Nesta terça-feira (30/11), a Prefeitura de Fortaleza realiza repescagem para a população que perdeu o seu agendamento de segunda e terceira doses da vacina contra a Covid-19.

Das 9h às 17h, o público poderá se dirigir a um dos centros de vacinação listados abaixo levando os documentos pessoais, cartão de vacinação e a comprovação do agendamento anterior para ter acesso ao imunobiológico.

O atendimento de repescagem ocorre mediante a capacidade diária máxima de cada centro de vacinação. Ao longo do dia, haverá vacinação apenas de segunda e terceira doses para faltosos e também para aqueles que chegaram à data limite, conforme descrito no cartão de vacinação.

Consultar cadastro

As listas com a relação dos agendados estão disponíveis no site https://coronavirus.fortaleza.ce.gov.br. É possível ainda realizar a consulta no site https://vacineja.sepog.fortaleza.ce.gov.br

Documentos necessários

Ao comparecer ao centro de vacinação, é necessário apresentar os documentos originais: identidade (com foto), CPF, Cartão Nacional de Saúde (CNS) e comprovante de residência. Além da comprovação da imunossupressão, no caso dos imunossuprimidos. No caso de segunda dose, levar também o cartão de vacinação.

Os adolescentes que não possuem RG poderão levar a certidão de nascimento junto a um documento com foto, que pode ser o bilhete único ou carteira estudantil.

Confira a programação de atendimento desta terça-feira (30/11).

** O atendimento de livre demanda ocorre mediante a capacidade diária máxima de cada centro de vacinação.

PRIMEIRA DOSE

1 - Atendimento de adolescentes que possuem de 12 a 17 anos:
Centro de Eventos, Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza.
2 - Atendimento dos que possuem entre 18 e 59 anos, cadastrados há mais de 24h no Saúde Digital, residentes de Fortaleza:
Centro de Eventos, Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza e Sesi da Parangaba
3 - Atendimento dos que possuem 60 anos ou mais, cadastrados há mais de 24h no Saúde Digital, residentes de Fortaleza:
Centro de Eventos, Shoppings Iguatemi, RioMar Fortaleza e RioMar Kennedy
4- Atendimento de gestantes e puérperas cadastradas há mais de 24h no Saúde Digital, residentes de Fortaleza:
Centro de Eventos e Shoppping RioMar Kennedy

SEGUNDA DOSE

1 - Atendimento aos que faltaram ao agendamento ou chegaram à data limite da segunda dose da marca AstraZeneca:
Shopping Iguatemi e RioMar Kennedy, Sesi da Parangaba, Centro de Eventos e postos de saúde que possuem sala de vacinação Covid-19.
2 - Atendimento aos que faltaram ao agendamento ou chegaram à data limite da segunda dose da marca Pfizer:
Centro de Eventos, Shoppings RioMar Fortaleza, RioMar Kennedy e Iguatemi, e postos de saúde que possuem sala de vacinação Covid-19
3 - Atendimento aos que faltaram ao agendamento ou chegaram a data limite da segunda dose da marca CoronaVac:
Centro de Eventos, Shoppings RioMar Fortaleza, RioMar Kennedy e Iguatemi, e Sesi Parangaba.

TERCEIRA DOSE

1 - Atendimento para idosos que perderam seu agendamento anterior da terceira dose:
Centro de Eventos (salão e drive), Shoppings RioMar Fortaleza e Iguatemi, e postos de saúde que possuem sala de vacinação Covid-19
2 - Atendimento para imunossuprimidos que perderam seu agendamento anterior da terceira dose:
Shoppings RioMar Fortaleza, Iguatemi e Centro de Eventos
3 - Atendimento para trabalhadores da saúde que perderam seu agendamento anterior da terceira dose:
Shoppings RioMar Fortaleza, Iguatemi, Centro de Eventos e postos de saúde que possuem sala de vacinação Covid-19
5 - Atendimento para população geral que perdeu seu agendamento anterior da terceira dose:
Shoppings RioMar Fortaleza, RioMar Kennedy e Iguatemi e Centro de Eventos

