessoas.

A Bacia da Vertente Marítima abrange a despoluição da orla de Fortaleza, obras de saneamento, bem como o desenvolvimento econômico e possibilidade de atividades turísticas. Já o Parque Rachel de Queiroz envolve uma área de 200 hectares em 14 bairros, e envolve, principalmente, recuperação do ambiente social urbano e ambiental, áreas verdes, esgotamento sanitário e gestão de resíduos.

Para Águeda, o maior legado desse projeto são as profundas transformações urbanísticas, ambientais e sociais. “Vamos desenvolver uma governança que fortalece a gestão e, ao mesmo tempo, reduz custos, promove melhorias no desenvolvimento urbano e a geração de empregos”, disse. Outros projetos citados foram o Complexo Urbanístico do Horto, a Lagoa e o Zoológico do Passaré, a urbanização da Barra do Ceará e a ampliação dos Ecopontos.

Infraestrutura

Com o intuito de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico nas regiões mais vulneráveis e que ainda não dispõem de estruturas como saneamento, mobilidade urbana e educação, a titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), Manuela Nogueira, apresentou o projeto Proinfra. Serão 229 vias drenadas e pavimentadas em 30 bairros, além da reforma e construção de 29 Escolas de Tempo Integral, 88 Centros de Educação Infantil e 26 areninhas.

“Este é um investimento de profundo impacto social, já que trataremos de comunidades carentes, com os mais baixos níveis de IDH”, disse Manuela. Dentre as intervenções também estão, além de obras de drenagem e urbanização, a criação de núcleos de formação esportiva e a implantação de corredores de ônibus, por exemplo.

Desenvolvimento econômico

O projeto Bairro Empreendedor foi descrito pelo titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mosiah Torgan. A iniciativa pretende fomentar desenvolvimento local dos bairros de Fortaleza, tornando dinâmicas as vantagens competitivas do território. Serão 20 bairros contemplados a partir de critérios como potencial econômico tamanho da população e a relação desta com o número de empresas, além do desenvolvimento humano do bairro e a vulnerabilidade social

O projeto deverá ser integrado, ainda, com os gestores das Zonas Especiais de Interesse Social. Bairros como Bom Jardim e Serviluz serão beneficiados, e o investimento é da ordem de cerca de R$ 107 milhões. Foram levantados dados sobre o número de comércios presentes e um diagnóstico econômico que indica os interesses e as lideranças econômicas locais. Para 2019, serão implantados equipamentos e infraestruturas como a Rua do Comércio, um Centro de Referência do Empreendedor, uma unidade avançada do Sine municipal, espaços coworking, serviços de desburocratização, dentre outros.

Políticas de juventude

O titular da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, Júlio Brizzi, falou sobre o acordo de cooperação assinado em maio com o Fryshuset, organização política pública voltada para juventude em Estocolmo, na Suécia. Fortaleza foi escolhida para ser a cidade sede na américa latina do programa Peace Leaders, que no Brasil se tornam os Jovens Mediadores da Paz.

Com inspiração nas experiências suecas, os jovens aprenderão ferramentas para prevenir a violência e construir a paz em seu contexto. A iniciativa é uma resposta à Resolução 2250 do Conselho de Segurança da ONU sobre Juventude, Paz e Segurança.

Habitação

Dentre as inovações previstas pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), estão os projetos de habitação para servidores públicos. Atualmente, são 656 unidades em análise ou com obras em instalação. Além disso, Fabiano Magalhães, secretário da pasta, também destacou o aguardo da liberação de 610 unidades do Cartão Reforma, que deve beneficiar 5 comunidades do Minha Casa, Minha Vida. Ao todo, as novas contratações do programa em Fortaleza conta com 5.152 unidades, cujos projetos estão em avaliação pela Caixa Econômica Federal e pelo Ministério das Cidades.

Mobilidade e conservação

O secretário de Conservação e Serviços Públicos, João Pupo, expôs como novidades da pasta projeto de combate ao assédio contra mulheres no transporte público; a expansão do sistema Vamo de carros compartilhados, porém com veículos 100% movidos a biometano oriundo de resíduos sólidos, ambos com prazos para o primeiro semestre de 2019.

