Mostrando itens por tag: Juventude

A Prefeitura de Fortaleza promove a Semana de Dança da Rede Cuca. A programação gratuita acontece de quarta a sexta-feira (27 a 20/04) de forma virtual.

O evento faz alusão ao Dia Internacional da Dança, comemorado em 29 de abril, e tem como objetivo difundir e potencializar a linguagem artística.

Dentre as atividades presentes na programação, o público pode conferir oficinas, workshops, bate-papos, apresentações, aulões e lives transmitidas ao vivo. Para participar, os interessados podem acompanhar a programação pelo canal no YouTube, Juv.Tv, e pela plataforma Google Meet, acessada pelo Portal da Juventude.

Serviço
Semana de Dança da Rede Cuca
27, 28, 29 e 30/04 (terça a sexta-feira)
Local: https://www.youtube.com/juvtv e https://portaldajuventude.fortaleza.ce.gov.br 

Publicado em Juventude
banner com dados

Mesmo neste período de pandemia, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), continua ofertando cursos na Rede Cuca. Neste mês de março, são 992 vagas para cursos on-line gratuitos. As matrículas devem ser feitas de forma virtual pelo Portal da Juventude.

Ao todo, são oferecidas 65 opções de cursos que abrangem diversas áreas como: formação e tecnologia; artes e empregabilidade. Dentre os cursos disponibilizados, estão Fotografia de gastronomia, Produção de filmes curtos, Dança, Teatro, Circo, Inglês, Libras, Design Gráfico, Linguagem de programação PHP , Rede de computadores para iniciantes e Gestão comercial, administrativa e de pessoal.

Confira a lista dos cursos

Em razão do novo decreto Estadual para o enfrentamento à Covid-19, a Rede Cuca permanece sem atividades presenciais. Durante este mês, não serão ofertadas vagas nas modalidades esportivas, o público poderá acompanhar lives e reprises no Instagram e no canal Juv.Tv, no YouTube. 

Matrículas
As matrículas serão divididas por áreas em datas diferentes: as vagas de Formação e Tecnologia acontecem na terça-feira (02/03) e as vagas nas áreas de Artes e Empregabilidade, ficam disponíveis na quarta-feira (03/03). 

Para se matricular nos cursos da Rede Cuca, é necessário fazer o cadastro no Portal da Juventude e ter e-mail e CPF válidos. Cada aluno poderá participar de um curso por mês. 

Caso as vagas sejam preenchidas, os interessados poderão ficar no cadastro de reservas para possível liberação de novas vagas.
 
Sobre a Rede Cuca
A Rede Cuca é uma rede de proteção social e oportunidades formada por três Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), mantidos pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude.


Geridos pelo Instituto Cuca, os Cucas Barra, Mondubim, Jangurussu e José Walter atendem, prioritariamente, jovens de 15 a 29 anos, oferecendo cursos, práticas esportivas, difusão cultural, formações e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e a garantia de direitos humanos.


Além disso, a Rede Cuca também visa levar para a periferia de Fortaleza possibilidades e alternativas de fruição cultural por meio da realização de eventos estratégicos, festivais, mostras, exposições e programação permanente de shows, espetáculos e cinema.

Serviço:
Matrículas para cursos na Rede Cuca
On-line: portaldajuventude.fortaleza.ce.gov.br

Publicado em Juventude

Para estimular e aumentar o número de doadores de sangue, a Prefeitura de Fortaleza promove, em parceria com Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), a campanha Jovem Doador da Rede Cuca. Jovens, colaboradores e usuários dos equipamentos podem se inscrever e participar da ação, que será realizada pela Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ).

As inscrições ocorrem de 02 a 18 de fevereiro Os interessados devem procurar o sala do setor de Direitos Humanos (DPDHC) nos Cuca Barra, Mondubim, Jangurussu ou José Walter e levar um documento com foto. 

As doações devem acontecer na própria unidade do Hemoce e serão disponibilizadas vans que sairão dos Cucas para transportar os grupos de voluntários. As ações ocorrem pela manhã e tarde em diferentes datas:
- 23/02 Cuca Mondubim
- 24/02 Cuca Barra
- 25/02 Cuca Jangurussu
- 26/02 Cuca José Walter

Quem pode doar?