Endereços dos postos de saúde

- Regional de Saúde I
Carlos Ribeiro (Rua Jacinto Matos, 944 – Jacarecanga)
Casemiro Filho (Av. Francisco Sá, 6449 - Barra do Ceará)
Francisco Domingos (Avenida Castelo Branco, 4707 - Barra do Ceará)
Floresta (Rua Ten. José Barreira, 251 - Álvaro Weyne)
Guiomar Arruda (Rua General Costa Matos, 06 – Pirambu)
Maria Aparecida (Av. K, 915 - Vila Velha)
Lineu Jucá (Rua Vila Velha, 101 - Barra do Ceará)
Paulo de Melo (Rua Bernardo Porto, 497 - Monte Castelo)
Rebouças Macambira (Rua Creuza Rocha, s/n - Jardim Guanabara)
Virgílio Távora (Av. Mons. Hélio Campos, s/n - Cristo Redentor)
Zenirton Pereira (Rua José Roberto Sales, 475 – Barra do Ceará)

- Regional de Saúde II
Aida Santos e Silva (Rua Trajano de Medeiros, 813 - Vicente Pinzón)
Benedito Arthur de Carvalho (Rua Jaime Leonel, 228 - Luciano Cavalcante)
Frei Tito (Rua José Cláudio Costa Lima, 100 - Praia do Futuro)
Irmã Hercília Aragão (Rua Frei Vidal, 1821 – São João do Tauape)
Miriam Porto Mota (Rua Cel. Jucá, 1636 – Aldeota)
Odorico de Morais (Rua Esperantina, s/n - Cais do Porto)
Pio XII (Rua Belizário Távora, s/n - Pio XII)
Rigoberto Romero (Rua Alameda das Graviolas, 195 - Cidade 2000)

- Regional de Saúde III
Anastácio Magalhães (Rua Delmiro de Farias, 1679 - Rodolfo Teófilo)
Cdfam Profº Gilmário Mourão (Rua Pernambuco, 1674 – Pici)
Fernandes Távora (Rua Maceió, 1354 - Henrique Jorge)
Francisco Pereira De Almeida (Rua Paraguai, 351 - Bela Vista)
Hermínia Leitão (Rua Gen. Couto, 470 - Quintino Cunha)
Humberto Bezerra (Rua Hugo Victor, 51 - Antônio Bezerra)
Lícinio Nunes De Miranda (Rua 06, s/n - Quintino Cunha)
Luís Recamonde Capelo (Rua Maria Quintela, 935 – Bonsucesso)
Mariusa Silva Sousa (Rua Araça, s/n – Bonsucesso)
Meton de Alencar (Rua Perdigão Sampaio, 820 - Antônio Bezerra)
Sobreira de Amorim (Rua Des. Luís Paulino, 190 - Jóquei Clube)
Waldemar Alcântara (Rua Silveira Filho, 903 - Jóquei Clube)

- Regional de Saúde IV
Abel Pinto (Travessa Goiás, s/n - Demócrito Rocha)
Dom Aloiso Lorscheider (Rua Betel, 1895 – Itaperi)
Gothardo Peixoto F. Lima (Rua Irmã Bazet, 153 - Damas)
Gutemberg Braun (Rua Monsenhor Agostinho, 505 - Vila Peri)
Jose Valdevino Carvalho (Rua Guará, S/N – Itaoca)
Oliveira Pombo (Rua Rio Grande do Sul, s/n - Couto Fernandes)
Antônio Ciríaco (Rua Gomes Brasil, 555 – Parangaba)
Roberto Bruno (Av. Borges de Melo, 910 – Fátima)
Turbay Barreira (Rua Gonçalo Souto, 420 - Vila União)

