A Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta quinta-feira (28/07), às 9h30, a solenidade de pose de 50 novos servidores efetivos que irão atuar na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do Município de Fortaleza. O evento será realizado no Teatro São José.

Os profissionais selecionados estão divididos de acordo com as especialidades: 33 enfermeiros, sete psicólogos, seis assistentes sociais e quatro terapeutas ocupacionais. O ingresso dos profissionais ocorreu por meio de concurso público para diversos cargos, regulamentado pelo Edital nº 77/2018.

Serviço
Posse dos servidores da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS)
Data: 28/07 (quinta-feira)
Horário: 9h30
Endereço: Teatro São José (Rua Rufino de Alencar, 299, Centro - Praça do Cristo Redentor)

Publicado em Saúde

A Prefeitura de Fortaleza convoca, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), os profissionais aprovados em Concurso Público, para atuarem na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do Município de Fortaleza. Ao todo, serão 58 profissionais nos cargos efetivos de Assistente Social, Enfermeiro, Psicólogo e Terapeuta Ocupacional.

Os aprovados no certame devem comparecer à Junta Médica do Instituto de Previdência do Município (IPM), situada na AV. da Universidade, 1940 - Centro, 1o andar, nos dias e horários descritos no edital, para realização de exames admissionais, bem como, comparecer a sede da SMS, no dia 22 de junho, para apresentação da documentação necessária, conforme disposto no Edital Nº0026/2022, publicado no Diário Oficial do Município (DOM).

Publicado em Saúde

várias pessoas em um palco
Bate-papo entre gestores municipais, profissionais da área, pacientes e membros do Conselho Local de Saúde ocorreu no CAPS da Regional IV
A Prefeitura de Fortaleza apresentou, na noite desta segunda-feira (06/08), um conjunto de melhorias voltadas à Rede de Atenção Psicossocial da Capital. O anúncio ocorreu na sede do Centro de Assistência Psicossocial (CAPS Geral) da Regional IV, instalado na Avenida Borges de Melo, onde foi realizado bate-papo entre gestores municipais, profissionais da área, pacientes e membros do Conselho Local de Saúde.

Foram definidos encaminhamentos que visam à obediência das diretrizes propostas pela política pública. Dentre eles, destaca-se a reforma infraestrutural do CAPS Geral da Regional IV. A titular da Secretaria da Infraestrutura de Fortaleza (Seinf), Manuela Nogueira, adiantou o cronograma de execuções previsto para o equipamento. “As intervenções estão aprovadas e, tão longo sejam iniciadas, devem durar em torno de 60 dias. Até o final desta semana, a Secretaria Municipal da Saúde irá definir o escopo da reforma. A partir da semana que vem, será enviada uma equipe técnica, composta por arquitetos e engenheiros, para estudar soluções que envolvam, inclusive, iluminação e ventilação natural, contemplando a cultura da sustentabilidade e diminuindo custos. Vamos fazer o que for preciso para dar uma infraestrutura necessária à grande operação do CAPS”, garantiu.

De acordo com a secretária da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel, a iniciativa reforça os investimentos que vêm sendo desprendidos ao longo da gestão do prefeito Roberto Cláudio, que envolvem, ainda, a contratação de novos profissionais. “A Prefeitura de Fortaleza lançou, recentemente, o edital do concurso público para a Rede de Atenção Psicossocial, que vai nos garantir mais de 100 profissionais concursados para toda a Rede. Paralelamente, inauguramos quatro equipamentos no último semestre de 2017; três unidades de acolhimento e um CAPS AD na Regional Centro. Avançamos muito, mas ainda existe muito por fazer. Por isso, iremos continuar ouvindo a população, aliando o conhecimento técnico às suas reais demandas e necessidades”, informou.

Outra melhoria direcionada à Saúde Mental apresentada foi a otimização da assistência farmacêutica da Capital. A exemplo da política de distribuição dos 84 medicamentos prioritários da atenção primária, estrategicamente disponíveis nas Centrais de Medicamentos de Fortaleza localizadas nos terminais de ônibus, a Rede de Atenção Psicossocial deverá ser contemplada com proposta similar. “Nossa equipe técnica elegeu 24 medicamentos prioritários, aqueles que tratam as principais doenças, como as esquizofrenias, e estamos contratando farmacêuticos para ficar nas Centrais de Medicamentos. A nossa expectativa é de que, em um prazo de 90 dias, esse programa esteja implantado”, finalizou Joana Maciel.