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, estar saudável, bem alimentado, pesar acima de 50kg e portar um documento oficial com foto. Os candidatos menores de 18 anos devem apresentar o Termo de Consentimento assinado pelo responsável.

Cuca Saudável 

A Diretoria de Promoção de Direitos Humanos da Rede Cuca realiza atendimentos por meio do Cuca Saudável para a promoção de saúde, como aconselhamentos, redução de danos e realização de testagens rápidas de HIV, Sífilis, Hepatite B e C. A ação é uma parceria com o programa Fique Sabendo Jovem!. 

Os serviços de promoção de saúde são gratuitos e têm o objetivo de conscientizar os jovens e a comunidade para que possam além de prevenir, disseminar a informação e também buscar aconselhamento ou tratamento na rede de saúde, caso seja necessário. 

Serviço
Campanha Jovem Doador
Período de inscrição: 02 a 18 de fevereiro
Locais: 
Cuca Barra - Av. Presidente Castelo Branco, 6417 - Barra do Ceará 
Cuca Mondubim - Rua Santa Marlúcia S/n - Mondubim 
Cuca Jangurussu - Av. Castelo de Castro s/n - jangurussu 
Cuca José Walter - Rua 69 - 2a etapa - José Walter

 

Publicado em Juventude

As alunas Ana Camila (27) e Nicole Sá (19), do curso básico de Libras da Rede Cuca, foram aprovadas para o curso avançado do Centro de Profissionalização Inclusiva para a Pessoa com Deficiência (Cepid), do Governo do Estado do Ceará. 

Foram ofertadas 15 vagas e o processo seletivo contou com uma entrevista toda na língua de sinais.
 
Foi por meio dos cursos na Rede Cuca que as jovens tiveram o primeiro contato com a língua de sinais. “Eu nunca tinha feito um curso de libras. Quando vi o curso no Portal da Juventude, pensei logo em fazer. Tinha acabado de passar por uma experiência recente que exigiu esse conhecimento e eu não tinha”, diz Camila.
 
Antes de iniciar o curso básico em Libras, Nicole participou de um curso na Rede Cuca sobre a cultura surda e acredita que Libras vai além de usar os sinais. “Esses dois cursos me ajudaram muito a desenvolver Libras porque eu acredito que não é só estar fazendo os sinais, você precisa conhecer”, afirma.
 
Mesmo preferindo cursos presenciais, Camila conta que a experiência on-line fez com que ela visse a importância das Libras no cotidiano. “Sempre prefiro os cursos presenciais. Mas nessa experiência, parecia que quanto mais eu assistia aula, mais eu queria aprender e continuar assistindo. Você vai se apaixonando pela Libras e visualizando como ela é fundamental para o nosso cotidiano, enquanto pessoas e  profissionais”, relata. 
 
Apesar da pouca experiência com a língua, a dedicação das alunas e o suporte oferecido pelo curso básico fizeram a diferença, afirma Erika Teodósio (37), professora da Rede Cuca. “Como se esforçaram, sempre tirando dúvidas, sempre dedicadas, conseguiram a aprovação. E antes de ter contato com o curso básico, nenhuma das duas sabia a língua. Então, realmente foi ele que deu o suporte para que elas conseguissem aprovação no curso avançado”.
 
Cursos na Rede Cuca
 
A Rede Cuca oferta cursos de formação em oito áreas de atuação diferentes e 29 modalidades esportivas para jovens de 15 a 29 anos. Mensalmente, é oferecida uma média de 5 mil vagas distribuídas nos Cucas Barra, Mondubim, Jangurussu e no recém inaugurado Cuca José Walter.
Publicado em Juventude
prefeito com coordenador da juventude e secretária Manuela Nogueira em pé posando para a foto, usando máscara e capacete de obras com prédio em construção ao fundo
"Esse é um sonho para os jovens fortalezenses e para essa região da Cidade. Ele é um espaço que protege e qualifica a juventude, dando oportunidades para construir um futuro diferente”, declarou o Prefeito

O prefeito Roberto Cláudio aproveitou o início da tarde desta quarta-feira (05/08) para vistoriar as obras do Cuca José Walter. O equipamento municipal, quando for entregue à população, irá promover melhorias na vida de jovens de Fortaleza, que terão acesso a esporte, lazer, cultura e capacitação profissional em um único lugar.