Também foi citado o Ecotaxi, táxis também movidos a biometano e com preços mais acessíveis. “O sistema deve ser integrado ao sistema de transporte público a partir de um aplicativo acessível, e iremos realizar a identificação biométrica dos condutores, explicou o secretário. Ainda em relação a transporte, outro destaque da apresentação foi a linha interbairros, cujo projeto piloto atualmente liga o centro do bairro José Walter à Cidade Jardim. A ideia é realizar percursos curtos que funcionam com tarifas reduzidas e complementação tarifária.

Arborização das ciclofaixas e projetos como o Ruas Abertas e o Cidade da gente também fazem parte das políticas inovadoras da SCSP.

Protagonismo cidadão

O titular da Coordenadoria Especial de Articulação das Secretarias Regionais, Renato Lima, falou sobre o programa de voluntariado Rede do Bem. Com o intuito de conectar pessoas que buscam trabalhar com protagonismo cidadão, o projeto engloba a promoção de ações de voluntariado em universidades, igrejas, shoppings instituições, além da capacitação e gestão de projetos.

A Prefeitura também entra no programa com a customização de uma plataforma digital para o acesso de futuros voluntários, bem como o acompanhamento das regionais em relação aos indicadores de sucesso. “A nossa intenção é, de janeiro a dezembro de 2019, engajar a cidade. Com o envolvimento de cerca de 250 organizações, nossa meta é engajar 50 mil pessoas em Fortaleza. O investimento é de aproximadamente 580 mil reais”, disse Renato, ressaltando que as organizações possuem um papel de extrema relevância para o desenvolvimento social.

Publicado em Fortaleza

vista panorâmica do morro de santa terezinha, mostrando a escadaria em primeiro plano
A nova etapa de requalificação prevê um elevador sobre trilhos, que será construído ao lado da escadaria principal, para facilitar o acesso ao morro de pessoas com dificuldade de locomoção
O prefeito Roberto Cláudio assina, nesta quinta-feira (01/11), às 17h, a ordem de serviço para a segunda etapa das obras de requalificação do Morro de Santa Terezinha, no Vicente Pinzón (Regional II). As intervenções, que iniciam em novembro deste ano, têm conclusão prevista para o segundo semestre de 2019 e fazem parte do conjunto de ações integradas entre Governo do Estado do Ceará e Prefeitura de Fortaleza, por meio do projeto "Juntos por Fortaleza".

Orçada em R$ 2,4 milhões, a nova etapa de requalificação contemplará a implantação de um elevador sobre trilhos, que será construído ao lado da escadaria principal, para facilitar o acesso ao morro de pessoas com dificuldade de locomoção. O projeto prevê ainda a construção de uma praça, caramanchões, academia ao ar livre, paisagismo, iluminação e mobiliários urbanos, como bancos e lixeiras.

A região passará a contar também com mais um trecho urbanizado com calçadão com piso intertravado e a construção de um mirante em madeira, formando mais um ponto de contemplação com vista para a orla de Fortaleza. Quando concluída a intervenção, toda a região passará a contar com mais de 40.000 m² de área urbanizada, fortalecendo o turismo e aumentando os espaços de convivência, esporte e lazer na comunidade do Morro do Teixeira.

Primeira etapa de obras

Em maio deste ano, a Prefeitura de Fortaleza entregou a primeira etapa das obras de urbanização e contenção do Morro de Santa Terezinha. O projeto foi responsável pela criação de muros de contenção em toda a encosta do morro, que ganhou projeto de drenagem, gramado e um extenso jardim vertical. Construído em blocos de concreto, o novo muro proporciona mais estabilidade em toda a encosta, evitando deslizamentos.

As obras de requalificação contaram com a construção de praças com pisos intertravado, lixeiras subterrâneas, academias ao ar livre, parque infantil, anfiteatro, tabuleiro de xadrez humano, além de uma Mini Areninha com traves, redes de proteção, grama sintética.

Foram cerca de 4.176 m² de área totalmente urbanizada com calçadão, nova iluminação e a reconstrução da escadaria de acesso ao morro, que ganhou corrimãos e pintura em grafite.

Serviço
Ordem de Serviço segunda etapa da urbanização Morro de Santa Terezinha
Data: 01/11 (quinta-feira)
Horário: 17h
Local: Morro de Santa Terezinha (ao lado do anfiteatro)

Publicado em Infraestrutura
Página 1 de 5