Publicado em Saúde

várias pessoas num auditório
“O concurso garantirá uma melhor cobertura e mais qualidade no atendimento aos usuários da Rede de Atenção à Saúde Mental de Fortaleza com profissionais efetivos", explicou o Prefeito durante a solendiade
O prefeito Roberto Cláudio lançou nesta segunda-feira (30/07), no Paço Municipal, o primeiro concurso público para a contratação de profissionais para a Rede de Atenção à Saúde Mental (Raps) de Fortaleza.

O Edital do concurso oferta 133 vagas para médicos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e enfermeiros. Com a realização do certame, o Município reforçará o atendimento aos usuários das unidades da saúde mental – Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Unidades de Acolhimento e Residências Terapêuticas – com os novos profissionais das diversas áreas.

Os profissionais concursados trabalharão de forma contínua e cumprido a escala de atendimento de segunda a sexta-feira nas unidades de atendimento.

“O concurso garantirá uma melhor cobertura e mais qualidade no atendimento aos usuários da Rede de Atenção à Saúde Mental de Fortaleza com profissionais efetivos. Os pacientes precisam ser acompanhados pelo mesmo médico para que eles conheçam suas histórias, suas necessidades e respostas aos medicamentos para que eles vivam mais e melhor”, destacou o prefeito Roberto Cláudio.

O edital será publicado ainda nesta segunda-feira no Diário Oficial e a previsão é que, até dezembro, os profissionais sejam chamados e nomeados. Atualmente a Rede é composta por 23 equipamentos do município, sendo 15 Caps, cinco unidades de acolhimento e três residências terapêuticas. Além disso, a Prefeitura de Fortaleza dispõe de uma rede de apoio a internação com 25 leitos infanto juvenil na Sociedade de Assistência e Proteção a Infância de Fortaleza (Sopai), dois leitos na Santa Casa de Misericórdia e um convênio com o Hospital Mental Psiquiátrico do Estado.

“Estamos vivendo um momento histórico cumprindo mais uma etapa do fortalecimento na Rede de Atenção à Saúde Mental de Fortaleza. Além do concurso público que vai melhorar substancialmente a vida dos pacientes, a prefeitura de Fortaleza continua investindo na infraestrutura física dos equipamentos para o sucesso no tratamento dos nossos usuários”, ressaltou a secretária-adjunta da saúde de Fortaleza, Ana Estela Fernandes Leite.

Desde o início da atual gestão, a Prefeitura de Fortaleza já abriu cinco unidades de acolhimento e entregou o CAPS–AD no Centro da Cidade. Dois Caps ainda estão previstos para a Cidade 2000 e para o bairro Cristo Redentor, além disso um novo CAPS infantil será instalado na Regional V. Em agosto, a Prefeitura inicia a reforma do CAPS da Secretaria Regional IV com previsão de entrega para o primeiro semestre de 2019. Já a unidade que atende o público infantil na Regional III será deslocado para um imóvel mais estruturado para o atendimento.

O concurso será conduzido e realizado pelo Instituto Municipal de Pesquisa Administração e Recursos Humanos (Imparh). A entrada dos 133 profissionais vai trazer um impacto de R$ 10 milhões por ano, na folha de pagamento da Prefeitura de Fortaleza. “A gestão foi toda permeada por um difícil momento econômico para o País e a gente precisou fazer um esforço significativo para não comprometer o equilíbrio das contas públicas que se manteve estável, como poucos municípios brasileiros diante da atual crise no Brasil”, explicou o secretário Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Philipe Nottingham.

Publicado em Saúde
Cada participante recebeu no fim do curso um livro didático com cem receitas saudáveis e certificado de participação

A Prefeitura Municipal de Fortaleza, por intermédio do Centro de Atenção Psicossocial Infantil Maria Ileuda Verçosa  (CAPSi) da Secretaria Regional IV recebeu no período de 09 a 11 de julho o Programa SESI Cozinha Brasil.


O curso, ministrado por nutricionistas, foi destinado às mães dos pacientes e funcionários de todos os CAPS da Regional e teve como objetivo levar conhecimentos sobre educação alimentar e nutricional, por meio de orientação didático-pedagógica, estimulando a melhoria de hábitos alimentares, apreciando a culinária regional, utilizando o aproveitamento integral dos alimentos e atuando no combate ao desperdício. A ação, que teve uma carga horária de 10 horas, ocorreu com aulas práticas e teóricas e com apresentação de receitas.