- Regional de Saúde V
Dom Lustosa (Rua A, s/n - Granja Lisboa)
Edmilson Pinheiro (Av. H, 2191 - Granja Lisboa)
Fernando Diógenes (Rua Teodoro de Castro, s/n - Granja Portugal)
João Pessoa (Rua Rubi, s/n – Jardim Jatobá)
José Galba de Araújo (Av. Sen. Fernandes Távora, 3161 - Genibaú)
José Paracampos (Rua Alfredo Mamede, 250 – Mondubim)
Jurandir Picanço (Rua Duas Nações, s/n - Granja Portugal)
Luciano Torres de Melo (Rua Delta, 365 - Manoel Sátiro)
Luiza Távora (Travessa São José, 940 – Mondubim)
Pedro Celestino (Rua Gastão Justo, 215 - Maraponga)
Pontes Neto (Rua 541, nº 150 - 2ª etapa Conjunto Ceará)
Regina Maria Severino (Rua Itatiaia, 889 – Canindezinho)
Régis Jucá (Av I, 618 – Mondubim)
Ronaldo Albuquerque (Av I, s/n - Conj. Ceará/Genibaú)
Siqueira (Rua. Eng. Luís Montenegro, 485 – Siqueira)
Viviane Benevides (Rua João Areas, 1296 - Manoel Sátiro)

- Regional de Saúde VI
Alarico Leite (Av. dos Paroaras 301 – Passaré)
Anísio Teixeira (Rua Guarany, 355 - Pq. Itamaraty)
César Cals de Oliveira (Rua Capitão Aragão, 555 - Alto da Balança)
Edilmar Norões (Rua H, 319 - Parque Dois Irmãos)
Edmar Fujita (Av. Alberto Craveiro, 1480 - Boa Vista)
Evandro Ayres de Moura (Av. Castelo de Castro, s/n - Conj. Palmeiras)
Acrísio Eufrasino de Pinho (Cruzamento das ruas 12 e Palmeiras dos Índios – Pedras)
Escola Municipal Bárbara de Alencar - Uaps Fausto Freire (Av. Isabel Bezerra, 416 - Parque Santa Maria)
Galba de Araújo (Av. Recreio, 1390 – Lagoa Redonda)
Hélio Góes Ferreira (Av. Eng. Leal Limaverde, 453 – Sapiranga)
Jangurussu (Rua Estrada do Itaperi, 146 - Passaré)
Janival de Almeida (Rua Coelho Garcia, 25 – Passaré)
João Hipólito (Rua 03, nº 88 - Dias Macêdo)
José Barros de Alencar (Rua José Nogueira, 180 – Pedras)
Luís Franklin (Rua Alexandre Vieira, s/n - Coaçu)
Manoel Carlos Gouveia (Av. Des. Faustino Albuquerque, 486 - Jardim das Oliveiras)
Maria Grasiela (Rua Edésio Monteiro, 1450 - Santa Fé)
Mattos Dourado (Av. Des. Floriano Benevides, 391 - Edson Queiroz)
Melo Jaborandi (Rua 315, nº 80 – Jangurussu)
Messejana (Rua Guilherme Alencar s/n - Messejana)
Monteiro de Moraes (Av. Evilásio Miranda s/n - Sapiranga Coité)
Otoni Cardoso do Vale (Rua José Teixeira Costa, 643 – Paupina)
Pompeu Vasconcelos (Rua 05, s/n, Conj. João Paulo II – Barroso)
Sítio São João (Rua Verde Cinco, 71 – Jangurussu)
Waldo Pessoa (Rua Cap. Hugo Bezerra, 75 – Barroso)
Luís Albuquerque Mendes (Rua Benjamim Franklin, 735- Serrinha)

Publicado em Saúde
uma mulher senttada usa o capacete elmo, que é composto de plástico transparente, enquanto outra ajusta o equipamento em sua cebeça durante o treiamento do uso do capacete
Mais de 120 profissionais das unidades da Rede Municipal da Saúde destinadas ao tratamento do coronavírus foram capacitados para o manejo do capacete Elmo (Foto: Thiago Gaspar)

A Prefeitura de Fortaleza avança na adoção de novos protocolos e tecnologias para a assistência aos pacientes com complicações causadas pelo coronavírus. Aproximadamente, 122 capacetes Elmo estão em uso na Rede Municipal de Saúde, distribuídos em nove unidades. O equipamento é um suporte ventilatório não invasivo utilizado na recuperação dos portadores de insuficiência respiratória aguda, um dos sintomas da Covid-19.

