Aplicação de prova
De caráter eliminatório e classificatório, a prova foi composta por 50 questões de múltipla escolha de acordo com os conhecimentos específicos de cada cargo

O Instituto Municipal de Desenvolvimento de Recursos Humanos (Imparh) aplicou, neste domingo (14/10), a prova objetiva, para cargos de nível superior (Edital 77/2018), do concurso público para a contratação de profissionais para a Rede de Atenção à Saúde Mental (Raps) de Fortaleza. De acordo com a Diretoria de Concursos e Seleções do Imparh, 3.640 candidatos participaram do exame em Fortaleza.

A prova objetiva teve duração de quatro horas e foi aplicada das 14h às 18h. De caráter eliminatório e classificatório, a prova foi composta por 50 questões de múltipla escolha de acordo com os conhecimentos específicos de cada cargo.

Os recursos contra questões e gabarito preliminar da prova objetiva deverão ser feitos nos dias 15 e 16 de outubro, presencialmente, na sede do Imparh, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30. O formulário padronizado está disponível na Diretoria de Concursos e Seleções do Instituto.

Com a realização do concurso, o Município reforçará o atendimento aos usuários das unidades da saúde mental – Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Unidades de Acolhimento e Residências Terapêuticas – com os novos profissionais das diversas áreas. Os profissionais concursados trabalharão de forma contínua, cumprido a escala de atendimento de segunda a sexta-feira nas unidades de atendimento.

No próximo domingo (21/10) será aplicada a prova para cargo efetivo de médico, referente ao Edital 78/2018.

Mais informações
Diretoria de Concursos e Seleções (Dices)
Local: Av. João Pessoa, 5609 – Damas
Tel: (85) 3433.2987

Publicado em Concursos e Seleções

Seguem abertas até a próxima terça-feira (18/9) as inscrições do concurso público para a contratação de profissionais para a Rede de Atenção à Saúde Mental (Raps) de Fortaleza. São ofertadas 133 vagas para médicos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e enfermeiros.

Para se inscrever, os interessados devem acessar o no Canal de Concursos e Seleções da Prefeitura de Fortaleza, preencher o formulário eletrônico e pagar a taxa de inscrição no valor de R$150 para as diversas áreas de nível superior e R$210 para médicos.

A seleção será realizada em duas etapas, sendo a primeira composta pela aplicação de prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, com conteúdos de conhecimentos específicos por cargo. A prova objetiva é formada por 50 questões de múltipla escolha. Para os candidatos classificados, a segunda etapa constará da análise de títulos e experiência profissional dos documentos relacionados no Edital regulador do certame.

Com a realização do concurso, o Município reforçará o atendimento aos usuários das unidades da saúde mental – Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Unidades de Acolhimento e Residências Terapêuticas – com os novos profissionais das diversas áreas. Os profissionais concursados trabalharão de forma contínua, cumprido a escala de atendimento de segunda a sexta-feira nas unidades de atendimento.

Mais informações
Diretoria de Concursos e Seleções (Dices)
Endereço: Av. João Pessoa, 5609 – Damas
Telefone: 3433.2987

Links
Clique aqui para acessar o Canal de Concursos e Seleções da Prefeitura
Clique aqui para acessar o Edital 77.2018 (diversas especialidades)
Clique aqui para acessar o Edital 78.2018 (médicos)

Publicado em Concursos e Seleções

Em alusão ao “Dia Nacional da Luta Antimanicomial”, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promove nesta sexta-feira (18/05), um grande evento com apresentações de dança, música, poesia e humor, a partir das 8h30, na Unidade de Acolhimento da Regional II.

As manifestações artísticas ficarão a cargo do ator e músico, Sávio Leão, além dos grupos; Alegria, Tamo Nem Aí, Ninguém me Ama Mais do que Eu, Maluco Beleza, Samba A4, e do bloco Doido é Tu. A comemoração contará com a presença da titular da SMS, Joana Maciel, gestores e profissionais da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), usuários dos serviços e seus familiares, e de representantes dos grupos sociais engajados na luta.

