O rosto do bailarino ministrante da palestra dentro de um quadrado circundado de informações sobre o evento. O nome

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes realiza mais uma edição do programa Conversa de Academia. O convidado deste mês é o artista, professor e pesquisador Rubéns Lopes, que abordará o ensino/aprendizagem em dança negra contemporânea, no dia 10 de dezembro. O evento é aberto ao público e gratuito.

A atividade consiste em um momento dedicado ao diálogo e debate sobre a pesquisa de Rubéns, que fala sobre o ensino/aprendizagem em dança negra contemporânea, apostando na movimentação do torso e ativando memórias corporais das ancestralidades africanas e afrodiaspóricas.

O programa Conversa de Academia tem como objetivo compartilhar o resultado de trabalhos acadêmicos desenvolvidos sobre dança e estimular a visibilidade desses estudos criando um ciclo contínuo de diálogos.

Rubéns Lopes é artista, professor e pesquisador em dança, formado pelo Curso Técnico em Dança do Ceará. Foi bailarino de escolas e companhias de dança em Fortaleza e da Decidedly Jazz Danceworks (Calgary/Canadá). Atualmente é professor de Dança Moderna/Contemporânea na EDISCA, diretor da Cia Anagrama, Graduando de Licenciatura em Dança na Universidade Federal do Ceará, além de coordenar o programa de extensão em Danças Africanas Ancestrais no Instituto Federal do Ceará – IFCE.

Conversa de Academia com Rubéns Lopes
Data: Segunda-feira (10/12)
Horário: 14h
Local: Vila das Artes, Rua 24 de Maio, 1221 – Centro
Mais informações: 3105.1402

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes realiza a oficina gratuita e aberta ao público “Contato Improvisação em Dança”, com a bailarina e acadêmica carioca Andrea Jabor. A oficina faz parte do programa Aulas Abertas, que tem o objetivo de promover aulas gratuitas com professores de dança renomados nacionalmente e internacionalmente. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

A atividade, que ocorrerá entre os dias 3 e 7 de dezembro, das 15h as 17h, é aberta ao público sem necessidade de inscrição prévia. Os interessados precisam ser maiores de 16 anos e terem experiência em dança ou práticas corporais.

Contato Improvisação em Dança
A atividade tem como objetivo principal apresentar os fundamentos da técnica de contato-improvisação, a partir de uma revisão histórica do contexto do seu desenvolvimento e atuais desdobramentos, além de apresentar a técnica como um treinamento físico excelente para a preparação corporal de atores e bailarinos.

Andrea Jabor é graduada em Dança e Coreografia pela Amsterdam University of the Arts e pós-graduada em Estudos Avançados em Dança Contemporânea e Pesquisa, pela Universidade da Cidade do Rio de Janeiro. Abdrea realiza um trabalho de mais de 25 anos em espaços de dança, universidades e cursos de extensão sobre contato improvisação.

Serviço
Oficina “Contato Improvisação em Dança”
Data: 03 a 7/12, das 15h às 17h
Inscrição: Gratuita, aberta ao público e sem necessidade de inscrição prévia.
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove o espetáculo “Travessia: do ancestral ao curumim”, do Curso de Formação Básica em Dança, no Theatro José de Alencar. A apresentação ocorrerá nos dias 27 e 28 de novembro (terça e quarta-feira), às 19h, com entrada gratuita e entrega opcional de um quilo de alimento. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, administrado pelo Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

Dirigido por Valéria Pinheiro, “Travessia” fala das brincadeiras e experiências estéticas nos ritmos, corpo e voz da cultura popular cearense, onde a ancestralidade conversa com o curumim. “Fazer com que os alunos e alunas tenham cada vez mais contato com a nossa cultura por meio desse espetáculo é um grande presente”, revela Valéria.

Neste ano, serão 120 alunos no palco, orientados por nove professores e acompanhados por um grupo musical que proporcionará ao público a experiência da música ao vivo no espetáculo. Segundo a coordenadora da Escola Pública de Dança da Vila das Artes, Marina Carleial, a obra é um momento de muita riqueza e aprendizado para os alunos. “Vemos os espetáculos na escola Pública de Dança como mais uma estratégia pedagógica que engrandece nossos alunos e suas famílias. O resultado é sempre uma obra que nos emociona”, comenta Marina.

O Curso de Formação Básica em Dança possui seis anos de duração para crianças e jovens e está com inscrições abertas para nova turma em 2019. Em 2017, o curso formou sua primeira turma, apresentando o espetáculo “Lança”.