O dispositivo, quando posicionado na cabeça do paciente, cria uma atmosfera de alta pressão com o fluxo constante de oxigênio, facilitando a troca de ar com mais conforto e segurança, podendo reduzir, de acordo com testes clínicos realizados pela Escola de Saúde Pública (ESP/CE), em 60% a necessidade de internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele também permite um maior controle dos riscos de infecção no ambiente hospitalar, já que as barreiras e filtros contém a proliferação de aerossóis e gotículas pelo ar.

“Os hospitais e UPAs da rede municipal que estão utilizando o capacete elmo já conseguiram evitar a intubação de vários pacientes que tinham o perfil clínico para receber o equipamento”, afirma Ana Estela Leite, secretária municipal da Saúde.

O projeto foi idealizado e desenvolvido pelo Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), da Escola de Saúde Pública (ESP/CE) e da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), além da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Ceará), da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade de Fortaleza (Unifor), e com o apoio do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) e Esmaltec.

Multiplicadores de conhecimentos

Mais de 120 profissionais das unidades da Rede Municipal da Saúde destinadas ao tratamento do coronavírus foram capacitados para o manejo do capacete Elmo. Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e engenheiros clínicos, dentre outros profissionais, receberam o treinamento no Centro de Simulação Realística da Escola de Saúde Pública (ESP/CE), espaço que permite o desenvolvimento de habilidades clínicas de forma prática.

A formação, que é dividida em etapas, além de habilitar para o uso adequado do equipamento também qualifica o profissional para que o mesmo se torne multiplicador do aprendizado, em especial, propagando conhecimentos aos demais profissionais que atuam na linha de frente no combate à Covid-19.

Instituto Doutor José Frota (IJF)

Uma das unidades de saúde contempladas com o capacete Elmo e com a capacitação dos profissionais foi o Instituto Doutor José Frota (IJF). O maior hospital em capacidade de acolhimento da rede de assistência da Prefeitura de Fortaleza também está integrado aos esforços coordenados pela Secretaria da Saúde do Município para o enfrentamento à Covid-19, juntamente com os demais hospitais e UPAs da rede municipal que também receberam o equipamento.

As equipes clínicas das unidades especiais de acolhimentos do Anexo IJF 2 concluíram os treinamentos para o uso de Capacete Elmo. Ao todo, 30 peças do novo equipamento foram destinadas ao IJF por meio da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

“O IJF conta com unidades especiais para o acolhimento de pacientes com sintomas graves causados pela infecção de Covid-19. Os leitos do IJF 2 foram equipados e remodelados, assim como o quadro clínico do Hospital foi reforçado para a devida assistência aos infectados. Atualmente, 50 leitos de UTI estão reservados para a internação dos portadores de coronavírus no novo anexo. Além disso, seguimos como referência para o socorro à vitimas de traumas, lesões vasculares, queimaduras e intoxicações”, afirma Riane Azevedo, superintendente do IJF.

Publicado em Saúde
fila de carros parados
A iniciativa tem o objetivo de evitar a circulação de pessoas entre os municípios (Foto: Thiago Gaspar)

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), em conjunto com a Guarda Municipal, realiza operações de controle de entrada e saída de veículos em Fortaleza até o dia 28 de fevereiro. As barreiras sanitárias estão localizadas nos principais pontos de acesso à capital, em cumprimento aos decretos estadual e municipal. A iniciativa tem o objetivo de evitar a circulação de pessoas entre os municípios e diminuir o contágio pelo novo coronavírus.