O coordenador do CAPSi, Edson Rodrigues, destacou a importância do curso para a instituição, “A prática saudável da alimentação não significa comer muito, mas sim, comer bem e aproveitar realmente tudo aquilo que os alimentos proporcionam para nossa saúde física e mental. Por isso, acho de extrema relevância que funcionários e usuários recebam esse treinamento”, afirmou.


O programa que é feito de forma itinerante, existe no Ceará desde 2005 e já beneficiou mais de 35 mil pessoas. Cada participante recebeu ao final do curso, gratuitamente, um livro didático do “Alimente-se Bem”, com 100 receitas saudáveis e um certificado de participação.


 

Publicado em Gestão
As oficinas acontecerão em CAPs de toda a cidade nos períodos da manhã e da tarde

Durante toda a I Semana Municipal sobre Drogas de Fortaleza haverá uma grande programação com oficinas variadas e abertas aos atendidos pelos Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Fortaleza. Para os interessados em geral, haverá um passeio ciclístico e também um torneio de futsal e exibição de filme na Praça do Ferreira. As inscrições para o passeio ciclístico são gratuitas, o percurso será de 13 km, saindo da Estátua de Iracema no Aterrinho, às 16 horas, em direção ao Cuca Che Guevara, até retornar ao ponto de partida.  Antes de iniciar a pedalagem os participantes poderão fazer alongamento, teste de pressão e massoterapia. Já ao longo do percurso, haverá dois pontos de apoio para hidratação (Kartódromo e Cuca). No local, haverá bicicletas de aluguel para aqueles que se interessarem em participar da pedalagem.
Ainda haverá o torneio de futsal formado por oito times com pacientes dos CAPs, Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centro POP) e dos Centros de Referência de Assistência Social ( CRAS ) vão disputar a medalha de ouro durante os jogos. As partidas serão abertas ao público. Todas estas ações são promovidas pela Coordenadoria Especial de Políticas para Juventude e Secretaria de Esporte e Lazer. Acompanhe abaixo a agenda completa de eventos.

24/06 - segunda-feira
Oficina de Empregabilidade - CAPs Regional 6 no período da manhã – Rua Ministro Abner de Vasconcelos, 1500 – Seis Bocas
Oficina de Grafite - CAPs infantil Regional IV no período da manhã – Rua Jaime Benévolo, 1644 - Fátima
Oficina de Fotografia - CAPs Regional 5 no período da tarde – Rua Vigésimo Sexto Batalhão, 292 - Maraponga
Oficina de Móbiles - CAPs infantil Regional III no período da tarde – Rua Delmiro de Farias, 1346 – Rodolfo Teófilo

25/06 - terça-feira
Oficina de Fotografia - Creas III no período da manhã – Rua Dom Lino, 2001 - Rodolfo Teófilo
Oficina de Grafite - CAPs Regional I no período da manhã – Rua Hidelbrando de Melo, 1110 – Barra do Ceará
Oficina de Fotografia - CAPs Regional III no período da manhã – Av. Duque de Caxias, 1880 A – Centro
Oficina de Empregabilidade - CAPs SER V no período da manhã – Rua Vigésimo Sexto Batalhão, 292 - Maraponga
Oficina de Grafite - CAPs Regional III no período da tarde – Rua Frei Marcelino, 1191 – Rodolfo Teófilo
Oficina de Empregabilidade - CAPs Regional IV no período de tarde – Rua Betel, 126 – Itaperi
Oficina de Fotografia - CAPs infantil IV no período da tarde - Rua Jaime Benévolo, 1644 – Fátima
Cine Direitos Humanos - Praça do Ferreira às 18h30 - Centro


26/06 - quarta-feira
Oficina de Empregabilidade – Creas 6 no período da manhã -
Oficina de Móbiles – CAPs Regional I no período da tarde - Rua Hidelbrando de Melo, 1110 – Barra do Ceará
Início do torneio de futsal Interredes de 8h às 12h - no Ginásio Paulo Sarasate 
Cortejo e Exposição Dialogada nos CRAS - 14h às 16h
Sessão Solene na Câmara dos Vereadores - 14h