Ficha Técnica do espetáculo “Travessia: do ancestral ao curumim”
Dramaturgia e concepção: Valéria Pinheiro
Coreografia: Valéria Pinheiro, Gizele Patrício, Dayana Ferreira e Éder Soares
Ensaiadoras: Amanda Teixeira, Dandara Matos, Dayana Ferreira e Gizele Patrício
Professores colaboradores: Alda Pessoa, Angela Souza, Jorge Luiz Alves, Lenice de Sousa
Direção musical: Rodrigo Claudino
Banda: Guilherme Cunha (Flauta, Pífanos, percussão e vocal), Samira Carvalho (Vocal e Percussão), Matheus Ribeiro (Sanfona e vocal), Rodrigo Claudino (Viola Caipira, percussão e vocal), Valéria Pinheiro (Percussão e Voz), Dayana Ferreira (Calimba) e Eder Soares (Berimbau e percussão).
Arranjo e preparação do coral: Lenice de Sousa
Figurino: Evania Luz e Marina Carleial
Luz: Walter Façanha
Intérpretes: Alunos do 2º, 3º, 4º e 5º anos da Formação Básica em Dança da Vila das Artes

Serviço
“Travessia: do ancestral ao curumim”
Onde: Theatro José de Alencar – Rua Liberato Barroso, 525 – Centro
Quando: Dias 27 e 28/11 (terça e quarta-feira)
Horário: 19h
Acesso gratuito, por ordem de chegada, mediante lotação.

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes lança, nesta quarta-feira (14/11), o Edital de Formação Básica em Dança 2019, para formação de novas turmas no curso de longa duração da instituição. As inscrições para os novos alunos já estão abertas e podem ser realizadas até 31 de janeiro de 2019. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza e todas as suas atividades são gratuitas.

Confira aqui o Edital
Confira aqui a ficha de inscrição

Para efetuar a inscrição, é necessário entregar toda a documentação exigida no Edital, na Vila das Artes, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 20h, até o dia 31 de janeiro de 2019.

Serão admitidos alunos para a nova turma do primeiro ano, com idade mínima de oito anos e máxima de 10 anos, e para as turmas em andamento (segundo, terceiro e quarto ano), com idades entre 09 e 13 anos. Serão 40 vagas para a turma do primeiro ano, limite de 35 vagas para as turmas em andamento e limite de 20 vagas para alunos suplentes.

Após o período de inscrições, será realizada a etapa de seleção, que vai do dia 04 ao dia 15 de fevereiro de 2019. A etapa consiste na avaliação de alguns critérios para admissão final como motivação, criatividade, coordenação motora, aptidão física e nível técnico. Este último para alunos que irão concorrer as vagas remanescentes das turmas em andamento.

Curso de Formação Básica em Dança
Fundado no ano de 2011, o Curso de Formação Básica em Dança da Escola Pública de Dança da Vila das Artes possui duração de seis anos. O conteúdo é formado por Dança Contemporânea, Dança Clássica, Danças Tradicionais e Populares, Ateliê de Repertórios, Elementos da Música, Ateliê de Experimentação e Composição, Ateliê de Análise e Estudo de Obras Coreográficas, Introdução à História da Dança e Introdução à Análise do Movimento.

Serviço
Edital de Formação Básica em Dança 2019
Inscrições: 14 de novembro de 2018 a 31 de janeiro de 2019
Audição: 04 a 15 de fevereiro de 2019
Divulgação Resultado Preliminar: 21 de fevereiro de 2019
Recurso: 22 a 28 de fevereiro de 2019
Resultado Final: 01 de março de 2019
Matrículas novos alunos e início das aulas: 11 de março de 2019

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes realiza a oficina gratuita “Laboratório de Pesquisa Corporal e Composição: Corpo e Empoderamento”, com a acadêmica e bailarina colombiana Daniela Cantillo. A atividade, que ocorrerá entre os dias 8 e 17 de outubro, às segundas e quartas-feiras, das 14h às 17h, é aberta ao público sem necessidade de inscrição prévia. Os interessados precisam ser maiores de 16 anos e terem experiência em dança ou práticas corporais.
 
Corpo e Empoderamento
O laboratório de pesquisa corporal propõe o conhecimento e a desestabilização de padrões corporais cristalizados, a construção de novos vocabulários de movimento e a invenção de si enquanto corpo dançante com habilidade de transitar entre tensão e relaxamento muscular em relação à respiração. Nesse processo, a improvisação em dança surge como geradora de conhecimento individual e coletivo.
 