A programação se estende a todos os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) do Município de Fortaleza, com a realização de palestras, oficinas educativas, apresentações de dança e teatro, promoção à saúde, roda de debates, mesa redonda, exibição de filmes, entre outras. Além destas, foram realizadas também, ao longo de toda essa semana, diversas atividades em defesa da liberdade e do direito de viver em sociedade.

Através dessas intervenções, da promoção e efetivação de políticas públicas, a Prefeitura de Fortaleza busca fortalecer, cada vez mais, o novo modelo de atenção à saúde e a implementação da rede de serviços abertos e comunitários, substitutivos ao modelo hospitalocêntrico

De acordo com a gerente da Célula de Atenção à Unidade de Acolhimento da SMS, Aline Gouveia, “o novo modelo de atenção é embasado na construção de uma sociedade justa e igualitária, que defende a equidade, os direitos e a dignidade dos indivíduos com os mais variados tipos de transtornos mentais. Tendo como objetivo cuidar e acompanhar de perto essas pessoas, sem excluí-los do convívio familiar e social”, afirmou.

Saiba mais

O dia 18 de maio foi estabelecido “Dia Nacional de Luta Antimanicomial” e visa chamar a atenção pública para a questão da saúde mental global, e identificá-la como uma causa comum a todos os povos, para além de limites nacionais, culturais, políticos ou socioeconômicos. Com o lema “Por uma sociedade sem manicômios”, uma das conquistas desse movimento foi a Lei 10.216/2001, que determina o fechamento progressivo dos manicômios e a implantação de novos serviços como os CAPS, as Residências Terapêuticas, Programas de Redução de Danos, entre outros, que garantem o acompanhamento dos indivíduos com transtornos mentais, fortalecendo o vínculo familiar e comunitário, e ofertando cuidados promotores de saúde e de autonomia.

Serviço
Dia Nacional da Luta Antimanicomial
Data: Sexta-feira (18/05)
Horário: 8h30
Local: Rua Giseuda Cisne, 87 – Cidade 2000

 

Publicado em Saúde

O prefeito Roberto Cláudio inaugura, nesta sexta-feira (29/12), às 9 horas, a Unidade de Acolhimento Infanto-Juvenil (UAI) Mário Cleiton Marçal, localizada na Barra do Ceará, na Regional I. Com a entrega da nova unidade, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em parceria com a Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas), amplia o atendimento e o acolhimento para usuários de álcool, crack e outras drogas que buscam tratamento.

Os usuários poderão permanecer na unidade de acolhimento, voluntariamente, onde receberão todo suporte terapêutico necessário, mediante acompanhamento psicossocial dos CAPS AD, além do desenvolvimento de ações que reduzam as situações, de vulnerabilidade social e familiar. O tempo de permanência na Unidade de Acolhimento é de até seis meses.

A nova unidade conta com 10 leitos de acolhimento destinados às crianças e aos adolescentes, entre 10 e 18 anos incompletos, de ambos os sexos. Os usuários, que serão acompanhados por uma equipe multiprofissional, formada por enfermeiro, psicólogo, assistente social, auxiliar enfermagem, educador físico e educadores sociais, terão um ambiente confortável, que inclui dormitórios, área verde e de lazer com uma quadra esportiva, vestiários, área de convivência, banheiros acessíveis, lavabo, cozinha, refeitório e lavanderia.

Com este novo equipamento, o Município contabiliza cinco Unidades de Acolhimento entregues pela gestão. As duas primeiras foram inauguradas no bairro José Walter, Regional V, sendo uma masculina (15 vagas) e uma feminina (15 vagas). Já terceira está localizada no bairro Dias Macêdo, com 12 leitos destinados às pessoas maiores de 18 anos, do sexo masculino. A última unidade, localizada na Cidade 2000, na Regional II, foi inaugurada no último dia 27 de dezembro e possui 12 leitos de acolhimento destinados para pessoas maiores de 18 (dezoito) anos, do sexo feminino.

Além destes, a Rede de Atenção Psicossocial de Fortaleza conta, atualmente, com 15 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), entre CAPS Geral, CAPS AD e CAPS Infantil, além de três Residências Terapêuticas e leitos de assistência psicossocial.