28/06 - sexta-feira
Oficina de Fotografia – Creas 6 no período da manhã
Oficina de Empregabilidade - Creas III no período da manhã - Rua Dom Lino, 2001 - Rodolfo Teófilo
Oficina de Móbiles - Creas II no período da tarde – Rua Thompson Bulcão, 853 – Monte Castelo
Oficina de Grafite – CAPs infantil III no período da tarde - Rua Delmiro de Farias, 1346 – Rodolfo Teófilo
Final do Torneio de Futsal Interredes - Ginásio Aécio de Borba - 8h às 12h
Aulão de Boxe - 'Boxe Nocauteando as Drogas' no Ginásio Aécio de Borba - 13h às 17h


29/06 - sábado

Passeio Ciclístico Pedalando pela Vida (clique no link para se inscrever)

http://www.fortaleza.ce.gov.br/inscricao-passeio-ciclistico-pedalando-pela-vida
Concentração: 15 horas no Aterrinho da Praia de Iracema. Saída: 16h

 

Publicado em Fortaleza
O Caps I Maria Ileuda atende, diariamente, cerca de 70 pacientes (Foto: Kaio Machado)

Profissionais, pacientes com transtornos mentais, usuários de drogas e familiares participaram, nesta terça-feira (11), da festa junina do Centro de Atenção Psicossocial Infantil (Caps I) Maria Ileuda Verçosa, no Bairro de Fátima. O evento contou com as presenças da primeira dama de Fortaleza, Carol Bezerra, do Secretário da Regional IV, Airton Mourão, e da coordenadora da Célula de Atenção à Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Natália Rios. Além das brincadeiras e comidas típicas, a festa foi animada com a apresentação da quadrilha junina do Zé Testinha.

O coordenador do Caps, José Edson Rodrigues, mostrou as instalações do equipamento para Carol Bezerra. “Eu pedi um diagnóstico para o coordenador com o intuito de saber os pontos fracos e fortes do Caps. Eu quero ajudar, principalmente, os Caps infantis, área em que estou atuando mais, para ampliar e melhorar os serviços”, disse a primeira dama.

Segundo a coordenadora da Célula de Atenção à Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Natália Rios, a confraternização integra as famílias, os usuários do Caps e a gestão. Além de “reafirmar o nosso objetivo maior que é a inserção do paciente no seu meio familiar e no seu meio cultural. O nosso trabalho é voltado para a conquista dos direitos desses pacientes, o direito deles estarem com as suas famílias, de receberem um tratamento em espaços comunitários e abertos e não em hospitais psiquiátricos”.

A dona de casa Ana Bezerra, mãe de duas crianças atendidas pelo Caps infantil, disse que gosta de participar com os filhos e o marido das festas organizadas pelo equipamento. Ela elogiou o trabalho feito pelo Caps. “Triste de mim se não fosse o Caps. Ele é muito importante para a minha família. Além dos meus filhos, o meu marido também é atendido pelo Caps adulto. Só depois que o meu filho mais velho entrou aqui que ele aprendeu a ler, já com quase sete anos. Ele não se concentrava. As professoras reclamavam que ele não sentava”. Segundo Ana, seu filho E.L., de oito anos, tem Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

O Caps I Maria Ileuda é responsável pelo atendimento do público infanto-juvenil e atende, diariamente, cerca de 70 pacientes. O equipamento funciona de 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Serviço
Centro de Atenção Psicossocial Infantil Maria Ileuda Verçosa
Local: Rua Jaime Benévolo, 1644 - Bairro de Fátima
Contato: (85) 3105.1510

Publicado em Saúde
A festa junina contará com a participação da primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra (Foto: Rubêns Venâncio /arquivo)

O Centro de Atenção Psicossocial Infantil (Caps I) Maria Ileuda Verçosa, no Bairro de Fátima, realizará o São João da Integração no próximo dia 11 de junho. A festa junina, com quadrilha, decoração e comidas típicas, começa às 14 horas e contará com a participação da primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra e do Secretário da Regional IV, Airton Mourão.

O evento tem como principal objetivo reunir profissionais, familiares, pacientes com transtornos mentais e usuários de álcool, crack e outras drogas para uma confraternização. Segundo a coordenadora da Célula de Atenção à Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Natália Rios, essa comemoração busca “integrar todos os envolvidos no processo, promovendo a reorientação do modelo hospitalocêntrico para uma rede aberta e comunitária”. Natália Rios destaca que o trabalho que a Saúde Mental desenvolve no Município pretende reafirmar a importância da inserção e reinserção social dos pacientes e não a segregação dos mesmos.

O Caps I Maria Ileuda é responsável pelo atendimento do público infanto-juvenil e atende diariamente cerca de 90 pacientes. O evento acontece com o apoio do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede).

Publicado em Cultura