Daniela Cantillo é mestre em Artes Cênicas na Opção Dança Contemporânea da Universidade do Distrito Francisco José de Caldas, Faculdade das Artes ASAB (Academia Superior de Artes de Bogotá), Colômbia. É bailarina criativa e gestora do Projeto TerSer Cuerpo (2017-2018), além de diretora do espaço de pesquisa e criação Piel de Ébano. Atualmente é aluna especial no bacharelado e licenciatura em dança da Universidade Federal do Ceará (UFC) para assessoria de um anteprojeto de mestrado.
 
Serviço
Oficina “Laboratório de Pesquisa Corporal e Composição: Corpo e Empoderamento”
Data: 08 a 17/10, segundas e quartas-feiras
Horário: das 14h às 17h
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro
Publicado em Cultura
A Escola Pública de Dança da Vila das Artes lança inscrições para duas oficinas do programa Aulas Abertas, “Danças Populares”, com Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira, e “Danças Urbanas”, com André Rockmaster. As inscrições ficam disponíveis até o dia 15 de outubro. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).
 
A oficina “Danças Populares”, ministrada pelos renomados bailarinos Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira, acontecerá nos dias 24 e 25 de outubro, das 9h30 às 11h. A atividade foca no “Movimento do Passo-Patrimônio”, onde propõe-se como princípio o ensino das habilidades específicas de algumas danças populares brasileiras, como meio para a formação em dança.
 
 
Com orientação do conceituado bailarino André Rockmaster, a oficina “Danças Urbanas” ocorrerá no dia 24 de outubro, das 15h30 às 17h e no dia 26 de outubro, das 10h às 12h. A atividade abordará técnicas em alguns estilos de danças urbanas estadunidenses, tais como: house, wacking, vogue e etc. Serão trabalhados conceitos, fundamentos e métodos de treino para dançarinos numa sistemática dinâmica e bem divertida.
 
 
Aulas Abertas “Danças Populares”
Período de inscrição: 26/09 a 15/10
Realização: 24 a 25/10, das 9h30 às 11h
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro
 
Aulas Abertas “Danças Urbanas”
Período de inscrição: 26/09 a 15/10
Realização: 24/10, 15h30 às 17h e 26/10, 10h às 12h
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro
Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes realiza mais uma edição do programa Conversa de Academia. O convidado deste mês é o bailarino e professor da Universidade Regional do Cariri (Urca), Alysson Amancio, que abordará os desafios e perspectivas da dança no interior do Estado, na próxima segunda-feira (10/09). O evento é aberto ao público e gratuito.

O evento consiste em um momento dedicado ao diálogo e debate sobre a pesquisa de Alysson, que fala do cenário da dança no interior do Ceará. O estudo analisa o fato de que durante muito tempo as obras produzidas nos municípios foram eclipsadas pela produção artística da Capital, mas que nos últimos 20 anos, o interior está inserido em um contexto de intensa produção com o surgimento de grupos de dança, escolas, correógrafos e pesquisadores da área.

O programa Conversa de Academia tem como objetivo compartilhar o resultado de trabalhos acadêmicos desenvolvidos sobre dança e estimular a visibilidade desses estudos criando um ciclo contínuo de diálogos.

Alysson Amancio
Bailarino, coreógrafo e professor efetivo do Departamento de Teatro do Centro de Artes da Universidade Regional do Cariri (URCA), Alysson é mestre em Artes Cênicas no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRN, além de doutorando em Artes na Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. O bailarino tem grande experiência e atuação em dança no interior do Ceará, sendo fundador da Associação Dança Cariri e curador da Semana Dança Cariri.

Conversa de Academia com Ernesto Gadelha
Data: Segunda-feira (10/09)
Horário: 19h
Local: Vila das Artes, Rua 24 de Maio, 1221 – Centro
Mais informações: 3252.1444

Publicado em Cultura
Peça gráfica

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes está com inscrições abertas para a oficina “O Corpo Qi: Integração do Corpo Oriente/Ocidente”. A atividade faz parte do programa Aulas Abertas e os interessados podem se inscrever até o dia 17 de setembro deste ano. A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza e todas as suas atividades são gratuitas.

Ficha de inscrição

A oficina, que será ministrada pela massoterapeuta e acupunturista Tatiana Rodello, terá realização nos dias 27 a 29 de setembro, das 10h às 12h. O objetivo da atividade é conscientizar o indivíduo do seu Corpo de Qi e desenvolver o diálogo do corpo integrado na filosofia chinesa com o corpo dançante do ocidente.