“Viemos visitar esse equipamento extraordinário que está perto de ficar pronto. Vou ter o privilégio de entregar a Fortaleza o que será o mais novo Cuca. Esse é um sonho para os jovens fortalezenses e para essa região da Cidade. Ele é um espaço que protege e qualifica a juventude, dando oportunidades para construir um futuro diferente”, declarou o Prefeito.

Orçado em aproximadamente R$ 36 milhões, o projeto do Cuca do Conjunto José Walter prevê a construção de espaços de lazer, como piscina semiolímpica, teatros, salas de artes marciais e educacionais, além de biblioteca, espaço de dança, sala de computação, salas administrativas, banheiros, copas, coworking, entre outros.

Com obras iniciadas em janeiro de 2019, o equipamento contará com área de 8.000m² destinada a cultura, esporte, atividades de formação e entretenimento.

“Projetos como esse mostram o compromisso e a seriedade do Prefeito com a nossa Cidade nesses oito anos. Na área da Juventude, quando ele assumiu, só havia um equipamento do tipo e depois disso, ele já inaugurou o Cuca do Mondubim e do Jangurussu, e agora está finalizando o mandato com as obras dos Cucas José Walter e Pici, dobrando o número de equipamentos do tipo em Fortaleza”, destacou.

A expectativa é que o Cuca do José Walter seja entregue em outubro deste ano.

Rede Cuca

A Rede Cuca é uma rede de proteção social e oportunidades formada por três Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), mantidos pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude.

Geridos pelo Instituto Cuca, os Cucas Barra, Mondubim e Jangurussu atendem, prioritariamente, jovens de 15 a 29 anos, oferecendo cursos, práticas esportivas, difusão cultural, formações e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e a garantia de direitos humanos.

Além disso, a Rede Cuca também visa levar para a periferia de Fortaleza possibilidades e alternativas de fruição cultural por meio da realização de eventos estratégicos, festivais, mostras, exposições e programação permanente de shows, espetáculos e cinema.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR TODAS AS FOTOS DA COBERTURA

Publicado em Infraestrutura
Oficina na escola Dep. Paulino Rocha
Oficina na turma de ensino médio da EEFM Deputado Paulino Rocha

O projeto internacional Recognize and Change (Reconhecer e Mudar) iniciou as atividades do terceiro ano neste mês de março. Iniciativa tem duração de três anos e seu objetivo é ampliar a divulgação de uma cultura baseada na pluralidade de identidades e no reconhecimento mútuo entre os jovens, além de promover uma conscientização sobre os Direitos Humanos, o combate ao bullying e às diferentes formas de violência e discriminações ao redor do mundo. 

O Recognize and Change atua simultaneamente na Itália, Bulgária, Cabo Verde, França, Grécia, Portugal, Romênia, Espanha e Brasil. Fortaleza é a única sede no País e o projeto é executado pela Prefeitura de Fortaleza, por intermédio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ) e cofinanciado pela União Europeia. 

As ações, que irão até maio, acontecem nas escolas estaduais parceiras do projeto situadas nas áreas das regionais V e VI. Este ano, os alunos do terceiro ano do Ensino Médio recebem em sala de aula oficinas mediadas por multiplicadores que debatem temas relacionados à violência, discutida como uma das possíveis consequências da discriminação. Os temas são as formas de violência, autor e vítima e reações assertivas e cultura de respeito. 

Eunice Araújo (16), que é aluna da Escola Dona Júlia Alves Pessoa, no bairro Bom Jardim, destaca a experiência de receber o Reconhecer e Mudar onde estuda. “Conheci o projeto no 1° ano do ensino médio e foi extremamente maravilhoso por ser feito por jovem que faz outros jovens abrirem a mente para propostas novas. Fico muito feliz em contribuir para o projeto e espero que continue assim em muitas escolas justamente porque a gente se sente acolhido por eles”, afirma.