Homenageado

Mário Cleiton Marçal iniciou tratamento no CAPS da Regional I em 22 de agosto de 2013. Na época, era usuário de álcool e buscou tratamento com o objetivo de minimizar o sofrimento que a dependência trazia para sua vida e de seus familiares. Era Agente Comunitário de Saúde e Membro do Conselho Local de Saúde do CAPS. Muito atuante dentro do território da Regional, Mário Cleiton era uma grande militante da adesão dos familiares ao tratamento, como codependentes e lutava pelos direitos dos usuários e dos profissionais da saúde mental do Município de Fortaleza. A dependência do álcool o deixou debilitado, ocasionando algumas comorbidades clínicas associadas, que ocasionaram sua morte no mês de maio deste ano. A escolha do seu nome para a unidade é uma homenagem prestada pelos colegas de tratamento.

Serviço
Inauguração da Unidade de Acolhimento para usuários de álcool, crack e outras drogas na Barra do Ceará
Data: 29/12 (sexta-feira)
Horário: 9 horas
Endereço: Av. Presidente Castelo Branco, 6283, esquina com Rua Ceci - Barra do Ceará

Publicado em Saúde
Segunda, 27 Novembro 2017 09:58

Prefeitura de Fortaleza inaugura novo CAPS AD

Fachada do CAPS AD Centro
Com o novo CAPS, a Rede de Atenção Psicossocial do Município de Fortaleza (RAPS) passa a dispor de 15 Centros de Atenção Psicossocial

Com o intuito de fortalecer as políticas públicas voltadas para a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), entrega à população o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) localizado no bairro Centro, nesta terça-feira (28/11), às 10 horas.

Cumprindo com a proposta de avançar cada vez mais na área da saúde mental do Município, a unidade está equipada com novo mobiliário, amplo espaço de convivência e atendimento diário de 8h às 17h. O equipamento dispõe de salas de acolhimento, enfermagem, Núcleo de Atendimento ao Cliente (NAC), além de sala para reuniões em grupo, biblioteca e consultório.

Com perfil de atendimento voltado para as pessoas com problemas relacionados ao uso abusivo de álcool e outras drogas, a nova sede do CAPS AD do Centro conta com uma equipe multiprofissional completa, formada por médico, psicólogo, enfermeiro, terapeuta ocupacional, técnico de enfermagem, assistente social, entre outros profissionais que auxiliam o acompanhamento desses usuários.

Entre os serviços ofertados estão acolhimento, atendimento clínico e psicológico, apoio individual e coletivo, troca de experiências, dinâmicas e atividades lúdicas com grupos de arte, música, família, relaxamento, redução de danos, terapêuticos, educação e saúde, imagem e cidadania, tabagismo, entre outros.

A gerente da Célula de Atenção à Saúde Mental da SMS, Ytanna Queiroz, destaca a importância do apoio e investimento da Prefeitura. “O engajamento da gestão para propiciar a melhoria das sedes dos CAPS representa um grande avanço na medida em que oferta para a comunidade um equipamento com profissionais capacitados e instalações adequadas para o bom acolhimento de nossos usuários, seguindo sempre as diretrizes preconizadas pelo Ministério da Saúde”, afirma.

Com o novo CAPS, a Rede de Atenção Psicossocial do Município de Fortaleza (RAPS) passa a dispor de 15 Centros de Atenção Psicossocial, sendo seis CAPS gerais, sete CAPS AD (álcool e drogas) e dois CAPS Infantis, além de outros equipamentos. A Prefeitura trabalha para promover a reinserção social das pessoas que vivem à margem da sociedade, legitimando sempre o novo modelo de atenção a saúde e a implementação de uma rede de serviços abertos e comunitários, substitutivos ao modelo hospitalocêntrico. A iniciativa tem como principal objetivo a construção de uma sociedade justa e igualitária, pautada em valores que afirmem direitos e a dignidade dos indivíduos com os mais variados tipos de transtornos mentais e dependência química.

Serviço
Inauguração CAPS AD 
Data: 28/11 (terça-feira)
Horário: 10 horas
Local: Rua Dona Leopoldina, 8, Centro

 

Publicado em Saúde