A atividade também visa convidar o indivíduo a refletir sobre seu papel para a manutenção da sua própria saúde, seu protagonismo nos processos de cura e a vivenciar ferramentas específicas com a finalidade de autocuidado, prevenção de distúrbios e recuperação do desgaste do dia a dia.

Tatiana Rodello é bacharel e licenciada em Dança (Unicamp/1998), terapeuta vibracional e corporal, massoterapeuta, acupunturista, praticante da Medicina Chinesa e facilitadora de práticas terapêuticas da Tradição Chinesa.

Serviço:
“O Corpo Qi: Integração do Corpo Oriente/Ocidente”
Link para inscrição
Período de inscrição: 27/08 a 17/09
Realização: 27 a 29/09, das 10h às 12h
Local: Vila das Artes – Rua 24 de Maio, 1221, Centro

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes realiza mais uma edição do programa Conversa de Academia com o bailarino e acadêmico Ernesto Gadelha, que abordará o tema “Problematizações em torno do treinamento técnico na formação em dança contemporânea”, na próxima quarta-feira (22/08).

O evento consiste em um momento dedicado ao diálogo e debate sobre a pesquisa de Ernesto, que foca em processos de uma formação em dança que não pretende especializar o aluno em uma modalidade específica e sim, trabalhar de uma forma generalista na escolha e abordagem dos conteúdos. A pesquisa apoia-se no estudo de caso do Curso Formação Básica em Dança da Vila das Artes.

O programa Conversa de Academia tem como objetivo compartilhar o resultado de trabalhos acadêmicos desenvolvidos sobre dança e estimular a visibilidade desses estudos criando um ciclo contínuo de diálogos. O evento é aberto ao público e gratuito.

Ernesto Gadelha
Ernesto Gadelha atuou como bailarino profissional no Brasil, Holanda e Alemanha. É diplomado em Pedagogia da Dança pelo Instituto de Danças Cênicas de Colônia (Alemanha), graduado em Licenciatura em Dança pela UFC e pós-graduado em Dança Contemporânea pela Folkwang Hochschule (Essen/Alemanha). De 2003 a 2007, coordenou a área de dança do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e, de 2009 a 2017, coordenou a Escola Pública de Dança da Vila das Artes. É responsável pela direção artística e pedagógica da Bienal Internacional de Dança do Ceará.

Serviço
Conversa de Academia com Ernesto Gadelha
Data: Quarta-feira (22/08)
Horário: 18h30
Local: Vila das Artes, Rua 24 de Maio, 1221 – Centro
Mais informações: 3252.1444

Publicado em Cultura
Peça gráfica Fendafor

A Vila das Artes sediará quatro cursos gratuitos que fazem parte da programação do Festival Internacional de Dança de Fortaleza e Itinerante do Ceará 2018 (Fendafor), entre os dias 28 de junho e 6 de julho deste ano.

Entre os cursos estão, Hip Hop, com Luis Alexandre, nos dias 28 e 29/06, das 14h às 15h30. O curso Residência Artística Moderno Contemporâneo, com Fabi Lima, nos dias 28, 29 e 30/06, das 8h às 10h30. Ballet Clássico Juvenil, com Victor Ciattei, nos dias 29 e 30/06, das 11h às 12h30. E por fim, o curso Ballet Clássico Infanto Juvenil, com Bete Spinelli, nos dias 5 e 6/07, das 9h às 10h30.

Nesta edição, o festival conta com a promoção de 32 cursos em escolas de dança e equipamentos públicos como o Theatro José de Alencar e a Vila das Artes. A inscrição por ser feita pelo site www.fendafor.com.br.

O Festival tem como foco principal um programa de formação pedagógica para bailarinos, pensadores e produtores culturais, bem como a circulação de espetáculos em cidades do interior do estado do Ceará. Além de cursos de diversas disciplinas práticas e teóricas de dança e teatro, o festival tem uma extensa programação de mostras de dança competitiva e não-competitiva.

Serviço
- Hip Hop, com Luis Alexandre
Data: 28 e 29/06
Horário: 14h às 15h30

- Residência Artística Moderno Contemporâneo, com Fabi Lima
Data: 28, 29 e 30/06
Horário: 8h às 10h30

- Ballet Clássico juvenil, com Victor Ciattei
Data: 29 e 30/06
Horário: 11h às 12h30

- Ballet Clássico infanto juvenil, com Bete Spinelli
Data: 5 e 6/07
Horário: 9h às 10h30

Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Inscrição: www.fendafor.com.br

Publicado em Cultura
Página 1 de 3