Saiba mais

O Ano I do projeto se concentrou na identidade e nos relacionamentos, proporcionando aos alunos da Rede pública de ensino a possibilidade de reconhecer o direito/dever de ser reconhecido e respeitado, assim como reconhecer e respeitar os outros. Já no segundo ano, as oficinas nas escolas foram baseadas em debates em torno da diversidade e na discriminação, o valor e o respeito de si mesmo e dos outros com tópicos abordados como: análise e desconstrução de estereótipos (a partir dos estereótipos de gênero e culturais); os tipos de discriminação; a responsabilidade individual e a coletiva.

 

Publicado em Juventude

Peça divulgação

A Prefeitura de Fortaleza promove nesta quinta-feira (12/03), por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), o lançamento da terceira edição do Festival Amor e Juventude, a partir das 8h30, na Rede Cuca Jangurussu. O evento, que será realizado entre os dias 28 de março e 06 de abril, na Rede Cuca Barra, Jangurussu e Mondubim, é gratuito e aberto ao público.

O propósito do evento, além de apresentar o festival e a Rede cuca, é escutar dos jovens quais atividades eles gostariam de ver na programação, explicar sobre as inscrições e expor o sucesso do festival nos anos anteriores. Tudo isso, além de promover atividades culturais e vivências que destacam a relevância da vida, dos relacionamentos, da espiritualidade, da família e, principalmente, do amor para o desenvolvimento humano integral da juventude.

Os jovens vão poder discutir o tema relacionado à cultura de paz por meio de uma programação diversificada que inclui rodas de conversas, teatro, shows, cinema e debates.

Serviço:
Lançamento do Festival Amor e Juventude 2020
Data: 12/03 (quinta-feira)
Hora: 08h30
Local: Cineclube da Rede Cuca Jangurussu (Rua Governador Leonel  Brizola S/N - Jangurussu)

Publicado em Juventude

 

.
A Prefeitura de Fortaleza inicia, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), as aulas da quarta turma do projeto Meu Primeiro Concurso, nesta terça-feira-feira (10/03).

As aulas acontecem sempre às terças, quartas e quintas-feiras, na Rede Cuca Mondubim. Inicialmente, serão ofertadas as disciplinas de Português, Matemática, Informática e Direito Constitucional, matérias mais comuns em todos os concursos de nível médio.

Na turma deste mês, o conteúdo é direcionado aos concursos da Polícia Militar, Polícia Civil, Agente penitenciário e Guarda Municipal. As inscrições foram realizadas via internet entre os dias 03 a 6 de março, quando foram preenchidas 250 vagas.

O projeto, que é uma parceria com o professor Gustavo Brígido, visa ajudar jovens da periferia da Cidade que não têm condições de financiar um cursinho preparatório, mas que desejam disputar vagas em concursos públicos.

O intuito é formar uma turma, com 40h/aulas por mês, tempo suficiente para tornar os inscritos aptos para um concurso. No decorrer da execução, e dependendo da demanda, as aulas, a carga-horária e as disciplinas podem se ajustar às necessidades dos jovens.

Mais informações

O projeto Meu Primeiro Concurso foi lançado durante o Viradão da Juventude, que aconteceu em agosto de 2019. Os interessados puderam participar de aulões realizados nos teatros dos equipamentos municipais localizados no Mondubim, Barra do Ceará e Jangurussu. As outras turmas aconteceram nos meses de outubro e novembro do ano passado, e janeiro deste ano.

Serviço:
Projeto Meu Primeiro Concurso - 4ª turma
Início das aulas: 10/03 (terça-feira)
Dias das aulas: terças, quartas e quintas-feiras
Horário: 9h às 12
Local: Rede Cuca Mondubim (Rua Santa Marlúcia - SN - Mondubim)

Publicado em Juventude
arte com mensagem da campanha e foto de busto de mulher segurando apito

A Prefeitura de Fortaleza lança, por meio da Coordenadoria de Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), nesta sexta-feira (21/02), a campanha “Não é não. Apite em caso de assédio”, contra assédio sexual no Carnaval. 

A ação, que ocorrerá até a próxima quarta-feira (26/02), tem como objetivo chamar a atenção da população sobre a importância do combate ao assédio, alertando para o respeito aos direitos das mulheres e incentivando as vítimas a denunciarem. Os apitos serão distribuídos em diversos locais de Fortaleza durante os dias de folia.