A atuação do órgão de trânsito também se estenderá ao monitoramento de pontos com aglomeração e da presença irregular de pessoas nos equipamentos públicos a partir das 17 horas, conforme determina o novo decreto. No turno da noite, agentes distribuídos em postos fixos estarão posicionados orientando os cidadãos que permaneçam em suas residências e evite sair de casa depois das 22h. 

Durante esse período, o controle de tráfego e patrulhamento das ruas continua funcionando normalmente. "Neste momento em que muitos procuram por vagas em hospitais, devemos prevenir acidentes que possam vir a sobrecarregar unidades de saúde já comprometidas pela situação atual de pandemia", explica a superintendente da AMC, Juliana Coelho. Para registrar ocorrências, o órgão deve ser acionado pelo 190.

Atendimento

Para resolver qualquer pendência relacionada ao trânsito, como recorrer de multa, antecipar penalidade, solicitar credencial de idosos e deficientes, dentre outros serviços, a orientação é optar pelos meios digitais: aplicativo AMC Móvel ou site centralamc.com.br. O atendimento preferencial no shopping RioMar funcionará de segunda a sexta, de 9h às 20 horas, e aos sábados, de 9h às 17 horas. Já a Central de Atendimento do Benfica estará disponível apenas nos dias úteis, de 8h às 18 horas. O funcionamento nos vapt-vupts do Antônio Bezerra e Messejana será de segunda a sexta, de 8h às 17 horas. Apenas a Central de Atendimento do shopping Del Paseo estará fechada.

Ciclofaixa de lazer

A ciclofaixa de lazer estará temporariamente suspensa. A orientação é que as pessoas evitem sair de casa para ajudar a conter a disseminação da Covid-19 na capital.

Publicado em Mobilidade
ciitnova
O aplicativo é capaz de responder dúvidas e dar recomendações

Como forma de contribuir para as ações realizadas no enfrentamento ao novo coronavírus, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova), desenvolveu o assistente virtual Doutor Saúde, que desde o seu lançamento em abril, já atendeu 3.509 usuários com suspeita de Covid-19. A ferramenta disponibiliza à população informações personalizadas, baseadas em inteligência artificial, e utilizando as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Nos primeiros sete dias, foram registrados 571 acessos.

O Doutor Saúde oferece um bate-papo ao usuário, pelo qual é possível saber sobre como proceder diante de sintomas gripais e quais unidades de saúde mais próximas, além de esclarecer dúvidas, dar recomendações, bem como fazer triagem com base no recolhimento de dados.

A ferramenta foi desenvolvida em parceria com os profissionais do Núcleo de Aplicação em Tecnologia da Informação (NATI), da Universidade de Fortaleza (Unifor), e o Programa Cientista Chefe, da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (Funcap). Para acessar, basta clicar no link https://drsaude.fortaleza.ce.gov.br, disponível no Canal do Coronavírus.

Publicado em Tecnologia
ciitnova
A iniciativa já distribuiu 5 mil kits em todo o estado do Ceará, sendo 3.089 só na capital.

Para ampliar a fabricação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) voltados para o uso de profissionais de saúde nos hospitais da Fortaleza,  por meio de impressão em 3D, a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova) doou 30kg de filamento para a produção de EPIs e prototipagem de respiradores ao projeto “Inovação contra o Covid-19”.

Com a coordenação do espaço CriarCe, da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), em parceria com a Prefeitura de Fortaleza e mais 10 instituições públicas e privadas, a Citinova já disponibilizou sete impressoras 3D para o projeto, que produz, junto a outras impressoras, um plotter de recorte e uma cortadora laser, cerca de 600 equipamentos por dia. A iniciativa já distribuiu 5 mil kits em todo o estado do Ceará, sendo 3.089 só na Capital.

O projeto recebe doações de parceiros, voluntários e comunidade civil, que ajudam no estoque de insumos e auxiliam na criação de material. No momento, está aberto o Fundo de apoio ao projeto, para o qual podem ser feitas doações.

Para saber como doar, acesse as redes sociais do CriarCe (Instagram @criarce) ou o endereço https://linktr.ee/criarce.

Publicado em Tecnologia
fiscal de máscara entregando máscara para senhora
Durante as abordagens, serão distribuídas máscaras de tecido, como medida protetiva e de enfrentamento ao novo coronavírus

A partir desta segunda-feira (04/05), a Prefeitura de Fortaleza intensificará, por meio da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), as medidas contra aglomerações no entorno de 20 agências da Caixa Econômica Federal. A Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci) reforçará a ação com educadores sociais do programa Ponte de Encontro e do Conselho Tutelar, orientando a população para o distanciamento social de 1,5 metro.

As 20 agências escolhidas são as que vêm apresentando maior concentração de pessoas, conforme monitoramento da Agefis. A operação será reforçada nas agências das avenidas Barão de Studart, Santos Dumont, Treze de Maio, Francisco Sá, Godofredo Maciel, Professor Gomes de Matos, Mister Hull, Presidente Costa e Silva e Osório de Paiva. Também serão fiscalizadas agências do Centro, Cidade dos Funcionários, Bairro de Fátima, Conjunto Ceará, João XXIII, Messejana, Parangaba, São Gerardo e Vila Peri.

Durante as abordagens, serão distribuídas máscaras de tecido, como medida protetiva e de enfrentamento ao novo coronavírus. Os agentes também farão o uso de caixas de som portáteis com alertas acerca da importância do distanciamento social. O superintendente da Agefis, Júlio Santos, destaca a necessidade desse reforço. "O uso de máscaras de proteção e o respeito ao distanciamento social são medidas essenciais a serem adotadas pelas pessoas que precisam sair de casa. Por isso, estamos percorrendo cerca de 20 bairros todos os dias, alcançando até 91 pontos de abordagens, para orientar a população”, informou.

As operações por toda a Cidade contam com o apoio da Guarda Municipal, da Defesa Civil, da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e dos Agentes de Cidadania e de Endemias.

Saiba mais

As equipes da Prefeitura estão percorrendo, desde o dia 16 de março, diversos bairros para evitar aglomerações e fiscalizar estabelecimentos e atividades comerciais que descumprem os decretos municipal e estadual que trazem medidas de enfrentamento à Covid-19.

Estão sendo utilizados diversos recursos, como câmeras de monitoramento, drones com alto-falantes, caixas de som portáteis, megafones e carros de som para a identificação de aglomerações e para a veiculação de mensagens orientativas de prevenção à Covid-19.

As denúncias podem ser realizadas por meio da Central 156 e via Ciops pelo 190.

Publicado em Fortaleza
ciitnova
A Fundação disponibilizou sete equipamentos de impressora 3D para o projeto “Inovação contra o Covid-19”

Uma parceria entre a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova) e o projeto CriarCe, desenvolvido pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), já doou 4.224 kits de proteção individual para hospitais e profissionais da saúde que estão na linha de frente no combate à pandemia do Covid-19. A Fundação disponibilizou sete equipamentos de impressora 3D para o projeto “Inovação contra o Covid-19”. 

Usando máquinas 3D alocadas no espaço CriarCe, a ação imprime protótipos de válvulas respiratórias e peças de reposição para maquinários que sejam requisitados, além de materiais de segurança de trabalho e proteção individual. Os kits, solicitados via formulário, são compostos por um suporte, duas laminas e quatro elásticos, sendo entregues de forma 100% gratuita. Cerca de 600 equipamentos são produzidos por dia.

A força tarefa conta com um total de 16 impressoras 3D, cedidas por 10 instituições públicas e privadas, além da comunidade maker, que une pessoas engajadas ao movimento por meio da impressão de peças 3D e que também tem sido essenciais no auxílio ao combate à pandemia. Em Fortaleza, 2.684 kits foram entregues em hospitais como o São José e Santa Casa de Misericórdia, por exemplo.

banner do canal coronavírus fortaleza

Publicado em Tecnologia