A campanha de conscientização ocorre dentro da programação de aniversário de seis anos da Rede Cuca, que trabalha durante todo o ano na promoção de direitos humanos e na construção de uma Fortaleza mais justa.

Sobre a Rede Cuca

É uma rede de proteção social e oportunidades formada por três Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), localizados nos bairros Jangurussu, Mondubim e Barra do Ceará, que atende, prioritariamente, jovens entre 15 e 29 anos.

Os equipamentos ofertam cursos, práticas esportivas e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e garantia de direitos humanos.

Rede Cuca visa, ainda, levar à periferia de Fortaleza possibilidades e alternativas de fruição cultural por meio da realização de eventos, festivais, mostras, exposições, sessões de cinema, espetáculos de dança e apresentações musicais.

O objetivo da Prefeitura de Fortaleza é que a Rede Cuca funcione como um espaço de diálogo e enfrentamento dos problemas, visando à eliminação ou atenuação das situações de vulnerabilidade social pela promoção de ações imediatas. Nos seis anos de Rede Cuca, foram realizado mais de três milhões de atendimentos.

Serviço:
Prefeitura de Fortaleza lança campanha contra assédio sexual no carnaval

Data: 21 a 26 de fevereiro
Locais: Cuca Barra (Av. Presidente Castelo Branco, 6417, Barra do Ceará); Cuca Mondubim (Rua Santa Marlucia,s/n, Mondubim) e Cuca Jangurussu (Av. Castelo de Castro esquina c/ Av. Contorno Leste, s/n, Jangurussu)
Aterrinho
Largo dos Tremembés (Praia de Iracema)
Mercado dos Pinhões (Praça Visconde de Pelotas, entre as ruas Gonçalves Ledo e Nogueira Acioli – Centro)

Publicado em Juventude
arte com nome e informações do programa

A Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta segunda-feira (17/02), às 8h30, uma reunião geral do Programa Bolsa Jovem, no Ginásio Paulo Sarasate. O encontro, promovido por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude (CEPPJ), contará com a presença do prefeito Roberto Cláudio e do coordenador de Juventude de Fortaleza, Julio Brizzi. 

O momento será para reunir os dois mil selecionados, que poderão tirar dúvidas e receber orientações, por exemplo, de como preencher o relatório do Programa. O Bolsa Jovem tem como objetivo garantir aos jovens em situação de vulnerabilidade condições de participação contínua em programas artístico-culturais, esportivos e de protagonismo social por meio da concessão de benefício financeiro.

Todas as ações desenvolvidas pela CEPPJ têm como foco promover uma maior interação entre os jovens, reforçar o papel do esporte e da cultura em relação à convivência saudável e oferecer ainda mais visibilidade e oportunidade para aqueles que atuam nas mais diversas áreas.

Bolsa Jovem

Lançado em setembro de 2019, o programa Bolsa Jovem contempla três áreas: desportiva, cultural e de liderança social juvenil. Na área desportiva, puderam pleitear a bolsa atletas que estejam buscando favorecer competências pessoais, sociais, produtivas e cognitivas, privilegiando a formação de valores, como a cooperação, participação, solidariedade, autonomia, criatividade, entre outros, assim como jovens atletas de alto rendimento que participem de competições locais, regionais, nacionais e internacionais.

No campo artístico cultural, foram contemplados jovens artistas que estejam exercendo a prática de atividades que visem à efetivação na participação de projetos, programas, competições ou premiações artísticas e culturais.

A concessão da bolsa na área de liderança social é indicada para jovens que desenvolvam projetos relacionados ao Protagonismo Juvenil voltados para a promoção da Cidadania e Direitos Humanos, Empreendedorismo Social, Meio Ambiente, Esporte, Educação, Cultura, Lazer e proteção das Juventudes e que, necessariamente, as atividades tenham relevância na mobilização dos jovens de Fortaleza, gerando impacto direto nas políticas sociais juvenis.

Serviço:
Reunião geral do Programa Bolsa Jovem
Data: 17/02 (segunda-feira)
Horário: 8h30
Local: Ginásio Paulo Sarasate (Rua Idelfonso Albano, 2050 - Dionísio Torres)

Publicado em Juventude
Página 1 de 8